CCBB apresenta a série 'Relendo o Choro' a partir desta terça-feira

de 03/2 a 03/3 · Rio de Janeiro, RJ
Wilton Montenegro
O quinteto carioca Novo Quinteto inaugura a série, na próxima terça
1
Monica Ramalho · Rio de Janeiro, RJ
2/2/2009 · 115 · 4
 

O Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) do Rio de Janeiro apresenta em fevereiro a série 'Relendo o Choro', elaborada para traçar um panorama do choro contemporâneo na programação das Terças Musicais. A proposta é reinventar no palco do Teatro II do CCBB o gênero musical criado há mais de 150 anos nas ruas da Lapa carioca, inserindo uma guitarra elétrica aqui, um improviso de deixar o público boquiaberto acolá. Tudo isso na maior reverência aos fundadores do choro. A produção é da Baluarte Agência e o patrocínio, do Banco do Brasil.

Ao todo, serão quatro apresentações, entre 3 de fevereiro e 3 de março, com um breve intervalo de uma semana por conta da folia carnavalesca. O Novo Quinteto inaugura a série, seguido pelo Quatro a Zero no dia 10 e pelo conjunto Moderna Tradição no dia 17 de fevereiro. O Tira Poeira encerra a temporada. Todos os shows serão realizados às 12h30 e às 18h30. Ingressos a R$ 6, com meia-entrada para estudantes e maiores de 65 anos.

Para o diretor musical Frederico Barros, o choro “é um gênero tradicional, associado à carioquice e formado por três pilares: forma de tocar, instrumentação e repertório. A nossa proposta é alterar os dois primeiros fundamentos”, diz. “No Tira Poeira não tem cavaquinho e no Moderna Tradição a lei é improvisar bastante. Já o Quatro a Zero faz um choro elétrico e o Novo Quinteto, acredite, revisita a obra de Radamés Gnattali com solos de guitarra”, exemplifica. Frederico é violonista e faz doutorado em sociologia na Universidade São Paulo (USP), cuja tese versa sobre o legado do maestro e compositor Guerra-Peixe, que se situa entre a vanguarda e a tradição musicais brasileiras.

Apenas o repertório vai seguir o riscado do choro tradicional. Nos roteiros das atrações, o público vai reconhecer um punhado de obras-primas de Pixinguinha, Radamés Gnattali, Jacob do Bandolim, Bonfiglio de Oliveira, Zequinha de Abreu, Ernesto Nazareth, Garoto e Waldir Azevedo.

onde fica
O endereço do CCBB é Rua Primeiro de Março, 66, Centro do Rio de Janeiro. Informações pelo telefone: (21) 3808.2020.

Os shows serão realizados em dois horários: às 12h30 e às 18h30
quando ir
03/2/2009 a 03/3/2009
quanto custa
R$ 6, com meia-entrada para estudantes e maiores de 65 anos
contato
Monica Ramalho - (21) 9163.0840
moniramalho@gmail.com

compartilhe

comentários feed

+ comentar
Helena Aragão
 

Poxa, para completar, podia ter choro novo, tem tanta gente compondo por aí!

Helena Aragão · Rio de Janeiro, RJ 30/1/2009 18:05
sua opinião: subir
Monica Ramalho
 

entendo, heleninha. mas choro novo a gente ouve por toda parte!
é só ir ao semente ou visitar a escola portátil de música, por exemplo! :)
beijão!

Monica Ramalho · Rio de Janeiro, RJ 1/2/2009 12:22
sua opinião: subir
Mansur
 

Maravilha! Marquinhos meu irmão, quebra tudo!

Mansur · Rio de Janeiro, RJ 2/2/2009 21:50
sua opinião: subir
Francinne Amarante
 

bacana!

Francinne Amarante · Brasília, DF 3/2/2009 07:23
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

veja também

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados