Exposição apresenta retrospectiva de 30 anos de carreira do artista Eduardo Eloy

de 08/5 a 20/6 · Fortaleza, CE
Divulgação
Em contraste com o tenebroso fundo negro, as figuras carregam um certo humor
1
Luciano Sá · Fortaleza, CE
4/5/2007 · 89 · 2
 

O Centro Cultural Banco do Nordeste-Fortaleza (rua Floriano Peixoto, 941 – Centro – fone: (85) 3464.3108) abrirá a exposição “Eduardo Eloy – Na Margem dos 30”, na próxima terça-feira, 8 de maio, às 19 horas.

Com curadoria do museólogo Ricardo Resende, a exposição de Eduardo Eloy apresenta uma criteriosa retrospectiva de sua produção ao longo de 30 anos de uma carreira artística sólida, que extrapola as fronteiras do Ceará e do Brasil. Gratuita ao público, a mostra individual do artista permanecerá em cartaz até o próximo dia 20 de junho.

Eduardo Eloy – perfil artístico
Artista plástico – desenhista, pintor, gravador e fabricante de papel artesanal –, Eduardo Eloy nasceu em Fortaleza em 21 de setembro de 1955. Estudou na Escola de Artes Visuais do Parque Lage, Museu de Arte Moderna (MAM) e Fundação Calouste Gulbenkian – todos no Rio de Janeiro.

É também professor de gravura e materiais artísticos, consultor de arte e curador. Atualmente presta serviços à Secretaria de Cultura do Ceará, Instituto Dragão do Mar de Arte e Cultura, Faculdade Integrada da Grande Fortaleza (FGF) e Centro Cultural Banco do Nordeste.

Como professor, ministrou e implantou oficinas de gravura e papel artesanal em diversos municípios cearenses e no exterior. Ministrou cursos de papel e gravura na Universidade Alcalá de Henares, na Espanha, e na Universidade de São Paulo (USP). Fundou e coordenou a oficina de gravura e papel artesanal do Museu de Arte da Universidade Federal do Ceará (MAUC-UFC), onde atuou na formação de novos gravadores e desenvolveu pesquisas com reciclagem de papel e fibras vegetais.

Também fundou e coordenou a oficina TAUAPE, que deu origem a um grupo homônimo de gravadores, e participou do grupo Aranha de pintura mural. Foi presidente e fundador, juntamente com outros artistas, do Instituto de Gravura (INGRAV).

Eduardo Eloy expôs em vários países, tais como França, Espanha, Portugal, Itália, Alemanha, Uruguai, Argentina, Chile e EUA. No Brasil, realizou exposições nas seguintes capitais: Rio de Janeiro, São Paulo, Curitiba, Belém, Recife, Porto Alegre e Fortaleza.

O artista tem obras de sua autoria expostas nos acervos das seguintes instituições e museus: Coleção Ceres Franco (França), Instituto Cultural Brasil-Alemanha (ICBRA, Berlim, Alemanha), Museu de Gravura de Buenos Aires (Argentina), Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo (MAC-USP), Museu Nacional de Belas Artes (Rio de Janeiro), Museu de Arte da Universidade Federal do Ceará, Biblioteca Nacional (Rio de Janeiro), Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura (Fortaleza), Centro Cultural Banco do Nordeste (Fortaleza), Espaço Cultural TELECEARÁ – Telemar (Fortaleza), Fundação Joaquim Nabuco (Recife) e Academia Cearense de Letras (Fortaleza).

Algumas premiações conquistadas por Eduardo Eloy: 32º Salão de Abril, pintura, Fortaleza (1982); 8º Salão Nacional de Artes Plásticas, pintura, Fortaleza (1982); Unifor Plástica, técnica mista, Fortaleza (1983); 2º Salão Pirelli Pintura Jovem – Prêmio Especial Pietro Maria Bardi, Museu de Arte Cidade de São Paulo – MASP (1985); Prêmio TELECEARÁ (Telemar), técnica mista, Fortaleza (1996); Salão Norman Rockwell, Prêmio Especial em gravura pelo conjunto da obra, Fortaleza (1997).

onde fica
Centro Cultural Banco do Nordeste-Fortaleza (rua Floriano Peixoto, 941 ? Centro ? fone: (85) 3464.3108)
quando ir
08/5/2007 a 20/6/2007
quanto custa
Grátis.
website
www.bnb.gov.br/cultura
contato
?Luciano Sá (assessor de imprensa do Centro Cultural Banco do Nordeste) ? (85) 3464.3196 / 8736.9232 ? lucianoms@bnb.gov.br

compartilhe

comentários feed

+ comentar
CCorrales
 

Luciano,
Só resta 1 hora de edição, mas vamos lá, seguem algumas sugestões no sentido de tornar a leitura mais agradável e atraente para os leitores do Overmundo.
1. Destacar o nome da exposição em negrito.
2. Dar espaços entre alguns parágrafos.
3. Colocar em negrito as palavras-chave de cada parágrafo, para destacar o tópico da biografia.
4. No "Quando ir", colocar o horário em que a exposição pode ser visitada.
5. Incluir mais tags, como gravura, Centro Cultural Banco do Nordeste e Eduardo Eloy.

Abraços

CCorrales · São Paulo, SP 2/5/2007 20:40
sua opinião: subir
CCorrales
 

Ah, se der tempo, colocar uma foto do artista também.
Abraços

CCorrales · São Paulo, SP 2/5/2007 20:41
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

veja também

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados