Exposição - Tarsila do Amaral no CCBB RJ

de 13/2 a 29/4 · Rio de Janeiro, RJ
Tarsila do Amaral
1
Gabriele · Rio de Janeiro, RJ
14/3/2012 · 0 · 0
 

O Rio de Janeiro recebe uma grande exposição de Tarsila do Amaral após mais de 40 anos sem ambientar uma mostra individual da artista do modernismo


Um percurso afetivo para Tarsila


O Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB-RIO) inaugura no dia 13 de fevereiro a exposição Tarsila do Amaral - Percurso Afetivo. Serão 85 obras, entre pinturas, desenhos, objetos e gravuras (a única série que é reconhecida como sendo da artista) que ocuparão todo o segundo andar da Instituição. A mostra também marca o fim de um jejum de 43 anos em que o Rio de Janeiro não recebia uma individual da artista.

A ideia central para Tarsila do Amaral - Percurso Afetivo surgiu a partir da descoberta do Diário de Viagens – preciosidade em poder da família da artista. É documento de caráter íntimo, e possibilita essa intromissão bem-vinda nos aspectos mais particulares da vida de Tarsila do Amaral. O conceito curatorial se baseou a partir do Diário e foi reunido o maior número possível de obras para um percurso emocional, afetivo e único para aquela que Oswald de Andrade chamava de “caipirinha vestida por Poiret”.

“Para esta mostra não foram considerados os períodos – Pau-Brasil, Antropofágico e Social – habitualmente identificados na obra de Tarsila. O enfoque dado, em primeiro lugar, foi intimista; depois, temático e, quando possível, cronológico. Há um proposital e aparente caos, planejado para que o visitante possa sentir-se mais próximo da vida da artista e admire as obras individualmente, livres de classificações mais rígidas”, explica Antonio Carlos Abdalla, curador da mostra, que também tem Tarsilinha do Amaral (sobrinha-neta de Tarsila) como curadora pela família da artista.

Uma ousadia finaliza o percurso: a inclusão da pouco mostrada segunda versão de A Negra (que a artista deixou inacabada) sugere de continuidade para a leitura de seu trabalho e abertura para inúmeras possibilidades de interpretação da obra fundamental de Tarsila do Amaral que permanece, assim, em aberto.


Além das obras, a mostra tem uma programação paralela que vai aproximar ainda mais o público da grande artista do modernismo brasileiro. No dia 14 de março, às 18h30, acontece um concerto organizado por Anna Maria Kieffer, no Teatro 2 do CCBB. Dentre as músicas apresentadas destacam-se obras dedicadas a Tarsila do Amaral e a Oswald de Andrade, como Choros nº 3, de Heitor Villa-Lobos, ou a ela oferecidas em manuscrito com dedicatória, como a série dos já citados Ludions, do compositor francês Eric Satie, e de Viola Quebrada, melodia e texto de Mário de Andrade, arranjada por Villa-Lobos a ela oferecida pelo próprio Mário. Já nos dias 15 e 16 de março acontecem debates com a participação de Aracy Amaral, Maria Alice Milliet, Camilo Osório e Fernando Cocchiarali.

onde fica
Centro Cultural Banco do Brasil - CCBB Rio de Janeiro
Rua Primeiro de Março, 66.
Informações: (21) 3808-2020 - www.bb.com.br/cultura - www.twitter.com/ccbb_rj - www.facebook.com/ccbb.rj
De terça-feira a domingo, de 9h às 21h
Entrada gratuita
quando ir
13/2/2012 a 29/4/2012
quanto custa
Entrada Gratuita!
website
http://agendaculturalriodejaneiro.blogspot.com/
contato
(21)9673-4350

compartilhe

comentários feed

+ comentar

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

veja também

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados