Grito Rock São Paulo anuncia programação musical

05/3 · ,
Laura Morgado.
Festival que promove experiência colaborativa única no mundo acontece sábado (5)
1
Mi [de Camila] Cortielha · Belo Horizonte, MG
28/2/2011 · 0 · 0
 

Realizado há nove anos no Brasil, o Grito Rock chega em 2011 com o o impressionante número de 130 cidades realizadoras em 10 países: Brasil, Argentina, Uruguai, Bolívia, Chile, Panamá, Costa Rica, Honduras, El Salvador e Estados Unidos.

Em São Paulo, o festival acontece dia 5 de março e anuncia hoje as primeiras atrações. De Buenos Aires, o sexteto feminino de punk tropical Kumbia Queers. De Iporanga (Zona Sul de São Paulo), o rapper Rael da Rima. E do sertão do Ceará, o artista Daniel Peixoto com seu pop tropical. Durante a próxima semana, o Grito revela a grade completa das artes integradas e do programa de formação do Observatório Fora do Eixo.

Em São Paulo, o Grito Rock acontece pela 4ª vez e nesta edição será produzido pela Casa Fora do Eixo São Paulo, que também lidera os projetos Cedo & Sentado (às terças), Macaco Bong Convida e Noite Fora do Eixo.

A Kumbia Queers nasceu na Argentina em 2006 e traz seis meninas em sua formação: Ali Gua Gua (voz e güiro - tipo de reco-reco), Flor Linyera (teclado), Inespector AKA Pichi (bateria), Juana Chang (charango), Pat Kombat Rocker (baixo) e Pila Zombie Jackson (guitarra e coros). A banda foi formada quando punk rockers quiseram adicionar um toque menos formal, menos duro e menos misógeno à cena de rock que elas experimentavam na América Latina. Ali, que toca nas Ultrasónicas (o mais selvagem coletivo punk do México) convidou as She Devils (a mais selvagem banda de punk rock de Buenos Aires) para experimentar as possibilidades de seus sons e melodias. Meio que na brincadeira, elas começaram a tocar covers de músicas que sabiam de cor, adicionando uma pitada de cúmbia (tradicional ritmo latino) e adaptando as letras com sua divina poesia queer repleta de ironia, clichês românticos e muito humor.Com o tempo as Kumbia Queers passaram a criar suas próprias músicas que atualmente já ganharam destaque durante intensas turnês realizadas na Argentina, México, Chile, Canadá e Estdos Unidos. Seu primeiro lançamento, “Kumbia Nena!”, traz canções autorais e conta também com 5 versões de The Cure, Black Sabbath, Nancy Sinatra e Madonna.

No Brasil, além de se apresentar no Grito Rock também tocam no elogiado festival Rec Beat, que acontece durante o Carnaval em Recife.

Rael da Rima está há 10 anos no Rap, mas a música está em sua vida desde a infância com influência do pai multi-instrumentista, mãe cantora (ambos, autodidatas), passando por banda cover dos Racionais, fanfarra da escola e aulas de violão com primo. Desde os 16 compõe, mas foi a partir dos 22 que as canções ganharam o tom realmente autoral - nascidas da inspiração melódica antes mesmo da rima (o apelido que virou alcunha está lado-a-lado com a melodia, como ele mesmo costuma afirmar).

Daniel Peixoto ormou sua Montage, a primeira banda de Electro Rock do Nordeste Brasileiro, o projeto migrou de Fortaleza para São Paulo no início de 2006, e lançou o primeiro álbum que pelo selo Segundo Mundo, do produtor Dudu Marote, com fotos de Manuel Nogueira e figurinos de Lino Villaventura. Em 2009, na mesma época em que era elogiado por ninguém menos Justin Timbalake em seu site pessoal, Daniel encerra os trabalhos com o Montage e convocou um time de produtores para dar uma nova roupagem a sua sonoridade e toca acompanhado por nomes como Killer on the Dancefloor, Discokillah, Dj Chernobyl. Todos seus novos produtores musicais. Os backing vocals ficam por conta da atriz e cantora Thalma de Freitas. O som fica mais pop e Daniel apresenta o novo pop tropical.

onde fica
Studio SP
Rua Augusta, 591 – Centro – São Paulo, SP
Capacidade: 450 lugares
Censura: 18 anos
(11) 3129-7040
www.studiosp.org.br
quando ir
05/3/2011
quanto custa
R$25 | (R$15 na lista amiga) | * O Observatório Fora do Eixo tem programação gratuita
website
www.casa.foradoeixo.org.br
contato
casasp@foradoeixo.org.br

compartilhe

comentários feed

+ comentar

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

veja também

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados