Grupo Banza apresenta a música popular brasileira do Século XVIII em Roraima

11/8 · Boa Vista, RR
Divulgação
1
Gilvan Costa · Boa Vista, RR
31/7/2006 · 35 · 0
 

No tempo do poeta baiano Gregório de Mattos, a música de viola que se tocava no Brasil era a mesma que estava sendo executada em Portugal. Os tocadores de viola daqui, além da herança musical lusitana, também foram influenciados pelos ritmos afro-brasileiros. Pelo menos, é o que também comenta Gregório em suas poesias, que fala do cubanco, gandu, cãozinho e arromba como gêneros daquela época.

Essa história foi resgatada pelo músico paranaense Rogério Budasz, que foi até Portugal pesquisar, para sua tese de mestrado, a relação entre a música brasileira, lusitana e afro-lusitana citada na poesia do baiano.

O resultado desse trabalho pode ser apreciado no show que o grupo Banza, de Curitiba, faz em Boa Vista no dia 11 de agosto (sexta-feira), às 20h, no Espaço Multicultural Sesc Centro, dentro do projeto Sonora Brasil. O ingresso custa R$ 10.

O Grupo Banza empresta o seu nome de um antigo instrumento musical africano, o mbanza, bastante comum nas Américas durante o período colonial.

Formado em 2003 e tendo sua base em Curitiba, o grupo interpreta a música antiga brasileira em instrumentos históricos e tradicionais da Europa, África Ocidental e Brasil.

Dentro de uma concepção estética crioula, o grupo explora as conexões entre a música européia praticada no período colonial e as interações e modificações sofridas no Brasil, resultando no surgimento de uma verdadeira música popular brasileira em fins do século XVIII.

Desde 2003, o grupo tem se apresentado em vários estados brasileiros, com Ademir Mauricio (voz), Ana Paula Peters (flauta-doce e traverso), Orlando Fraga (teorba, bandurra, violas tradicionais e históricas), Paulo Demarchi (percussão, violas tradicionais), Rogerio Budasz (violas tradicionais e direção), e Sandro Romanelli (violino histórico e rabeca).

onde fica
Espaço Multicultural Sesc - Rua Araújo Filho, 947 - Centro - Boa Vista (RR).
quando ir
11/8/2006, às 20:00h
quanto custa
R$ 10 (inteira), R$ 5 (meia).
contato
(95) 3621-1235

compartilhe

comentários feed

+ comentar

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados