Paula Parisot apresenta no Rio a exposição Partir

de 11/7 a 10/8 · Rio de Janeiro, RJ
1
Adriane Constante · Rio de Janeiro, RJ
11/7/2014 · 0 · 0
 

Dando continuidade ao projeto que teve início com a publicação do romance Partir, em setembro de 2013, Paula Parisot realiza entre 11 de julho e 10 de agosto, na galeria da escola de Artes Visuais do Parque Lage, a exposição PARTIR. Incluindo desenhos, fotografias, vídeos, performances e espaço de leitura, a mostra – que tem a curadoria da artista, educadora e pesquisadora Daniela Mattos – promove um diálogo entre linguagens e consolida o caráter multidisciplinar do trabalho da autora ao mesmo tempo em que discute a própria criação. Nas palavras de Daniela, “Paula transforma a experiência literária em uma espécie de meada que se desenrola para tramar obras visuais em mídias variadas. Estamos diante de uma obra que desemboca tanto na literatura quanto na arte, mas não é, não de modo estanque ou identitário, nem somente um, nem somente outro.”

Durante três dias da exposição (18 a 20 de julho) acontece a performance PARTIR, O CONTEÚDO, na qual Paula permanecerá isolada no centro da piscina do Parque Lage e, usando um vestido que remete a um casulo, editará seus escritos em uma ação aparentemente sem fim. Trata-se de uma investigação do processo da escrita, do conteúdo e do trabalho do escritor.
Na galeria, desenhos feitos por Paula durante o processo de escrita, utilizando carvão, grafite e nanquim, estarão expostos. Criados para que a autora fosse capaz de entender melhor a trajetória da narrativa, eles acabaram por fazer parte obra (lançada no Brasil pela editora Tordesilhas), que conta a história de um homem de meia idade que decide se lançar em uma viagem vertical rumo ao desconhecido. “No projeto PARTIR os desenhos foram um respiro, uma interrupção no trabalho de escrita”, conta. “Penso que o desenho é outra maneira de pensar. O que se desenha não se escreve e o que se escreve não se desenha. Desenho o que não posso ou não sei escrever.”

A videoperformance O SIGNIFICADO DE PARTIR, gravada em agosto de 2013, compõe a instalação na qual Paula segue examinando o ofício do autor. Durante oito horas ininterruptas diante de uma câmera, Paula Parisot recontou a narrativa de Partir tal como se lembrava – processo que foi editado em três vídeos de 15 minutos exibido na mostra. Para ela, um livro é inicialmente apenas a possibilidade de uma história na cabeça do escritor. “É algo confuso, mal formulado, que só vai tomando corpo à medida que vai sendo colocado no papel. E quando fiz essa performance descobri que havia algo de autodestrutivo na proposta de contar por horas consecutivas algo que passei três anos e meio escrevendo, aperfeiçoando frases e escolhendo palavras.”

PARTIR, O OBJETO, por sua vez, é um mosaico fotográfico com registros da performance realizada em Guadalajara, no México, em dezembro de 2013, durante a qual Paula, pensando no livro como objeto, colou as páginas da edição mexicana de Partir sobre um porco morto e eviscerado até cobri-lo por completo. “O ser humano é um ser finito, morre, enquanto o livro, ainda que se transforme com o tempo, que seu papel envelheça, amarele, mofe, permanece com seu texto impresso”, diz. E o porco, na visão da artista, é o animal que melhor representa o ser humano – seja na literatura, na música, em expressões cotidianas ou mesmo em pesquisas científicas.

“Abandone os pensamentos e as lembranças com os quais aqui chegou”, escreve João Anzanello Carrascoza, que assina a apresentação do catálogo da mostra. “Diante dessa obra pluri-expressiva, na qual uma arte se contamina com a outra – a trama literária deságua na instalação artística, que se derrama na performance de Paula –, só resta se entregar a essa experiência inédita. Hora de dar o primeiro passo e entrar, de fato, num mundo novo, ainda sujo de tinta e poesia.”

onde fica
Parque Lage
quando ir
11/7/2014 a 10/8/2014
quanto custa
Grátis
contato
(21) 3257.1800 / 21 3257.1800

compartilhe

comentários feed

+ comentar

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

veja também

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados