Vanessa Anacleto Rio de Janeiro, RJ

colaborações publicadas

Desfazimento - parte 6 banco
25/1/2009 11:20 · 75

Ultima parte do conto Desfazimento

+

Desfazimento - parte 5 banco
22/1/2009 15:44 · 46

Publicado no Fio de Ariadne +

Desfazimento - parte 4 banco
21/1/2009 23:18 · 101


+

Desfazimento - parte 3 banco
17/1/2009 14:31 · 73

Um Conto em 6 pequenos capítulos


+

Desfazimento - parte 2 banco
16/1/2009 22:45 · 156

Publicado no Fio de Ariadne +

Desfazimento banco
13/1/2009 20:56 · 95

+

Dr. Filho banco
1/12/2008 18:29 · 148

+

A espada e a cruz banco
10/11/2008 20:52 · 63

Conto baseado em fatos reais

+

O ônibus, o rocambole e a igreja banco
31/10/2008 02:03 · 117

+

A decisão banco
28/10/2008 03:01 · 174

+

Qualidade Total banco
26/10/2008 10:32 · 157

+

Torta carta a Murilo Mendes banco
21/10/2008 11:18 · 104

Pome escrito em 2006 após visita ao MAM de Juiz de Fora . Ali fui apresentada á intimidade do poeta Murilo Mendes, o que muito me encantou. O sujeito não só soube escrever como viveu muitíssimo bem.
+

Achados e perdidos banco
17/10/2008 21:49 · 87

+

Ausência banco
15/10/2008 16:54 · 111

+

O tempo banco
12/10/2008 16:41 · 121

Uma crônica do tempo. +

Com plano de viagem ou seja lá o que Deus quiser? banco
9/10/2008 13:50 · 88

Crônica +

No inicio era o Verbo banco
7/10/2008 10:58 · 111

Conto de infância +

Assim é, se lhe parece IV banco
4/10/2008 18:02 · 97

Terceira parte do conto Assim é , se lhe parece. Para ler as três peimeiras partes : Parte I, Parte II, Parte III. +

Assim é , se lhe parece III banco
2/10/2008 22:19 · 80

Terceira parte do conto Assim é , se lhe parece. Para ler a primeira e segunda partes : Primeira parte e Segunda Parte +

Assim é, se lhe parece II banco
1/10/2008 07:23 · 104

Segunda parte do conto. Para ler a primeira parte Assim é, se lhe parece I +

M.A. banco
29/9/2008 14:41 · 93

Singela homenagem a um menino do morro do Livramento. +

Assim é, se lhe parece I banco
26/9/2008 16:13 · 78

Conto com ambientação no Rio de Janeiro, apresentado em quatro partes. +

Um conto criminoso banco
24/9/2008 10:56 · 112

Fator complicador de seus planos era a certeza que não sairia do casamento com facilidade pelo meio civilizado da separação. O marido era apaixonado e não permitiria, como já havia dito, desde que aceitara seu pedido, que algo os pudesse separar. +

Capricho da deusa banco
22/9/2008 00:58 · 107

Meu barato são os amarradíssimos, mortos de medo da perda de segurança em seus lares, suas vidas medianas, seus fins de semana na praia com as crianças, seus almoços de família. Comigo, além de uma brisa em seus sótãos empoeirados encontram alguém que não quer mais que diversão.
+

O buquê banco
19/9/2008 18:40 · 96

Pousou o copo na beirada da mesa, contou até três bem devagar e respirou fundo. Foi como um soco no estômago e, de início, julgou estar enganado. Efeito da bebida, talvez, ou com toda certeza. Parecia um sonho ruim.
+

Notícia do front banco
16/9/2008 23:33 · 117

Sei dizer que, a certa altura, um dos nossos foi atingido em cheio na nuca. Estava tudo muito escuro; não era possível ver direito o inimigo que contava com isto para nos judiar. +

Exercício banco
14/9/2008 15:36 · 96

O que ela viu? +

Conjecturas banco
12/9/2008 09:58 · 108

Afinal de contas, por que motivo as pessoas insistem em olhar para os outros esperando atitudes preconcebidas? +

O lobo e a estrela overblog
11/9/2008 09:01 · 194

Quando um contista morre uma estrela se apaga . Bom, se isso não acontece, deveria. E hoje deveria estar apagada uma estrela das grandes para lembrar a passagem do autor de alguns dos melhores textos que já li. Fausto Wolff era um pouco que tudo o que eu gostaria de ser quando crescer: jornalista, combativo, mordaz, surpreendente, divertido. Era um grande escritor.

Nascido em... +

Aquiles, a mulher e os sapatos banco
10/9/2008 08:50 · 105

Não havia tempo para experimentar nada, a fila do elevador andara e precisava correr, prometendo voltar na hora do almoço, tinha uma manhã inteira de trabalho duro pela frente. Trabalhou assim, duro, a manhã inteira. Duro e mal, pois só pensava nos sapatos. +

Probabilidade banco
5/9/2008 19:23 · 80

Júlio era cético. E o adjetivo lhe caía perfeitamente bem. Era desses sisudos, completamente descrentes da existência de qualquer coisa que não seja concreta. +

Lucy in the sky banco
3/9/2008 20:12 · 99

Meio conto, meio reflexão. +

A melhor cozinheira do mundo banco
31/8/2008 23:16 · 105

Atendendo a pedidos, mais um capítulo do conto Domingo +

Despedida banco
30/8/2008 10:35 · 107

Terceira e, talvez, última parte do conto Domingo escrito em 2006 depois de ter me impressionado com uma cena que presenciei de netos aguardando avós na Rodoviária Novo Rio . O conto cresceu no Overmundo e tive oportunidade de fazer um gostoso execício de escrita. +

Almoço banco
28/8/2008 04:43 · 94

Continuação do conto Domingo +

Domingo banco
26/8/2008 11:22 · 122

Era uma manhã de domingo. Ou sábado, porque naquele dia não teve escola. A mãe arrumou a gente com a roupa de missa e o pai disse que eles estavam para chegar... +

O beijo banco
23/8/2008 18:49 · 112

Apenas uma crônica +

A grávida e a bunda banco
21/8/2008 21:40 · 82

Crônica metida a engraçadinha... +

Avesso do sonho banco
10/8/2008 12:21 · 69

Poeminha escrito em 2006 . +

Queria casar banco
7/8/2008 21:39 · 62

Este texto é uma brincadeira, um arremedo de poema +

O armário banco
7/8/2008 17:12 · 94

+

Vilania banco
3/8/2008 21:48 · 86

Altamiro Carreiro é amante das aventuras e as leva as últimas conseqüências. Ao se deparar com o único dilema moral que julga razoável considerar o conto acontece. +

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados