A Peleja no Pasto do Pindobá

Almirante Águia
1
Almirante Águia · Itaberaba, BA
16/12/2008 · 191 · 45
 


A PELEJA NO PASTO DO PINDOBÁ

Nasci na cidade grande
Na beira do mar fui parar
Muito tempo depois
Na chapada vim morar
Noutras paisagens
Não consigo me pensar
De tudo que já vi
Tenho gosto em contar
Arranhei-me nos calumbis
Caí sobre gravatás
Já fui açoitado por carcará
Do seu ninho a cismar
Passei por cima de cascavel
Outras me deixei passar
Não fui atacado
Deixa prá lá
Cobra coral na toca do caburé
Sua morada era certa.

O pior de tudo mesmo
Foi a sinistra peleja
Com uma linda peçonhenta
Luta feia com jararaca
Coisa linda a bocarra aberta
Dança de mestre
Sem berimbau
Pulava de todo lado
Uma faca pequena
Uma palha de coco
To aperreado no sufoco
Três chegaram a cavalo
Apearam e se alistaram
Dança daqui, sapeca de lá
Suor de tanta refrega
Pegamos a bandida vencida
Em forquilha de vara curta
Não morta, desfalecida
Manhosa toda estirada
Levo prá Salvador
Lá o veneno é soro
Na mão de algum doutor
Outro gritou prá feira de Ipirá
Tem rezador que vai comprar.

Nessa conversa toda
Ao ver a bicha rebolar
Bengo Véio empeixerou
Lascou da goela a ponta
Ainda viva a bichana
Num zap eram duas peças
De um lado o couro ocado
Do outro a carne trincando
Um palmo cabeça a dentro
Enterra bem fundo as presas
Prá menino não pisar
O couro é pro jardineiro
É ele quem vai esticar
A carne deixa aqui mesmo
Mais tarde vou moquear.

A valente jararaca
Ganhou destino insólito
A noite no dominó
Abaíra e carne assada
A desafiante virou farofa
Nas lenhas de um fogão
Do couro, um tamborim
Uma frente de boné
Uma capa de povari
Uma bolsinha pequena
Prá guardar fel de teiú
Todo cuidado é pouco
Nas noites de boa prosa
Com viola ou sem viola
Com direito as arrumações
Uma história prá contar
Mil modos de acreditar.

Almirante Águia – Dez 2008

Sobre a obra

É só um caso, pode ser um causo, mas é verdade das boas, com inventações e tudo.

compartilhe



informações

Autoria
Almirante Águia
Ficha técnica
Ilustração: A peleja no pasto do pindobá - Grafite e giz de cera
Evitei colocar uma foto da peçonhenta em respeito a D. Rita (minha mãe) e outras pessoas que não suportam nem pensar nesses bichos.
Downloads
424 downloads

comentários feed

+ comentar
Aglacy
 

Ê coisa boa de ler, coisa boa de ver. De ver, só o grafite e giz de cera, pois da bicha só quero a contação vivida e inventada. Degustar o andamento dos versos e da ação dessa gente que transforma um elemento em tantos.
No mais, fico a cismar: "Passei por cima de cascavel
Outras me deixei passar".

Aglacy · Aracaju, SE 14/12/2008 11:20
sua opinião: subir
Aglacy
 

Voltei à imagem. Lembra um bordado.

Aglacy · Aracaju, SE 14/12/2008 11:29
sua opinião: subir
nina araújo
 

Eu acredito e boto fé! É maravilhoso toda vez que encontro alguém falando assim de nossa gente, de nossas coisas! Valei-me Itaberaba pois tem coisa boa lá! Vixe!!!
Parabéns! Eu volto feliz da vida...
Abraços daqui,

nina araújo · Rio de Janeiro, RJ 14/12/2008 11:38
sua opinião: subir
graça grauna
 

Meu querido Almirante, sua poesia nos aproxima das boas raizes culturais. É bom demais saber que você existe. Parabens, Bjos.

graça grauna · Recife, PE 14/12/2008 12:12
sua opinião: subir
Marcos Pontes
 

Na beira da fogueira caso vira moqueca de qualquer bicho rasteiro ou voados, de toca ou de copa alta. Conte causo, Almirante, conte mentiras e verdades das caatingas e chapadas.

Marcos Pontes · Eunápolis, BA 14/12/2008 12:50
sua opinião: subir
raphaelreys
 

Eita saga curraleira meu caro Almirante! Um mergulho na infância campesina! FELIZ NATAL!!!

raphaelreys · Montes Claros, MG 14/12/2008 14:01
sua opinião: subir
Andre Pessego
 

Almirante,
a) recebi, com prazer, o seu recado para ver a possibilidade de postar algo sobre o INDIO BRASILEIRO. Vou atende-lo e agradeço a confiança e o interesses demonstrados;
b) do postado. Vizemos, nos versos, caminhos inversos - eu nasci na chapada e fui morar na cidade grande. De boto conheci eu mesmo um filho do tarzinho.
abraço
andre.

Andre Pessego · São Paulo, SP 14/12/2008 15:29
sua opinião: subir
Raiblue
 

Almirante,querido,pois eu acredito, a vida é essa, asssim, contada bravamente, nessa aventura entre a cidade grande e a mata deslumbrante e seus mistérios desafiando a gente!!!

Muito bom, muito lindo!
Uma delícia de se ler e sentir!!!

Parabéns,meu querido conterrâneo,maravilhoso causo esse,viu?
Bluebjks
Blue

Raiblue · Salvador, BA 14/12/2008 17:06
sua opinião: subir
azuirfilho
 

Almirante Águia · Itaberaba (BA) ·
A Peleja no Pasto do Pindobá

A Vida é luta em todo lugar.
Lutas de todas formas.
Lutas das mais incríveis.
Náo é uma luta só.
Náo é cada um tem a sua luta.
É todo mundo lutando em todos lugares mas, é a mesma luta da vida.
Náo se pode ficar só na Luta.
tem de ter Amigos Queridos.
Irmáos amigos no mesmo sentido.
Lutas sem fim no litoral e no interior.
É a Luta do sustento da Vida.
Ainda se luta as cegas mas, ela pode organizar.
Tem de juntar os amigos pra fortalecer.
Tem de junto celebrar pra ficar forte e aumentar a uniáo.
tem de comungar e partilhar uma forofa boa.
Toda farofa é boa porque a gente até gosta até de farinha pura.
Comer é comungar, é eucaristia pode ser com páo e vinho ou com farinha e água.
Sempre o Pai vai estar presente por isso que tem de acreditar.
Parabéns Abtacáo Amigo

azuirfilho · Campinas, SP 14/12/2008 19:51
sua opinião: subir
Ivan Cezar
 

Almirante
Quanta cobra !
E só das peçonhentas .
Muito bom trabalho.
Parabéns amigo.

Ivan Cezar · São Sepé, RS 14/12/2008 20:31
sua opinião: subir
Ademario Ribeiro
 

Muito bom!!! Vc é um gênio poeta e contador de causos! Vc é cultura pura! Continue a alimentar as raízes da cultura popular - ela é cacimba nos tempos de estio.

Ah, sobre teu pai e a vida que ele levava na sua tapera - mesmo com zil adventos tecnológicos e da grana, creio firmemente que ele é que sabia morra bem!!!

Abraço!!!

Ademario Ribeiro · Simões Filho, BA 14/12/2008 22:09
sua opinião: subir
Ademario Ribeiro
 

Digo: ele é que sabia morar bem!!!

Viva o simples!!!!

Ademario Ribeiro · Simões Filho, BA 14/12/2008 22:10
sua opinião: subir
Regina Lyra
 

Almirante, Grande Águia,
Nesta beleza de cantiga
quase fiquei com gosto
de experimentar a peçonhenta
com farofa, ou muqueca no jantar.
Muito bom!
Beijos,
Regina

Regina Lyra · João Pessoa, PB 15/12/2008 02:38
sua opinião: subir
Aldy Carvalho
 

Pra quê matar a coitada?
Volto para votar
Abs

Aldy Carvalho · São Paulo, SP 15/12/2008 07:42
sua opinião: subir
Jota Lago
 

Eae velho almirante, na pazzz?? :-)
M-a-r-a-v-i-l-h-a de texto!!!! Muito bom mesmo!!! Parabéns!!
volto na próxima fila!
Abração e ótima semana!

Jota Lago · São Paulo, SP 15/12/2008 09:39
sua opinião: subir
Almirante Águia
 

Aglacy - Muitas cobras, a cascavel é uma delas, estando saciadas passa por nós indiferentes, nós é que nos apavoramos e acabamos por esquartejar as pobres coitadas.

Vera e Nina - Após ter ler Chuva Marvada e ouvir Irerê do Aldy, peguei o rascunho da peleja e dei os toques finais, por isso disse que vocês me ajudaram a inspiram.

Grauninha - Bom é saber que há com quem existir.

André - Feliz por sentí-lo confiante, para o norte, para o sul, devemos abrir trilhas como infantes, para que outros sejam seus navegantes.

Blue - Faço parte do inverso êxodo, posso dizer que tenho raízes, tanto lá como cá.

Azuir - A luta é sempre árdua, com pão ou com farinha, salve a eucaristia.

Ivan - A vida nos prados nos leva a estes encontros constantes.

Almirante Águia · Itaberaba, BA 15/12/2008 13:48
sua opinião: subir
Almirante Águia
 

Ademário - Seu comentário me faz pensar que estou no caminho certo, falando sobre as taperas, bons momentos vivi em barracos de lona e palha, morando na rua fico longe de tudo o que já esteve tão perto.

Regina - A farofa é boa mesmo, o problema é que a gente come ficando esperto, come-se arrepiado, tirando o tempo todo os pés do chão.

Aldy - Quando vejo, nunca divulgo, para os outros não fazerem o incerto, mas com essa danada não teve jeito, a jararaca vem prá cima sem medo, com sua dança e bote certo, só foge cansada ao perceber que será vencida.

J Lago - Este entusiamo é sempre bem vindo, obrigado.

Almirante Águia · Itaberaba, BA 15/12/2008 14:38
sua opinião: subir
O NOVO POETA.(W.Marques).
 

um grandioso trabalho, parabéns.
depois eu volto.

O NOVO POETA.(W.Marques). · Franca, SP 15/12/2008 20:08
sua opinião: subir
Bruno Resende Ramos
 

Belo e encantador... Parabéns!

Bruno Resende Ramos · Viçosa, MG 15/12/2008 21:18
sua opinião: subir
cibele salma
 

Um caso tão bem contado,
como não acreditar?
Grande abraço.
volto.











cibele salma · Brasília, DF 15/12/2008 23:47
sua opinião: subir
Falcão S.R
 

Almirante,

Muito prazerosa leitura.

Parabéns!
Abraços

Falcão S.R · Rio de Janeiro, RJ 16/12/2008 02:32
sua opinião: subir
Ivan Cezar
 

Almirante:
Com muito prazer
abrindo sua votação
abraço

Ivan Cezar · São Sepé, RS 16/12/2008 10:38
sua opinião: subir
Aglacy
 

Voto na jararaca. Viva ou morta, tadinha.

Aglacy · Aracaju, SE 16/12/2008 10:56
sua opinião: subir
cibele salma
 

votando

cibele salma · Brasília, DF 16/12/2008 11:52
sua opinião: subir
Jota Lago
 

Yeah!

Jota Lago · São Paulo, SP 16/12/2008 12:11
sua opinião: subir
nina araújo
 

Eita, que tá gostado imensamente!
Abraços poéticos,

nina araújo · Rio de Janeiro, RJ 16/12/2008 14:10
sua opinião: subir
Ivette G.M.
 

Já tem meu voto, só pela contação vivida e inventada.
Ivette G M

Ivette G.M. · Cotia, SP 16/12/2008 16:53
sua opinião: subir
Regina Lyra
 

Almirante, Grande Águia,

Se o arrepio é um nó
basta colocar o pé na madeira.
O choque para de correr
e come-se o que tiver gosto,
- Dependendo da fome,
Alimento do homem.

Beijos e votos.
Regina

Regina Lyra · João Pessoa, PB 16/12/2008 18:01
sua opinião: subir
para_raros
 

Êta cabra valente esse Bengo Véio!!!
Inventação deliciosa!

Abraços!

para_raros · Belém, PA 16/12/2008 18:36
sua opinião: subir
O NOVO POETA.(W.Marques).
 

votando.abraçossss

O NOVO POETA.(W.Marques). · Franca, SP 16/12/2008 19:07
sua opinião: subir
Raiblue
 

Um beijo azulzinho,Almirante!!!!
Blue

Raiblue · Salvador, BA 16/12/2008 19:53
sua opinião: subir
Aldy Carvalho
 

Votando

Abs

Aldy Carvalho · São Paulo, SP 16/12/2008 20:08
sua opinião: subir
Renata Rimet
 

Êta meu irmão!!!!
que orgulho da sua valentia, matador de jararaca heim!?!?!?
tá me saindo um excelente contador de causo...

estamos lhe aguardando em janeiro, traga o tamborim e o boné...todo mundo quer ver...rsrsrs

bjs

Renata Rimet · Salvador, BA 16/12/2008 20:26
sua opinião: subir
Falcão S.R
 

Falcão S.R · Rio de Janeiro, RJ 17/12/2008 03:51
sua opinião: subir
Claudia Almeida
 

Almirante,

E vamos seguindo nessa poética linda,parabéns!Abraços

Caí sobre gravatás
Já fui açoitado por carcará
Do seu ninho a cismar
Passei por cima de cascavel

Claudia Almeida · Niterói, RJ 17/12/2008 11:00
sua opinião: subir
JACINTA MORAIS
 

ALMIRANTE ÁGUIA,
Belíssimo conto,
Com todos os toques,
e retoques do bom "contista"
Parece saltar aos olhos as imagens!
"Ao ver a bicha rebolar"
Parabéns,votos
de um FELIZ NATAL
2009 repleto de glórias!
O POETA É O SAL DA TERRA;
SE O SAL PERDER O SABOR,
COM QUE SERÁ SALGADO
O ALIMENTO DO CORAÇÃO
DO HOMEM???(o Mestre já alertava)
LUZ & PAZ
Para toda sua família!
ABRAÇOS.

JACINTA MORAIS · Cascavel, PR 18/12/2008 15:48
sua opinião: subir
ayruman
 

Leitura agradável, envolvente que expõe belas imagens da Natureza e da Alma agreste própria dos vastos Chapadões brasileiros. Abraços. jbconrado

ayruman · Cuiabá, MT 19/12/2008 11:22
sua opinião: subir
Marcos Pontes
 

Marcos Pontes · Eunápolis, BA 23/12/2008 20:30
sua opinião: subir
Maisa
 

Muito Bom Almirante, posso notar que além de escritor tem se mostrado um grande desenhista, muita inspiração desta terra boa onde foi morar...parabéns...gostei.

Maisa · Salvador, BA 26/12/2008 10:23
sua opinião: subir
Saavedra Valentim
 

Muito bom o seu texto. Magnífico! Causos eu os ouvi muito no interior de minas. Muitas mentiras, meias-verdades, e até, acredite, verdades.
Você descreve as cenas cinematograficamente.
Parabéns!

Saavedra Valentim · Vitória, ES 2/1/2009 13:44
sua opinião: subir
rosa melo
 

Salve águia!
Aqui o camarada das cobras chama-se Atenor Capanga e fala mais que o home da cobra(mas se é o próprio!). Mentira vai, mentira vem, e a muié dele só confirmando. Cê ía gostar de conhecer.
Bravo!

rosa melo · Pio IX, PI 4/1/2009 14:29
sua opinião: subir
Pedro Monteiro
 

Um causo de deixar até os cabelos de careca oriçado...
Abraços, Almirante.

Pedro Monteiro · São Paulo, SP 4/1/2009 21:20
sua opinião: subir
ayruman
 

Aqui relendo e desejando grandes realizações em dois mil-inove!
Luz e Paz . jbconrado.

ayruman · Cuiabá, MT 5/1/2009 13:23
sua opinião: subir
Almirante Águia
 

Agradeço a todos os overmanos que tem agraciado este trabalho com suas visitas e registros, agradeço também aos amigos que não são do overmundo mas fazem parte deste "Nosso Mundão' e me agraciam com seus comentários pessoalmente.

Meu muito obrigado a todos.

Almirante Águia · Itaberaba, BA 8/1/2009 13:42
sua opinião: subir
Dú Karmona
 

depois de um longa ausência...
estou de volta!
bj na alma!

Dú Karmona · São Paulo, SP 15/1/2009 21:12
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

baixar
pdf, 5 Kb

veja também

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados