A SAUDADE

1
Naeno · Teresina, PI
15/12/2011 · 2 · 2
 

A SAUDADE

A saudade chega abruptamente, preguiçosa
E se reparte em dias
Pelos ponteiros do sol e da lua
E se observa em nossos lados de ferimentos
Também por onde a água nasce
E se entretém com o andamento dos rios
E se finca-se afluente.
A saudade é uma pertencente
Do veio de dentro
Da terra profunda e do coração.
A saudade não é traiçoeira
E nós podemos acompanhá-la
Do seu prenuncio de fazer-se
Até não contermos mais lugares cavos
Onde se ponha um castigo.
Somos só a superfície riscada
E nem retos somos, remotos
Gritos de despedidas
Em cada ponto que passe
A saudade sólida,
A saudade líquida.

Sobre a obra

A SAUDADE QUE A TODOS IRROMPE COM SUAS BATIDAS SILENCIOSAS MAS PROFUNDAS.

compartilhe



informações

Autoria
Naeno Rocha
Ficha técnica
Naeno
Downloads
250 downloads

comentários feed

+ comentar
Naeno
 

minhas poesias colocadas sob os olhares de vocês. é uma honra, fazer parte do OVERMUNDO.

Naeno · Teresina, PI 15/12/2011 13:04
sua opinião: subir
Cláudia Campello
 

bom encontrar poetas novos e novos poetas por aqui.
sempre q posso retorno... bom te ler, viu?
bjssssssss

Cláudia Campello · Várzea Grande, MT 17/12/2011 04:44
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

baixar
pdf, 2 Kb

veja também

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados