Alimentando Grilos.

1
Sebastião Firmiano · São Paulo, SP
25/2/2007 · 172 · 13
 


Quando enquanto de um a outro menino
A estrada veio vinha me fazendo.
Eu caçava passarinhos / dentro da noite
Entre automóveis que andam até hoje,
Nos dois sentidos da avenida
Ultrapassagens proibidas.

Pelas esquinas do destino
Arapucas que eram pra mim.
Carapuças civis de massa plástica
Para polir verrugas e maquiar um homem
Que neguei tornar-me.

O tempero da civilização
Não fez bem à minha carne
Hoje eu represento a indigestão
No seu conceito de arte.
Triste kitsch / pedra no sanduíche.

Ainda assim leite
A formigar no peito
Alimento seus grilos a cricrilar
De qualquer jeito.

A instalação não é para sua est´tica
O diálogo não é para sua política
Porque sou a sobrevivência anacrítica
E anacrônica.
Sou a polêmica do mau gosto
Osso exposto de fraturas pessoais.

compartilhe



informações

Autoria
Sebastião Firmiano
Downloads
283 downloads

comentários feed

+ comentar
Rangel Castilho
 

Ainda assim, osso exposto de fraturas pessoais,
vejo o doce do olho de quem viveu as dores e sabe o gosto do mel.
E o que sobrevive?
Transmuta-se Sebastião, casulo de sí mesmo na mais linda borboleta
poética-cibernética!!!!!!
Parabéns!!!!!!!!!

Rangel Castilho · Anastácio, MS 24/2/2007 14:52
2 pessoas acharam útil · sua opinião: subir
Robert Portoquá
 

O grande poeta que outrora caçava passarinhos, hoje caça, coça, caçoa em mentes e corações e até mesmo nas avenidas atuais, em qualquer dos sentidos... com ou sem radares...

Robert Portoquá · Adamantina, SP 25/2/2007 16:21
2 pessoas acharam útil · sua opinião: subir
Spírito Santo
 

Grande poeta venturoso! sebastião como aquele rei-ex-menino que sumiu.
Valeu, Tião!

Spírito Santo · Rio de Janeiro, RJ 25/2/2007 18:34
2 pessoas acharam útil · sua opinião: subir
Carlos ETC
 

"Sou a polêmica do mau gosto
Osso exposto de fraturas pessoais."
Rapaz, que espetacular!
Fiquei abestalhado!
Muito bom!

Carlos ETC · Salvador, BA 25/2/2007 18:42
2 pessoas acharam útil · sua opinião: subir
Sebastião Firmiano
 

Obrigado Pantaneiro amigo.
Obrigado Portoquá.
Salve, salve, Spirito mano.
Carlão, Abração
Felicidade a todos. Desculpem-me estou sem internet.

Sebastião Firmiano · São Paulo, SP 26/2/2007 12:21
sua opinião: subir
Felipe Obrer
 

Sebastião, me solidarizo com teu desabafo/manifesto poético.
Muito bom! "Osso exposto de fraturas pessoais". Puta sonoridade!

Felipe Obrer · Florianópolis, SC 26/2/2007 13:31
sua opinião: subir
Camafunga
 

É lindo, divido contigo estas fraturas.

Camafunga · Pelotas, RS 26/2/2007 20:38
sua opinião: subir
Thiago Perpétuo
 

Sebastião, belo texto. Muito embora, se me permite um naco de crítica, creio que seria interessante trabalhar mais a questão da síntese. Me parece - apenas me parece - que há versos que estão lá com menor sintonia e importâncias que os dois iniciais e os dois finais - estes, plenos de sonoridade e beleza. Enfim, apenas uns parcos comentários. No mais, parabéns.

Thiago Perpétuo · Brasília, DF 26/2/2007 20:45
sua opinião: subir
jjLeandro
 

Amigão,
Amanhã cedo estarei viajando volto pelo dia 15 próximo. A ausência nos comentários e votos não serão, pois, desatenção.

Abcs

jjLeandro · Araguaína, TO 28/2/2007 00:54
sua opinião: subir
Sebastião Firmiano
 

Você é bem vindo Felipe, agradeço seu voto e solidariedade.
Desculpe-me a demora em responder seu comentário.
Camafunga,``
É bom saber que podemos pelo menos conversarmos, sobre as
agruras da vida.
Obrigado amigo.

J.J. Volte logo, você é essencial.
Abraços,
boa sorte nas suas viagens.

Sebastião Firmiano · São Paulo, SP 28/2/2007 21:41
sua opinião: subir
Sebastião Firmiano
 

Thiago,
Desculpe-me a demora em responder seu comentário.
Ele é bem vindo. As críticas me melhoram e tem fundamento.
Não sei se tenho competência prá chegar a síntese desejada, nem
vontade. Acho que a vaidade me empurra a enfeitar um pouco
onde não há necessidade. Mas deicho minha poesia do geite que
posso.
Obrigado, e esteja a vontade.

Sebastião Firmiano · São Paulo, SP 28/2/2007 21:56
sua opinião: subir
zepereiranoticias.blogspot.com
 

"O tempero da civilização
Não fez bem à minha carne
Hoje eu represento a indigestão
No seu conceito de arte.
Triste kitsch / pedra no sanduíche."

Ha! Eu sabia que você ia me armar uma dessas! É simplesmente uma das coisas mais fantásticas e simples que eu já li. Ducaralho!
É como um soco no estômago, após a feijoada. Uau!
Ah, e sua ´1,99´ já está ganhando música. Tá ficando foda!
Fiz apenas algumas alterações na letra, para não comprometer a harmonia musical, mas está ficando bom.

zepereiranoticias.blogspot.com · Belo Horizonte, MG 3/4/2007 10:48
sua opinião: subir
Ilhandarilha
 

Sebastião, vez por outra dou de cara com uma pérola sua aqui. Essa é uma delas. Valeu!

Ilhandarilha · Vitória, ES 2/7/2007 12:19
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

baixar
doc, 21 Kb

veja também

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados