Amor Sombrio

1
Husky · Abaetetuba, PA
7/3/2013 · 0 · 0
 

Amor sombrio
A você todo meu amor serei ardente.
Nas catacumbas descontente.
Desenterrarei todos os seus belos ossinhos
Do dedão ao cabelinho, agora já sem vida.
Seus olhos tão fundos chegam ao crânio vazio.
Mas ainda te amo.
Meu defuntinho de coco em decomposição.
Beijarei seu rostinho dentro do caixão.
Veremos juntos as estrelas no cemitério.
Algo único e jamais tentado por outrem.
Faremos um amor do além.
E você chegará ao céu, literalmente.
Mudaremos-nos para a Pensilvânia.
Assim ninguém achará estranho nosso romance.
Compraremos uma daquelas casas
Que ficam escuras durante o dia.
E que voam urubus por cima dela
E as árvores não têm folhas só galhos.
A fachada lembrará o cemitério.
E o som da campainha
Ah, esse lembrará o seu velório.
Assistiremos ao seu filme favorito:
“A noiva cadáver”.
Estranhos serão os nossos filhos...
Espero que puxem ao pai (nasçam vivos!).
E, por fim, à noite me ajoelharei em sua lápide
E daí direi: “Durma em paz. Amém!”
E então irei dormir, mas pensando:
“Espero que ela não me traia com o cara
Do caixão ao lado”.
Mas sei que me amas.
Beijos e amém...

Fj2010

Sobre a obra

apenas uma brincadeira com a concepção do que seja um amor duradouro.

compartilhe



informações

Autoria
Fabio Fose Santos Pinheiro
Ficha técnica
Amor duradouro
Downloads
195 downloads

comentários feed

+ comentar

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

baixar
pdf, 2 Kb

veja também

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados