ANGÚSTIA

NET
1
Doroni Hilgenberg · Manaus, AM
23/5/2011 · 8 · 19
 

Angústia

Tu eras tão bonita
nos cabelos laços de fita
nos olhos luzes de amor!!!

Hoje te sinto aflita
e no olhar com que me fitas
so vejo sombras de dor.

Doroni Hilgenberg

compartilhe



informações

Autoria
Doroni Hilgenebrg
Ficha técnica
poema atemporal
Downloads
210 downloads

comentários feed

+ comentar
Aldy Carvalho
 

"...É cedo pra ter solidão"

O perceber nas passagens, de alguém, de uns, de nós.
Parabéns

Aldy Carvalho · São Paulo, SP 21/5/2011 23:10
sua opinião: subir
alcanu
 

Solidão não deveria existir !
Sempre a gente pode conversar com alguém !
Dois textos no Overmundo é pior do que solidão !
Um beijo !

alcanu · São Paulo, SP 22/5/2011 20:25
sua opinião: subir
Kasinsk
 

Disseste muito, poeta, em versos curtos e singelos. Fico feliz de perceber o retorno da verdadeira poesia, que os mestres do passado tão bem cantaram.

Kasinsk · Embu, SP 23/5/2011 21:58
sua opinião: subir
Edson1970
 

PERFEITOS OS SEUS TERCETOS.

Edson1970 · Mossoró, RN 23/5/2011 22:39
sua opinião: subir
ayruman
 

“O que foi, é o que há de ser; o que se fez, isso se tornará a fazer. Não há nada de novo debaixo do sol”. (Salomão).

O que muda é como encaramos os desafios da Vida!

Saúde e Paz...

ayruman · Cuiabá, MT 23/5/2011 23:24
sua opinião: subir
Cau Santana
 

Oi minha linda!!!!!! voltei!
E um imenso prazer lê-la novamente.
A angústia é prima-irmã da solidão.Como uma verdadeira amiga pronta pra nos dar a mão. É a passagem para novos caminhos.
Bjs carinhosos e saudosos

Cau Santana · Barreiras, BA 24/5/2011 13:53
sua opinião: subir
DECRÉPITA BÚSSOLA
 

OLÁ...É UM POEMA MUITO BONITO, BEM CONTRUIDO!!!ABRAÇO E BOM DIA.

DECRÉPITA BÚSSOLA · Caçapava, SP 25/5/2011 08:34
sua opinião: subir
Karla Idiany
 

Solidão... como seria viver sem ela?

Karla Idiany · Brasília, DF 25/5/2011 14:58
sua opinião: subir
MartaLucena
 

ESSE OLHAR É DE MÃE, SAUDADES DOS NOSSOS PEQUENINOS, OS DESCOBRIMOS ADULTOS COM SEUS CONFLITOS E MUITAS DAS VEZES NÃO PODEMOS FAZER NADA. SENSIBILIDADE POETISA, MUITO LINDO TAMBÉM SINTO A MESMA COISA. BJS

MartaLucena · Natal, RN 26/5/2011 11:42
sua opinião: subir
EdimoGinot
 

Olá Doroni

Gostei do poema condensado
que diz muito e é bonito.

Um abraço

EdimoGinot · Curitiba, PR 27/5/2011 09:14
sua opinião: subir
- M.Leite
 

Algumas marcas ficam e não se dissipam

- M.Leite · Virgínia, MG 27/5/2011 15:09
sua opinião: subir
Lobodomar
 

Doroni, boa noite.

Parabéns pela simplicidade e beleza dos versos, que tão bem falam dessa alternância que vive a natureza humana.

Um abraço, poetisa!

Lobodomar · Guarapari, ES 27/5/2011 20:31
sua opinião: subir
Sihmoneh Maia
 

Se é um poema atemporal, posso me deixar levar a crer que se trata de um pensamento sobre si mesma.
Mas pode ser sobre uma filha. Talvez sobre uma em particular, que se pareça contigo quando tinha a idade dela... A extensão de ti, num sentido ainda mais amplo.
Ou pode não ser nada disso. Pode ser atemporal simplesmente porque a vida passa, isto é fato, e na maioria (senão em todos) os olhares nos quais em plena juventude brilhavam a luz do amor acabam-se com o tempo surgindo as sombras da dor.
Isto é vida. Crescer é isso. As ilusões vão ficando para trás e, infelizmente, vamos ficando cada vez menos sonhadores e encantados. É a (ben e às vezes mal)dita maturidade.
Atemporal, sim, e cruelmente belo.

Sihmoneh Maia · Santo André, SP 28/5/2011 09:54
sua opinião: subir
Selva Rodrigues
 

O gosto de escolhas ronda esse seu poetizar, sonhos que se perdem no tempo mas que ainda corroe por dentro.
Belo.

Selva Rodrigues · Cuiabá, MT 31/5/2011 15:06
sua opinião: subir
DECRÉPITA BÚSSOLA
 

OLÁ...VIM LHE AGRADECER PELA VISITA!!! OBRIGADO...ABRAÇO E BOM DIA!

DECRÉPITA BÚSSOLA · Caçapava, SP 2/6/2011 09:00
sua opinião: subir
Wuldson Marcelo
 

Poema que lembra uma cantiga, triste, por sinal, pois fala de uma dor que solapa a esperança. A dor que estraçalha a alma e os olhos não disfarçam.

Wuldson Marcelo · Cuiabá, MT 4/6/2011 04:20
sua opinião: subir
ayruman
 

Vo ( l ) tando ! Tenha um bom fim de Semana!

ayruman · Cuiabá, MT 11/6/2011 12:56
sua opinião: subir
Carnégie Bacelar
 

Na alegria ou na tristeza, só!
Solidão, eu te prendo nas cordas do meu violão...
Não há por quê ficar se podemos andar
Não há por quê andar se podemos ficar
Ainda temos o compromisso de poetar, aqui ou lá;
Estou de olho em você, digo, sua sensibilidade,
Seu amor infindo à poesia
Deus a abençoe sempre!

Carnégie Bacelar · São Luís, MA 18/6/2011 15:01
sua opinião: subir
Dom Will
 

Nossa, que triste!

Mas poemas são assim. São sentimentos escritos!

Acho que esse retrata exatamento o sentimento gerador!

Dom Will · Florianópolis, SC 22/6/2011 13:37
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

baixar
pdf, 1 Kb

veja também

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados