ANTEMANHÃ DE MIM!

Jovino C. Batista/Olhares-1484249
1
Benny Franklin · Belém, PA
14/9/2008 · 134 · 21
 

Amostra do texto

1.
O espinho deu-se a rosa (todo prosa!)
e este poeta (ácaro de saimento...) reescreveu
a concepção do olhar, a intimidade de si;
contudo, a ascendência da rosa
— essa lixa em cisma de contragosto —
desusou-me, colou-me ao espinho
e nem era
antemanhã de mim.

2.
Surgem-me os relâmpagos
onde favelas submetem-se a jorros rápidos,
são misericórdias que fogem... flácidas,
conquanto o banquete de bocas afasta-se da lonjura,
arqueia-se envergonhado... pálido,
põe-se às mesas abandonadas viúvas
feito estômagos que entreandam
em sempiterno retropasso.

3.
Não faz muito.
O limo enodoou a prancheta
e o poema: a ejaculação...
O ferrolho emudeceu a liberdade
e o cadeado: a prisão...

4.
Relâmpagos cessados.
Dou-me a vaguear pelas calçadas
onde multidões doam-se às esmolações
em forma de alimento,
são sombras que tossem... multiplicadas,
porquanto a humilhação descontrola-se a seco,
esbofeteia-se arregaçada... curiosa,
entrega-se às tristezas ciumentas túmidas
de onde ombros buscam o entreficar
em célere cansaço.

5.

Oh! Vida!
A tímida orquídea envelheceu a lapela
e seu aroma (pátina de impedimento) esmurrou
o exame de consciência;
e no entanto o pecado da vulva tropeçou no cântaro
e nem era amplexos do fim.

6.
Trôpego o cata-vento insemina a palavra
onde soluços favelados medem-se ao peso
que as afunda,
são sorrisos que umedecem... desviam-se do prumo,
mormente agora que o cacto espinhento
desmembrou-se da colisão das partidas,
resta a este poeta ajoelhar-se avermelhado... lívido,
e pôr-se a pensar nos altares repudiados viúvos
onde fomes entrecirculam
sem elos ou cadarços.

— Lagrimei!

© Benny Franklin

compartilhe



informações

Autoria
Benny Franklin
Ficha técnica
Poseia Bennyana
Downloads
288 downloads

comentários feed

+ comentar
EdimoGinot
 

Intrincado poema. Idas e vindas.
O poeta revelar-se à no seu amanhã?
Lagrimando...
Vou reler ainda. Quase falta fôlego.

Um abraço

EdimoGinot · Curitiba, PR 11/9/2008 16:15
sua opinião: subir
Marcos André Carvalho Lins
 

extraordinário!!!!
se superando a cada novo poema!!!
Parabéns, Benny!
abração,

Marcos André Carvalho Lins · Recife, PE 11/9/2008 21:40
sua opinião: subir
Compulsão Diária
 

Esplêndido! a flor envelhece a roupa e o tempo de impotência esbfeteia com a realidade crua o poeta. só resta chorar diante deste amanhã embolorado porque o o cata-vento frágil tenta inseminar a palavra para alimentar com poesia a fome e o desamparo. Ao poeta resta corar e chorar. a mim apenas admirar o poeta.
Lindo, Benny
abraço

Compulsão Diária · São Paulo, SP 12/9/2008 10:56
sua opinião: subir
Higor Assis
 

Benny, nobre amigo.

Você é como vinho e cada tempo seu é um outro olhar aos seus novos poemas. Parabéns!

Higor Assis · São Paulo, SP 12/9/2008 16:22
sua opinião: subir
Gustavo Adonias
 

Benny,

Belos e densos versos. Na antemanhã que nasce no poeta, os espinhos das rosas abertas, os relâmpagos reacendendo as favelas e as misericórdias que fogem, a ejaculação, a prisão, as esmolações diárias, a tímida orquídea envelhecida, o pecado da vulva, o cata-vento e a palavra inseminada, as fomes nos altares, lacrimejantes passagens...

Parabéns ! Vo(l)tarei.

Abraços poéticos

Gustavo Adonias · Salvador, BA 12/9/2008 18:31
sua opinião: subir
Marcos Pontes
 

teus versos são navalhas de dois gumes.

Marcos Pontes · Eunápolis, BA 12/9/2008 20:40
sua opinião: subir
Falcão S.R
 

Um desfile de versos extremamente lindos.

Abraços

Falcão S.R · Rio de Janeiro, RJ 13/9/2008 02:30
sua opinião: subir
Nydia Bonetti
 

O cata-vento frágil e trôpego sinaliza: a vida tem pressa.
Lagrimei, Benny...
Beijo

Nydia Bonetti · Piracaia, SP 13/9/2008 14:02
sua opinião: subir
Gustavo Adonias
 

Benny,

Cá estou novamente, relendo o seu belo poema e abrindo a votação !

Abraços poéticos

Gustavo Adonias · Salvador, BA 13/9/2008 16:17
sua opinião: subir
EdimoGinot
 

ah... sim...
Bela imagem.
Um abraço

EdimoGinot · Curitiba, PR 13/9/2008 16:36
sua opinião: subir
Noelio Mello
 

Benny, grande poeta e grande amigo.
Viajas com as lágrimas na alma, sofres, e sofro contigo, e ando ao teu lado, vendo os indigentes nas calçadas.
Estupendo, parceiro. Ainda bem, que não temos ferrolhos e nem cadeados para cercear nossas caminhadas.
Forte abraço, parceiro
Noélio

Noelio Mello · Belém, PA 13/9/2008 16:54
sua opinião: subir
Falcão S.R
 

Votando!

Abraços

Falcão S.R · Rio de Janeiro, RJ 13/9/2008 18:04
sua opinião: subir
Regina Lyra
 

SALVE BENNY, POETAMIGO,
Belo!
Neste versos perco-me
em divagações loucas.
É pouco?
Beijos e votos,
Regina

Regina Lyra · João Pessoa, PB 14/9/2008 01:19
sua opinião: subir
Ailuj
 

Benny,não ha quem nao lagrime diante das injustiças da vida
Uns dormindo em mansões,sob proteção de tudo,outros dormindo diantes delas ao relento
As injustiças e discrepanças saõ gritantes mas quem sabe o que de fato acontece e porque vivemos e merecemos isso?Não quero entrar em religiosas[sou espírita e acredito na reencarnaçao e na compensaçao em vidas futuras]...Mas não seriam carmas?
Maravilhoso seu texto!
Um beijo e meu bom dia!

Ailuj · Niterói, RJ 14/9/2008 09:28
sua opinião: subir
Ailuj
 

Ah...Publicado com mérito

Ailuj · Niterói, RJ 14/9/2008 09:28
sua opinião: subir
Sérgio Franck
 

Poema completo, multifacetado e polido, sem a dureza irredutíivel do diamante.

Sérgio Franck · Belo Horizonte, MG 14/9/2008 12:54
sua opinião: subir
Compulsão Diária
 

Compulsão Diária · São Paulo, SP 14/9/2008 22:18
sua opinião: subir
clara arruda
 

Meu poeta del mundo,sempre ao ler seus poemas tenho a grata felicidade de saber que existem poetas como vc,que a despeito de toda a dor humana,consegue nos trazer beleza nos versos.
Essa amiga te admira e te ama.

clara arruda · Rio de Janeiro, RJ 15/9/2008 07:18
sua opinião: subir
Cintia Thome
 

Benny, em tempo, pois fiquei sem cpu...
Admirar é pouco
Amar profundamente tua lavra
é água e vinho, é pão!

bjbj

Cintia Thome · São Paulo, SP 15/9/2008 09:15
sua opinião: subir
Remisson Aniceto
 

Gostei e votei, Benny! Um abraço.

Remisson Aniceto · São Paulo, SP 19/9/2008 09:57
sua opinião: subir
Dalena GVL
 

Li e gostei como sempre.Votado tbm.
Beijinhos cá de Portugal

Dalena GVL · Portugal , WW 22/9/2008 18:17
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados