ANTROS (LUMINESCENTES) VESPERAIS!

Marcas do Tempo by Ana Morkazel. Todos os direitos reservados.
1
Benny Franklin · Belém, PA
22/11/2008 · 120 · 11
 

Amostra do texto

I

Inflamados pelo imo do remorso
os resíduos de mim alçam vôo cego
a antros (luminescentes) vesperais:
Imantam a antítese de cada ruflar
de suas asas partidas.

II

Silvos seculares
desviam o decurso do óbito
e nada pode detê-los que,
em velocidade cruzeiro,
descubram em si mesmos
a ojeriza da genuflexão.

Seus gládios de argila e blecaute
e sua trajetória de ida nua
a qualquer inalterabilidade civil
trombam-se com o velho dilema
de suicídios e re-voltas...

III

Valendo-se de suas saliências
esses retículos de urinas semióticas
submetem-me então
metástases poéticas, que são borrões justapostos,
mordaças, vislumbres
e terríveis céus de portos estigmatizados
posto que - de per si - esquartejam
seus limos de arrimos
e elmos de epitáfios ignorados
- Conquanto o Óvni a congeminar-se,
a órbita decorarei!

IV

Agora taí a amplidão em chamas!

- O que dizer da frieza glacial
e dos olhares indiferentes de soslaios
que agonizam no fedor plastificado do lugar?

- O que dizer
dos “rent boys” e “michês” obscenos
que infectos e redundantes profanam
a virgindade do luar?

V

O suor inunda
meus copos embriagados de núpcias
e fica a mercê da sarjeta
até que o meu paladar os perdoe
e não mais atraia como dantes
os goles insensíveis e incolores
dos centauros inflados à fome.

VI

Ai, inóspito chão!
Ai, horrendo engradado!

Afugentar os ébanos e mormaços
sem a candidez das brutas faces
contrapõe à rouquidão
cuja a fumaça em circulo
desonra o propósito de aveludar
a purificação da ternura.
E não ousar (após-revide)
transpassar a órbita esquizofrênica
do instante
magoa-me... contamina-me!

VII

Ai, vesgo grão!
Ai, especiosa sementeira!
Ao céu,
ergo o meu lamento.

© Benny Franklin

Sobre a obra

Inflamados pelo imo do remorso
os resíduos de mim alçam vôo cego
a antros (luminescentes) vesperais.

compartilhe



informações

Autoria
Benny Franklin
Ficha técnica
Poesia Bennyana.

Fotografia (Marcas do Tempo) gentilmente cedida por Ana Morkazel. Todos os direitos reservados.


Downloads
300 downloads

comentários feed

+ comentar
Cintia Thome
 

Agora taí a amplidão em chamas!

- O que dizer
da frieza glacial e dos olhares indiferentes de soslaios
que agonizam no fedor plastificado do lugar?

- O que dizer
dos “rent boys” e “michês” obscenos
que infectos e redundantes profanam
a virgindade do luar?



Aplausos sempre, sempre uma oração, um lamento, um alerta, um grito...
para aqueles que desdenham a vida plena, esta que não está aqui , pois vai deixar de tê-la, destruída, deixando seus filhos herdeiros em feridas na mente e no corpo...um fogo que arderá (ou já arde) nas almas e peles...

Uau!

O.S HF

Cintia Thome · São Paulo, SP 18/11/2008 20:46
sua opinião: subir
Regina Lyra
 

Grande Benny,
Para refletir e fazer mesa redonda.
Bravo!
Beijos,
Regina

Regina Lyra · João Pessoa, PB 19/11/2008 02:05
sua opinião: subir
Eloy Santos
 

Estes versos, "Antros (Luminescentes) Vesperais!", são bem estruturados e compõem poesia de inspiração.
Parabéns, Benny.

Eloy Santos · Rio de Janeiro, RJ 19/11/2008 23:20
sua opinião: subir
O NOVO POETA.(W.Marques).
 

ótimo trabalho muito bem estruturado.
depois eu volto.

O NOVO POETA.(W.Marques). · Franca, SP 20/11/2008 09:07
sua opinião: subir
Paulo Esdras
 

Quando leio seus poemas, pego logo o Dicionário. Mas o que adianta? Suas palavras não podem encontrar significados em simples páginas "lexicais". Grande abraço!

Paulo Esdras · Brumado, BA 21/11/2008 10:54
sua opinião: subir
Noelio Mello
 

Benny, amigo
O melhor dos poetas da vida, retrata em belos a tristeza e as crueldades da vida, doente e insana. Dane-se os indigentes e as dores do mundo...para os corações impuros.
Nossas almas foram lavadas desses pecados.
Grande, Benny.
Abraços
Noélio

Noelio Mello · Belém, PA 21/11/2008 17:34
sua opinião: subir
Falcão S.R
 

Benny,

Ler você é sempre um belo aprendizado.

Abraços

Falcão S.R · Rio de Janeiro, RJ 22/11/2008 05:29
sua opinião: subir
Ailuj
 

Rindo com Paulo que pega dicionãrio,não é que faço o mesmo??
e com certeza adquiro mais um pouquinho de conhecimentos porque cá entre nós,os meus são ''parcos''rsrs,e escrevo apenas ''garatujas''
Benny querido,adorei esse texto que fala do remorso que é um sentimento destrutivo,disso entendo bem
Um beijo e tenho maior prazer de mandar seu belo texto pro banco

Ailuj · Niterói, RJ 22/11/2008 10:29
sua opinião: subir
JACINTA MORAIS
 

POETA BENNY,
O que dizer dos "rent boys" e "michês"obscenos
Que infectos e redundantes profanam
A virgindade do luar?
O que dizer da pobreza "fétida" da alma,
Dos "fetiches"dos andantes sem escrúpulos,
Que num estupor permanente,
Só reagem aos grunhidos do seus
Fantasmas interiores?
DELIRANTE POEMA...
AO CÉU,
ERGO O SEU TALENTO!!!

JACINTA MORAIS · Cascavel, PR 24/11/2008 00:51
sua opinião: subir
Rangel Castilho
 

Salve, Benny!

O mehor da poesia não é o que diz o poeta,
mas o que diz o dia e a noite que o poeta vive.
A poesia me diz que o poeta está vivo e seu sangue
pulsa o desejo de todos os mortais e o remorso de tê-los...

Salve, Benny!

Parabéns!

Abraço Pantaneiro.

Rangel Castilho · Anastácio, MS 24/11/2008 16:48
sua opinião: subir
Juliaura
 

Endoidecida
à mercê de tuas lavras,
cisco em círculos,
que agora luminam-me iridescentes
eu que profanara o cálice bento,
hoje apenas bebo o pó das ruas,
por razões tuas, por tuas rezas,
orações alinhavadas,
cosidas,
retorcidas,
transversas de dores
de meus amores idos porvir.
Küse, Benny.

Juliaura · Porto Alegre, RS 27/11/2008 10:35
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

baixar
doc, 37 Kb

veja também

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados