Arte Neosurrealista - A Queda de Lilith

1
Claudio Miklos · Rio de Janeiro, RJ
18/5/2007 · 120 · 8
 

Considero o Overmundo é um ótimo espaço para divulgar e expor obras visuais. Não apenas pela sua natureza muito aconchegante de lidar com a criação e a criatividade (é quase como uma comunidade algo intimista de aficcionados pela cultura, ótima para visitar), como também pelo seu espírito positivo (aqui, a pessoa vota A FAVOR da obra, não há o voto "contra").

Gostei muito da proposta deste portal, onde os votos são sempre "verdes" e não há motivos para os "vermelhos".

Na arte, qualquer que seja o seu veículo, devemos sempre estar prontos para enxergar os fatores que ajudam a amadurecer nossos sentidos. Temos todos nossas opiniões e posturas, isso é certo, mas ainda assim é sempre possível ser crítico sem a deselegância do menosprezo, da galhofa, do ódio ao que não nos toca. Quando crescemos ao ponto de aprender o dom de olhar e sentir sem a barreira do desprezo e preconceito, chegamos bem perto do que há de melhor na alma humana.

Portanto, além de apresentar aqui os meus ensaios, gostaria de também lhes introduzir aos meus trabalhos de arte.
Sou artista plástico de linha Neosurrealista (uma manifestação sempre marginal neste século XXI, assim como foi a sua referência moderna do século passado, o Surrealismo), e também realizo trabalhos experimentais (a arte tradicional zen é SEMPRE uma tentativa, jamais uma certeza) em arte expressionista Zen Buddhista (arte caligráfica e arte contemplativa).

Inicio portando a enviar ao Overmundo alguns de meus trabalhos visuais, para a apreciação e crítica de todos - ou apenas para o simples olhar. :)

compartilhe



informações

Autoria
Claudio Miklos
Ficha técnica
"The Fall of Lilith" - A Queda de Lilith
Óleo sobre Tela
Setembro - 2006
60 X 70 cm
Downloads
368 downloads

comentários feed

+ comentar
Thiago Perpétuo
 

Olá Cláudio,

parabéns pelos trabalhos. Gostei muito de algumas de suas telas. De outras, nem tanto. Seus traços estão ao meu gosto, mas alguns dos motivos não são lá muito inovadores. Entretanto, numa série de telas, você imprime uma força, uma tensão... (coisas não muito comuns, na minha opinião, para quem se arrisca com traços muito precisos, quase fotográficos, como fez Dali). Acho que minhas favoritas me remetem à obra de Remédios Varo (minha surrualista preferida). Abs.

Thiago Perpétuo · Brasília, DF 18/5/2007 19:24
2 pessoas acharam útil · sua opinião: subir
carlos magno
 

Eu adorei este trabalho teu,Claudio, é um belo nu. É bem interessante esta figura solta no espaço, parece levitar nu, neste céu azul com nuvens claras. Meus sinceros aplausos.
Carlos Magno.

carlos magno · Rio de Janeiro, RJ 18/5/2007 20:31
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Rodrigo Teixeira
 

Muito bacana! Parabéns.

Rodrigo Teixeira · Campo Grande, MS 18/5/2007 22:32
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Claudio Miklos
 

Olá Thiago,

Grato pelas suas impressões. Realmente, a arte - qualquer que seja - é realmente assim: altos e baixos de expressão. Para alguns, nossa arte acerta sempre; para outros, nem tanto; e para mais outros, quase nada.
Particularmente (ou seja, para mim mesmo) a percepção de meu trabalho depende muito da compreensão não-verbal (ou não referencial) dos conceitos apresentados. Na verdade, por mais difícil de acreditar que possa parecer, o único surrealista que me influenciou foi Magritte - menos pelas suas imagens e mais pelo seu imaginário. De Dali, excetuando sua fase de 1950, nada me alcança pois meu objetivo é mais suave, menos visceral. De resto, sou absolutamente neosurrealista.
Mas é claro que a inovação constante é impossível nas artes visuais: tudo já foi feito, todas as propostas lançadas no tempo histórico. Me cabe agora apenas reapresentar imagens, desta vez com minha assinatura interpretativa, baseada unicamente em minha proposta perceptiva. Se ela é válida ou não, é outra questão.
Contudo, péssimo artista eu seria se não tivesse coragem de expô-la...
:)

Agradeço tb aos outros comentários, fico muito honrado em merece-los.

Claudio Miklos · Rio de Janeiro, RJ 18/5/2007 23:08
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Luciana Maia
 

rosto meio escondido e belos cabelos longos..
mas, afinal, o que é Neosurrealismo?

Luciana Maia · Rio de Janeiro, RJ 19/5/2007 01:05
sua opinião: subir
Claudio Miklos
 

Luciana,

O Neosurrealismo exigiria um texto próprio para ser explicado corretamente (eu já estou escrevendo um manifesto sobre), mas para lhe dar uma rápida definição, ele é um movimento de arte que sugiu no final do século 20, essencialmente fundamentado no surrealismo tardio, no onirismo fantástico e no hiperrealismo. Mas possui propostas próprias, fora da visceralidade surreal e mais aberto a conceitos pós-contemporâneos. Sendo um movimento marginal (é, para os padrões contemporâneos, chocantemente figurativo e estético demais), ainda está pouco exposto. A internet é o meio onde mais se pode encontrar artistas desta narrativa.

Claudio Miklos · Rio de Janeiro, RJ 19/5/2007 10:39
sua opinião: subir
Luciana Maia
 

Claudio Miklos,
obrigada pela breve explicação, quero muito ler o manifesto, gosto de surrealismo! Mas do Neo, nada conheço.. :)

Luciana Maia · Rio de Janeiro, RJ 19/5/2007 19:30
sua opinião: subir
Patricia Moreira
 

Claudio, magnífico esse seu outro trabalho, tão orgânico..visceral!! Maravilhoso.. irei a procura dos outros que devem estar espalhados por ae no banco de cultura! Um abraço

Patricia Moreira · Vitória da Conquista, BA 12/9/2007 17:33
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados