Borboletas, Aranhas e Joaninhas.

1
Bocão · Arapiraca, AL
13/9/2008 · 154 · 19
 

A camiseta é surrada, é de um amarelo vivo, lembra a cor do girassol, seria apenas uma camiseta abarrotada não fosse um detalhe, a pintura de uma borboleta em destaque na parte frontal, uma borboleta multicolorida batizada de Duprat, minha pequena homenagem ao maestro da tropicália.

Guardo a camiseta com carinho, ela tem um valor especial, foi pintada pelas mãos de uma mulher amada, que juntas às minhas rabiscaram o tecido, cada um, pincelada a pincelada, foi dando vida a borboleta estampada, e ela imóvel e indiferente a tudo, nem precisou bater asas, vestindo o meu peito passeou por aí...

Hoje a borboleta descansa em um baú, uma amiga certa vez se encantou com as cores da borboleta e até hoje espera recebê-la de presente.

Mulheres adoram borboletas, conheci várias que pintaram em seus corpos os contornos alados da borboleta.

Acho que conheço a alma das borboletas e acho que elas sabem disso, já percebi, sempre há uma me observando, camufladas e escondidas entre árvores e concreto elas batem asas a me seguir.

No mesmo baú em que guardo a borboleta pintada mora uma aranha de longas pernas, ela não tem o colorido de uma borboleta mas é de uma leveza nobre, como uma bailarina.

Quando eu era moleque morria de medo só em pensar numa, a idéia de me deparar com uma causava-me tremores, mas a bailarina do baú é inofensiva e já não tenho medo dos aracnídeos.

A bailarina de pernas longas passa muito tempo quieta, quando não, fica passeando pelas paredes, teto e mobília. Gosto de observá-la, ela com sua elegância tem simetria em sua postura, e eu sei, aranhas tem vários olhos,me causa inveja.

Não vejo muita relação entre borboletas, aranhas e joaninhas, umas fingem ter olhos para se protegerem, outras têm vários olhos e umas escondem suas asas. Joaninhas são muito carismáticas e parecem que já vivem aqui a milhares de anos, são muito sociáveis.


Outro dia vi uma joaninha pegar carona em um ônibus e ela escolheu a janela a meu lado, aquele mundo que sempre observo através das janelas dos ônibus por alguns minutos virou papel de parede, só tinha olhos para a joaninha que numa parada brusca do veículo sumiu, esperou apenas um piscar de olhos meu e partiu assim, à francesa.

Sobre a obra

Acho que conheço a alma das borboletas e acho que elas sabem disso, já percebi, sempre há uma me observando...

compartilhe



informações

Autoria
Jota R. Bocão.
Downloads
1325 downloads

comentários feed

+ comentar
Ailuj
 

Sua sensibiidade faz com que as sinta e com certeza todos os seres vivos se quedam a sensibilidade de seres ilumindaos
Beijos

Ailuj · Niterói, RJ 12/9/2008 21:58
sua opinião: subir
clara arruda
 

carindosamente votado.

clara arruda · Rio de Janeiro, RJ 13/9/2008 00:42
sua opinião: subir
O NOVO POETA.(W.Marques).
 

muito bom seu texto.

O NOVO POETA.(W.Marques). · Franca, SP 13/9/2008 17:40
sua opinião: subir
Aepan
 

Aplausos... Belo trabalho...
Airton
Estrela-RS

Aepan · Estrela, RS 13/9/2008 20:53
sua opinião: subir
mmmourão
 

lindo texto : essa camiseta guarda segredos que vão muito além das palavras . parabéns .

mmmourão · Belo Horizonte, MG 13/9/2008 21:27
sua opinião: subir
Doroni Hilgenberg
 

jota
que texto encantado
gostei!
bjsss

Doroni Hilgenberg · Manaus, AM 13/9/2008 22:33
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Doroni Hilgenberg
 

Levando-o ao banco
bjssss

Doroni Hilgenberg · Manaus, AM 13/9/2008 22:34
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
ysabella
 

QUE LINDO TEXTO. ADOREI E VOTEI
LINDA SEMANA PRA TI

ysabella · Rio de Janeiro, RJ 15/9/2008 10:34
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Brida
 

Encantador!
Acho que conheço a alma das borboletas e acho que elas sabem disso, já percebi, sempre há uma me observando, camufladas e escondidas entre árvores e concreto elas batem asas a me seguir.

Não é mesmo?

Estou te esperando em
"Da necessidade das pedcradas" (não ficção)
"Rosa Azul" não foi publicado,porque me esqueço de avisar e
"Literatura e História. 2a. parte".
ABRAÇO FRATERNO

Brida · Salvador, BA 12/11/2008 12:39
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
wiliam barros
 

"Quem tem medo de insetos?"

Coisa mais vulgar é:
Ouvir, das mulheres, gritos ao se defrontar
com alguns insetos, alguns nem peçonhetos,
nem asquerosos, mas apenas comuns: asas, patas, insetos!

Das baratas já sabemos: são arquétipos escondidos,
renegados ainda dos tempos das cavernas, quando os comíamos
nosso vetusto atavismo, total inopção, hoje tão avesso ao limpo!

Tive recentemente, em 05, uma amante: sofria com lagartixas...
das escuras às mais branquinhas, as de olhilnhos negros, tenros
quase rosadas, albins, nada lhe demovia, nem a ciência, não queria!

Mesmo os argumentos, utilidade, de que insetos ela comia...
Nada! Ela envenenava a casa, divertia-se fora, por dias
Retornava, cansada, mas com forças para contar, as tuas vítimas
alegrava-se no tão irracional, vivificava instinto primitivo: temosia!

Outras mais antigas tive, que se visse líbelula, corria, cega, alienada
entre carros, faróis abertos, frenético tráfego: e quem segurava?
Quantas medalhas perdemos, talento tão imbatível, desperdiçado...
O problema seria correr apenas na pista, dentro atrás o estímulo!

Mas borboletas, ainda não conhecia, até este poema, nova fobia
Justo delas, presentes em quantas poesia? Tantas Crisálidas, sedas,
flores e coloridas? Coisa mais difícil,fotografá-las... Aprendi e Sofri
Mas as mais bonitas, as maiores, como as azuis enormes, brilhantes
esta ainda vou, com muita paciência, sem pressa, quieto, conseguir

Elas ficam mais nas matas, nas montanhas, nas corredeiras e serras
São tão arredias e rápidas, se te deixam achegar-se: são doentes
ou velhas demais para se debandarem, nas asas, cicatrizes várias
Uma mitologia inteira, esculpidas: fugas, cios, chuvas, escapadas

Mas, devo confessar a todos vocês: já de aranhas sou freguês!
Cena1: caatinga, sertão baiano, 22horas, candeeiro, porta aberta
Outra porta, para o terreiro, desço o candeeiro: quê vi pertinho?
Uma caranguejeira! Preta, peluda, enorme, rajada e tranquila...
Uns 7 segundos depois, consegui chamar, gaguejando meus TIOS!

E eis a minha visão mais carinhosa desta gente simples, de "antão"
Pois fora em 80... Este tio, abriu o candeeiro, pingou querosene
a "mocinha" se retraiu, mas não fugiu não entendia tudo ainda,
inclinou este homem, caboclo, o acesso pavio na úmida peluda
que agora sim, pipocando, estalando, corria, se atirando entre
folhas secas, paus dos fogão a lenha, e quedou em cinzas solene!

Só depois de outros anos, fui esclarecido, que tais aracnídeos não
são peçonhentos, outras menores, sim, de grama, a armadeira, ai ai
esta infromai as crianças! Não pisarem descalças, não cutucarem as
bichinhas, que quando se armam, picam, ferem e febre propagai!

Agora, vou saindo, ficando para outro dia as tais joaninhas...

(fptps de borboletas? em breve no perfil)

wiliam barros · São Paulo, SP 27/11/2008 15:02
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
silviaraujomotta
 

Eu adorei seu texto.
Adoro borboletas!
Um beijinho ,
Sílvia

silviaraujomotta · Belo Horizonte, MG 1/1/2009 21:44
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
ayruman
 

Magnífico. Luz e Paz.

ayruman · Cuiabá, MT 9/2/2009 16:49
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Andressa.Frós
 

Muito bom! delicado e sutil.
Parabéns;

Andressa.Frós · São José, SC 9/4/2009 16:12
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Cassiane Schmidt
 

Muito lindo seu texto!
Parabéns!

Cassiane Schmidt · Gaspar, SC 16/4/2009 09:45
sua opinião: subir
Cláudia Campello
 

Tambem gostei mto........me fez levitar, sabia?! é serio. adorei.

bjsssss;)

Cláudia Campello · Várzea Grande, MT 3/6/2009 21:27
sua opinião: subir
Kadydja Albuquerque
 

Adorei seu texto. Leve como as personagens da sua história. Parabéns por suas sensibilidade. Bjs

Kadydja Albuquerque · Aracaju, SE 29/6/2009 17:54
sua opinião: subir
Priscila Nunes Ribeiro
 

Achei muita graça de qdo vc falou do mundo pela janela do onibus...me deu saudades daqquelas horas sem fim vendo o mundo dessa forma, contudo havia sempre um anjo que me avisava da parada que eu tinha que descer...te juro, que era um anjo pporque eu estava em outra dimensao....mas poucas vezs passei do ponto...rsrsrs.
Adoravel e amavel é o mundo. Obrigadinha guri menino.

Priscila Nunes Ribeiro · Cuiabá, MT 27/7/2009 20:32
sua opinião: subir
André Henrique
 

leve feito um fio de gasolina q cai no chão ....

http://www.overmundo.com.br/banco/colore-nossos-desejos

André Henrique · São Paulo, SP 14/9/2009 14:36
sua opinião: subir
Gláucia Chair
 

Lindo. Texto suave. Tão sinestésico que tive vontade de tocas as borboletas

Gláucia Chair · Manaus, AM 7/12/2009 02:27
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados