BRINCANDO DE ESCREVER O ABSURDO...

Lailton Araújo
1
LAILTON ARAÚJO · São Paulo, SP
29/7/2008 · 106 · 7
 

Amostra do texto


BRINCANDO DE ESCREVER O ABSURDO...


( Lailton Araújo )


Os minerais, vegetais e animais - incluindo os seres humanos - foram dizimados. Calma... Minerais dizimados (diga-se triturados) viram energia. Se a energia se transforma, os minerais não movem a vida? Como? Se a ciência não explica... A escrita edita o absurdo. Viva a liberdade de escrever. Mesmo sem coerências e métricas. Viva a trituração das palavras.


A vida e não vidas são criações de um único ser supremo? Sabe-se que a maioria das religiões comenta esse assunto! Talvez por falta de liberdade em questionar, ou medo em provocar. Assim, qualquer dano ao cérebro humano será mera coincidência. A humanidade precisa repensar o segredo da solidariedade... Esse dia chegará? Aleluia irmão! Oxalá seja!


No mundo globalizado, cada moeda - em real, dólar ou euro - gasto de forma irracional, será pago por um contribuinte morador do belo planeta Terra. Existem alguns que não moram... São os excluídos da sociedade! É hora de usarmos a inteligência: “a ambição e o egoísmo” já não podem conviver de forma harmoniosa. Viva os medíocres e não medíocres! São filhos de Deus! Viva os que escrevem e que não escrevem... São amantes da comunicação. Estamos no mesmo barco! Somos minerais, vegetais e animais. Aleluia irmão! Oxalá seja!


Com a internet à vista, os homens e mulheres que não sabem repartir o capital e o conhecimento, perdem tudo. Não existem espaços para as atuações de egoístas e ambiciosos! Masturbação mental é crime! Crime contra a procriação do conhecimento. É o Universo em encanto para alguns e desencanto para outros. Viva a vida... Viva ou morta! É arte... É literatura!


PUBLICADO NOS SITES

DIÁRIO DO CARAMUJO
ESCREVER É VIVER
TERRA, PLANETA TERRA
RECANTO DAS LETRAS
USINA DAS PALAVRAS

Sobre a obra


Viva a liberdade de escrever. Mesmo sem coerências e métricas. Viva a trituração das palavras.

compartilhe



informações

Autoria
Lailton Araújo
Ficha técnica
Técnica: viagem sem limites
Data: não lembro
Homenagem: ao pensamento


Downloads
305 downloads

comentários feed

+ comentar
clara arruda
 

Meu mestre querido,quanta saudade senti.
Tenho te enviado sempre e-mail,sei das suas andanças.feliz hoje por estar aqui nesse texto maravilhoso.Sua presença tem o poder de devolver-me a alegria.
Não some tanto tempo assim não.
Um grande e fraterno abraço dessa amiga que te ama.

clara arruda · Rio de Janeiro, RJ 27/7/2008 02:32
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
clara arruda
 

abrindo sua votação.Com saudades e carinho meu querido amigo de tantos fóruns e meu defensor.te amo.

clara arruda · Rio de Janeiro, RJ 27/7/2008 14:33
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
O NOVO POETA.(W.Marques).
 

muito lindo esse trabalho, belo texto e linda imagem, parabéns.votei.

O NOVO POETA.(W.Marques). · Franca, SP 27/7/2008 15:21
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Angélica T. Almstadter
 

votando também!

Angélica T. Almstadter · Campinas, SP 28/7/2008 17:11
sua opinião: subir
Saramar
 

Braincando, querido Poeta, voc~e descreve o que foi, o que é e o que poderá ser.

Que bom que voltou!

beijos

Saramar · Goiânia, GO 29/7/2008 10:46
sua opinião: subir
Cintia Thome
 

Absurdamente bom Professor!


Saudade "matada", rs

Forte abraço!

bj

Cintia Thome · São Paulo, SP 29/7/2008 15:25
sua opinião: subir
Hipocrisia Livre
 

viva ao homem absurdo...

Hipocrisia Livre · Rio de Janeiro, RJ 29/9/2008 23:14
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados