Caminho Darwin

1
Josimar Domingues · Teresópolis, RJ
3/11/2008 · 76 · 8
 

Sábado 18 tive a grande oportunidade de participar de uma esplendida caminhada, diferente das tradicionais onde só observamos a exuberância da natureza, nesta, além disto, fazia parte de nós o sentimento de compartilhar da história. Trilhamos o mesmo caminho que Charles Darwin fez aqui no Brasil, disto sabemos, pois comparamos a paisagem que víamos com a descrita em seu diário, e consideradas as mudanças causadas pelo homen com o passar dos anos muito se mantem do que ele viu em abril de 1832.
É claro que o caminho Darwin é muito grande para ser percorrido em apenas um dia, ainda mais quando se presta a atenção necessária aos detalhes do caminho, neste dia percorremos apenas a parte da Serra da Tiririca da altura do engenho do mato até a fazenda Itaocaia onde ele se hospedou quando aqui esteve.
Há quem não acredite na energia mística que emana de uma floresta, mas posso afirmar que ao termino da caminhada eu podia até estar com o corpo cansado, porem internamente estava de alma renovada. Nada como deparar ao acaso com um santuário de pássaros cantantes em meio a uma mata fechada por todos os lados tanto em cima quanto embaixo, não há musica mais alegre ainda mais quando esta surge de surpresa. Alegrou-me também a experiência de fotografar uma inquieta borboleta que de tão bela é também presunçosa e afoita e foge as lentes não parando de bater suas asas.
E quantas plantas diferentes encontramos pelo caminho, diversas flores, diversas folhas, texturas, formas, cheiros, em grande parte da floresta o solo estava coberto por uma planta cujo nome agora me escapa, mas que tem folhas medias e dá uma pequena flor rosada, árvores gigantescas, grossas, finas baixas, arbustos, cactos, trepadeiras; em muitos momentos o verde da copa das árvores nos cobria, mesmo com o céu indicando chuva, sentíamos o clima agradável como que se a floresta nos protegesse dos extremos das temperaturas.
E dentre as surpresas das paisagens que descortinavam a cada passo – um pedaço da Baia de Guanabara, a pedra de Itaocaia, os vales, as formações rochosas – encontramos também curiosidades como o rola bosta, o caramujo africano, liquens indicando a pureza do ar, casas de João de barro, e também algumas casas de pessoas em meio a reserva.
Além disso, tristemente tenho que relatar o descaso que presenciei para com área tão importante: O lixo foi companhia constante na trilha, de latas de cerveja a sacos com lixo domestico jogado na beira do caminho e em seus vários barrancos, encontramos também dois cachorros de grande porte mortos, um na beira do caminho e outro em um barranco, pneus, restos de entulho, plantas quebradas talvez por cavalos, talvez por motos, bicicletas ou simples maldade humana. Os atoleiros que presenciamos denunciavam grande movimento de carros no local, imagino gipes, estes não vimos, porém encontramos cavaleiros e ciclistas.
Fatos como estes me fazem pensar e perguntar: como preservar? Como garantir o cumprimento da lei? Será que os órgãos responsáveis pelo parque não tem fiscais? Como até hoje este caminho não está bem sinalizado? Quantas pessoas devem passar por ali sem saber a importância daquele lugar.

compartilhe



informações

Downloads
200 downloads

comentários feed

+ comentar
Marcos Pontes
 

Um passeio de se fazer inveja. Gosto de mato e matas, seu silêncio e seus sons, o cheiro, os gostos. Passeio sobre os rastros do grande cientista devem ser ainda mais gostosos. Obrigado por nos brindar com essa experiência.

Marcos Pontes · Eunápolis, BA 2/11/2008 12:58
sua opinião: subir
Marcos Pontes
 

Marcos Pontes · Eunápolis, BA 3/11/2008 19:50
sua opinião: subir
Vilorblue
 

Acredito que preservar passa por uma transformação interna, ninguém preserva se não tem amor pela natureza, sendo assim, a solução e o futuro esta nas mãos das crianças, posto que tudo é construído. O que se pode fazer a curto e médio prazo? Políticas publicas de conservação e preservação, fiscalização dos locais preservados com duras punições as que degradam a natureza, educação ecologica nas escolas, locais de trabalho com a implementação da iso 24000 (para isso teriamos que modificar as relações nas câmaras mundiais de comércio), e assim por diante, na Bahia o Grenpeace denunciou a extração de material radioativo e toda a logística de transporte sem as devidas proteções ao meio ambiente, os caminhões deixavam um rastro de veneno nas estradas e nas aguas. Saída tem, mais que precisa muito esforço para chegarmos la, isso precisa...

Vilorblue · Colombo, PR 4/11/2008 11:19
sua opinião: subir
O NOVO POETA.(W.Marques).
 

maravilha de texto, prazeroso de ler.votado.

O NOVO POETA.(W.Marques). · Franca, SP 5/11/2008 09:07
sua opinião: subir
Rose Canazzaro
 

Votado! Sucesso!!!

Rose Canazzaro · Andradina, SP 5/11/2008 18:44
sua opinião: subir
Aepan
 

Excelente texto...
Airton
Estrela-RS

Aepan · Estrela, RS 5/11/2008 22:02
sua opinião: subir
Doroni Hilgenberg
 

Josimar,

Só quem já fez uma caminhada pela floresta pode
compreender sua emoção ao entrar em contato
com a natureza cheia de encantos e e mistérios.
Pena que esses encantos não sejam preservado
como é devido.
Parabéns pelo texto
bjss

Doroni Hilgenberg · Manaus, AM 6/11/2008 19:37
sua opinião: subir
Falcão S.R
 

Josimar,

Com certeza foi uma experiência maravilhosa, fico feliz que tenhas partilhado.

Abraços

Falcão S.R · Rio de Janeiro, RJ 7/11/2008 02:52
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

baixar
pdf, 4 Kb

veja também

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados