Caos climático

1
graça grauna · Recife, PE
16/10/2009 · 17 · 35
 

É temerário descartar
a memória das Águas
o grito da Terra
o chamado do Fogo
o clamor do Ar.

As folhas secas rangem sob os nossos pés.
Na ressonância o elo da nossa dor
em meio ao caos
a pavorosa imagem
de que somos capazes de expor
a nossa ganância
até não mais ouvir
nem mais chorar
nem meditar,
nem cantar...
só ganância, mais nada.

É temerário descartar
a memória das Águas
o grito da Terra
o chamado do Fogo
o clamor do Ar.


Graça Graúna
Nordeste do Brasil, 14 outubro de 2009

Sobre a obra

É temerário descartar
a memória das Águas
o grito da Terra
o chamado do Fogo
o clamor do Ar.

compartilhe



informações

Autoria
Graça Graúna
Downloads
237 downloads

comentários feed

+ comentar
graça grauna
 

...mais um poema, porque a Mãe-Terra está exaurida de tanto sofrimento. Que Ñanderu nos acolha. Grauninha

graça grauna · Recife, PE 14/10/2009 09:15
sua opinião: subir
Cintia Thome
 

Graça


Os elementos estão fazendo das suas...em fúria pela capacidade do Homem de destruir e destruir, destruir onde habita e aos seus semelhantes...a resposta é está sendo dada. Uma mão está sendo estendida, mas a do homem massacra, mas a outra a que fez toda beleza?
Não podemos ficar só com as memórias dessa Beleza...
Causa e efeito...
Teu alerta é este, de amor à Terra...
Parabéns

Cintia Thome · São Paulo, SP 14/10/2009 09:39
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
carlos magno
 

Os depredadores da natureza não têm limites. Quanto mais destroem mais querem destruir sem se importar com os efeitos negativos que causam a humanidade. Meus sinceros aplausos e beijos amiga Graça graúna por este grito de socorro a nossa ecologia.
Carlos Magno.

carlos magno · Rio de Janeiro, RJ 14/10/2009 12:51
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
ayruman
 


"Quando olhei a terra ardendo qual fogueira de São João

Eu perguntei a Deus do céu por que tamanha judiação

Que braseiro, que fornalha, nenhum pé de plantação

Por falta d'água perdi meu gado, morreu de sede meu alazão

Inté mesmo a Asa Branca bateu asas do sertão".
(Luiz Gonzaga e Humberto Teixeira).

Relembrando Gonzagão. Os sinais não são de agora. Na trajetória da humanidade eles sempre estiveram presentes...

Saúde e Paz naTerra. jbconrado.

ayruman · Cuiabá, MT 14/10/2009 13:45
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Jairo de Salinas
 

"Chegará o momento em que o "homem plástico" rastejará pela terra SÊCA em busca de uma poção pequena de capim".
O ser humana e suas catastróficas coveniências.
Um abraço!

Jairo de Salinas · Salinas da Margarida, BA 14/10/2009 14:00
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
azuirfilho
 


graça grauna · Jaboatão dos Guararapes (PE)
Caos climático

Fogo onde deveria de preservar, tristeza no lugar de alegria.
Fizeram ao Cristo cricificar, faltando amor e cidfadenia.
Por todo lado destruição, estão a tudo arrazar.
Se não se fizerem de irmão, mundo e gente vão se acabar.

...É temerário descartar
a memória das Águas
o grito da Terra
o chamado do Fogo
os alertas do Ar....

Muito Lindo Mestra Poeta.
Parabéns pelo Trabalho.
Abração Amigo.

azuirfilho · Campinas, SP 14/10/2009 14:13
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
graça grauna
 

Cintia
Carlos Magno
Ayruman
Jairo de Salinas
Azuir
...juntemos nossas vozes e demo-nos as mãos para salvar o Planeta. Grata pela leitura do poema Caos Climático. Que Ñanderu nos acolha. Bjos, Grauninha

graça grauna · Recife, PE 15/10/2009 06:08
sua opinião: subir
Luís, o último literário
 

grita, grita poetisa, a natureza precisa falar. Ela grita mas o homem não pode ouvir, somente seres especiaís ouvem sua voz de agonia, ouvem o fluir da terra por vida. Parabéns amiga e até mais. votado com prazer.

Luís, o último literário · São Luís, MA 15/10/2009 15:07
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
graça grauna
 

Meu estimado Luis: grata por sua leitura tão sensível. Volte sempre. Bjos.

graça grauna · Recife, PE 15/10/2009 19:03
sua opinião: subir
Clésio Tapety - Cultura da Paz
 

Que essa ganância possa ter fim um dia. E que possamos abraçar novamente a natureza com harmonia. Muito lindo, Graça. Parabéns!

Clésio Tapety - Cultura da Paz · São Paulo, SP 15/10/2009 20:13
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
graça grauna
 

Meu querido Clesio: que seja realizado o nosso sonho da natureza em harmonia. Grata pela leitura do poema Caos climático. Que Ñanderu nos acolha. Bjos, Grauninha

graça grauna · Recife, PE 15/10/2009 22:34
sua opinião: subir
clara arruda
 

Graça minha querida irmã.Um prazer imenso vir ler esse belo alerta.Aqui hoje a temperatura caiu bastante.Dias de intenso calor e quando menos se espera,frio.
Não vejo uma solução para nossa mãe terra,não enquanto os homens continuarem a destruir suas riquezas.
Obrigada amiga portrazer esse lindo canto.
Um beijo em seu coração.

clara arruda · Rio de Janeiro, RJ 16/10/2009 06:33
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
graça grauna
 

Clara, minha linda: estou feliz com a sua grande presença. Feliz mesmo, pois sei das suas ocupações e assim mesmo arrecadou um tempinho pra deixar sua leitura, pensando na Mãe Terra. Paz em Ñanderu, Grauninha

graça grauna · Recife, PE 16/10/2009 06:44
sua opinião: subir
clara arruda
 

retornando.Um grande abraço minha amiga

clara arruda · Rio de Janeiro, RJ 16/10/2009 10:25
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Gustavo Adonias
 

Grauna, querida

Seus versos trazem uma triste constatação, o ser humano e sua ganância expõe a Mãe Terra a uma temível combustão, que vai devorando vorazmente o planeta e toda a vida. O homem virou-se contra a Natureza, passou a desrespeitá-la, a não mais querer ouvir a imensa sapiência das Águas, Terra, Fogo e Ar... As consequências estamos vendo a cada dia que passa...

Parabéns pela poesia !

Bjs.

Gustavo Adonias · Salvador, BA 16/10/2009 10:46
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
graça grauna
 

Clara, volte sempre. Bjos.

graça grauna · Recife, PE 17/10/2009 05:32
sua opinião: subir
graça grauna
 

Gustavo Adonias, fico muito emocionada com a s suas palavras. Vamos torcer por ummundo melhor. Bjos.

graça grauna · Recife, PE 17/10/2009 05:33
sua opinião: subir
ayruman
 

Só confirmando.
Os sinais não são de agora. Na trajetória da humanidade eles sempre estiveram presentes...
Um grande abraço. jbconrado.

ayruman · Cuiabá, MT 17/10/2009 13:10
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Cláudia Campello
 

é o desamor esfriando todas as bases, poetisa!
e esse "pecado" a mae natureza, penso, não perdoa!

um dos poemas mais lindo q ja´li, Graça.

bjssssss;

Cláudia Campello · Várzea Grande, MT 17/10/2009 13:16
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
victorvapf
 

Aí no nordeste estão as multinacionais agrarias...O Japão faz a sua colheita aí, os EEUU também, não sei bem quantos mais fizeram dai o quintal produtivo do mundo onde dá em troca do fruto colhido. uma meia duzia de empregos ...Os supermercados de Boston estão cheios de produtos oriundos dai...não tenho certeza, mas quase arrisco dizer que o desvio do São Francisco vai beneficiar mais as terras daqueles que falam inglês...
As investidas no Amazonas, no Pará, Nordeste e com as Ongs tomando conta de quase tudo, temo que um dia teremos que tirar passaporte e visto para podermos residir em nossa Patria.
Claro que seu texto esta um primor e desculpe se sai um pouco da linha em meu comentario...

bjs

victorvapf · Belo Horizonte, MG 17/10/2009 21:33
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
graça grauna
 

Meu querido Ayruman: agora, mais do que nunca, precisamos estar mais atententos ao sofrimento da nossa Mãe-Terra. Grata pela leitura. Bjos.

graça grauna · Recife, PE 18/10/2009 03:03
sua opinião: subir
graça grauna
 

Campello, querida: você é muito generosa na leitura que faz do meu poema. Bjos de luz.

graça grauna · Recife, PE 18/10/2009 03:05
sua opinião: subir
graça grauna
 

Meu estimado Victor: sinto-me honrada com a sua presença. Grata pela reflexão. Infelizmente a realidade é essa mesma que você descreve e sente. É assustador até imaginar/sentir que aos poucos estamos sendo empurrados da nossa própria terra e isso começou hámais de 500 anos. Paz em Ñanderu, Grauninha

graça grauna · Recife, PE 18/10/2009 03:09
sua opinião: subir
Juscelino Mendes
 

Graça de puro fogo transcendental!
Bjs.

Juscelino Mendes · Campinas, SP 19/10/2009 00:44
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
azuirfilho
 

graça grauna · Jaboatão dos Guararapes (PE)
Caos climático


Muito belo e existe um amor sem fim. Todos temos de nos importar com a situação caotica do clima e conseguir os acordos iniciais para salvarmos o Planeta.
Missão de todo mundo em algum lugar atuar pela defes do clima.
Parabén pelo Trabalho de Utilidade pública.
Abração Amigo a todos.

azuirfilho · Campinas, SP 19/10/2009 02:42
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
graça grauna
 

Juscelino, meu amigo lindo: grata por comentar o poema Caos climático. Guardarei tuas boas palavras para sempre. Bjos da Grauna

graça grauna · Recife, PE 19/10/2009 09:08
sua opinião: subir
graça grauna
 

Azuir, meu anjo: ainda creio no amor sem fim e a prova disso é a doce presença de todos vocês aqui. Grata pela leitura do poema Caos climático. Bjos de luz, Grauninha

graça grauna · Recife, PE 19/10/2009 09:35
sua opinião: subir
kfarias
 

"(...)Movido pelo materialismo, que o faz acreditar somente naquilo que vê, e pelo egoísmo, que o leva a agir de acordo com a sua própria conveniência, o homem tornou-se prisioneiro de ma ambição desmedida e inconsequente e vem destruíndo o equilíbrio do planeta, criando, para si e seu semelhante, desarmonia e infelicidade.(...)"

Trecho extraído da Filosofia de Mokiti Okada.

Paz em Ñanderu,
kfarias.

kfarias · Águas de Lindóia, SP 19/10/2009 20:04
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Andre Pessego
 

Pois é, mas fico me lembrando que ainda ganhei dinheiro para sair
caçando cobra e recebendo por "cabeça matada".
E na outra ponta, vejo alguma esperança, porque já é legalmente proibido matar-se cobra.
abraço
andré

Andre Pessego · São Paulo, SP 19/10/2009 22:07
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
graça grauna
 

Meu querido Andre: sua leitura em torno de Caos climático cutuca nossos temores: numa ponta a selvageria; na outra a esperança. Abraços pela vida, Grauninha

graça grauna · Recife, PE 20/10/2009 08:18
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
graça grauna
 

CORRIGINDO:
Meu querido Andre: sua leitura em torno de Caos climático catuca nossos temores: numa ponta a selvageria; na outra a esperança. Abraços pela vida, Grauninha

graça grauna · Recife, PE 20/10/2009 08:21
sua opinião: subir
graça grauna
 

Kfarias, amigo: junto aos parentes indigenas estou ritmando os maracás para recuperar o equlibrio do planeta. Bom seria que acreditassem nisso. Que Ñanderu nos acolha, Grauninha

graça grauna · Recife, PE 20/10/2009 08:28
sua opinião: subir
Chico Canindé
 

Dentro da nossa visão carteziana os elementos estão esculhambados o tempo esta confuso as estações desrritimadas etc... água e tal.
Com base na mecanica Niutoniana ficou estabelecido este modelo que conhecemos. ficou "esquecido" que supra somos da terra Matria.
A honestidade é símbolo da clareza os "erros" não se projetam no futuro. No entanto os acertos são a solidez do ato que se executa no no presente no instante no triz dos passo da estrada certa que o passado na projeção da certezana crença que exite o futuro.
Sentando no seu banco de tronco de Mulungu na frente da casa Zé Cambito conta historias alem da lenda das águas enquando as Andorinhas se arreune para sua ultima prosa avuanda do dia. Ali na massaranduba us mininos tudo tomados banho no riacho do catolé escutam as falas do Zé de que tem coisas misteriosas dentro do tabuleiro e de quando ele vagou entre o farol do calcanhar e Santo Antonio do Salto da Onça que alias essa onça quem criava era o pai dele Malaquias Cambito e la em Santo antonio a onça pulava tanto que seus pulos fez "milagres" ai que o lugar ficou conhecido como Santo Atonio do Salto da Onça. Viu agora vc ja sabe a origem do lugar.
O Doto Juzé Cambito fez uma descoberta fantastica sobre o Humanus terribis cocus. Este terrivel ser age de forma virotica ele achou que de acordo com suas eclesiaticas poderia dominara tudo. A pelja foi aceita pela Matria na extrema teimosia do humanus terribis cocus ele provoca o seu hidrocidio ao executar os rios em hidroassassinatos. A matria não mudou o seu ciclo mas o terribis cocus abreviou o seu e de outros. to com fome. Chico Canindé em 25 minutos de Zé Cambito.

Chico Canindé · São Paulo, SP 22/10/2009 12:36
sua opinião: subir
Lenne Butterfly
 

Será...

A terra chora a tempestade
O humano chora o sangue
O céu envia soldados de raios
O mar guloso ficará sem pudor
O fogo carente aproxima-se então
E nós?!
Cinzas e corpos putrefatos ficaram...

beijos Graça.

Lenne Butterfly · Belford Roxo, RJ 25/11/2009 11:18
sua opinião: subir
Lenne Butterfly
 

OPS!!!

Será...

A terra chora a tempestade
O humano chora o sangue
O céu envia soldados de raios
O mar guloso ficará sem pudor
O fogo carente aproxima-se então
E nós?!
Cinzas e corpos putrefatos ficarão...

beijos Graça.

Lenne Butterfly · Belford Roxo, RJ 25/11/2009 11:20
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

baixar
pdf, 2 Kb

veja também

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados