Centro da Comunidade Luso-Brasileira-BH-MG -IGNEZ DE CASTRO: DEPOIS DE MORTA, RA

1
silviaraujomotta · Belo Horizonte, MG
25/2/2009 · 125 · 34
 

Centro da Comunidade Luso-Brasileira-BH-MG
-IGNEZ DE CASTRO: DEPOIS DE MORTA, RAINHA DE PORTUGAL.

Soneto DECASSÍLABO ou JÂMBICO Nº 2240 do Verso Tradicional Sonoro na 4ª ; 6ª, 8ª e 10ª sílabas. Rimado:ABAB,ABAB,CDC,EDE.
Por Sílvia Araújo Motta

Ignez de Castro, morta, foi Rainha!
Desenterrada, a dama, com respeito,
alevantada ao trono, já não tinha
o forte amor, que alguém quis ver desfeito.

Sofrida pela espada sem bainha,
com flores brancas, postas sobre o peito,
fez chorar Pedro: - Culpa já não tinha!
Ressurreição? Gritou ! Não teve jeito!

Ação cruel, plantou a flor da dor...
O gesto incrível fez ver fronte pura...
Memória eterna louva todo o amor.

Triste vingança : -Ver as secas rosas
sobre a donzela inerte, que segura...
Sem pulsações, as veias são chorosas.
-
Belo Horizonte, 20 de fevereiro de 2009.
-
“Visite a CASA DE PORTUGAL EM BELO HORIZONTE-PAMPULHA-2009”

Sobre a obra

IGNEZ DE CASTRO: DEPOIS DE MORTA, RAINHA DE PORTUGAL...

Para relembrar da história repassada nos LUSÍADAS de Luis Vaz de CAMÕES, em mais de setenta formas Ópera, Teatro, Poesia, Ensaio, Tema de discussão, Prosa e verso em mais de sessenta livros, etc

ACREDITE, SE QUISER...

compartilhe



informações

Autoria
Sílvia de Lourdes Araújo Motta
Ficha técnica
Soneto DECASSÍLABO ou JÂMBICO Nº 2240 do Verso Tradicional Sonoro na 4ª ; 6ª, 8ª e 10ª sílabas. Rimado:ABAB,ABAB,CDC,EDE.
Por Sílvia Araújo Motta
Downloads
600 downloads

comentários feed

+ comentar
O NOVO POETA.(W.Marques).
 

Sofrida pela espada sem bainha,
com flores brancas, postas sobre o peito,
fez chorar Pedro: - Culpa já não tinha!
Ressurreição? Gritou ! Não teve jeito!


gosto da maneira como escreve, abraçossss
depois eu volto.

O NOVO POETA.(W.Marques). · Franca, SP 22/2/2009 10:02
sua opinião: subir
Jair Jnusi
 

Legaaaaaaaaaaaalllll! Aplausos de pé!!!

Jair Jnusi · Rio de Janeiro, RJ 22/2/2009 10:48
sua opinião: subir
Cintia Thome
 

Sivia sempre um soneto perfeito, rimado
a dor do vazio de Inez morta...
Bravo!

Cintia Thome · São Paulo, SP 22/2/2009 11:38
sua opinião: subir
Juscelino Mendes
 

Sílvia,
belíssimo! E agora, Inez é morta! Que nada... sempre viva. Abraços.

Juscelino Mendes · Campinas, SP 22/2/2009 12:49
sua opinião: subir
wancisco franco
 

Viva Ignez, poeta Silvia! Parabéns pelo vivo soneto!

wancisco franco · São Paulo, SP 22/2/2009 21:51
sua opinião: subir
Anderson Frasão
 

Minha querida, é preciso rebolar para fazer versos assim como os seu, tão desprovidos de "vergonha",. Meus parabéns professora!

Anderson Frasão · Canhotinho, PE 23/2/2009 02:10
sua opinião: subir
Doroni Hilgenberg
 

Silvia.
Maravilhoso soneto
bjs

Doroni Hilgenberg · Manaus, AM 23/2/2009 14:41
sua opinião: subir
Kasinsk
 

Só acho que você poderia ter ousado mais e ter terminado um ótimo poema épico. FEz-me lembrar Cecília Meireles. A construção poética é ótima. Mas seja mais ousada. Parabéns!

Kasinsk · Embu, SP 23/2/2009 20:41
sua opinião: subir
silviaraujomotta
 

Kasinsk, Aceito sua sugestão...
Como é que ficaria o final deste soneto sáfico-heróico???
Quero aprender mais com VC!
Envie-me, se quiser, via e-mail:silumotta@hotmail.com
Um fratreno abraço,
Sílvia.

silviaraujomotta · Belo Horizonte, MG 23/2/2009 22:19
sua opinião: subir
silviaraujomotta
 

Onde se lê: fratreno
Lê-se: Um "fraterno." abraço.
Obrigada pela revisão na digitação rápida...(rsrsrs)

silviaraujomotta · Belo Horizonte, MG 23/2/2009 22:20
sua opinião: subir
silviaraujomotta
 

Kasinsk,
Como eu poderia ser mais ousada neste soneto lírico?
Oriente-me!
Aceito sua sugestão, desde que continue sáfico-heróico,
com as sílabas sonoras fortes, na 4ª, 6ª, 8ª e 10ª sílabas...
Vamos tentar juntos?
Um beijo
Sílvia!

silviaraujomotta · Belo Horizonte, MG 23/2/2009 22:26
sua opinião: subir
silviaraujomotta
 

Vamos recordar?
Ignez de Castro, cantada em prosa e verso, por sua influência na corte, devido ao envolvimento com Pedro , foi assassinada em 1355, a mando do Rei Dom Afonso IV, que acreditava que, morta Ignez, o filho voltaria à sua influência. A trama aconteceu quando Pedro se ausentou para uma caçada. Ao retornar, encontra sua amada morta. Ele ficou desesperado e rompeu relações com o pai. Após assumir o trono, o que ocorreu em 1357, fê-la coroar como rainha, mesmo morta, resultando, daí, a famosa frase “não adianta chorar, pois Ignez é morta”.”

silviaraujomotta · Belo Horizonte, MG 23/2/2009 22:27
sua opinião: subir
Gustavo Adonias
 

Silvia,

Belo soneto, com um tema assaz curioso e interessante. A coroação da rainha morta...

Parabéns !

Bjs

Gustavo Adonias · Salvador, BA 23/2/2009 23:12
sua opinião: subir
azuirfilho
 

silviaraujomotta · Belo Horizonte (MG
Centro da Comunidade Luso-Brasileira-BH-MG -IGNEZ DE CASTRO: DEPOIS DE MORTA, RA
Maior alegria tomar conhecimento de um Evento destes de táo elevada valia para todos Nós.
Parabéns pela divulgacáo ttáo do interesse da nossa gente.
Abracáo Amigo

azuirfilho · Campinas, SP 24/2/2009 09:23
sua opinião: subir
Ivette G.M.
 

Quando menina assisti, muitas vezes, em circo teatro, a peça Inês de Castro. Toda vez que ela era encenada, lá estava eu.
Gostei da homenagem.
Votado, Ivette G M

Ivette G.M. · Cotia, SP 24/2/2009 11:20
sua opinião: subir
Juscelino Mendes
 

Juscelino Mendes · Campinas, SP 24/2/2009 14:07
sua opinião: subir
wancisco franco
 

Votando...!

wancisco franco · São Paulo, SP 24/2/2009 14:32
sua opinião: subir
Gustavo Adonias
 

Silvia,

Vo(l)tando !

Bjs

Gustavo Adonias · Salvador, BA 24/2/2009 18:03
sua opinião: subir
wel alves
 

Belo trabalho!

wel alves · Linhares, ES 25/2/2009 01:47
sua opinião: subir
silviaraujomotta
 

Aos Companheiros do Overmundo, Agradecimentos especiais pela VOTAÇÃO RECEBIDA.
Um beijinho doce, Sílvia.

silviaraujomotta · Belo Horizonte, MG 25/2/2009 06:09
sua opinião: subir
tatto
 

PARABENS...GOSTEI....E VOTEI.....ABRAÇOS

tatto · Valinhos, SP 25/2/2009 08:01
sua opinião: subir
clara arruda
 

Belíssimo minha querida.
Prazer estar aqui para ler essa maravilha.

clara arruda · Rio de Janeiro, RJ 25/2/2009 11:50
sua opinião: subir
SABINO MARQUES
 

Passei, li, gostei e votei...
bjoss

SABINO MARQUES · Itaituba, PA 25/2/2009 12:51
sua opinião: subir
O NOVO POETA.(W.Marques).
 

publicado um lindo trabalho.

O NOVO POETA.(W.Marques). · Franca, SP 25/2/2009 16:27
sua opinião: subir
Cláudia Campello
 

Um texto q só acrescenta...q delicia
quao profundo é.
valeu !

bjsssssssssss;)

Cláudia Campello · Várzea Grande, MT 25/2/2009 16:30
sua opinião: subir
jsonsol
 

Além do deleite da poesia bem posta, é banho de cultura às vezes tão escasso em nosso país!

jsonsol · Fortaleza, CE 26/2/2009 10:40
sua opinião: subir
ayruman
 

Oi Sílvia. Aqui apreciando tão louvável texto.
Um grande abraço. jbconrado.

ayruman · Cuiabá, MT 26/2/2009 13:41
sua opinião: subir
Debora Prado
 

Excelente
:D

Debora Prado · Belo Horizonte, MG 26/2/2009 22:53
sua opinião: subir
Doroni Hilgenberg
 

voltando
atrazada
bjs

Doroni Hilgenberg · Manaus, AM 7/3/2009 00:42
sua opinião: subir
Pedro Monteiro
 

Silvia.
Lindo soneto, e bela homenagem.
Feliz páscoa.

Pedro Monteiro · São Paulo, SP 12/4/2009 20:32
sua opinião: subir
graça grauna
 

bjos e votos

graça grauna · Recife, PE 20/12/2009 10:15
sua opinião: subir
sergio de matos
 

OLA´AMIGA ADOREI .......FELIZ ANO NOVO E BOA SORTE SEMPRE..VEJA MINHA NOVA POESIA E VOTE

sergio de matos · Vila Velha, ES 31/12/2009 18:42
sua opinião: subir
silviaraujomotta
 

DEZ DE JUNHO-DIA DE PORTUGAL,DAS COMUNIDADES PORTUGUESAS, DE CAMÕES E DA LÍNGUA PORTUGUESA

LÍNGUA PORTUGUESA

Soneto clássico-decassílabo-heróico
Cadência interna sonora fundamental
na sexta e na décima sílabas.
Rimado:ABAB,ABAB,CDC,EDE.
Silvia Araújo Motta/BH/MG/Brasil.

A Língua Portu(gue)sa de Ca(mões),
Machado de Assis-(Gê)nios do sa(ber)
inteira luz gi(gan)te entre as na(ções)
conduz valor can(tan)te em cada (Ser.)

Impõe respeito, (gló)rias nas li(ções)!
Linguagem pura (cum)pre seu de(ver),
razão perfeita, (não) traz arra(nhões),
palavra forte, i(ma)gem de po(der).

No linguajar que (fi)no trato al(can)ça
na mente mostra (fúl)gidos le(trei)ros,
reparte a bela (Flor) do Lácio-he(ran)ça.

Sonora e rica (bri)lha pelo (mun)do
contém na escrita (bra)dos alta(nei)ros:
-Tesouro raro (dá) luz à ver(da)de.

---***---
O Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas será comemorado com uma intensa programação que será aberta terça-feira, dia 8 até 17 de junho de 2010

Belo Horizonte - Uma programação organizada pelo Consulado de Portugal, Centro da Comunidade Luso Brasileira de Belo Horizonte, Elos Clube de Belo Horizonte, Câmara Portuguesa de Comércio no Brasil –Minas Gerais e Amep - Associação Mineira dos Ex-Estudantes em Portugal vai assinalar o Dia de Camões, de Portugal e das Comunidades Portuguesas na capital de Minas Gerais.

A abertura acontecerá terça-feira, dia 8, com a palestra do cônsul de Portugal em Belo Horizonte, André de Mello Bandeira, na sede do Instituto dos Advogados de Minas Gerais, sobre o tema: “Os Limites do modelo europeu de direito democrático”.

Programação

As solenidades prosseguirão com a seguinte programação:

9 de junho – Palestra da professora Maria do Carmo Guimarães Pereira, na sede da “Associação Amigas da Cultura”, sobre o tema: “ Portugal: um bordado de poesia e muito afeto”.

10 de junho -

Às 10 horas- Homenagem a Camões junto do seu busto, no Largo Camões –Bairro de Lourdes.

Às 20 horas – Sessão solene no Centro da Comunidade Luso-Brasileira de Belo Horizonte, sendo orador oficial o cônsul de Portugal em Belo Horizonte, André de Mello Bandeira.

Na ocasião, será entregue ao desembargador Francisco de Assis Figueiredo a Comenda da Ordem do Infante Dom Henrique, com a qual ele foi agraciado pelo governo português.

Seguirão apresentações do Coral Luiz de Camões e do Grupo Folclórico Gil Vicente, ambos do Centro da Comunidade Luso-Brasileira de Belo Horizonte, encerrando com um coquetel.

16 de junho – Rotary Clube de Belo Horizonte – Homenagem a Portugal - Falará o rotariano e vice-cônsul de Portugal (aposentado), Otacílio Ferreira Cristo.

17 de junho – Sessão cultural em homenagem a Portugal, promovida pela Universidade Livre da Academia Mineira de Letras de Minas Gerais.
Palestra do cônsul de Portugal, André de Mello Bandeira, sobre o tema “Aristides de Souza Mendes, um herói desconhecido da 2ª Guerra Mundial”.
Fonte:http://www.portugaldigital.com.br/noticia.kmf?cod=10130656&indice=0&canal=159

silviaraujomotta · Belo Horizonte, MG 11/6/2010 06:51
sua opinião: subir
silviaraujomotta
 

CASAMENTO ARRANJADO DE D.PEDRO I
E A PRINCESA CONSTANÇA -TRAIÇÃO-
VINGANÇA EM PORTUGAL.(1355)
-
Acróstico-Histórico nº 3440
Por Sílvia Araújo Motta
-
C-Casamento arranjado pela Família Real,
A-Assinala no amor ideal de Pedro e Inês
S-Sentimentos desrespeitados; estratégia
A-À dor da traição pela história que se fez
M-Marcar em Portugal, uma tragédia;
E-E o príncipe filho de D. Afonso IV,
N-No matrimônio, por interesse político,
T-Teve com a noiva-princesa Constança,
O-Orgulho familiar e dos Reis de Castela.
-
D-Dama de Companhia: INÊS, linda galega
E-Era a filha do Fidalgo Pedro F. de Castro.
-
P-Poetas afirmaram que ela era lindíssima...
E-E o príncipe Pedro apaixonou-se por ela!
D-Desde então, negligenciou sua esposa
R-Resgatando perigo entre Portugal &Castela!
O-O 1º filho Luis, nasceu...e o drama aconteceu.
-
E-Enamorados, Pedro e Inês trocavam juras de amor!
-
C-Como sincero amante dedicou-lhe Amor Eterno!
O-O Rei D. Afonso IV, mandou Inês para o exílio...
N-No parto de D. Fernando, D. Constança falece.
S-Sangue real era o que interessava à Família Real!
T-Traduzida a força do Amor, Pedro mandou buscar
A-A apaixonada para viver ao seu lado, em Coimbra.
N-Nasceram seus 4 filhos e o desgosto do Rei crescia...
Ç-Comentários entre herdeiros e o Poder do Trono
A-Assassinaram D. Inês de Castro, sob terrível trama.
-
T-Tempos do ano 1355, viram Inês de Castro degolada!
R-Recordada em lenda ou história, agora, já não importa!
A-Ao assumir o trono, 2 anos após a morte do Pai, a Justiça
I-Implacável do Rei D. Pedro I: Cru, Cruel, Crudelíssimo
Ç-Cumpriu requintes de horror; nenhuma paixão suporta...
Ã-Ao ponto de coroar D.INÊS, Rainha, depois de morta...
O-Ordenou que seus restos ficariam no Mosteiro de Alcobaça.
-
Belo Horizonte,Brasil, quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011.

---***---

silviaraujomotta · Belo Horizonte, MG 3/2/2011 06:31
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

baixar
pdf, 3 Kb

veja também

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados