Complexo do Alemão em 1981

Instale o Flash Player para ver o player.
1
crispinga · Nova Friburgo, RJ
13/11/2008 · 142 · 34
 

O Complexo do Alemão, no início da década de 80, era uma favela do Rio de Janeiro pacífica que abrigava famílias pobres e sem assistência.
Localizado entre os bairros da Penha, Ramos, Olaria, Inhaúma e Bonsucesso, é um complexo de 12 favelas que foram aos poucos tomando a Serra da Misericórdia. Hoje, pouco restou da área verde e das nascentes naturais. O desmatamento e a ocupação irregular, sem qualquer tipo de fiscalização, a falta de saneamento básico e a ausência do poder público entregou a população à própria sorte.
Projetos educativos, implantação de serviços de promoção da saúde, criação de creches e escolas, construção de mais redes de esgoto, inclusão social dos jovens através do esporte e da música, são apenas alguns exemplos do que estão fazendo para desconstruir a imagem de uma das mais violentas favelas do país. Um sopro de esperança e cidadania, bonito como o samba de Noel Rosa.

compartilhe



Embutir



informações

Autoria
Alexandre dos Santos Pereira Neto
Ficha técnica
Video: SVQ3 320x240 Controlador de Mídia de Vídeo Apple
Audio: 44100Hz stereo Controlador de Mídia de Som Apple
Samba: "Não tem tradução", de Noel Rosa, Ismael Silva e Francisco Alves
Voz: Marlene
Edição: maio/2005
Downloads
360 downloads

comentários feed

+ comentar
Eloy Santos
 

Vídeo e sonorização maravilhosos.
Você vai me prometer uma coisa, amiga: identificar para os demais overmanos, com um pouco de detalhes, a história do pequeno documentário e a voz da cantora.
Ela é a sempre lembrada... a insuperável... a magnífica ... a divinal...
Vai, diz lá, Crispinga!...
Você é quem tem que fazer isso, certamente com o maior dos prazeres!
Abraços.

Eloy Santos · Rio de Janeiro, RJ 10/11/2008 17:22
sua opinião: subir
crispinga
 

crispinga · Nova Friburgo, RJ 10/11/2008 18:55
sua opinião: subir
crispinga
 

Uma breve história, contada por quem a fez:
" Em 81, eu e uma equipe de arquitetos e engenheiros da Prefeitura fomos designados para fazer um levantamento dos morros Joaquim Queiroz e Areal, que receberiam saneamento, com instalação de rede de esgoto.
O povo da parte baixa vivia praticamente dentro dos valões. O lixo era jogado no meio da rua e o esgoto corria à céu aberto.
Naquele tempo não tinha problema entrar na favela. Bastava falar com a Associação dos Moradores. Já tinha boca de fumo, mas só vendiam no alto do morro e os meninos soltavam pipas na hora que chegava algum "estrangeiro". Tínhamos uma equipe de apoio lá dentro que nos levava de um lado para o outro, sem problemas. O povo se deixava fotografar. A comunidade gostava da gente, sabia que estávamos lá para ajudar."
Alexandre Mac Mac

crispinga · Nova Friburgo, RJ 10/11/2008 19:16
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Eloy Santos
 

Concordamos todos: a voz é de Carmen Miranda.
Inconfundível.
Abraços, Crispinga.
Abraços, Alerxandre Mac Mac.

Eloy Santos · Rio de Janeiro, RJ 10/11/2008 20:32
sua opinião: subir
crispinga
 

Precisamos descobrir o nome deste belo samba de Noel!
bjk

crispinga · Nova Friburgo, RJ 10/11/2008 21:05
sua opinião: subir
Eloy Santos
 

Já não tenho tanta certeza se a intérprete é mesmo a Carmen.
Não descobri, no repertório dela, esse samba. Chutei antes. Desculpem-me a pressa.
Não será a Aracy de Almeida em seus primeiros sucessos, nos anos 30? Algum pesquisador ajude aí.
O samba é "Não tem tradução", de Noel Rosa, Ismael Silva e Francisco Alves.
Francisco Alves, o imortal "Rei da voz", era conhecidíssimo como comprador de sambas e marchinhas.
Ele deve ter dado dinheiro para o Noel e para o Ismael.
Voltarei, Cris.

Eloy Santos · Rio de Janeiro, RJ 10/11/2008 23:04
sua opinião: subir
Eloy Santos
 

Reafirmando: a Aracy de Almeida com certeza gravou "Não tem tradução."

Eloy Santos · Rio de Janeiro, RJ 10/11/2008 23:05
sua opinião: subir
Saramar
 

A inércia criminosa das "autoridades" públicas transforma comunidades em zona de guerra e seus sofrimentos inerentes.
É muito triste observar a degradação dos espaços, do ambiente e da vida destes brasileiros.

O samba e o vídeo, belíssimos são um presente.
Obrigada.

beijos

Saramar · Goiânia, GO 11/11/2008 00:50
sua opinião: subir
crispinga
 

Oi, querida Saramar
Aproveitando a onda de esperança que nos varre, é bom que todos saibam que muito está sendo feito naquela comunidade. Um trabalho corajoso, humanitário, acima de interesses políticos. O ser humano em evolução.
beijos

crispinga · Nova Friburgo, RJ 11/11/2008 09:08
sua opinião: subir
crispinga
 

Salve a memória do grande conhecedor da música popular dos anos 30!
De fato, Eloy, meu amigo não tinha certeza se era a Carmem. Então, Aracy cantava igualzinho!
Vou colocar nos créditos até que provem o contrário!
Agradeço a valiosa colaboração!

crispinga · Nova Friburgo, RJ 11/11/2008 09:14
sua opinião: subir
Doroni Hilgenberg
 

Crispinga,
ótimo texto
São esses projetos que alimentam
a esperança de um mundo melhor.
se ficarmos esperando pelas autoridades
nada se define...e jovens se perdem.
belo demais este samba.
bjs

Doroni Hilgenberg · Manaus, AM 11/11/2008 17:37
sua opinião: subir
crispinga
 

Oi Doroni,
Estas e muitas outras ações podem ajudar a resgatar a dignidade de uma população.
bjk
Salve a Floresta Amazonica!

crispinga · Nova Friburgo, RJ 11/11/2008 18:57
sua opinião: subir
Andre Pessego
 

Cris, um belo trabalho. E creio, fazendo um grande esforço pensando num horizonte melhor, bonito ou no mínimo normal.
Conheci, como pouca gente, conheceu com a minha poximidade, futuros favelados: gente que partiu do meu Gilbués para se favelar em Brasília principalmente, partiu por não ter terra. De tantos não há um único que não tenha, ou tenha tido, um filho assassinado, prezo, e assim - nesta linha
A fábrica do favelado se chama AUSÊNCIA DA POSSE DA TERRA. Esta coisa de não ter a terra qualquer um perde o proprio norte. Sem que uma pessoa possa confiar em que está pisando no solo proprio: a minha sala, o meu dormitório, o meu quintal..... não há salvação. Não tem salvação........... E no Brasil, cuja concepção foi a terra, os eitos os ermos, as léguas, então - Sem a terra, sem o chão próprio........
Mas, algo - enquanto isto - precisa ser feito....
abraço
andre.

Andre Pessego · São Paulo, SP 12/11/2008 06:47
sua opinião: subir
crispinga
 

Oi, Andre
A maioria das favelas do Rio foi formada por migrantes nordestinos que, fugindo da sêca, da miséria ou mesmo em busca de um qualidade de vida melhor, acabaram sendo seduzidos pela "cidade grande". Muitos venceram, é verdade, e hoje são pais e mães de família, com casa própria, etc. Outros não conseguiram trabalho e, sem assistência social, tiveram que ir morar nas condições mais insalubres, de miséria absoluta. A verdade é que a maioria dos moradores de favelas são trabalhadores. O tráfico lá se instalou pela ausência do poder público. Agora, o que nós, cidadãos, temos que fazer é sermos menos individualistas e mais solidários, menos indiferentes à pobreza e mais engajados para tentar mudar esta realidade. A responsabilidade não é só do Estado, é da sociedade.

crispinga · Nova Friburgo, RJ 12/11/2008 07:18
sua opinião: subir
joe_brazuca
 

Cris, oi...brigado pelo "campeão de audiência" viu ?...rsrsr..nada..imagina !
Olha...eu li tudo atpe agora, as suas explicações e comentérios...é tudo isso ai, sem tirar nem por...Nem vou adentrar no mérito do assunto...To meio descrente como este massacrado país que joga fora 30 TONELADAS DE ALIMENTOS POR DIA...deixa quieto, por favor...ando meio "anestebestiado"....rsrs
Mas no mérito da arte !...Achei o vídeo ótimo, com fotos excelentes, coisa de artista "de antigamente" que sabia um "Branco&Preto" de prima, e usava isso como "pincel" pra foto-arte !...Montagem tb, claro, coisa séria....
Muito bom...e ainda ao som da Marlene cantando Noel, ficou show de bola...fechou e não sobrou pra ninguem !...
beijo, Cris

joe_brazuca · São Paulo, SP 12/11/2008 17:01
sua opinião: subir
Eloy Santos
 

Estou votando, Cris, e com o maior prazer!
Um voto de louvor.
Você legendou direitinho a música, dando crédito à sempre exuberante Marlene, que Deus a conserve!
Gosto muito desse seu jeito alegre e dinâmico (não será elétrico) de ser!
Parabéns pra você e pro Alexandre Mac Mac.

Eloy Santos · Rio de Janeiro, RJ 12/11/2008 17:25
sua opinião: subir
crispinga
 

Joe,
Você é top !
Não tem para mais ninguém!
Acho importante a gente fazer alguma coisa, através da arte, da música, da literatura ou da ciência...Não dá para ficar só criticando.
Beijos, querido

crispinga · Nova Friburgo, RJ 12/11/2008 17:27
sua opinião: subir
crispinga
 

Querido Eloy,
Quem me dera ser mais dinâmica. Talvez esteja em busca de um tempo perdido... Nunca é tarde!
Dedico à você esta colaboração!

crispinga · Nova Friburgo, RJ 12/11/2008 17:30
sua opinião: subir
azuirfilho
 

crispinga · Rio de Janeiro (RJ)

Um texto admirável que desenvolveu um debate entusiasta.
Tive uma visáo o suficiente para reconhecer ser um Trabalho Muito especial. O Morro do alemáo um fascinio.
Troqueo para wwmv e mp3 mas, náo consegui abrir o vídeo.
Uma chance sem igual mas valeu.
Parabéns Amiga Poeta.
Sou seu fá e esse texto já é uma imensidáo no que prenuncia.
Parabéns .
Abracáo Amigo e merecimento pleno.

azuirfilho · Campinas, SP 12/11/2008 18:20
sua opinião: subir
azuirfilho
 

crispinga · Rio de Janeiro (RJ)
Finalmente Consegui ver .
Náo consegui Ver o que salvei .
Tentei o .mov, .mp3 e wmv. Nenhum funcionou
Realmente impressionante de ver em preto e branco.
Trabalho admirável.
Parabéns a Mestra Poeta.

azuirfilho · Campinas, SP 12/11/2008 18:26
sua opinião: subir
wiliam barros
 

Ação tardia... Como grande maioria de ações públicas: administração de crises. Pq será que vejo em tudo o que é do RJ, dos Cariocas, como algo apenas NOSTÁLGICO? Imagens de duas décadas atrás... Músicas, um pouco mais antigas... Seria uma fuga da realidade?
Machado de Assis, Lima Barreto, João do Rio gritaram para o futuro: "Cuida bem destas paisagens! Abraça este povo sofrido e alegre!" Não sou pessimista! Mas, não sou ingênuo: o que a esquerda festiva e hoje Verde, praticou, ousou para chegar ao poder, agora está sendo educada na pratica como se toma uma estado...
Como diz aquele conan: Veremos!
wfb

wiliam barros · São Paulo, SP 12/11/2008 18:38
sua opinião: subir
crispinga
 

Willian,
E você, anda tomando alguma providência, ainda que tardia, para melhorar o lugar onde vive?
Ou é apenas mais um acomodado que acha que toda a responsabilidade é do Estado?
Não entendo seu "bairrismo" e acho que seu pensamento é que é antigo e ultrapassado.
Estamos vivendo num mundo globalizado, meu senhor.
Nosso planeta está em agonia. A hora é de ação e não de "achismos" como os seus, sem fundamento, preconceituosos, pequenos demais.
Bem vindo ao século XXI!

crispinga · Nova Friburgo, RJ 12/11/2008 20:01
sua opinião: subir
Cintia Thome
 

O Alexandre com seus registro maravilhosos, , da Penha...nos anos que vivi bem o Rio
Cris, belo postado, pois é muito bem feito este registro, música e tudo...
bj

Cintia Thome · São Paulo, SP 12/11/2008 20:06
sua opinião: subir
crispinga
 

Já tem gente reclamando da "Onda Saudosista", Cíntia.
Não sabem que estes registros preciosos estavam para se perder e são documentos históricos. Olha que responsabilidade!
beijos, linda!

crispinga · Nova Friburgo, RJ 12/11/2008 20:55
sua opinião: subir
Doroni Hilgenberg
 

Doroni Hilgenberg · Manaus, AM 13/11/2008 01:22
sua opinião: subir
Noelio Mello
 

Querida Cris.
Na sua nova profissão... jornalista, você tem nos oferecido coisas maravilhosas. As anteriores, sobre o Jardim e sobre Paraty, foram doces convites para quem conhece essas coisas lindas do Rio. Agora, mesmo sabendo que é um duro olhar as tristezas da vida, você nos mostra o morro do Alemão, com as misérias de antes e as grandezas de agora que tentam minorar esse drama social que fica a destruir nossa esperança de uma vida mais justa para tantos que sofrem. Sabemos, Cris, dos donos das drogas, mas, muita gente inocente mora nesse pedaço de cidade que o tempo esqueceu. O impossível precisa ser tentado sempre.
Video perfeito. Um trio de maravilhosos compositores e Marlene soltando a voz que por um grande tempo encantou o Brasil.
Belo trabalho, doce amiga, e que Deus lhe pague esse olhar sobre tantas dores. Afinal, na vida, nem tudo é poesia.
Tenho o prazer enorme de eternalizar no over essa tua grande obra
beijos
Noélio

Noelio Mello · Belém, PA 13/11/2008 01:45
sua opinião: subir
crispinga
 

Que belo começo de manhã com suas palavras, Noélio
Existe uma resistência por parte de algumas pessoas, apegadas à ideologias políticas ultrapassadas, bairrismo, intolerância...Preferem ver o lado cruel, apontar o pior, os pessimistas de plantão. A sociedade não ganha nada com essa postura. Melhor é olhar em volta e descobrir como ser útil àquele que sofre ao seu lado.
Beijos, querido
Que Deus nos proteja!

crispinga · Nova Friburgo, RJ 13/11/2008 08:03
sua opinião: subir
Sérgio Franck
 

Cris, a documentarista do Rio. Linda!

Sérgio Franck · Belo Horizonte, MG 13/11/2008 12:24
sua opinião: subir
crispinga
 

Oi Sérgio,
Devemos estas imagens ao Alexandre Mac Mac. Com sua sensibilidade sabia que alí, no meio da pobreza, havia beleza. Olhar de artista.

crispinga · Nova Friburgo, RJ 13/11/2008 12:33
sua opinião: subir
Andre Pessego
 

Minha Doutora, ainda bem que a arte tem o poder de mostrar o bonito que tem no feio,
abraço
andre.

Andre Pessego · São Paulo, SP 14/11/2008 07:04
sua opinião: subir
crispinga
 

Para os que conseguem transpor as fronteiras da ideologia política, raça e naturalidade, minha admiração pela coragem e perseverança para desenvolver trabalhos humanitários dentro de comunidades carentes.

crispinga · Nova Friburgo, RJ 14/11/2008 07:06
sua opinião: subir
crispinga
 

Querido Azuir,
Respondendo agora a você, espero que tenha coseguido abrir o vídeo e que este material seja útil nas suas pesquisas sobre a nossa história! Admirável seu trabalho!

crispinga · Nova Friburgo, RJ 14/11/2008 09:17
sua opinião: subir
Claudia Almeida
 

Claudia Almeida · Niterói, RJ 14/11/2008 11:02
sua opinião: subir
José Cycero
 

Voatado caríssima Overmana:

José Cycero · Aurora, CE 18/11/2008 11:40
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados