Cosmologia minha

1
Pessoa de Melo · Olinda, PE
9/6/2009 · 30 · 33
 

Nasci vazio...

...Ao cabo que me preenchendo
tornando-me não mais feto,
percebi minha essência...
Ousei ser pensante,
assaltou-me o conhecimento,
foi-se a inocência!

Busquei o axioma... [Triste fim, ser racional...]
Em poetas e filósofos pútridos,
encontrei apenas cadáveres
que pensam "seres humanos".

Lacaio desses vermes,
que tal qual um câncer
roubaram-me a autonomia de "ser pensante".
Estive doente...

Oh! Quimioterápico momento...
Já reconstituído de meus sentimentos.
Sinto-me galáxia...
De um vazio profundo.

Sobre a obra

Cosmologia minha...
As galáxias que habitam em mim são vazias...
E cada conhecimento nos "estrela mais".

compartilhe



informações

Autoria
Pessoa de Melo.
Downloads
320 downloads

comentários feed

+ comentar
Rodolfo Mendonça
 

Quimioterápico momento...
Amo, com bastante sutileza os grandes poetas, pois são munidos de uma certa esperança...
Esperança que demonstra a certeza pela qual tecem a vida...
Vida e poesia, momentos...
Uma só coisa!!!
Meu caro, obrigado por sua inspiração, pois, NECESSITAVA ler, meditar, um escrito que a melhor definição não o definisse, como não define!!!

Rodolfo Mendonça · Areia Branca, SE 9/6/2009 15:35
sua opinião: subir
menina_flor
 

Amigo poeta Pessoa de Melo que mergulho profundo você faz na alma. Dói nascer...somos retirados do nosso lar seguro e temos que encarar o mundo 'sozinhos'.
Somos levados por tantos caminhos..
Mas certamente após desse mergulho no vazio você volta a tona e respira novamente. E preenche esse vazio.
Intenso poema.
Parabéns!

Bjos
Patty

menina_flor · Rio de Janeiro, RJ 9/6/2009 21:27
sua opinião: subir
Raiblue
 

Pessoa,querido!

Ahhh...esses quimioterápicos momentos...em que o meu Blue mingua...para depois fazer-me cheia de novo para mais uma vez minguar...é assim mesmo...a vida é esse movimento curvilíneo inconstante... e nós, seres tão pensantes, não conseguimos
compreender essa cosmologia que rege o invisível...e que foge
a qualquer manipulação do pensamento...
O conhecimento veio e pre_encheu o homem...e por que continuamos com essa sensação imensa de vazio?...qual será a verdade em meio à tantas teorias? E se eu discordar delas? Serei
mais um louco dono da verdade...? ...que verdade, se tudo se transforma o tempo todo? Com estagnar o pensamento num tempo
que já é outro?
Pensamos sobre o que sentimos ou sentimos sobre o que pensamos?
Por isso habito a poesia, meu melhor lugar...onde o pensamento e os sentimentos se misturam, sem se devorarem...Sem muitas perguntas, a poesia nos responde sem impor nada...deixa que a alma conduza os caminhos...
E como os orientais pregam, só esvaziando a mente poderemos atingir a iluminação..o nirvana!
Portanto,esvaziar-se é uma forma de renascer...de expurgar todo o lixo acumulado,exorcizar os nossos demônios...e não precisar de anjos...ser pleno nessa galáxia tão nossa e tão desconhecida ainda...

Simplesmente maravilhos,Pessoa!!!
Que sintonia é essa hien,moço?rs..quem anda perseguindo quem?rsrs
conexões ocultas...rsrs(muito lindas!!)

Parabéns,meu lindo e que o indefinível nos liberte sempre!!!!

Beijo blueinfinitos...
Blue

Raiblue · Salvador, BA 9/6/2009 21:50
sua opinião: subir
Raiblue
 

...adoro comer letras..rs

Como estagnar o pensamento num tempo
que já é outro?
Simplesmente maravilhoso!

...mais besitos...blueimensos...
Blue

Raiblue · Salvador, BA 9/6/2009 21:53
sua opinião: subir
Raiblue
 

Adorei o blue da imagem!!!rs

Raiblue · Salvador, BA 9/6/2009 21:54
sua opinião: subir
Zeca Avelar
 

Booommm Diaaa menino e Pessoa!

Sua Poesia, transcende os vazios de tantas Galaxias incluindo seu proprio UniVerso interior... Mas... opsss - não se decifra uma Poesia, nem ao menos se pode senti-la em sua essência original, visto que é um sentir pessoal do Poeta...

Então... ah - podemos sim - pegar uma carona - montado nas ondas quanticas de energias, que transpõe os vazios, contidos nos UniVersos dos Tudos, em regressões, onde renascemos, de fetos, e a_fetos só que...

Desta vez, com algumas luzes em forma de estrelas e conhecimentos, que nos permitem tecer nossos proprios pensares, independentes das filosofias de pensadores de ideias mortas, encerradas nas tumbas dos buracos negros dos desconhecidos mundos...

Assim, viajamos pela sua poesia... Assim, voamos pelos seus vazios, nos enchendo de nós mesmos!

E para dizer de nosso prazer nessa Poética viagem, basta-nos um "UAU" !!!

abraSSos Fra_e_Ternos,
ZecaFeliz - gaDs!

Zeca Avelar · Florianópolis, SC 9/6/2009 22:12
sua opinião: subir
Cláudia Campello
 

Aff !!! que odio vomitas, meu poeta Mell_O?!
(Há respostas que não queremos ouvir... pensa!)
Será que somos fracos pra admitirmos nossas forças?
Ou somos fortes pra admitirmos nossas fraquezas?
ou: (odeio plagio, mas...)
"Será que somos poetas por que somos loucos?
Ou somos loucos por que somos poetas?"

medito-te e me encontro em teu sentir. Q doideira!
( se juntássemos nossos vazios... que buraco negro!!! rsrsrsrsrs Isso, vamos rir e fazer a eutanásia dos nosso medos e ais, han?!
Agora...
Se te sentes galáxia.... te respiro estrela, poeta!e tudo isso pra dizer: te adooooooro, ó?!

bjssssssssssss;)

Cláudia Campello · Várzea Grande, MT 9/6/2009 23:45
sua opinião: subir
Cláudia Campello
 

Ou sera que somos gostosos porque somos poetas?
Ou sera que somos poetas porque somos gostosos?

... e eu estive doente....porque me neguei o amor, ó?!
adorei seu poema. O que faço pra sair daqui? ui!

bjssssssssssss:) nessa galaxia cheia de magia!

Cláudia Campello · Várzea Grande, MT 9/6/2009 23:52
sua opinião: subir
Cláudia Campello
 

e...
agora vc me mata!!!! rsrsrs

Cláudia Campello · Várzea Grande, MT 9/6/2009 23:54
sua opinião: subir
Raiblue
 

Acabei de ler Clarice e pensei em vc....deixo-te aqui um trecho:

"Pensar é um ato.
Sentir é um fato."
(Clarice Lispector)


Por isso voltei pra te dizer que já te sinto em mim, meu amigo e poeta lindo!

Bluebesitos
Blue

Raiblue · Salvador, BA 10/6/2009 00:09
sua opinião: subir
Ivan Cezar
 

Somos fetos velhos
Ou feitos velhos ?
abraço !

Ivan Cezar · São Sepé, RS 10/6/2009 10:48
sua opinião: subir
azuirfilho
 

Pessoa de Melo · Olinda (PE)
Cosmologia minha

Um Extraordinário Texto Teatrtal para incitar a reflexão e o debate.
Uma tese dialéctica para expor ao debate com a devida antitese e a consequente sintese e a caminhada da construçao do cultural e da consciência das coisas.
Porque o objetivo sempre é elevar e libertar do que é desumano, para o humano se realizar e ser feliz.
Ser irmão e ter amor por seus irmãos.
Parabéns esta muito bem feito.
Poderoso no impacto.
Parabéns.
Abração Amigo.

azuirfilho · Campinas, SP 10/6/2009 11:56
sua opinião: subir
Mirtes Carvalho
 

Meu querido amigo e conterrâneo Pessoa de Melo, maravilhosa suas reflexões galácticas e nos faz mergulhar em mil questionamentos e conjecturas. E todos embarcaram em seu voo interplanetário.
Otimo de bom e de belo. Muito instigante ler suas poesias. Parabéns amigo. Beijos de Mirtes Carvalho

Mirtes Carvalho · Rio de Janeiro, RJ 10/6/2009 12:45
sua opinião: subir
Mirtes Carvalho
 

Imagem lindíssima e sugestiva. Parabéns!!!!!!!!!!!!!!!
Bjs

Mirtes Carvalho · Rio de Janeiro, RJ 10/6/2009 12:46
sua opinião: subir
graça grauna
 

roubaram-me a autonomia de "ser pensante".
Estive doente...


Pessoa, poetamigo: faz alguns dias, estive numa mesa-redonda e era tanta a verbosidade que a minha alma quase vomitou de raiva e como se não bastasse me fizeram mais doente do que já me sinto, pois tentam descaradamente tirar o pouco da liberdade que nos resta. Não esquecerei, Pessoa, este teu rilhante pensamento. Paz em Ñanderu, Grauninha

graça grauna · Recife, PE 10/6/2009 17:48
sua opinião: subir
graça grauna
 

CORRIGINDO:
..teu brilhante pensamento...

graça grauna · Recife, PE 10/6/2009 17:51
sua opinião: subir
ayruman
 

Bom conhecê-lo amigo. Mais um cúmplice. Você, nós, não estamos sozinhos.
Luz e Paz. jbconrado.

ayruman · Cuiabá, MT 10/6/2009 18:19
sua opinião: subir
Ailuj
 

Acho que não nascemos vazios,nossa essência ja existe quando fetos,depois enchemos cada vez mais nossa existência de coisas boas ou ruins...depende de cada um
Um beijo grande

Ailuj · Niterói, RJ 10/6/2009 18:22
sua opinião: subir
Agenor
 

Belos versos,
Profundos, enigmáticos, sondando os mistérios da alma humaana...
Parabéns!...

Abraços

Agenor · Aquidauana, MS 10/6/2009 22:51
sua opinião: subir
Doroni Hilgenberg
 

Pessoa
Ah, poeta, somos poetas...
" Queremos ser um raio quando somos apenas um faisca" ,
e então, esse vazio dentro de nós a querer estrelar
b js

Doroni Hilgenberg · Manaus, AM 10/6/2009 22:58
sua opinião: subir
Greta Marcon
 

Não, querido Pessoa! Ninguém nasce vazio... Mas a partir do nascimento, já estamos inseridos no contexto. O homem é o produto do meio, daí... entre tantos que pensam "seres humanos", estão os poetas; com suas divinas loucuras, levam alento,
preenchem vazíos e alegram a vida. Mas tu, meu amado poeta, és
um anjo vindo de outras galáxias, porisso sofres e estranhas; mas,
já que viestes [cumprir o teu carma], ajude à nós, teus irmãozinhos
de sorte, a suportar os nossos, nos alentando com seus divinos
poemas. Te admiro barbaridade, tchê!
Beijos gaúchos e meu voto.

Greta Marcon · Ponte Nova, MG 10/6/2009 23:39
sua opinião: subir
mochiaro
 

Pessoa
Um feto na composição de junções humanas nem sempre puras.
Assim sua inocência é verdadeira.
A morte no dia nascente; a vida morre no dia a dia.
Um vazio brota a medida que o cheio é consumido.
Humanos? composto de um interior coberto como dizes de vermes em fermentação
Um abraço

mochiaro · Rio de Janeiro, RJ 11/6/2009 01:26
sua opinião: subir
Jéfte Sinistro
 

O que vem a ser mais amargo, o obscuro do não saber ou o vazio de dar-se ao conhecer?
Preenchemo-nos e esvaziamo-nos de nós mesmos instante após instante... e nesse movimento de encher e minguar, acumulamos algumas células de idéias mortas que logo formam um câncer sobre o que um dia, há muito, foi inocência.
Os decrépitos dizeres dos poetas e filósofos passados são essa faca de dois gumes que corta a corda bamba nesses quimioterápicos instantes de nossa existência efêmera...
Parabéns, meu caro, por mais este trabalho... este grito decomposto em palavras sussurradas que nascem da mais íntima essência do conflito e da dúvida...! Um abraço.

Jéfte Sinistro · Cabo de Santo Agostinho, PE 11/6/2009 22:59
sua opinião: subir
O NOVO POETA.(W.Marques).
 

Lacaio desses vermes,
que tal qual um câncer
roubaram-me a autonomia de "ser pensante".
Estive doente...


muito interessante seu trabalho amigo.votado.

O NOVO POETA.(W.Marques). · Franca, SP 12/6/2009 11:39
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Vasqs
 

Galáxia de vazio profunfo.Ás vezes tudo é um pouco demais pra nós. Mas cabe no poema.
abraço, vasqs

Vasqs · São Paulo, SP 12/6/2009 14:33
sua opinião: subir
raphaelreys
 

A missão do poeta é divagar no mar sem ondas do espaço!

raphaelreys · Montes Claros, MG 12/6/2009 16:30
sua opinião: subir
W@nder
 

O ser poeta não está aqui somente de passagem.
Brilhante a sua poesia.
Abçs.

W@nder · Rio de Janeiro, RJ 12/6/2009 17:41
sua opinião: subir
Marcelo ShytaraLira
 

Pessoa de Melo Poeta (a) pós Moderno...
Sim, temos muito (há) ver...
abs

Marcelo ShytaraLira · São Paulo, SP 12/6/2009 21:34
sua opinião: subir
Dayvson Fabiano
 

Nasceu vazio e está escrevendo esse poema magnífico, imagina cheio rsrsrsrs. Amigo, escreves de uma maneira singular. Essa cosmologia não é só sua, é tb minha. Fiz uma viajem astral com o teu poema. Ameiiiiiiiiii...Abreijos

Dayvson Fabiano "Imorrível" · Recife, PE 13/6/2009 01:04
sua opinião: subir
Anderson Frasão
 

Grande e pequenos textos dissertam o pipoco de uma pipoca altiva que desliza ao som de uma valsa trepida conhecerDORa da vida; julga-lhe portanto o envaginamento ao contrário. Imitar a vida dizem que é mimese e, imitar a morte, o que seria: carnificina?

Grande abraço

Anderson Frasão · Canhotinho, PE 18/6/2009 17:21
sua opinião: subir
ayruman
 

Voltando e apreciando mais una vez.
Paz na Terra. jbconrado.

ayruman · Cuiabá, MT 25/6/2009 18:48
sua opinião: subir
zé gonçalvez,o poeta da filosofia
 

Amigo Pessoa de melo,creio deveras que você não nasceu vazio.
Buscar o axioma em poetas e filósofos pútridos não é nada salutar,
basta ler Augusto dos anjos para sentir-se deprimido.Votei.
A propósito visite o site da minha banda:
www.territoriodoforro.com

zé gonçalvez,o poeta da filosofia · Recife, PE 25/6/2009 20:50
sua opinião: subir
Cláudia Campello
 

...e sinto um vazio profunnnnnnndo em meio a galaxia!

adoro ler-te, mto.

bjsssssss♥;♥;;

Cláudia Campello · Várzea Grande, MT 27/6/2009 04:44
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

baixar
pdf, 2 Kb

veja também

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados