Dentro da noite insone

FreePhotosBank.com
1
Nivaldo Lemos · Rio de Janeiro, RJ
30/8/2007 · 145 · 35
 

A noite desvencilha-se do seu manto de estrelas
E eu, poeta exausto, abraço a superfície do sono
Equilibrando-me entre palavras e desejos ermos.
O corpo nu da amada range no sonho seu instinto
E despeja no branco dos lençóis o vinho feminal
Exibindo-me os mamilos doces túrgidos em brasa
Como pétalas incendiadas de uma orquídea rara.

Eu me transbordo lívido de libido pelos limites da pele
E como um grifo cravo em seu corpo meu arpão de âmbar
E me comprazo de humano desvario em sua greta nua
Fustigando, ferindo, perfumando seu corpo enlouquecido
Que súbito mergulha no inconsciente e entrelaça-se em algas
De aflições escuras, como se assomasse ao cimo da loucura.

Até que após a luta o corpo exausto enfim entrega-se cansado
E como pássaro após a tempestade é puro canto, só ternura.
E a noite segue seu curso como anzóis jogados ao acaso:
Na cama uma borboleta de pelúcia agoniza dessangrada
No sexo ainda molhado, dolorido, transido de prazer.

Ai, momento irisado que anuncia a claridade
Deposita meu silêncio na mansidão das carnes
Como o quarto adormecido de um hospício!
Ai, brisa que navega sobre as tetas mornas
Sopra o rocio da manhã nos seios doloridos
E arrefece a chama dessa língua irrequieta!

compartilhe



informações

Autoria
Nivaldo Lemos
Downloads
235 downloads

comentários feed

+ comentar
Saramar
 

Ai, linda canção d apaixão!
Que encanto nessa sensualidade ardente, quase um transe!
Maravilhoso!

beijos

Saramar · Goiânia, GO 28/8/2007 18:29
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
BETHA
 

Olá, Nivaldo,
obrigada por convidar-me a ler texto tão lindo e bem lapidado.
Sensual, apaixonante e riquíssimo de imagens, parabéns!

"E como pássaro após a tempestade é puro canto , só ternura..."
Voltarei e votarei.
Abçs de Betha.

BETHA · Carnaíba, PE 28/8/2007 18:39
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Nivaldo Lemos
 

Saramar e Bertha,

muito obrigado pela leitura, fico muito feliz de que tenham gostado. Valeu mesmo.

Bjs.

Nivaldo Lemos · Rio de Janeiro, RJ 28/8/2007 18:42
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
crispinga
 

Existem homens que gostam de sexo e os homens que gostam de MULHER! Você está no segundo caso...As flores em forma de vulva denunciam-lhe que gosta do aroma, da anatomia e do prazer que lhes proporciona o sexo feminino..Proporcional ao seu desejo! Muito bonito!

crispinga · Nova Friburgo, RJ 28/8/2007 19:06
2 pessoas acharam útil · sua opinião: subir
crispinga
 

corrigindo...Lhe proporciona...
Bjk
Cris

crispinga · Nova Friburgo, RJ 28/8/2007 19:08
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Cintia Thome
 



Que delírio..Que entrega visceral ao prazer, a paixão, ao amor!

Rico em palavras, rico em emoção.
Ganhei o dia. Ganhei mesmo!
Happy!Happy para voce!


bjus

Cintia Thome · São Paulo, SP 28/8/2007 19:25
2 pessoas acharam útil · sua opinião: subir
Cintia Thome
 

E eu, poeta exausto, abraço a superfície do sono
Equilibrando-me entre palavras e desejos ermos.
O corpo nu da amada range no sonho seu instinto
E despeja no branco dos lençóis o vinho feminal


Que sonho, que posse poética da mais bonita.

.

Cintia Thome · São Paulo, SP 28/8/2007 19:30
2 pessoas acharam útil · sua opinião: subir
Benny Franklin
 

Curvo-me ao Poema e ao Poeta.
Amém!

Benny Franklin · Belém, PA 28/8/2007 19:52
2 pessoas acharam útil · sua opinião: subir
Adroaldo Bauer
 

Acho essa capacidade de disputar com a métrica e o conteúdo uma batalha que vences e que jamais tentarei.
Os versos vão-sem fazendo em flama, clamor e ardor.
O leito ferve e abrasa.
Eu gostei muito, Nivaldo.
---
tem dois detalhes a que peço tua atenção:
no verso a seguir faltaria a letra u
Fustigando, ferindo, perfumando seu corpo enlouquecido
e na estrofe seguinte, penso e li como se assim fosse:
Até que após a luta o corpo exausto enfim entrega-se cansado

embora pudesse também ser casado, como constou, e teria eu que reler para não interpretar por outro modo.

Abraço, amigo.

Adroaldo Bauer · Porto Alegre, RS 28/8/2007 20:59
2 pessoas acharam útil · sua opinião: subir
baduh
 

Meu querido Nivaldo.
É um belíssimo poema, escrito em linguagem elevadíssima e sem nenhuma sombra de pompa. A inspiração, a expressividade, a sinceridade que a gente sente na tua poesia é de torná-la um legado para os que virão depois de nós.
A paixão, que permeia cada verso, não é, certamente, a paixão pessoal, literal, de um homem maduro - que é você. É aí, então, que entra a arte e o artista.
O poeta pode voltar aos seus 20 anos de idade e cantá-los como se fosse hoje a data. "O poeta é um fingidor..."
Você é um poeta grande, um artista de vulto. Tem um mundo imenso e profundo dentro de tua alma. Pelo que escreves, eu te decifro.
Um abraço cheio de admiração, respeito e devoção de amigo,
Baduh

baduh · Rio de Janeiro, RJ 28/8/2007 21:01
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Marluce Freire Nascasbez
 

Nivaldo,

Que delicadeza, que sensualidade aflorada...

És um exímio conhecedor do que encanta, do toca a alma feminina...

Parabéns!

Um aBRAÇO, Marluce

Marluce Freire Nascasbez · Carnaíba, PE 28/8/2007 21:03
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Ize
 

Nivaldo seu poema é lindo!!! Com ele a gente viaja do gozo à ternura sensitivamente e o resultado é um preenchimento de amor danado de bom.
Parabéns
Adorei!!! Volto pra votar

Ize · Rio de Janeiro, RJ 29/8/2007 00:15
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Humberto Firmo
 

"Sensual como o espirito, ou como o verbo encarnado"
muito bom.

Humberto Firmo · Brasília, DF 29/8/2007 07:34
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
FILIPE MAMEDE
 

A começar pela fotografia: Metafórica
Fica até difícil um comentário, fui arrebatado pelo poeta; estou estupefato... que poesia! Versos pouco ponderados pra falar de amor. Goste demais; lascivo, libidinoso, lírico...sensual e tântrico. O teu eu-lírico fez muito bem em não dormir nesta noite.

Um abraço.

FILIPE MAMEDE · Natal, RN 29/8/2007 09:22
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Cida Almeida
 

Nivaldo, meu caro, a sua poesia é um fruto de sabor inesquecível. É inebriante, imprime memórias delicadas na nossa alma. E isso me faz lembrar Álvaro de Campos: "Não sei se leio ou vivo". E neste poema você é digno de todos os louvores, não deixando a menor dúvida de toda a sua maestria de escritor e poeta ao passar pela prova de fogo de narrar uma cena de sexo. Leio o seu poema como o divino erotismo da escrita, o prazer supremo da criação poética - nem por isso menos sofrido - , a apologia da conquista da palavra que vestirá a imagem, o sentimento do mundo e mundano do poeta. Gosto imensamente de tocar a pele macia e sedutora da sua poesia. E gostei imensamente da imagem (prazerosa e aflitiva) que escolheu para dialogar com o poema.

Abração!

Cida Almeida · Goiânia, GO 29/8/2007 09:45
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Adriana Costa
 

Caro, Nivaldo
... estou em êxtase com tanta beleza e erotismo! A delicada luta de corpos amantes em que a amada é descrita como uma orquídea rara...! As imagens, o desejo, a paixão, o depois... poema perfeito!
Reverências!
Beijos e flores pra você sempre @>--

Adriana Costa · Brasília, DF 29/8/2007 11:08
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Nivaldo Lemos
 

Queridos amigos,
antes de tudo quero dar um beijo carinhoso na alma de cada um e dizer que fiquei muito feliz pelos comentários. Agora a cada um em especial:

Saramar: já lhe agradeci, mas quero reafirmar que seus comentários são sempre muito importantes, pelo desprendimento de me ler, querida poeta. Obrigado.

Betha: também a você renovo meu agradecimento, poeta e mestra, dona das palavras exatas e tão atenta às coisas do mundo, mesmo na pequena Carnaíba que sequer conheço. Obrigado.

Minha querida Cris: você tem razão, adoro o corpo e a alma da mulher e neles brinco de poesia para que permaneçam vivos em mim enquanto eu viva. Vocês são lindas, a forma mais próxima do que imagino Deus e, por isso, morada primeira da poesia e da imaginação. Um beijo e obrigado.

Cíntia, minha poeta querida: muito obrigado por suas palavras, você sabe o quanto eu as cosidero, especialmente por achá-la uma poeta maravilhosa. Beijos.

Benny, meu amigo: obrigado, mas curvar-se a mim? Não, você é que é o artista, artífice das palavras e dos sentimentos e, portanto, eu que a você me curvo humilde e grato. Um abraço.

Adroaldo, meu amigo: é no descanso dos deuses que o poeta trava suas batalhas que - você sabe - são sempre árduas em busca da palavra exata, para expressar com beleza o sentimento, a invenção do belo. Seu comentário me enleva e me engrandece. Obrigado. E, quanto a suas observações, ambas estão corretas e já corrigi. Agradeço, desculpando-me. É o típico caso do ditado "em casa de ferreiro, espeto de pau", pois, veja você, sou também revisor. Por isso, muito obrigado mesmo.

Baduh, amigo: como já lhe disse no Perfil, você foi na mosca e deixou o poeta nu sobre o dorso bravio da palavra. Para mim, de fato, vocábulos são corcéis selvagens que nos levam ao infinito, se logramos domá-los. Ou ao inferno, quando nos jogam ao chão. Esse é o sentido da luta. Obrigadão, amigo.

Marluce, poeta apaixonada por Deus: obrigado por suas palavras gentis. E pergunto: como pode num lugar tão pequeno como Carnaíba nascer duas mulheres tão especiais pelo gosto da palavra, como você e Bertha? Beijo em sua alma.

Ize, minha querida mestra: de você elogio é caminho para o paraíso, pois em seu domínio - o da escrita - serei sempre aprediz, e feliz por assim sê-lo. Obrigado por ter gostado. Um beijão no coração.

Humberto, meu amigo: muito obrigado pelas palavras e por ter gostado. Um abração.

Filipe, meu querido repórter potiguar: fico muito feliz por suas palavras, nas quais sempre bebo conhecimentos e histórias dessa terra que tanto amo. Obrigado, amigo.

Cida, minha querida: o que posso dizer com tamanhos elogios de alguém que me dá tanta alegria ler? Seu comentário fez da minha alma quintal de frutos e sabores que você tão bem fotografa e descreve. Obrigado, mesmo. Bjs.

Adriana, minha bela poeta das flores: obrigado pela gentileza de suas palavras, as quais tanto admiro quando se debruçam nos versos sobre o mar de Iracema que você canta tão bem, e encanta também. Muito obrigado. Um beijão e flores pra você também.

Nivaldo Lemos · Rio de Janeiro, RJ 29/8/2007 11:31
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Nivaldo Lemos
 

Um registro justo:

sei que não é necessário, mas por questão de justiça devo dizer que o nome do poema foi tirado do estranho mas interessante site http://einmalistkeinmal.blogger.com.br, de Daniel Alves, a quem não conheço, mas muito agradeço a inspiração salvadora.

Nivaldo Lemos · Rio de Janeiro, RJ 29/8/2007 11:49
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Renato Torres
 

nivaldo,

muito bonito! me agrada deveras um poema erótico que saiba articular imagens poderosas em metáforas intensas. vais achar engraçado, mas andava pensando em postar dois poemas eróticos que fiz aqui no overmundo!... e agora me deparo com este teu dentro da noite insone, onde, estranhamente, me reconheci n'algum nível misterioso de irmandade poética (será o tal inconsciente coletivo?) contigo. bravo!

abraços,

r

Renato Torres · Belém, PA 29/8/2007 18:00
sua opinião: subir
Nivaldo Lemos
 

Renato,

obrigado, amigo.

Um abraço

Nivaldo Lemos · Rio de Janeiro, RJ 29/8/2007 18:02
sua opinião: subir
Francinne Amarante
 

mas, menino!

esse poema tá vivo! delirante! gostei muito.
parabéns!
abraços

Francinne Amarante · Brasília, DF 29/8/2007 22:44
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Nivaldo Lemos
 

Obrigado, Francinne,
fico muito feliz de que você tenha gostado.
Um abraço.

Nivaldo Lemos · Rio de Janeiro, RJ 30/8/2007 10:35
sua opinião: subir
CCorrales
 

Primeira a votar.... deixo para comentar depois, pois agora estou correndo no trabalho. Abs

CCorrales · São Paulo, SP 30/8/2007 17:08
sua opinião: subir
Nivaldo Lemos
 

Obrigado, Cíntia.
Bjs.

Nivaldo Lemos · Rio de Janeiro, RJ 30/8/2007 17:10
sua opinião: subir
Levi Orlando
 

Foi um prazer fruir desse bela narrativa do carnal encontro. Há musica, ritmo e uma feliz associação entre forma e conteúdo, no poema.
Um abraço.

Levi Orlando · Porto Alegre, RS 30/8/2007 18:31
sua opinião: subir
Letícia Carpe
 

Muito bonito!Parabéns!
abs

Letícia Carpe · São Paulo, SP 1/9/2007 16:10
sua opinião: subir
Nivaldo Lemos
 

Levi e Letícia,
muito obrigado.
Abraços.

Nivaldo Lemos · Rio de Janeiro, RJ 3/9/2007 11:19
sua opinião: subir
Natacha Maranhão
 

lindo, nivaldo, lindo, lindo!

Natacha Maranhão · Teresina, PI 4/9/2007 09:17
sua opinião: subir
Nivaldo Lemos
 

Natacha, minha querida conterrânea,
obrigado por seu comentário, tão gentil.
Bjs.

Nivaldo Lemos · Rio de Janeiro, RJ 4/9/2007 10:16
sua opinião: subir
carlos magno
 

Puxa? Que beleza de poema exelente, amigo Nivaldo. Isso realmente é um verdadeiro show de poesia. Meus sinceros aplausos e abraços.
Carlos Magno.

carlos magno · Rio de Janeiro, RJ 5/9/2007 01:47
sua opinião: subir
Cintia Thome
 

Estou aqui tentando resgatar a minha falta de atenção, votei , pois perco-me neste Over Nivaldo e hoje tirei o dia para ler /reler o que gosto...
e assim estou...votado. Desculpe , ok?
Um grande abraço.

Cintia Thome · São Paulo, SP 2/10/2007 16:40
sua opinião: subir
ana_isabelle
 

oi, Nivaldo.
estou em descoberta no overmundo e ando imensamente alegre com tantos encontros profundos de belos textos.
o seu chega a transbordar vida, ultrapassou as palavras e está para mim no âmbito das sensações. você foi estupendo!!
parabéns!!!
e, repito, que alegria encontrar o overmundo, hehehe.
abraço!!

ana_isabelle · Fortaleza, CE 19/10/2007 05:55
sua opinião: subir
Nivaldo Lemos
 

Ana Isabelle,
obrigado pela gentileza de seu comentário. Fique muito feliz de que tenha gostado do meu poeminha. O Overmundo é, realmente, um mundo de descobertas. Obrigado. Bjs.

Nivaldo Lemos · Rio de Janeiro, RJ 19/10/2007 11:04
sua opinião: subir
Cláudia Campello
 

Delicia te ler.
mto!

bjs♥;;

Cláudia Campello · Várzea Grande, MT 1/7/2009 15:00
sua opinião: subir
Nivaldo Lemos
 

Obrigado, Cláudia.
Que bom receber este seu comentário depois de tanto tempo de publicação do poema. Valeu mesmo.
Bjs

Nivaldo Lemos · Rio de Janeiro, RJ 1/7/2009 15:43
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

baixar
doc, 20 Kb

veja também

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados