Desobediente - Eduvaldo Costa Jr.

1
edujr · Mineiros do Tietê, SP
6/3/2007 · 69 · 3
 

Desobediência


Quero retratar a loucura, nos seus pequenos detalhes imperceptíveis de pura genialidade;
Quero arregaçar as mangas e digitar palavras sem encadeamento lógico, conexão emocional: os patos! O lago voou...
Quero me entregar aos prazeres inaudíveis e secretos;
Quero reduzir o proibido à mera negação da própria vontade,
Indesejável negação da vontade própria...
Até onde a conveniência social deve invadir os muros de minha casa?
É difícil guardar segredos num mundo onde tantos querem saber tão pouco...

Quero ser um guarda do vaticano quando crescer,
Só pra vestir aquelas roupas incríveis...
E só trabalhar de verdade na morte do Papa...
Quero brincar com os filhos das montanhas que cutucam as costas de Atlas;
Quero rodar com você, quero dançar com você...
Logo eu e minha teoria da dança...
Dane-se!
Quero ensinar os macacos a dançar!!!
E ouvir uma canção bonita olhando pro entardecer...
Uma retirada do Jesus Cristo Superstar...
Seu colo... a grama... sua face... as nuvens...
Um carinho leve no braço...

Quero levantar acampamento enquanto todos dormem e perder-me nos caminhos da vida...
Levando talvez uma vergonha que me impeça de voltar...
Quem nunca pensou em deixar tudo?
E quando o tudo se confunde com o nada?
Alguém já pensou em se tornar companheiro inseparável do nada?
Existem coisas que não consigo entender...

Não consigo entender muito bem a disposição linear de coisas no espaço;
Não consigo entender a matemática avançada das coisas...
Para que saber resultados?
Os fatos simplesmente acontecem segundo uma dinâmica que não é pra ser conhecida...

Só gosto de astrônomos por que eles também gostam de ver estrelas...
Os segredos do universo, eles me fascinam...
Mas há segredo que me fascine mais que o da beleza do céu de outono?.
Mal consigo saber o que é segredo mesmo em mim...

A devassa prometida veio de modo efetivo;
Tudo que era cercado, ficou exposto...
Ela viu meu corpo nu... sem roupas, sem máscaras, sem medos...
Ela viu meu corpo,
Ela viu meu...
Ela viu
Ela
E me acalentou enlaçado nos seus braços...
E onde tudo é deleite, o sonho deita e rola,

O sonho de escrever algo que importe realmente pra alguém... um manual de instruções!
“1 – Ligue o aparelho na tomada 110V através do único cabo do ventilador e gire o botão indicado pela seta até conseguir a velocidade de rotação desejada.
Não pare a pá do ventilador com a língua!! E... não dá pra apertar botão com a língua, o botão é de girar...”
É melhor parar, que isso é ridículo!
Realmente, é tarefa exaustiva fazer arte com ventiladores...
Por isso, odeio ventiladores!

Como é que serão os homens que fabricam ventiladores?
Terão eles alguma preocupação com a linguagem do manual?
Homens que fabricam ventiladores se importam com termômetros...
Como podem os ventiladores ser boa coisa? Eles consomem meus cigarros...
Não dá tempo nem de o esquecer no cinzeiro..... acabou-se o cigarro...
Ouça o que eu digo: coisas que consomem cigarros e são fabricadas por homens que se importam com termômetros não podem ser boa coisa...

Mas gosto do vento...
O vento que arrasta as folhas secas,
O vento que me acordou numa manhã de domingo...
O vento que mexe nas coisas sem pedir licença...
O vento mal educado que despenteia o cabelo das pessoas...
O vento leve que surpreende meu rosto a sorrir pra você...

Quanta viagem não se pode fazer ao abandonarmos aquela lógica chata
E começarmos a deixar as coisas todas ganharem vida, trazendo e levando, sorrisos e lágrimas, como faz o vento... sem obedecer a ninguém.


This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 2.5 License

compartilhe



informações

Autoria
COSTA JR., Eduvaldo José.
Downloads
353 downloads

comentários feed

+ comentar
Pedro Vianna
 

Edu, grande texto. Me agrada tua escrita espontânea, desapegada de formulas conhecidas. Me lembra o exercício de escrita automática que era proposto pelos surrealistas. Não perca esse ritmo. Parabéns...

Pedro Vianna · Belém, PA 6/3/2007 17:23
4 pessoas acharam útil · sua opinião: subir
Celio Soares Jr
 

Edu, gostei muito do texto... total Desobediência.... abraços

Celio Soares Jr · Pelotas, RS 6/3/2007 22:50
2 pessoas acharam útil · sua opinião: subir
edujr
 

então... pedro, agora que vc disse, acho que tem razão... mas, no momento da criação... nada disso eu intuía... o surrealismo está presente... deleito-me com sua presença, mas não foi meu convidado...rs... vlw... abraços... e obrigado.

edujr · Mineiros do Tietê, SP 7/3/2007 21:12
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados