Despreparo em Desespero.

1
AbraAo · Rio Branco, AC
28/6/2008 · 123 · 36
 


Você lambuzada de caudalosa frieza sabor baunilha
faz escorrer pelo canto desta sua boca de fome, a mulher que trafega por trás do outro lado dos seus olhos azuis disfarçados em famintas frases vorazes com que você me alicia, e permeia as minhas virilhas escorrendo liquida e sedosa por sobre as
pontas dos meus dedos cobiçadores.
Somos dois segredos escancarados em palavras ancoradas no invisível a olhos nus.
Você me despe, tece um rosário, Hare-mantras e outras cismas, eu cismo por outros caminhos e sigo, meus terrenos sofrem outros sismos, deixando você com seu siso quase me rasgar num esgar de dúvida com um sorriso absolutamente impreciso.
Você me levou com lábia de loba erotizada até NY e me fez sentir intimidades suas como nossas, e eu tive vontade de dizer, “Eu quero ter esse seu ele em você, mesmo que eu me deixe sodomizar também. Eu quero rumar sem cartas náuticas, sem bússolas, nada, a não ser meu ser te seguindo nas estrelas em céus de papel em que rabisco solidão e fúria até naufragar incertezas, e te ver serpente contornando meus enredos com essa sua língua de veneno navegante, não letal, e toda viciante tal qual sereia desertora do séqüito de Netuno, me levando à loucura de um Ulisses vacilante”.
Porém, guardo tudo mostrando nos meus surgimentos repentinos, quando atino, minha menina, que lá no cume da tua retina, em meandros e fragmentos, inventamos uma nossa nova história. Quero essa sem perdas nem glórias, apenas nós dois nos refazendo do passado que dentre nós nunca vivemos.
E agora, isso. Essa vontade louca da tua boca ao dente, me seduzindo com natureza “caliente” com cenas apaixonantes de entregas e tesão, e de isolamentos voluntários.

Eu paro, morro Páris, sofro Príamo, piro depois, e o teu respiro vem e me traz de volta para fora do Apolo que eu nunca soube ser.
O meu amor se travestiu de minha menina, atina, eu quero colo, logo, agora, acredite, sem logos, tudo Eros, sem Cronos. Eu quero todo o teu colo de Afrodite aquecendo todos os meus poros, abrindo meus olhos, entorpecendo e distorcendo meus sentidos. Acredite.
Corra e me socorra. O desespero bate outra pancada pontiaguda na porta em que você muda me acena em sinas e sinais, e se muda reclusa, até quando mais?



Abra Ao, junho de 2008.

compartilhe



informações

Autoria
Gostaria que meus amigos-leitores-escritores, deixassem aqui como comentários, apenas suas críticas ou o que sentiram do texto, e quanto ao voto poderia não ser aberto.
Fazendo eco às palavras de Compulsão Diária e FlaM.
Obrigado.
Downloads
338 downloads

comentários feed

+ comentar
FlaM
 

Abraão, belíssima a tua prosa erótica poética galopante. Cavalguei-a avidamente por todas linhas e curvas. Ritmo alucinante. Palavras saborosas, frases envolventes expressam sensualmente um movimento compassado que evoca erotismo permanentemente. E sem vulgaridade nem chavões - rompendo, de quebra, com moralismos e estereótipos sobre papéis sexuais e essencialismos acerca do que venha a ser "erotismo masculino" ou "erotimo feminino". Gostei muito!
abç, Flávia

FlaM · Florianópolis, SC 26/6/2008 00:49
sua opinião: subir
FlaM
 

Ah!
(quem dera um dia um homem escrevesse assim para mim!)
aff...

FlaM · Florianópolis, SC 26/6/2008 00:58
sua opinião: subir
Compulsão Diária
 

Abrãao, sem mitologia seríamos todos mudos.
Viva Príamo, resgatado poeta! E sofre?
Eu,depois dessa prosa tão bem escrita poesia?
Ah, Abrãao, eu estaria no topo da montanha brincando na chuva, dançando no escuro, morrendo em Veneza pelo prazer da cena pra depois renascer deusa - Vênus das Peles, por exemplo.
Abrãao, não pira! rsrs. Viva!

Compulsão Diária · São Paulo, SP 26/6/2008 05:49
sua opinião: subir
Compulsão Diária
 

Gorgeous, dá licença!
Mas, vou copiar e colar

Ah!
(quem dera um dia um homem escrevesse assim para mim!)
aff...

Compulsão Diária · São Paulo, SP 26/6/2008 05:56
sua opinião: subir
Regina Luna
 

AbraAo (?),
Já sabias que tua loucura provoca calafrios e deseperta suspiros quentes entre nós, que somos assim, tão... mulheres?
Um texto com ritmo perfeito (exatamente o ritmo que desejamos) e todos os quereres insinuados e toques não consumados que fazem a lava escaldante queimar a terra em erupção. (há que existir um mar mais adiante, onde possamos, nós todas, esfriar o corpo...rsrs)
Dominas as palavras com maestria. Ou seja: sabes bem o que fazer com elas, sem dúvida...
Beijos.

Regina Luna · Fortaleza, CE 26/6/2008 11:42
sua opinião: subir
AbraAo
 

Flávia é feminino do nome de um menino de olhos verdes vacilantes como bote à deriva que um dia eu vi naufragar em despreparo para o desespero. Eu guardei o nome e algumas horas não contadas registradas como eternas na minha memória mortal.
Sei do sexo que pode ser feito e dito em curvas deslizantes no jorro das sensações, e acho caduco usar chavões para separar em tabu muitos todos os nomes que há nos prazeres de seres entre seres.
Obrigado por ter vindo, por seu dizer construtivo, gosto muito do que você tem a me dizer também.
E te parafraseando - que coisa de que muito gosto de fazer - eu digo,
Ah,
(se um dia uma mulher escrevesse assim para mim!)
Aff... rssssssssssssssss
Um abraço,

AbraAo · Rio Branco, AC 26/6/2008 14:33
sua opinião: subir
AbraAo
 

Bea,

Muito obrigado, mas o que você quer dizer com não pire?

Príamo sofreu sim, ainda mais poeta em língua mitológica, mesmo que para mim ele tenha aparecido em história de Rei.
Dançando na chuva, pra mim? As Peles das deusas mortas em cenas sob o céu de Veneza quase te vestem em egípcio cetim.
ai de mim, que sou assim, um tonto.rssssssssssssssss
beijos.

AbraAo · Rio Branco, AC 26/6/2008 14:38
sua opinião: subir
AbraAo
 

Regina,

Maestria é saber se aquecer nas minhas emoções que faço tuas, e vir aqui e me dizer como é a sensação catalizada do que sei de mulher em mim.
Obrigado por ter vindo, beijos e boa tarde.

AbraAo · Rio Branco, AC 26/6/2008 14:41
sua opinião: subir
Compulsão Diária
 

Abrãao, perdoa. É que misturei o personagem. Na loucura que o texto porvoca cada um, cada qual. Tem toda razão.

Dançar pra você? Claro que sim, seria um prazer! Imagine!

Mas, vc levou pro lado do politicamente correto minha licença poética.

A Vênus das Peles é personagem interessante pra mim por motivos vários.

Mas, olha: eu estaria feliz por ter escrito um texto assim. Fazendo festa. O que já não é meu caso hoje. Meu Adágio é mesmo frágil.

Melhor assim, Compulsão, não pira! Tá bom?!::)

Amigos? Adorei o texto!

mille baci.

Compulsão Diária · São Paulo, SP 26/6/2008 15:22
sua opinião: subir
Compulsão Diária
 

* provoca.

Compulsão Diária · São Paulo, SP 26/6/2008 15:23
sua opinião: subir
AbraAo
 

Bea,

pedoar o quê?rssssssssssssss
Mas está bem toda perdoada dentro da nossa licença poética que a tudo nos provoca, feito rio em época de estio ou de pororoca.

Beijos.

AbraAo · Rio Branco, AC 26/6/2008 17:34
sua opinião: subir
Branca Pires
 

AbraAo, mas que linda inspiração "lambuzada"!
Poetica e mitológicamente, perfeita! As deusas saem por ai extasiadas. Pedindo licença aos 'mortais' desejos... Ufa!
beijos

Branca Pires · Aracaju, SE 27/6/2008 01:24
sua opinião: subir
AbraAo
 

Branca,

Espero que sejam atendidas no quesito desejo.rssssssssssssss
Os mortais são muito suscetíveis poeticamente falando.rssssssssssss

beijo e obrigado por ter vindo

AbraAo · Rio Branco, AC 27/6/2008 08:49
sua opinião: subir
Compulsão Diária
 

Abraão, que maravilla!
Tengo miedo a perder la maravilla
de tus ojos de estatua, y el acento
que de noche me pone en la mejilla
la solitaria rosa de tu aliento.
Garcia Lorca . Tengo Miedo A Perder La Maravilla

Compulsão Diária · São Paulo, SP 27/6/2008 23:53
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
celina vasques
 

Maravilhoso!@

votando e deixando meu carinho

beijos

celina vasques · Manaus, AM 28/6/2008 00:05
sua opinião: subir
alcanu
 

Um perfeito controle das mitologias enriquece sobremaneira esse texto, um domínio aliado a uma sensualidade agressiva o torna atraente de ser lido, plasticamente ele soa bem, é vigoroso, num constante crescendo e riqueza de citações e excitações !
Ainda bem que nenhum homem escreve assim pra mim !
Um abraço !

alcanu · São Paulo, SP 28/6/2008 00:17
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
AbraAo
 

Bea, Donna Diária Compulsão Mia,

Que Maravilha!
Adoro o Lorca, mas essa eu não conhecia, e que prazer,
parafreseando o livro sagrado, *Que santo me sinto em sentir tanta Maravilha feita em mim.


(*acho que é de um salmo bíblico ou de uma oração:
O Senhor fez em mim Maravilhas, Santo é o Seu Nome
).

Obrigado e um beijo.

AbraAo · Rio Branco, AC 28/6/2008 00:41
sua opinião: subir
AbraAo
 

Celina, obrigado.

AbraAo · Rio Branco, AC 28/6/2008 00:42
sua opinião: subir
AbraAo
 

Alcanu,

Parece crítico literário falando.
Isso não é uma crítica ao seu comentário, é mais uma mistura de lisonja, e falta de ráplicamesmo.rsssssssss
Que bom que sentiu isso tudo.
E ó, deixa disso, soa homofóbico,rsssss depois de tanta "Biodanza", relaxa e inverte o gênero, como eu fiz, parafreseando a FlaM e a Compulsão, "Ah, se uma mulher escrevesse assim pra mim!"rssss
embora eu tenha corrido o risco de equivocada interpretação da sua frase final, aí, desculpa logo, então.rs
Um abraço e obrigado por ter vindo.

AbraAo · Rio Branco, AC 28/6/2008 00:48
sua opinião: subir
FlaM
 

Gostei da solução final, Abraão. Muito bom! Abraço, Flávia.
(afinal o que é um homem? o que é uma mulher?)

FlaM · Florianópolis, SC 28/6/2008 02:40
sua opinião: subir
AbraAo
 

FlaM,

Não fosse você a me questionar sentidos...
Vê, como quando sinto, também sei dar ouvidos?
Quando os mortais surgiram na terra, eram seres duplos, andrógenos, mais tarde veio a ganância, como castigo foram separados, e alguns tornaram-se Hemafroditas.
Nos tempos modernos de hoje, com todos esses clichês, tabus e outros bichos, alguns se mantêm reprimidos, intactos e a salvo(?), outros assumem riscos.
Acho que ainda hoje há resquícios longíquos dessa androgênia.
Em "Super-Homem, A Canção" o Gil revela sua "porção mulher que até então se resguardara, é a porção melhor que trago em mim agora, é o que me faz viver."

Obrigado pela volta, volte sempre, um beijo.

AbraAo · Rio Branco, AC 28/6/2008 03:04
sua opinião: subir
AbraAo
 

Hermafroditas, é o certo, né?rs

AbraAo · Rio Branco, AC 28/6/2008 03:05
sua opinião: subir
Cristiano Melo
 

Abraão e sua narrativa descritiva...Muito bem escrito e com um conteúdo convite a reflexões... Denso, seu texto pode ser interpretado de diversas maneiras, muito presente em seus trabalhos, rico em informações e metáforas, traz sua alma em letras.
Parabéns meu caro
pode escrever que votei?
abção

Cristiano Melo · Brasília, DF 28/6/2008 09:20
sua opinião: subir
Renato de Mattos Motta
 

Gostei do teu texto
um momento erótico-poetico
com tons míticos.
Gostei e o que gosto
tem meu voto!

Te convido a fazer uma visita aqui e ver o primeir poema que posto aqui:
http://www.overmundo.com.br/banco/a-flor-e-o-asfalto
Se gostar, vota e comenta
se não gostar, comenta ou não.
Abraço!

Renato de Mattos Motta · Porto Alegre, RS 28/6/2008 11:23
sua opinião: subir
AbraAo
 

Cristiano,

Que prazer ter você aqui me dizendo.
Além de outras afinidades eu e a Bea tivemos você como nosso
primeiro amigo aqui no over, então eu vou repetir o que a Intrometida te respondeu lá nos comments dela, "Você pode porque você é Cristian o" e eu copmplemento, "Nosso primeiro amigão aqui dentro", sempre apoiando, mudando a foto, botando apelidos..rsssssssssss mas sempre dando a sua opinião, que é o que realmente conta, mais que "votos", mas obrigado por eles também.rssssss
Um abração.

AbraAo · Rio Branco, AC 29/6/2008 01:08
sua opinião: subir
AbraAo
 

Renato, boa noite,
Obrigado por ter vindo e por sua opinião.
Obrigado pelo voto e pelo convite, quando sair daqui, passo lá.
Um abraço.

AbraAo · Rio Branco, AC 29/6/2008 01:09
sua opinião: subir
FlaM
 

É, Abrao tem tb aquela, belíssima: cada um sabe a dor e a delícia de ser o que é. Eu particularmente ando de mal com a minha porção homem, de tão incompetente que é! Acho que a minha melhor porção é a mesma do Gil: porção mulher! Hehe!
Abç, Flávia (aqui só para mstrar que li sua resposta, obrigada)

FlaM · Florianópolis, SC 29/6/2008 02:25
sua opinião: subir
Benny Franklin
 

Salve, Abraão!

Sempre é um prazer - como nessa manhã de belo domingo - ler teus escritos.

Este é perfeito.

Abçs.

Benny Franklin · Belém, PA 29/6/2008 08:57
sua opinião: subir
Peterso Rissatti
 

AbrAo,

Prosa poética na ponta dos dedos, lambuzados de um desespero lancinante. Às vezes enlameado, às vezes adocicado, mas sempre poético. Parabéns por tanto tesão na escrita.

Peterso Rissatti · São Paulo, SP 29/6/2008 18:17
sua opinião: subir
AbraAo
 

FlaM,

Pelo andar da carruagem eu estou já quase abedicando da minha porção mulher.rssssssssssss
Desencontros, né...? Fazer o quê?
Talvez prestar atenção mais em Lorca, que por si só já era uma Maravilla!
Beijo. Mas não não fica de mal com a tua porção homem por muito tempo não, um dia ele pode vir a ser útil, nunca se sabe, a vida é tão cheia de caminhos e encontros e caminhos e desencontros...rssss

AbraAo · Rio Branco, AC 29/6/2008 19:29
sua opinião: subir
AbraAo
 

Salve Benny Franklin,

Sim, num bom domingo é sempre bemvida uma boa leitura, ainda dá tempo de ter como lhe retirbuir a visita lá no seu post, que pelo título e do que se trata, deixei para estar mais relaxa, longe de alguns atritos, e poder melhor absorver o que de terno em verve dura você terá dessa vez a me dizer.
Obrigado por ter vindo, um abraço, e até mais logo ver.

AbraAo · Rio Branco, AC 29/6/2008 19:32
sua opinião: subir
AbraAo
 

Benny, é "relaxado"

AbraAo · Rio Branco, AC 29/6/2008 19:33
sua opinião: subir
AbraAo
 

Peterso,

Eu com tesão quase mexicana e você com a sua visão de mundo real absolutamente ficcionada, nos deixando soltos dentro do que você descreve e suspensos sobre qualquer uma de nossas urbanas "Encruzilhadas" onde vemos muitos garotos que nunca choram.
Obrigado por ter vindo, um abraço.

AbraAo · Rio Branco, AC 29/6/2008 19:36
sua opinião: subir
AbraAo
 

Peterso, eu deveria ter linkado tudo, né, assim aguçava a curiosidade dos visitantes, me desculpe. Mas como não gosto deste tipo de marketing, eu poderia ao menos ter grifado em negrito, e aqui um outro pedido de desculpas, sou meio lerdo para essas coisas e às vezes me passa, simplesmente.
Outro abraço, e ainda tem coisas boas que já vi por lá, você manda ver, rapaz!

AbraAo · Rio Branco, AC 29/6/2008 19:39
sua opinião: subir
Beto Mathos
 

Quente!
Quente, bem escrito, bem definido, bem finalizado.
Grande texto!

Beto Mathos · Vitória, ES 30/6/2008 19:35
sua opinião: subir
silviaraujomotta
 

Quanta verdade li nestas entrelinhas poéticas...
Parabéns pelo seu amor, pelo seu texto, pelo seu espelho...
VOTO CERTO,
Sílvia

silviaraujomotta · Belo Horizonte, MG 3/7/2008 09:30
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

baixar
pdf, 3 Kb

veja também

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados