Dos céus e infernos do amor...

1
Raiblue · Salvador, BA
17/10/2008 · 203 · 57
 

"A estrada do amor, a gente já está mesmo nela, desde que não perguntem por direção nem destino. E a casa do amor -em cuja porta não se chama e não se espera- fica um pouco mais adiante."
(João Guimarães Rosa)


O amor é um cão dos diabos, já dizia Bukowski.
Mas eu, entregue aos meus desejos, e na certeza de ser uma boa domadora de cães, resolvi conhecê-lo mais a fundo, num fim de tarde de um inverno gelado. Seria nosso primeiro encontro em minha casa, e isto era algo muito íntimo, quase como estar nu diante do outro. Será que ele me comeria até as vísceras ou eu seria mais rápida?

A nossa casa é o nosso corpo, e dentro dela está nossa alma. Cada detalhe revela um segredo, cada objeto uma história, e em tudo há perfumes e venenos que ficam impregnados no ambiente, como se ele fosse nossa epiderme, e é. Na casa está o nosso cheiro. Ela, também, tem poros, respira, transpira, aquece e esfria, conforme o nosso estado de espírito. E eu estava muito quente, apesar do frio lá fora. Teria que cuidar do espelho que atravessava a parede de ponta a ponta, a fim de que ele não percebesse o vapor embaçando tudo, para que não notasse minha ebulição! A casa também parecia ferver!

Tudo cheirava à ansiedade misturada a uma doce essência feminina, que brotava naturalmente do meu corpo. Gosto dos cheiros naturais, inundam os sentidos...Os franceses que me perdoem, mas hoje quero estar molhada de suor e da saliva dele, quero que minha pele desperte seu faro e sua fera, que ele chegue como um cão sem dono, e, aos poucos, se entregue ao álcool do meu corpo! Todos nós somos selvagens por natureza, não adianta disfarçar. Uns são mais domáveis que outros. E quanto mais apaixonados, mais famintos, mais vontade de devorar o objeto de desejo. A paixão é um bicho insaciável e feroz! Quem nunca foi atacado por ela, não sabe o que é essa mistura de dor e prazer, essa dor que desatina sem doer. Camões já sabia disso faz tempo, aliás, essa história é bem antiga...

Sim, falo de paixão, quando cito o amor, pois, em mim, o amor sempre a contém.O inverso nem sempre acontece. Gosto dos dois jeitos, deve ser esse meu lado instintivo que gosta de tudo que sangra, que lateja e explode feito um coágulo, manchando o céu de vermelho!!O amor é esse coágulo em néon a sangrar a noite!

Doce céu que nos protegeria ou o cão dos diabos que nos devoraria?

De repente, observando meu aquário, pensei que deveria ter nascido peixe, pois adoro água e profundidades, e o peixe parece menos selvagem. Talvez conseguisse ser mais zen diante da expectativa do primeiro encontro íntimo, quiçá, afinal, já viveria mesmo no fundo...

O que seria a intimidade, senão esse penetrar nas profundezas do outro que, muitas vezes, nem ele mesmo teve coragem de mergulhar? Mas como bons cães que somos, chegaremos devassando tudo, lambendo as sujeiras, as feridas, até cicatrizar as dores ou rasgar novas camadas da carne. É uma outra forma de penetrar as profundezas, os nossos infernos latejantes!

Agora, estava ali, como num doce inferno, só caberia a ele saber nadar entre as minhas correntezas de fogo, enfrentar as turbulências dos vulcões femininos e aproveitar o meu secreto delta de vênus, de onde as lavas escorreriam quentes e tranqüilas, depois da erupção ou, então, seria engolido de uma só vez pelos meus lábios carnudos que beberiam todo o caldo desse delicioso osso do nosso escaldado de carne vermelha!!

Olhei as horas no relógio digital do aparelho de dvd, que já estava preparado para o seu papel naquela grande cena: rolar um filme francês ou inglês, porque nessas horas, nada melhor que a intensidade e a liberdade das produções européias. Escolhi o filme ‘9 canções’, um filme poético e extremamente excitante! Não tinha muita certeza se chegaríamos à última canção, talvez não passássemos da quarta, mas com certeza criaríamos nossa própria melodia, que embalaria nossos corpos, entrelaçados sobre o tapete especialmente preparado para aquele contato, para aquele filme explícito, numa noite invernal, mais para infernal... O tapete até parecia arrepiar, com meus pensamentos, ele me conhecia bem...

A campainha tocou pontualmente às dezessete horas. Era ele, senti seu cheiro, antes mesmo de abrir a porta. No cio, farejamos o amor a quilômetros...Sabia do perigo daquele momento, quando girasse a chave e destrancasse a porta, toda minha vida mudaria. Quando alguém penetra nossa intimidade, não somos mais os mesmos. Os cheiros misturam-se, as vidas também, afinal somos rios, temos a mesma viscosidade, não temos como destilar o que é permeável...

Poderia recuar e não abrir a porta, fazer de conta que não estava e ponto. Por um segundo vacilei, mas olhando ao redor, todos os objetos torciam pelo encontro, havia em cada canto um sorriso lascivo,
não havia como recuar ao impulso das coisas que me cercavam...

Então, segui os sinais com todos os seus perigos, pois viver é mesmo perigoso...

Abri a porta, e começou a grande aventura no escuro!

Lembrei-me imediatamente de Guimarães:

“Tem horas em que penso que a gente carecia, de repente, de acordar de alguma espécie de encanto. As pessoas, e as coisas não são de verdade!"

Era assim que eu me sentia! Num reino, no qual a gente nunca sabe onde o vento vai acabar... Deixei-me ser soprada pelo seu beijo delicioso de vinho antigo, misturado ao leve gosto de sangue do desejo escorrendo pelas mandíbulas, até nos tornarmos uma só carne, e lambermos os beiços satisfeitos
de prazer!

O abajur sorriu, seu feixe de luz tornou-se um relâmpago e um furacão derrubou a casa azul, nos lançou nas ruas, e o vermelho se derramou no asfalto, o amor abstrato tornou-se concreto e fomos lambendo cada gota desse veneno e antídoto...
O amor acontece no esque(cimento), quando menos esperamos, e nos lugares mais improváveis...

Não seriam mais necessárias as chaves, pois não havia mais portas, somente estradas e a maçã mordida purpurinando na cabeceira do amor...

O cão teria sido finalmente domado ou me mastigaria até os ossos?


(Raiblue)


Sobre a obra

Lendo "O amor é um cão dos diabos", de Charles Bukowski...

Licor e veneno
Samba rock
Gelo e vapor
Espelho, máscara
Contradição
E verdade
Estampada
Na cara
Bendita fera
Maldito anjo
Amor é tanto...

(Raiblue)

compartilhe



informações

Autoria
Raiblue
Ficha técnica
Conto:Dos céus e infernos do amor...
Imagem:Flickr
Downloads
381 downloads

comentários feed

+ comentar
Cristiano Melo
 

Ufa!
Que conto inquietante.
Blue, num momento de espera, as suas reflexões tão pesoais, deixam a gente sem fôlego... Quer dizer, a mim, que fiquei impressionado com tudo. Carne, cães, sangue, inverno-inferno, contrapontos crus e metáforas literais, compõe sua estória pré-amor, meio a paixão que pode devorar e ser devorada.
Ufa!
Meus parabéns, Blue, adorei!
beijos beijos

Cristiano Melo · Brasília, DF 15/10/2008 13:53
sua opinião: subir
Gustavo Adonias
 

Baby,

Belíssimo, intenso e intrigante conto ! Os céus e infernos fazem parte de nós, latejando para tentar sair... Como cães famintos por carne vermelha. O amor é sim um cão dos diabos, um anjo infernal, celeste e subterrâneo, doce e imoral, Bukowski que o diga... Estamos a todo o tempo querendo tentar domá-lo, apesar de sabermos do risco dessa tarefa. Domar o indomável, é brincar com o fogo fátuo dos sentimentos. Mas o prazer acaba vencendo o medo de nos queimarmos... Abrir a porta para outra pessoa entrar, é realmente um risco, pois estamos oferecendo e desnudando nossa alma, nossa vida. Mas é um risco muitas vezes irresistível. E, na maioria das vezes, é algo sem volta. Em instantes, o cão dos diabos já está à nossa frente, lambendo os beiços, pronto para avançar-nos, e nos mastigar, ou, quem sabe, conseguiremos domá-lo...mas nunca totalmente conseguimos, pois o lado fera nunca é domesticado, apenas adormece por momentos...

Parabéns, mais uma obra prima poética que desnuda a alma humana, como sempre são os seus contos. Lindíssima a participação de Guimarães, sem dúvida, um grande sábio...

Grande beijo poético entre o céu e o inferno d´alma... Te adoro...

Gustavo Adonias · Salvador, BA 15/10/2008 14:14
sua opinião: subir
Jota Lago
 

Eae Blue, na pazzz??
é...poiszeeee...poiszeee...doideira total! Parabéns mais uma vez!
Voltarei na próxima fila!
Abração!

Jota Lago · São Paulo, SP 15/10/2008 15:29
sua opinião: subir
Doroni Hilgenberg
 

Raiblue,
que conto!
insinuante e arrebatador.
o amor quando chega pode ser céu e inferno
no verdadeiro sentido da palavra.
céu quando nos o temos inteiro a nosso dispor
e inferno quando se dá aquela espera angustiante.
bjs

Doroni Hilgenberg · Manaus, AM 15/10/2008 15:38
sua opinião: subir
Lena Girard
 

De uma eroticidade eletrizante!! Carne, sangue, cor, sabores, cheiros, voracidade, intensidade, paixão, sedução, instintos e vontades satisfeitos. Nossa!! Um conto maravilhoso! E Bukowiski nos inspira realmente esse lado!!
Mais uma vez parabéns, minha querida RIALINDAMENINABLUE, a artesão das palavras!!
Beijos

Lena Girard · Belém, PA 15/10/2008 15:45
sua opinião: subir
JACINTA MORAIS
 

Amiga BLUE que doidera gostosa a sua!...GOSTO DOS CHEIROS NATURAIS,INUNDAM OS SENTIDOS...(nem um"JEAN- PAUL"GAULTIER?) HOJE QUERO ESTAR MOLHADA DE SUOR E DA SALIVA DELE...tens razão linda,a paixão é cão que ladra,morde, mas a gente sempre alimenta o ''DANADO" vc é a êssencia da poesia sensual...ui! bjs mil

JACINTA MORAIS · Cascavel, PR 15/10/2008 16:23
sua opinião: subir
Rangel Castilho
 

Salve, Raiblue!

Momento inesquecível, como a primeira vez.
Tudo tão terno e tão lascivo.
Tudo tão...bonito!

Parabéns!

Abraço Pantaneiro.

Rangel Castilho · Anastácio, MS 15/10/2008 16:30
sua opinião: subir
joe_brazuca
 

é o Cérbero Hi-Tech no DVD, olhando as horas digitais, "senza profumo francese "...
O frio é muito bom, pra isso, né mesmo ?...mas com lareira e vinho, pra começar...
saber nadar essas correntezas de fêmea é um "top secret"...
Muito Bom, poetisa !...ensaio filosófico !
bj

joe_brazuca · São Paulo, SP 15/10/2008 16:38
sua opinião: subir
Ivan Cezar
 

Erótico , sensual , provocante - mas afinal a palavra amor não encerra tudo isso ?

êta baiana arretada !

Ivan Cezar · São Sepé, RS 15/10/2008 16:52
sua opinião: subir
Raiblue
 

O amor está no fio tênue do concreto e abstrato. Belo conto.
Beijos.
Guto Maia · São Paulo (SP) · 15/10/2008 17:47

Raiblue · Salvador, BA 15/10/2008 18:16
sua opinião: subir
ayruman
 

Oi. Aqui lendo e me envolvendo neste seu mundo mágico, sensual, cúmplice, denso, surreal, às vezes ameaçador, mas acima de tudo extremamente Original.
Um fraterno abraço. jbconrado.

ayruman · Cuiabá, MT 15/10/2008 18:28
sua opinião: subir
Pedro Rivero
 

As profundezas escancaradas e insinuantes. As vezes femininas demais as vezes masculinas mas sempre humanas errantes e de tanta certeza que nos desarma e desamparados somos levados nesse sonho que profundamente devora nossas entranhas deliciosamente!
Beijos querida Blue.

Pedro Rivero · Bélgica , WW 15/10/2008 18:32
sua opinião: subir
Edu Cezimbra
 

De soslaio
Assim
Me provocaste

Como raio
Assim
Me atingiste

Feito lacaio
Assim
Me entreguei

ABC

Edu Cezimbra · Porto Alegre, RS 15/10/2008 18:43
sua opinião: subir
Karla Gohr
 

Olá Raiblue, realmente fico impressionada (não me canso de dizer) com as pessoas que têm o dom de escrever lindamente e vc fez isso. Parabéns! Beijos.

Karla Gohr · Curitiba, PR 15/10/2008 19:53
sua opinião: subir
regina espanhola
 

os cheiros , os gostos, imenso tesão...
seus textos são cheios de vitalidade e sensualidade...vc fala sobre o "amor" e a "paixão" com uma intensidade que...ufaa...nossa...!!!
mais um dos seus que eu gostei muito !!!
bjokas

regina espanhola · São Paulo, SP 15/10/2008 20:46
sua opinião: subir
Raiblue
 

Que coisa doida esse teu texto, doido no ótimo sentido. Não sei, mas eu acho que tu deve ser bravíssima. Meu Deus, senti até um frio na espinha. Gostei, gostei. Que coisa, como a vida é louca e o amor idem. E as mulheres? Vou provocar: Nietzsche: vai sair com mulher? Não esqueça o chicote! CALMA, A FRASE FOI MAL ENTENDIDA POR VOCÊS! Nietzsche não estava dizendo que os homens deveriam bater nas mulheres, ele quis dizer: levo o chicote pra mulher bater em mim para eu "criar" juízo. Assim falava Zaratustra. Bjs. Tu escreves muito bem, olha: www.oscorvosnomilharal.blogspot.com
Rogério Silvério de Farias · Tubarão (SC) · 15/10/2008 22:12

Raiblue · Salvador, BA 15/10/2008 22:18
sua opinião: subir
Juscelino Mendes
 

De repente, observando meu aquário, pensei que deveria ter nascido peixe, pois adoro água e profundidades, e o peixe parece menos selvagem. Talvez conseguisse ser mais zen diante da expectativa do primeiro encontro íntimo, quiçá, afinal, já viveria mesmo no fundo...

Isso tudo consegue absorver as energias da terra. Haja terra!

Belo texto.

Beijos, Blue-Chips.

Juscelino Mendes · Campinas, SP 15/10/2008 23:26
sua opinião: subir
Raiblue
 

Mesmo o mais santo dos seres humanos dentro de sua viagem secreta do pensar, quisera ferver na fornalha avasaladora da paixão, se vendo sem sentido vendo rodar o mundo na sua mão.
Raiblue, para variar seus textos sempre profusos e enlaçantes, sendo como um convite sumário para serem lidos, muito bom!
ESCREVÍ E PODE CONFERIR SE QUISER UM ACRÓSTICO QUE FALA DESSE AMOR INCOMPREENSÍVEL E INDISPENSÁVEL.
Saudações Cordiais!
Dubem · Salvador (BA) · 15/10/2008 23:3

Raiblue · Salvador, BA 15/10/2008 23:59
sua opinião: subir
celina vasques
 

querida Blue-blue, escreves como se escrevesses para Deus! maravihosas sinfonias!!!
Parabéns pelo texto magnifico!
beijo na alma linda!
blu-blue azuis(inhos)

celina vasques · Manaus, AM 16/10/2008 09:13
sua opinião: subir
EdimoGinot
 

O cão teria sido finalmente domado ou me mastigaria até os ossos?
Rai
Não dá pra saber.
Nem dá pra ser peixe.
Só se tem que viver.
Beleza
Um abraço

EdimoGinot · Curitiba, PR 16/10/2008 09:55
sua opinião: subir
Claudia Almeida
 

Raiblue red...

Teria que cuidar do espelho que atravessava a parede de ponta a ponta, a fim de que ele não percebesse o vapor embaçando tudo, para que não notasse minha ebulição! A casa também parecia ferver!


Um jogo de sedução... paixão invadindo, supervalorizando objetos espelhos, tapetes...Texto sexual nos sentidos.

beijos

Claudia Almeida · Niterói, RJ 16/10/2008 11:50
sua opinião: subir
Marcos Pontes
 

Assim se reconhecem os artistas, do coloquial fazem novidade. Mais um belíssimo escrito.

Marcos Pontes · Eunápolis, BA 16/10/2008 11:52
sua opinião: subir
Samuel Luciano Assunção
 

"A nossa casa é o nosso corpo, e dentro dela está nossa alma. Cada detalhe revela um segredo, cada objeto uma história,"

raiblue...lindíssimo...e excitante este seu conto.

Beijos azuis minha rainha dos encontros alucinantes

sam

Samuel Luciano Assunção · Angra dos Reis, RJ 16/10/2008 14:19
sua opinião: subir
raphaelreys
 

Inquietante, terno, doce, explosivo, carnal, emocional! Lua e Vênus numa mulher feiticeira! Monte de Vênus sobrepondo a gruta de líquidos quentes, pele eiriçada, orgasmo demorado e tenso. Um sono, outro orgasmo. Outro sono e uma calda de chocolate! Estou morrendo de inveja dele!

raphaelreys · Montes Claros, MG 16/10/2008 17:38
sua opinião: subir
Angélica T. Almstadter
 

Intenso, denso, vermelho, forte e só pode escrever com tanta verdade, quem sente e quem viveu. E viva as pessoas que sabem curtir cada minuto de um desejo intenso e devastador. Parabéns.

Angélica T. Almstadter · Campinas, SP 16/10/2008 18:12
sua opinião: subir
Regina Lyra
 

Olá Baby Blue,
Leitura eletrizante.
Beijos,

Regina Lyra · João Pessoa, PB 16/10/2008 22:06
sua opinião: subir
Noelio Mello
 

Ray
Deu para sentir o perfume da tua carne, o sabor dos teus beijos. Entre o amor da pele e da alma, estão os céus e os infernos.
Lindo, como as águas de amaralina. Texto primoroso.
Beijos
Noélio

Noelio Mello · Belém, PA 17/10/2008 01:10
sua opinião: subir
Eloy Santos
 

Fiquei surpreso.
Texto denso, trepidante, narrativa sempre em crescendo.
Parabéns, Raiblue.

Eloy Santos · Rio de Janeiro, RJ 17/10/2008 11:00
sua opinião: subir
Samuel Luciano Assunção
 

Samuel Luciano Assunção · Angra dos Reis, RJ 17/10/2008 11:02
sua opinião: subir
Cristiano Melo
 

Cristiano Melo · Brasília, DF 17/10/2008 11:04
sua opinião: subir
Jota Lago
 

Eae Blue, na pazzz??

voandoooooooooooo....votaaaaaaaando!! :-)
Abração e ótimo final de semana!

Jota Lago · São Paulo, SP 17/10/2008 11:10
sua opinião: subir
EdimoGinot
 

EdimoGinot · Curitiba, PR 17/10/2008 11:26
sua opinião: subir
Doroni Hilgenberg
 

Doroni Hilgenberg · Manaus, AM 17/10/2008 11:28
sua opinião: subir
joe_brazuca
 

joe_brazuca · São Paulo, SP 17/10/2008 11:48
sua opinião: subir
celina vasques
 

celina vasques · Manaus, AM 17/10/2008 11:52
sua opinião: subir
Raiblue
 

Que legal,Crissss, te ver como antes, o primeiríssimoooo!!
Sim, paixão sempre é avassaladora...e, quando se junta ao amor,torna-se uma bomba explosiva...heh...aí dá nisso ...em delíriossss absurdossss!rrsrs
Mas quem disse que é pessoal?/rsrsrsrss...quiçá...quiçá...rsrs
Beijinhos Crissssss...azuis...e obrigada,querido!

Valeu,Gusta,querido!

vc sempre esplêendido em suas análises poéticas...fico feliz qndo vc gosta...

"Abrir a porta para outra pessoa entrar, é realmente um risco, pois estamos oferecendo e desnudando nossa alma, nossa vida. Mas é um risco muitas vezes irresistível. E, na maioria das vezes, é algo sem volta. Em instantes, o cão dos diabos já está à nossa frente, lambendo os beiços, pronto para avançar-nos, e nos mastigar, ou, quem sabe, conseguiremos domá-lo..."

É isso,arriscar é preciso!!
Um beijo azul e obrigada,viu?


E aí Jotaaaaaaaaa....pois é pois éeeeeeeeee...um pouco de doideira é precisooooooooo,senão tudo seria um desperdício...rsrsrsrs

Que bom que veio e gostou de delirar comigoooo!!
obrigadãooooooo!!
um beijinho azul

Querida Doroniiiiiiiiiii, é isso amiga....
é ao mesmo tempo tudo e nada...mas sempre intensamente necessáriooooo!!
Fico contente c seu comentário carinhoso...obrigada!
Beijinhos azuis...

Linda Leninhaaaaaaaaaaaa...haha..depois que li o seu conto, pronto....tudo ficou mesmo bem eletrizante pora quiiiii...hahahaa..
viu no que deu?...que bom q gostou de delirar comigo!
obrigada,minha linda!
beijinhos azuissssssss....

Ahhhh.Jacinta,querida, falar em sensualidade é que vc não?rsrsrs...que bom que aprovou e delirou com tds os cheiros do amor...hummm...delirantes mesmo...hehee
obrigada,viu?Fiquei feliz...muito!

Um beijinho azul...

Raiblue · Salvador, BA 17/10/2008 12:32
sua opinião: subir
Raiblue
 

Rangel,meu querido..que comentário lindo!
Salve,Salve!!

Terno e lascivo
Eterno momento...
vibrante!!

Obrigada pela presença iluminada!
Um beijinho azul!!!


Hi Joeeeeeeeeeeeeeeeeee!!
Ahhhhhhh....lareira e vinho não podem faltar mesmo que não haja mais casa azul...hehe...o filme vai rolar em qualquer lugar...pra que paredes, quando a sede arrebenta os limites e esbarra no asfalto dos dias frios....em jorros de sangue quenteeeee implodindo dentro da gente....??....Deixar rolar o filme é inevitável ... tela quenteeeee...explosiva _mentes...e corpossssss espumantessss!!hahaha...
É pra delirar...?...deliremos...hehe...sempre!!

Beijinhos azuis ao vinho..hehehe...
Blueeee

Raiblue · Salvador, BA 17/10/2008 12:41
sua opinião: subir
Raiblue
 

Olá,Ivan,prazer!

Que bom te conhecer e ver que gostou do clima delirante...hehe...(não se assustou...rsrs)Obrigada,viu?
Volte sempre!!
Beijinhos azuis...

Valeuuu,Guto!!

Sim, o amor caminha sempre nessa corda bamba...entre o abstrato eo concreto, mas sempre perto...sempre perto....
Que bom ter vindo e gostado,adorei!
beijinhos azuis...

Lindo,Jbbbb!!!

Fiquei radiante com seu comentário, pois sei o quanto vc é sensível...
obrigada,meu querido e grande artista!!

um beijinho azulll...

Raiblue · Salvador, BA 17/10/2008 12:46
sua opinião: subir
Nildo Cordel
 

Belo, muito bom! Só faltava meu voto. Foi...

Nildo Cordel · São Paulo, SP 17/10/2008 12:58
sua opinião: subir
Claudia Almeida
 

Entre o palpável e o beijo cenas de paixão!
redblue kkkk parabéns

Claudia Almeida · Niterói, RJ 17/10/2008 13:42
sua opinião: subir
Gustavo Adonias
 

Baby,

Cá estou eu novamente, no itinerário celeste-infernal do amor. Que mil portas abram-se e vençam o temor de arriscar, pois só assim sentiremo-nos vivos de verdade. Por mais feroz que seja o cão, atirar-se em sua direção é inevitável, se quisermos ter a chance de viver emoções que nos façam vibrar em toda intensidade. Domar os sentimentos é tarefa árdua, às vezes impossível, pois a fera uma hora se liberta, e no fundo, não é isso mesmo que queremos ? A vida não pode ser contida em jaulas...

Parabéns, mais uma vez ! Votadíssimo...

Grande beijo poético

Gustavo Adonias · Salvador, BA 17/10/2008 13:43
sua opinião: subir
camuccelli
 

Ainda nem tinha adentrado overmundo,quando comecei a ler.Não vi 9canções,mas conheço a suas estórias.Cenas "calientes",pra cada canção.Adoro a sua genealidade no que tange,escrever sem pudor,sem se podar,sem se impotar,mastuabando mesmo de forma original.É genial!!!
pegei a minha chave over...aqui estou eu dando a minha sentelha de perfume ao seu CÉU DE INFERNOS DO AMOR...

camuccelli · Rio de Janeiro, RJ 17/10/2008 14:45
sua opinião: subir
Paulo Esdras
 

Que descrição! Magnífica criação! Ardente como o amor deve ser

Paulo Esdras · Brumado, BA 17/10/2008 15:16
sua opinião: subir
Cintia Thome
 

alcool do seu corpo, menina...que sede de amor...rs
Muito bom mesmo...bj

Cintia Thome · São Paulo, SP 17/10/2008 16:56
sua opinião: subir
Rose Rocha
 

Um conto feroz, de garras e tudo! Maravilha! a gente se agarra no amor apaixonante pra devorar e os sentidos agradecem.

Rose Rocha · Jundiaí, SP 17/10/2008 17:43
sua opinião: subir
Juscelino Mendes
 

Revisitando com um bj

Juscelino Mendes · Campinas, SP 17/10/2008 23:26
sua opinião: subir
danlima
 

rai, li e adorei seu texto, que é leve e denso, puro e profano, tese e antitese, como em tudo que vc. produz. Esta epopéia da paixão, revestida de amor, ou do amor, travestido em paixão que dói, que alucina, que azucrina, esta lúdica ddescriç~´ao do crescendo de auma encontro amoroso, uma tesão que se expressa nas palavras doces, sensuais, cadenciadasz, é linda essa sua prosa poética, em que vislumbres de paraíso são oferecidos aos leitores, por entre nos caminhos da carne e dea alma. Que bonito, grande poeta e amiga. Abraços de luz.

danlima · Brasília, DF 18/10/2008 16:06
sua opinião: subir
Raiblue
 

Dan,meu querido....sempre lindo seu comentário....,sinto falta quando vc nõa vem...porque muito me enriquecem suas palavras...Obrigada,viu?
Beijos...

Valeu,J....pelo retorno carinhoso...
beijobeijo....blue....

Rose,Cíntia,Paulinho,Camuccelli,Gusta,Claudinha e Nildo,obrigadão,meus queridos!!
Cada comentário me fez abrir o maior sorriso!!!

Beijinhos azuis a cada um...
Com muito carinho
Blue

Raiblue · Salvador, BA 18/10/2008 19:38
sua opinião: subir
Ivy Gomide
 

Aiiiiiiiiiii.... deve por estas e outras que agora vc anda de cabeça pra baixo..rs
E então ela se entrega...insaciável, intensa e indecifrável.
Parabéns Rai, vc além de poetisa é uma boa contista.

Ivy Gomide · Rio de Janeiro, RJ 18/10/2008 22:10
sua opinião: subir
José Carlos Brandão
 

Não sei por quê, me lembre de "O céu que nos protege" de Paul Bowles. Talvez o sol... Eu sentia o suor do amor ou da paixão - qual será a diferença? Para a personagem, parece que nenhuma. Mas parece também que se sente perdida sob o sol da paixão, que a devora, como um cão. O amor é um cão dos diabos? Deixe-se, então, devorar. E bons infernos para você, eu diria à personagem. À autora, parabéns.
Um beijo.
(desculpe a demora, viajei)

José Carlos Brandão · Bauru, SP 18/10/2008 22:25
sua opinião: subir
Sônia Brandão
 

Por amor nos atiramos loucamente, não nos importa saber se chegaremos ao céu ou ao inferno.
Um texto intenso, explosivo, ardente.
Beijos.

Sônia Brandão · Bauru, SP 18/10/2008 23:45
sua opinião: subir
Rogério Silvério de Farias
 

au au auauauau au! Eu sou o dono da carrocinha do amor, vou prender todos os cachorrinhos! Au auauauau rssss rss (agora ela me mata!!!)

Rogério Silvério de Farias · Tubarão, SC 19/10/2008 16:54
sua opinião: subir
rené ociné
 

.

Cão sem dono
Vadio como todos somos
Vagabundo de coração
Às dezessete horas
Farejando, desejoso
Entregue...


Ouso dizer que não o domarias, antes.


Muito lindo, muito linda........Sempre, sempre!
Beijo azul, ou vermelho então!

.

rené ociné · São Paulo, SP 20/10/2008 02:16
sua opinião: subir
Raiblue
 

R....queridooo!!
Aiiii..que fofo esse cãozinho....hummm...aceita uma dona?rsrss

Será??....é... pode ser que antes não...faz assim,não nos domamos,
nos entregamos....naturalmente...desejosos que somos....

Lindo é você...sempre...todo...

obrigada,meu amor...
Beijinhos no fucinho....heheee...azuis e vermelhinhos...hehe
Blue

Raiblue · Salvador, BA 21/10/2008 00:26
sua opinião: subir
Iva Tai
 

"O cão teria sido finalmente domado ou me mastigaria até os ossos?"

Vejo que és mestra nas palavras e também no amor...este teu conto me revela a veracidade de todo o sentir, do que nos escapa a compreensão, e do que não escapamos...Bjos.
Linda Blue!

Iva Tai · Manaus, AM 21/10/2008 00:26
sua opinião: subir
touché
 

o cão foi domado,mas não confie nos cães...gostei das metáforas ,do simbolismo e do erotismo delicioso..lindo texto..bjs

touché · Guarulhos, SP 21/10/2008 22:01
sua opinião: subir
Jéfte Sinistro
 

Blue, como sempre, incrível! De maneira que só tu sabes ser... Talvez jamais domemos os desejos, as paixões e os amores devassos que nos tomam a alma, mas, certamente, tens a palavra domada aos teus pés!
Os céus e os infernos coexistem em nós... E é tênue a linha que os divide!
Tuas palavras derramam uma chuva semântica sobre os olhos do leitor, e estas, em especial, exalam um perfume sutilmente selvagem que dança aos som de nove canções na linha tênue a tempestade e a calmaria, entre céu e inferno, entre domar e ser devorado...!
Parabéns pelo impressionante talento, minha cara! Mil beijos a ti...

Jéfte Sinistro · Cabo de Santo Agostinho, PE 24/5/2009 02:21
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

baixar
pdf, 6 Kb

veja também

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter