E A VACA FOI PRO BREJO (GRÁTIS)

globo cine digital
1
Nic NIlson · Campinas, SP
6/9/2008 · 130 · 23
 

E A VACA FOI PRO BREJO

Se vc está cansado das leituras mornas e prontas- tipo receita- para o sucesso e a felicidade e principalmente como se tornar um milionário sem o mínimo esforço...

Se vc não agüenta mais estas baboseiras de “feche os olhos e finja-se de rico” ou “querer é poder”, ensinando vc a comprar uma BMW por apenas $1,00...

Se vc não suporta filosofias baratas, exercícios teóricos que não levam a nada e métodos para ganhar dinheiro na internet e autor chamando vc de coitadinho e concordando com suas derrotas...

Este é o livro!

Se vc está lutando para sair do fundo do poço...
Se vc já é um bem sucedido empresário...
Se monetariamente vc está fracassado...
Se vc quer mudanças profissionais, pessoais, da vida,
mas está com dúvidas e com medo...

Esta é a sua solução:

Vc cada vez mais rico p enriquecer a muitos!
Onde riqueza é um estado global, holístico, de cultura, conhecimentos, experiências, e dinheiro... como fruto de suas ações... Riqueza no sentido coletivo, de humanidade e não um poder egoísta arraigado em sua mente!

Abaixo algumas páginas para vc sentir a leitura:

Você ouve todos os dias as pessoas dizendo no trabalho, no ônibus, na escola e em todos os lugares que desejam melhorar de vida. Posso afirmar que melhorar de vida é mascarar, é conservar, é esconder a pobreza simplesmente. Ao mesmo tempo, enquanto você deixa essa pobreza escondida no fundo da mente, você está adiando o nascimento da riqueza e da prosperidade em sua vida.
Esta é a conversa do homem que só pensa em melhorar de vida:
Eu posso melhorar de vida comprando um carro dois anos mais novo do que este que tenho”. “Vou melhorar de vida aumentando um cômodo na minha casa”. “ Melhorei muito de vida: há um ano andava de ônibus e hoje ando de carro. É velho mas é meu e está pago”. “Comprei um terreno e já construí uma pequena casa de 2 quartos em cima dele. Meu vizinho comprou o terreno dele no mesmo dia em que eu e ainda nem saiu do alicerce.
“Está certo que minha casinha está só no tijolo, mas se eu quiser posso me mudar hoje para ela e deixar de pagar aluguel”. “Em cinco anos melhorei muito a minha vida e a de minha família. A gente mora no que é nosso, e eu me aposentei faz três meses. É certo que nem todos os dias a gente come carne, tem dia que tem ovo; mas arroz e feijão não falta. Me aposentei com três salários mínimos e agora vou poder fazer uns bicos e terminar minha casinha”.

Poderíamos ficar aqui comentando uma série de “melhorar a vida”. No dicionário a palavra melhorar significa: Reparar... Na linguagem daqueles que trabalham com carros, dar uma melhorada no estado do carro é o mesmo que dar uma “garibada” ou seja, uma reparadinha aqui, uma disfarçada alí, uma lustradinha lá, um arame segurando, uma solda na rachadura e de longe o carrinho está uma beleza!

Não é isso que fazem aqueles que estão tentando melhorar de vida?
Não estão reparando, garibando seus pertences? Eles não estão mentindo para eles mesmos que estão prosperando? Quando dão conta, o tempo passou, a velhice chegou e ele continua com sua casinha sem terminar, seu carrinho usado, comendo carne uma vez na semana e ovos nos demais dias e tentando dobrar seus três salários mínimos para pagar suas dívidas. Mas ele é tão cego que é capaz de dizer no bar onde toma uma cachacinha e uma cervejinha na sexta-feira: “Sô” pobre, mais “sô” feliz!
Ser rico é muito diferente do que melhorar de vida.
.... .... ...

As pessoas em geral só querem ouvir aquilo que não lhes fere os ouvidos. Querem que eu saia batendo nas costas deles e dizendo “coitado”. Querem que eu sinta o maior dó, que eu sinta pena do seu estado. Se eu tivesse um curso que falasse de mansinho que a humildade é a chave do sucesso, que a gente tem que começar por baixo, que a vida está dura mesmo, que a gente tem que dar as mãos e se ajudar se não o barco vai afundar, que de grão em grão a galinha enche o papo. Que eu sou tão bacana, porque entendo e me compactuo com seus problemas de pobreza... eu faria o maior sucesso! Arrastaria multidões! Ficaria trilionário!
Não. Não aceito esses derrotados nas minhas palestras. Elas foram feitas, assim como esse livro, para dar um murro no seu estômago. Um tapa na sua cara. Um soco nos seus ouvidos. Um grito de alerta e não um sussurro. Um aperto forte de um amigo que deseja ver você rico e próspero e não um abraço falso de Tamanduá.

A riqueza é ilimitada. Ela só terá limites se você impuser limites. Não existe como acabar com a riqueza, mas existem meios de extinguir para sempre a miséria.
... ... ...
Acabei de ligar a tevê para assistir ao jornal da noite. Uma cena revoltante e maléfica sacode meus pensamentos e me atira mais para o alto, mais para a excelência da vida. Meus sentidos aguçados mandam um recado para o meu cérebro, que envia uma mensagem à minha mente: Preciso ser mais rico ainda do que sou, para poder enriquecer a milhares...
A cena era de um lixão. Um mundo de podres poderes. Sim, existe lá um líder que determina de quem é esse ou aquele próximo caminhão de lixo que chega. Dezenas de crianças fuçam a lavagem e a podridão, como porcos chafurdando na lama, para conseguirem comida. Vocês precisavam ver o grito de alegria e vitória de quem encontrou um litro de iogurte vencido e a euforia da jovem que teve o sucesso de garantir uma maçã com mais da metade estragada. Antes que o trator passe por cima do precioso lixo, eles têm que recolher o máximo possível de migalhas, de podridão, de restos, para se manterem vivos.
Mas a crueldade não parava ai. Uma senhora com quatro garotinhos e uma menina no colo, foi entrevistada. Pasmem! Ela se mudou para o barraco armado no lixão com tábuas, plásticos e papelão. Ali eles se misturam aos ratos, baratas e ao lixo. Para dizer a verdade eles tinham cara de lixo. Eles faziam parte do lixo. Eles eram integrantes e objetos do lixão.

... ... ...

Dar esmola, meu amigo, é alimentar a pobreza. Dar esmola é humilhar o seu semelhante. É aprisioná-lo e fazer dele seu escravo e perpetuar a miséria. Uma das músicas mais sérias e lindas que já ouvi - música de Gonzaguinha - diz que um homem tem honra e a honra é seu trabalho e sem trabalho esse homem morre. Morre a dignidade, morre a honra, morrem os direitos e deveres do homem.
Por isso, ter o poder de dar oportunidade de trabalho, de enriquecer a muitos com seus produtos e serviços é a maior ajuda que você pode prestar, primeiro a si próprio e depois ao seu semelhante. Só assim, seu próximo vai ter a oportunidade de mostrar seu verdadeiro valor e não vai ficar lhe devendo favores. Ele cresce, se enriquece e irá torná-lo cada vez mais rico.
... ... ...
Empurre sua vaquinha e grite bem alto: E A Vaca Foi Pro Brejo!

Sobre a obra

Vc cada vez mais rico p enriquecer a muitos!
Onde riqueza é um estado global, holístico, de cultura, conhecimentos, experiências, e dinheiro... como fruto de suas ações... Riqueza no sentido coletivo, de humanidade e não um poder egoísta arraigado em sua mente!

compartilhe



informações

Autoria
Autor: Nic Nilson é formado em comunicação social, roteirista, escritor, diretor de tv e teatro, cineasta, publicitário e já vendeu água no semáforo, catou papelão e foi catador de esterco...
Ficha técnica
Livro: E A VACA FOI PRO BREJO
145 páginas
Globo Cine Digital

Grátis para todo o Brasil
SUA ÚNICA DESPESA: $ 10,00 - para a embalagem e frete (para cada livro)

Pedido: contato@globocine.com.br

Downloads
929 downloads

comentários feed

+ comentar
Compulsão Diária
 

graaaaaaaande Nic!!!
Vc é mestre, como eu sempre disse vc tá cansado de saber.
cada vez mais rico p enriquecer a muitos!
Que todos tenham acesso à riqueza de cultura, conhecimentos, experiências, e dinheiro! Riqueza no sentido coletivo, de humanidade e não um poder egoísta arraigado em sua mente!
Adorei, querido!
Saudades de seus textos!!
Beijo
CD

Compulsão Diária · São Paulo, SP 4/9/2008 07:34
sua opinião: subir
Juscelino Mendes
 

Beleza Nic!
E abaixo as cestas básicas!
E abaixo a desconstrução do ser humano!
E abaixo o "aprenda inglês sem esforço".
E viva seu texto!
Abraços.

Juscelino Mendes · Campinas, SP 5/9/2008 10:53
sua opinião: subir
Coluna do Domingos
 

Muito oportuno estas valiosissimas lições. Parabéns

Coluna do Domingos · Aurora, CE 5/9/2008 12:51
sua opinião: subir
Doroni Hilgenberg
 

Nic.
até que enfim outro texto
que maravilha de lições apresentadas e
os métodos sugeridos.
Cestas básicas tiram a dignidade,
o vicio avilta,
a educação enobrece
mas só o trabalho enriquece.
bjssssssss

Doroni Hilgenberg · Manaus, AM 6/9/2008 00:15
sua opinião: subir
Doroni Hilgenberg
 

Nic,
com prazer inicio sua votação
bjsssss

Doroni Hilgenberg · Manaus, AM 6/9/2008 00:17
sua opinião: subir
Compulsão Diária
 

Compulsão Diária · São Paulo, SP 6/9/2008 06:51
sua opinião: subir
Ailuj
 

Um beijo
(:

Ailuj · Niterói, RJ 6/9/2008 09:55
sua opinião: subir
Wellington Coelho
 

Nic,
Suas reflexões são um movimento de espelho mesmo: ler os seus textos bate-e-volta.
Um comentário para você merece muitas palavras, mas o tempo me permite apenas os votos e os parabéns!
Abração

Wellington Coelho · Belo Horizonte, MG 6/9/2008 13:51
sua opinião: subir
ysabella
 

Nic, parabens!
Disse o que penso e nunca tive coragem de esrever (ou esperiência
literária para o fazer). Mas vc acertou. Perfeito texto.
Ah, te achei através de um comentário que vc deixou para o Elio, me
encantou a doçura da suas palavras, grande abraço

ysabella · Rio de Janeiro, RJ 6/9/2008 14:39
sua opinião: subir
Angélica T. Almstadter
 

Vc é meu conterrâneo Nilson? Legal, gostei do seus textos, o livro deve ser muito bom. Quiçá um dia marcamos um encontro com os overmanos de Campinas.

Angélica T. Almstadter · Campinas, SP 6/9/2008 15:42
sua opinião: subir
Ecila Yleus
 

O seu trabalho é precioso e preciso voltar pra ler outras vezes. Mas uma coisa eu digo: Não sou idealista simplesmente.Sou como a pintura do realismo, não ao idealismo da realidade e sim a recriação do ser como ele é.O ser humano desde os primórdios, lá atrás no paleolítico buscou o desconhecido, usou de inteligência .Como homem primitivo reproduziu as mãos dele na caverna. O que quero dizer com toda essa história é que tudo isso tem solução, basta que as pessoas estudem muito, muito enfrentando todas as dificuldades que apareçam.

Ecila Yleus · Recife, PE 6/9/2008 16:37
sua opinião: subir
Ecila Yleus
 

Esse livro deve ser formidável, com certeza.Parabéns.

Ecila Yleus · Recife, PE 6/9/2008 16:39
sua opinião: subir
O NOVO POETA.(W.Marques).
 

belo trabalho.votado.

O NOVO POETA.(W.Marques). · Franca, SP 6/9/2008 19:06
sua opinião: subir
clara arruda
 

Maravilhoso meu querido.
Deixo meu carinho e te mando para o banco.

clara arruda · Rio de Janeiro, RJ 6/9/2008 19:33
sua opinião: subir
Juscelino Mendes
 

Muito bom texto, Nic.
Abraços.

Juscelino Mendes · Campinas, SP 6/9/2008 22:01
sua opinião: subir
Elliana Alves
 

votadoooooooooo

Elliana Alves · Petrolina, PE 7/9/2008 06:42
sua opinião: subir
MonyBlu
 

votadíssimo!!!!

beijocas

MonyBlu · São Paulo, SP 8/9/2008 19:45
sua opinião: subir
Coluna do Domingos
 

Votadíssimo

Coluna do Domingos · Aurora, CE 9/9/2008 11:41
sua opinião: subir
camuccelli
 

Nick! Não conheço um cara que comentou algo sobre o meu poema...ou seria tema? Não sei.Brinquei com esse cara.Nunca mais ele comentou nada sobre o que escrevo.Mas eu sou resumo do seu texto.Não quero ficar rico,muito menos ser ateu.De brinacadeira em brincadeira,você toma o meu tempo, e eu me deleito no texto teu.

camuccelli · Rio de Janeiro, RJ 10/9/2008 13:48
sua opinião: subir
Sônia Brandão
 

Nick, perdão pelo atraso do meu comentário. Pela amostra deve ser muito bom o seu livro.
Esmolas não dão dignidade a ninguém. É muito cômodo dar uma esmolazinha qualquer e dizer: fiz o que pude, fiz a minha parte. O que as pessoas precisam é de oportunidade para mostrar que com seu trabalho são capazes de construir uma vida melhor.
bjs

Sônia Brandão · Bauru, SP 22/9/2008 01:32
sua opinião: subir
azuirfilho
 

Nic NIlson · Campinas (SP)
E A VACA FOI PRO BREJO (GRÁTIS)

Um Trabalho admirável e tratou da questáo central da Humanidade, onde tem as suas desigualdades infinitas que tanto penalisam e destroem a beleza do sentoimento Humano.

...Onde riqueza é um estado global, holístico, de cultura, conhecimentos, experiências, e dinheiro... como fruto de suas ações... Riqueza no sentido coletivo, de humanidade e não um poder egoísta arraigado em sua mente!...

Parabéns.
abracáo Amigo.

azuirfilho · Campinas, SP 27/9/2008 08:56
sua opinião: subir
Maria...
 

uia que o poeta estava com as unhas afiadas ao escrever. parabéns.

Maria... · Blumenau, SC 5/1/2010 08:48
sua opinião: subir
Nic NIlson
 

Obrigado a todos estes amigos. Por favor me ajudem a divulgar mais e mais este trabalho. Gratidao a todos.

Nic NIlson · Campinas, SP 5/1/2010 19:57
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

baixar
pdf, 7 Kb

veja também

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados