Estesia Infame

1
Átila Raphael · Serra, ES
24/10/2013 · 2 · 3
 

A elegia não faz a tristeza
A tragédia inspira elegia

Quem veio primeiro? O ovo ou a galinha?
Primeiro o chocar da prostração, tragédia, agonia...
Após a trepanação, cesária sem anestesia

Parindo um aborto à luz
Extraindo o tumor embalde
Destarte da mente o tormento ocluso
Verte-se nesta controversa arte...

Natimorta que torna possível
Manifestar esta dor renitente, recidiva
"Sombras umbrosas insurgem do abismo"
Catarse espiritual se exterioriza

Meu momento introspectivo
Para meditar sobre as dores
ouvir os gritos, vindos do silêncio
Regurgitando os dissabores

Um monumento é erigido
Construído por diversos tumores
Coberto de um plúmbeo desalento
Circundado pelos espinhos de minha coroa de flores

Como a maresia noturna inebria
Introspecção, contemplação, empatia... é condenável?
Com minhas profundezas abissais, numa sinestesia
Estesia abstrata, minimalista, surrealista...inominável

Mas há os que contestam
Criando mistificações e hipóteses capciosas
Uma ameaça à sua "zona de conforto mental"
Que ouso traduzir por ignorância

Seu intelecto impulsionado pela covardia
Apenas cria paralogismos convenientes
Jamais ouvirá a volátil sinfonia
Que paira acima das formigas, livre de correntes

Esta música vai perdurar
Independente de especulações absurdas
Pois os loucos continuam a dançar
Mesmo na vista das pessoas surdas.

17/10/13

Sobre a obra

Dedicada a arte musical e controversa que ouço, uma sub-vertente do Heavy Metal intitulada (em minha opinião) erroneamente por DSBM.

compartilhe



informações

Autoria
Átila Raphael
Downloads
144 downloads

comentários feed

+ comentar
Átila Raphael
 

Deu problema na hora de postar a imagem e acabou não aparecendo então postarei o vídeo de uma banda do estilo:
http://www.youtube.com/watch?v=rZVlJm7bbQU

Átila Raphael · Serra, ES 24/10/2013 21:12
sua opinião: subir
Átila Raphael
 

Outra banda do mesmo estilo de nome Gris: http://www.youtube.com/watch?v=pZ1FddQVkpI

Átila Raphael · Serra, ES 30/10/2013 15:04
sua opinião: subir
Luci Fersan
 

É como aquela pessoa comentou em outra poesia sua: difícil rimar e dizer algo, simultaneamente. Parabéns pelo trabalho. Embora eu prefira coisas como aquela sua outra poesia que tem "neve" no título.
Devanear é sempre bom.

Luci Fersan · Serra, ES 21/11/2013 16:50
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

baixar
pdf, 3 Kb

veja também

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados