ESTILHAÇOS!

1
Benny Franklin · Belém, PA
23/11/2007 · 158 · 16
 

Foto: Pérola/NãoSouEuéaOutra/Copyright

1 – A mão não detém a coragem!
Mas manipula a velha saliência presa à garganta.
Sua ferrugem aleita o corpo,
Arrenda chãos metálicos.
A despeito de a medonha incerteza
Manter encarcerada o musgo-céu
(Vírgula do sêmen...),
É pelo esperma da luz que a certeza
Santifica a carne,
Oferta álibi á expiação,
Encarrega-se de reeditar segredos;
Inverter sentidos.

2 – Se ainda lembro
Dos anéis de saturno:
- Digo-vos que Não!
Cá! Estorno o poema desprovido de palavras.
O ermo de mim,
Foge de mãos vazias,
Foge em catraias de dores...
Mas, eis que... A revelia de bússolas carnívoras,
Dou-me às ultimas lágrimas,
Desapareço em gotas inofensivas.

3 – O chão ainda (que) ressequido,
Nutre os fragmentos de nós.
Dorme insensivelmente
Onde as calçadas desalmam-se;
Onde escorregam, enfim, as cascas tênues
Dos pavores poéticos;
Combustíveis de fina inflamação,
Óvnis de tempos distantes,
Afastando-se dos homens.

4 – Vida! Vida!
Acendei um sol melhor que este.
Aos poetas dei os ares de seres humanos,
Indicai o que sucederá a eles,
A fim de saberem que sois como a deidade
Da cálida estalagem de nós...
Paraíso donde as orquídeas selvagens
Aprendem a sonhar
E a roubar a primavera
Que lhes couber.

Benny Franklin

compartilhe



informações

Autoria
Benny Franklin
Downloads
305 downloads

comentários feed

+ comentar
Cintia Thome
 

– O chão ainda (que) ressequido,
Nutre os fragmentos de nós.
Dorme insensivelmente
Onde as calçadas desalmam-se;
Onde escorregam, enfim, as cascas tênues
Dos pavores poéticos;
Combustíveis de fina inflamação,
Óvnis de tempos distantes,
Afastando-se dos homens.

4 – Vida! Vida!
Acendei um sol melhor que este.
Aos poetas dei os ares de seres humanos,
Indicai o que sucederá a eles,
A fim de saberem que sois como a deidade
Da cálida estalagem de nós...
Paraíso donde as orquídeas selvagens
Aprendem a sonhar
E a roubar a primavera
Que lhes couber.


Ah! Falar o quê??? Prefiro "comer" ou 'lamber' essas orquídeas selvagens...e vem sempre um pingo d'água em minha face..mas é bom, emoção é sempre bom sentir...
bacana...
bjus.

Cintia Thome · São Paulo, SP 20/11/2007 22:54
sua opinião: subir
Branca Pires
 

Concordo com a Cintia, falar mais o quê?!
Vc já disse tudo!
Abrçs

Branca Pires · Aracaju, SE 22/11/2007 01:03
sua opinião: subir
Cintia Thome
 

Benny,
Bjus.

Cintia Thome · São Paulo, SP 23/11/2007 09:28
sua opinião: subir
Branca Pires
 

Votos,
abrçs

Branca Pires · Aracaju, SE 23/11/2007 10:48
sua opinião: subir
Letícia L. Möller
 

Benny,

saudosa estava da tua poesia; se não venho mais vezes te ler é por problema de tempo. Versos sempre desafiantes os teus: não pretendem facilitar a compreensão, restam velados perante leituras apressadas. Desvelam-se só com esforço, e ainda assim abrindo-se a inúmeras interpretações.

Versos do Benny, exercícios de sentido.

Abraço,

Letícia L. Möller · Porto Alegre, RS 23/11/2007 14:40
sua opinião: subir
LAILTON ARAÚJO
 


AMIGO POETA!

Que as palavras
não sejam caladas...

Que as frases
não sejam cortadas...

E a expressão humana
seja alimentada...

Por metáforas...
Nas estrofes iluminadas

Com ou sem
métricas atordoadas


Benny, meu amigo!


Parabéns!

Abraços.

Lailton Araújo

LAILTON ARAÚJO · São Paulo, SP 23/11/2007 16:05
sua opinião: subir
Lígia Saavedra
 

Há tempos não te via, Benny.
Vim sem convite e amei ler-te.
Um abraço

Lígia Saavedra · Ananindeua, PA 23/11/2007 20:43
sua opinião: subir
Nydia Bonetti
 

O chão ainda (que) ressequido,
Nutre os fragmentos de nós... Estilhaços...
Lindo, como sempre.
bjs.

Nydia Bonetti · Piracaia, SP 23/11/2007 21:10
sua opinião: subir
carlos magno
 

Que belíssima inspiração que derramas-tes neste teu lindo poema amigo Benny. Meus sinceros aplausos e abraços.
Carlos Magno.

carlos magno · Rio de Janeiro, RJ 23/11/2007 23:30
sua opinião: subir
Matheus Muzy
 

Impressionante... muito bonito.
Parabéns Benny!
Um abração!!!

Matheus Muzy · Cordeiro, RJ 23/11/2007 23:38
sua opinião: subir
Adroaldo Bauer
 

Benny,
Sempiterno combatente
da valente
pá que lavra
em verso
a fértil seara
ainda que a descrença
permita que duvidem
vais à frente
iluminando
vestindo secas manhãs
tornando-as suados dias
abençoadas noites
(apenas para quem crê)
um poema trás o outro
e vem mais gente que,
ah! está para o bem amar

Adroaldo Bauer · Porto Alegre, RS 24/11/2007 01:06
sua opinião: subir
victorvapf
 

vim sem ser convidado, gostei e voto

victorvapf · Belo Horizonte, MG 24/11/2007 08:00
sua opinião: subir
Marcelo Bretton
 

Benny,
Um desejo onírico de partir, de fragmentar-se por paradores imaginários, na inconformação ressentida por algo que machuca e ao mesmo tempo eleva esse sentimento a uma esfera incômoda. A negação latente de um porvir já requentado reforça a tese da necessidade de um molde novo que agregue toda uma sorte de virtudes conhecidas com uma trama de outras tão novas, quiçá abstratas. Belo, escorregadio, ora escuro, ora claro, mas conciso no final. Um abs do amigo.

Marcelo Bretton · Espanha , WW 24/11/2007 09:28
sua opinião: subir
Noelio Mello
 

Benny, parceiro.
Quantas vezes queremos ser retalhos de nós mesmos, mostrando caminhos que os caminhos da vida não nos pertecem, ou será o contrário? Na duvida, sigamos em frente.
Forte abraço
Noélio

Noelio Mello · Belém, PA 24/11/2007 10:17
sua opinião: subir
Lili_Beth*
 

Querido Benny:

MARAVILHOSO e Divino!

4 – Vida! Vida!
Acendei um sol melhor que este.
Aos poetas dei os ares de seres humanos,
Indicai o que sucederá a eles,
A fim de saberem que sois como a deidade
Da cálida estalagem de nós...
Paraíso donde as orquídeas selvagens
Aprendem a sonhar
E a roubar a primavera
Que lhes couber.

Tu podes ligar o interruptor e acender o sol...

Beijos_Meus*
*

Lili_Beth* · Rio de Janeiro, RJ 24/11/2007 12:51
sua opinião: subir
Lili_Beth*
 

A imagem também está maravilhosa!

Lili_Beth* · Rio de Janeiro, RJ 24/11/2007 12:52
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

baixar
doc, 23 Kb

veja também

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados