existir não é um ato passivo...

1
Daniel Duende · Brasília, DF
24/1/2007 · 102 · 20
 

Existir não é um ato passivo.
Temos que resistir à inexistência
da mesma forma que lutamos todo o tempo
contra o medo da existência...

Nem todos tem o culhão para fazê-lo.
alguns se contentam com o meio-termo
do não ser nem deixar de ser...



texto extraído e adaptado de um comentário deixado aqui.

A foto foi editada a partir de um original de Ana Cullen, para preencher o vazio branco que ficava sobre a poesia...

compartilhe



informações

Autoria
Daniel Duende conversando com Fábio Fernandes sobre uma poesia deste segundo...
Ficha técnica
um pedaço de conversa que pareceu ter asas próprias...
Downloads
481 downloads

comentários feed

+ comentar
Fábio Fernandes
 

Muito boa a foto remixada, Verdão!
E o comentário tem toda uma série de implicações filosóficas que acho bastante interessantes...

Fábio Fernandes · São Paulo, SP 21/1/2007 14:49
sua opinião: subir
Daniel Duende
 

Valeu, grande Fábio.
Eu gosto um bocado desta foto também, mas o fundo dela havia ficado ruim. Foi necessário um bocadinho de GIMP para ela chegar a este estado "legal". :D

E quanto à frase, eu o agradeço inclusive por me ter chamado a atenção sobre a implicação das minhas palavras... :D

Abraços do Verde.

Daniel Duende · Brasília, DF 21/1/2007 15:05
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Fábio Fernandes
 

Implicar é comigo mesmo! :-D

Fábio Fernandes · São Paulo, SP 21/1/2007 15:17
sua opinião: subir
Daniel Duende
 

Mas não é justamente esse o trabalho dos críticos? :D
heehehehhehe

Abraços do Verde.

Daniel Duende · Brasília, DF 21/1/2007 15:19
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Fábio Fernandes
 

Yeah, baby, yeah! ;-)

Fábio Fernandes · São Paulo, SP 21/1/2007 16:34
sua opinião: subir
Daniel Duende
 

heheehehhheee. :D

abraços do verde.

Daniel Duende · Brasília, DF 21/1/2007 17:00
sua opinião: subir
Antonio Rezende
 

comentário virando verso com força de soco contra o tempo de ser e existir. o fogo que acende o fumo e cria clarão no breu para preeencher o vazio branco da página. tem que ter mesmo culhão, duende. é isso aí.

Antonio Rezende · Palmas, TO 23/1/2007 18:05
sua opinião: subir
Antonio Rezende
 

Ah, verde. Descobri que, ao publicar o texto, teclando uma ou duas vezes no ENTER, cria-se um espaço vazio entre a imagem e o texto publicado. O resultado final é mais interessante. Da próxima, experimenta pra ver. A propósito: já achou o intrépido grilo-locutor-saltitante-enrustido? hehe

Antonio Rezende · Palmas, TO 23/1/2007 18:12
sua opinião: subir
Marcos Woortmann
 

Grande Daniel,

Vc sabe que, como já denunciei que gosto do Quintana, a simplicidade, mais ainda, a capacidade de ter profundidade em poucas palvras, poucas linhas, é o que eu mais admiro.
Nem precisa dizer que gostei pra car... rs
abraço

Marcos Woortmann · Brasília, DF 23/1/2007 23:18
sua opinião: subir
Vitória Maria
 

sim. é preciso um esforço de poesia para ser sem ser somente por ser.
muito bom.

Vitória Maria · Suíça , WW 23/1/2007 23:46
sua opinião: subir
Helder Dutra
 

Batuta Verde...abraços azul-bebe

Helder Dutra · Rio de Janeiro, RJ 24/1/2007 11:42
sua opinião: subir
Sebastião Firmiano
 

Verde-D


Existir insistir sem desistir ir
Re existir re insistir rir
Resistir reincidir
Usar todos os verbos
Verbalizar todos provérbios.

Sebastião Firmiano · São Paulo, SP 24/1/2007 14:06
sua opinião: subir
Daniel Duende
 

Opa Rezende... muito obrigado pelos inspirados eulogios!
Valeu mesmo! E valeu também pela dica. Vou meditar sobre o uso dela no meu próximo post do banco de cultura...

Abraços do Verde.

Daniel Duende · Brasília, DF 24/1/2007 23:23
sua opinião: subir
Daniel Duende
 

Em tempo... que grilo-locutor-saltitante-enrustido? :D

Daniel Duende · Brasília, DF 24/1/2007 23:23
sua opinião: subir
Daniel Duende
 

Hey Alemão, meu caro! Valeu mesmo pelos elogios. Gostei do resultado sintético destas minhas linhas, enxutas não pelo meu ofício, mas pela prórpia natureza de comentário despretensioso sobre o algo que se avultava em nossa frente...

Abraços do Verde.

Daniel Duende · Brasília, DF 24/1/2007 23:34
sua opinião: subir
Daniel Duende
 

Valeu Vitória! Valeu Helder!
O estímulo de vocês é importante. Voltem sempre! :D

Abraços do Verde.

Daniel Duende · Brasília, DF 24/1/2007 23:43
sua opinião: subir
Daniel Duende
 

Ahh... o Tião transborda poesia. Este homem generoso com as palavras...!

Abraços do Verde procê, Tião!

Daniel Duende · Brasília, DF 24/1/2007 23:44
sua opinião: subir
Antonio Rezende
 

Sim. Deia ter deixado um link para a prosa do BIG BOSTA BRASIL, em que -além de ver um cacto e contar espinhos- você pode ver o intrépido grilo-locutor-entustido. O link é este aqui.

Sobre a dica, esclareço que o ENTER deve ser dado antes de você colar ou digitar o texto no espaço, criando no início um ou dois espaços que apareceram ainda na montagem. O resultado é o mesmo espaço vazio logo abaixo da imagem publicada. Evita que o texto fique colado nela, como no caso desta sua publicação. Acho que agora ficou claro.

Salve, Verde (que agora é meio preto e amarelado)!

Antonio Rezende · Palmas, TO 25/1/2007 09:12
sua opinião: subir
Dora Nascimento
 

Ato passivo
crivo no crânio
viver é muito estranho
existir padecer tamanho,
inexistir...
Não é para tanto.

Dora Nascimento · Olinda, PE 1/10/2007 21:48
sua opinião: subir
Dora Nascimento
 

A foto é duculhão.
Lembra um escritor preguiçoso.

Dora Nascimento · Olinda, PE 1/10/2007 21:49
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

baixar
jpg, 109 Kb

veja também

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados