FALANDO EM PEDRAS E ANJOS-CORREIO [Texto Profano]

zegadis
1
Antonio Brás Constante (Escritor maluco) · Canoas, RS
1/6/2013 · 1 · 0
 

FALANDO EM PEDRAS E ANJOS-CORREIO [Texto Profano]
(Autor: Antonio Brás Constante)

Antes de existirem os e-mails, os correios, ou mesmo os pombos-correio, uma forma de comunicação muito utilizada entre os céus e a Terra era o anjo-correio. Os anjos são seres celestiais que conforme várias escrituras (que por serem muito, muito, muito antigas, suas palavras são consideradas por muitos até os dias de hoje como sendo verdadeiras) existem e dão asas à imaginação dos homens.

Em certa ocasião do passado incerto (ainda mais antiga que as tais escrituras antigas), o Maioral do universo teria ordenado a um de seus melhores mensageiros, Gabriel, que apesar de ser um anjo de funcionário era meio avoado, mas cumpria bem suas tarefas, para entregar um presente à humanidade. Não era qualquer presente, mas uma pedra (sim, uma pedra), que por sinal era uma pedra usada, pois já havia sido utilizada anteriormente para indicar ao primeiro homem sem sogra da história da humanidade onde construir um altar (demonstrando que antes dos anjos-correio, eram utilizadas pedras para comunicação do além, que mesmo naquela época remota já era feita de cima para baixo, como nos dias de hoje).

Ao que tudo indica o Todo Poderoso pode ter colocado uma mensagem oculta na pedra (Ele sempre gostou de enigmas e parábolas, mas não curtia muito escrever mensagens em papéis, papiros, ou assemelhados, porque acabava sempre escrevendo certo, mas em letras tortas, ou em linhas tortas, e não aceitava fazer caligrafia para corrigir esse problema, por isso existem inclusive boatos de que os 10 mandamentos teriam sido escritos por um “Ghost Writer” e dados a Moisés pelo Divino, como se fosse uma obra Dele).

A pedra foi entregue ao Anjo com as seguintes ordens: “Leve até a Terra e deixe que abram...” (o verbo “abrir” utilizado no provável sentido de abrir a mente da humanidade). Gabriel (o anjo) entendeu que “abram” era o nome de alguém e procurando pela Terra encontrou Abraão, para quem deu a pedra. Abraão achou melhor não discutir o assunto e passou a adorar a pedra (já que não é todo dia que se ganha algo dos céus, mesmo que o presente seja uma pedra).

Com o passar do tempo a tal pedra acabou se tornando em algo extremamente sagrado (extremamente mesmo), e foi colocada em um local de adoração, para que milhares de pessoas pudessem ficar andando em volta dela como se estivessem fazendo uma gigantesca ciranda.

Alguns estudiosos (este pessoal que prefere ficar pesquisando as coisas ao invés de simplesmente adorá-las) acham que a pedra poderia ser um meteorito que caiu na Terra. Mas por ser uma pedra considerada totalmente e absolutamente sagrada ao extremo do extremismo, ninguém pode sequer estudá-la para saber do que é feita, pois como sabemos, para as religiões de um modo geral, tudo que é sagrado deve ser venerado e não entendido.

Fico imaginando o que aconteceria se todas as pedras vindas do céu (meteoritos que já foram encontrados e identificados, passando dos trinta mil) fossem percebidas como presentes enviados por anjos, devendo ser adoradas, certamente faltariam adoradores para ficar girando em torno de tanta pedra.

Outro fato interessante sobre o referido artefato rochoso é o preconceito implícito em sua história, pois é dito que a pedra era no inicio branca e pura, mas com o passar do tempo foi absorvendo os pecados do mundo e mudando de cor, mas não ficou amarela, vermelha ou verde, a cor da pedra que é negra, teria ficado assim por causa dos pecados da humanidade, como se a coloração negra fosse resultado de algo ruim, ou como se os pecados contivessem algum tipo de pigmento preto, escurecedor de pedras (seria este o segredo da fórmula da Coca-Cola?).

Se você acha que estas minhas ponderações são blasfêmias, e que devemos respeitar o que é imposto como sagrado pelas religiões, gostaria apenas de lembrar que por um bom tempo o próprio corpo humano foi considerado sagrado. Aliás, o corpo humano era tão sagrado que dissecar um cadáver para tentar estudá-lo era algo considerado profano, e quem o fizesse poderia ser morto. O que nos leva a pensar que aprender sobre o corpo humano era uma violação que merecia a morte, porém, torturar e queimar (por bruxaria, heresia, hipocrisia, etc) o corpo de quem fazia isso era algo natural e correto aos princípios religiosos (ou seriam culturais?). Ou seja, as pessoas não podiam aprender sobre o corpo humano, mas destruí-lo era permitido.

Felizmente os tempos são outros, ao menos no que se refere à proibição quanto ao corpo humano, e graças a isso hoje em dia milhares de pessoas podem ser salvas por meio de transplantes, podem se beneficiar da descoberta de novos remédios (inclusive alguns azuis cujo slogan poderia ser: “dureza agora é moleza” ou “moleza agora é dureza”, tanto faz), ou em operações, inclusive aquelas feitas no Irã e intituladas como: “antigay” para mudança de sexo, sendo abençoadas por Aiatolás com o discurso de serem para livrar o seu País do homossexualismo (lendo sobre o assunto descobri que a sodomia por lá ainda é passível de execução, salvo se for usada para fins de tortura em prisioneiros, aí pode...), ou na fabricação de aparelhos como o marca-passo (como aquele que o ex-papa usa), etc.

Ainda sobre anjos-correio, outro episódio famoso onde eles foram usados, foi no caso do nascimento de Cristo, em que Deus enviou um anjo para Maria dizendo que ela seria a primeira mulher virgem a dar a luz, depois enviou outro a José, dizendo que mesmo o filho não sendo dele ele deveria criá-lo e protegê-lo (talvez dali tenha surgido à frase “Pai é quem cria”). Infelizmente em meio a toda aquela correria o Todo Poderoso acabou se esquecendo de enviar um anjo-correio também ao rei Herodes, evitando que ele saísse matando crianças inocentes por causa do nascimento do Salvador.

Bastava um anjo qualquer chegar e mostrar sua bela espada de fogo (ou espadas de fogo são coisas só de Arcanjos?) e provavelmente o rei ficaria intimidado, mas não, a mesma divindade poderosa, ou melhor, Toda poderosa, com poderes de engravidar virgens e controlar anjos, não mexeu um dedo neste caso, deixando o malvado Rei matar covardemente uma infinidade de crianças de forma brutal e desumana, que é o tipo de coisa que os malvados fazem.

Por que nada foi feito? Talvez porque o próprio Todo Poderoso tenha feito o mesmo em outro evento do passado daquele passado (dando origem à Páscoa), quando ele mesmo mandou um de seus anjos para matar todos os primogênitos do Egito, durante o episódio da fuga dos Hebreus.

Devo admitir que se Deus desse as caras hoje na Terra deveria ser imediatamente preso, acusações não faltariam, tais como: genocídio, infanticídio, atos de tortura, terrorismo, etc. A lista é grande e esta toda bem documentada em vários livros que falam das façanhas divinas. Em uma matéria publicada pela revista Superinteressante (junho/2008), enquanto o vilão dos vilões e príncipe das trevas também conhecido como Demônio tem registrado dez mortes na Bíblia, o Pai celestial tem alguns milhões de mortes em seu currículo, entre elas de mulheres, velhos e crianças, e isso que conforme a matéria não se levaram em conta às mortes ocorridas no dilúvio.

Antes que comecem a me atirar pedras, gostaria de explicar o que me fez escrever este texto e dizer que este texto não é meu, apesar de ter sido escrito por mim. Tudo começou há algum tempo atrás em uma viagem ao interior, quando um objeto caiu em minha cabeça (não importando se foi uma pedra caída do céu, um abacate ou mesmo um pedaço de nuvem), a batida foi forte, mas de inicio não senti nada estranho, somente depois quando estava dirigindo de volta para casa é que minha visão escureceu e por pouco não capotei o carro com toda minha família dentro dele. Sei que vai parecer loucura, mas de lá para cá passei a ter sonhos recorrentes onde recebia a visita de um anjo, um ser de luz que conversava comigo sem palavras, me dizendo para escrever sobre alguns assuntos, este é um deles.

As idéias do que deveria ser escrito foram sendo gravadas inconscientemente em minha mente, porém, ficava comigo a incumbência de transformar aquelas idéias em textos. Confesso que no inicio fiquei com medo, afinal temas polêmicos nem sempre são bem quistos, mas o anjo em tom tranqüilizador me disse que eu seria apenas um instrumento de algo maior. Estou aqui apenas cumprindo os desígnios recebidos, ressaltando que cada fato aqui relatado neste texto e contexto é fruto de uma mesma veracidade. Tenho certeza que se você acredita em anjos, acreditará em tudo isso.

Termino este texto com uma frase do escritor, comediante e apresentador Bill Maher: “Regra nova: se as igrejas não têm de pagar impostos, então também não podem chamar os bombeiros se tiverem um incêndio. Desculpe reverendo, este é um daqueles serviços aos quais se tem acesso através dos impostos. Eu uso os bombeiros que pago. Pode rezar para ter chuva”. (Bill Maher)


FILMES NO YOUTUBE: Produzi dois filmes e postei no Youtube, se quiser assisti-los e quem sabe dar boas risadas, basta acessar o Youtube e procurar por: “3D – Hoje é seu aniversário” ou “Livro Maldito”, ou através dos links:

http://www.youtube.com/watch?v=IEHnTRFR0Dg
http://www.youtube.com/watch?v=lv0DJRp94NM

Se gostar dos filmes e tiver conta no Youtube, peço que clique em “gostei” me ajudando assim a divulgá-los.

LIVRO E LISTA DE LEITORES: Estou distribuindo gratuitamente cópias em PDF do meu livro: “Hoje é seu aniversário – PREPARE-SE”. Se você quiser o livro em PDF ou fazer parte de minha lista de leitores, basta enviar um e-mail para: abrasc@terra.com.br

Site: abrasc.blogspot.com

ULTIMA DICA: Divulgue este texto aos seus amigos (vale tudo, o blog da titia, o Orkut do cunhado, o MSN do vizinho, o importante é espalhar cada texto como sementes ao vento). Mas, caso não goste, tenha o prazer de divulgá-lo aos seus inimigos (entenda-se como inimigo: todo e qualquer desafeto ou chato que por ventura faça parte de um pedaço de sua vida ou tente fazer sua vida em pedaços).

P.S: Os textos deixam de ser semanais e passam a ser eventuais.

Sobre a obra

Um texto profano e totalmente verdadeiro para quem acredita em anjos.

compartilhe



informações

Autoria
Antonio Brás Constante
Ficha técnica
Troquei por uma pedra.
Downloads
249 downloads

comentários feed

+ comentar

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados