GRAVAME!

1
Benny Franklin · Belém, PA
22/12/2007 · 133 · 5
 

Fotografia: NãoSouEuéaOutra Copyright By Pérola

Copiosíssimo
É o cardume do clitóris massageado.
Ato-me aos olhos da angelical nitroglicerina,
Ai, caibo na silhueta de mim...
Porquanto é já
O mero impacto da antemanhã.
Nobreza de decifrar a dialética,
O mofo, sobretudo a inconsideração do sexo,
E assim recapitule o jorro,
Afaste o prepúcio do nada.
..............

Vazio!
Cavo estereotipado o é, e deste modo,
Torna-se ligame de oblação. Nada a recompor...
Apenas a decomposição do fim.
Indecência de céus inimagináveis,
Exótico gás para nunca contaminar o ônus da fala,
Nem o gozo que encaminha
O calafete.
..............

Sim. Desprezo o obituário do verso coagido.
A genitália deu-se calcinada é já só lubricidade.
Em pêsames os gumes enciumados
Já não são chafarizes que se broche.
Cânones de longitude o são,
Cujos girassóis douram-lhe
Em incisão.
..............

Não um canto,
Mas um Míssil Tomahawk que consumiu
A endêmica caravana.
Uma sílaba mortuária ainda por decifrar.
Repaginados,
Os velórios são os mais definidos dos pesares.
Entretanto compulsivamente imagino-me poeta.
Endeusado no gravame de um nó.

Benny Franklin

compartilhe



informações

Autoria
Benny Franklin
Ficha técnica
Fotografia gentilmente cedida por: Pérola - NãoSouEuéaOutra.
Todos os direitos reservados.
Downloads
317 downloads

comentários feed

+ comentar
Nydia Bonetti
 

Não um canto,
Mas um Míssil Tomahawk que consumiu
A endêmica caravana

Quanta força tem teus versos, Benny. Sempre atingem o alvo.
Quando quero sair do marasmo dos meus versos, venho te ler...
bjs.

Nydia Bonetti · Piracaia, SP 21/12/2007 09:12
sua opinião: subir
Juliaura
 

Alô, alô!
Aqui era Kalachinikov, amor.
Também, pudera, explodiu-se em cores vitirnais os cinzas comunais,
uma esmola em cada esquina, agora, em cada vão uma mão pedinte
submergiu cardumes em prótons e nêutrons de mísseis fakes-de-pau
cobiçou a ogiva doutrem, mal se deu
em bala nos trilhos vem, no Jalapão
ainda se quer, na loucura desse meio, fazer neném.

-----

Bonito Benny, nada por encomenda, mas nem tudo à vista, que tem tempo para pagarmos as contas dos demais que se vão já, espero. Que é tarde e o tempo rouge e batom.

Juliaura · Porto Alegre, RS 22/12/2007 15:44
sua opinião: subir
Rangel Castilho
 

Salve, Benny!
Considero suas palavras...sim, é bem você.
Nada a recompor - somente criar, criar
queria ar para mais respirar teu poetar...

Rangel Castilho · Anastácio, MS 23/12/2007 11:37
sua opinião: subir
Adroaldo Bauer
 

Denso. E livre!

Adroaldo Bauer · Porto Alegre, RS 23/12/2007 13:22
sua opinião: subir
Lili_Beth*
 

Querido Benny:

Instigante!
!!!
???
Instiga_ante
...

Beijos_Meus*
*

Lili_Beth* · Rio de Janeiro, RJ 23/12/2007 18:56
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

baixar
doc, 20 Kb

veja também

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados