GUERRAS INDÍGENAS POR LIBERDADE

http://www.moderna.com.br/moderna/didaticos/ei/aventuradeaprender/
1
azuirfilho · Campinas, SP
5/5/2009 · 66 · 55
 

GUERRAS INDÍGENAS POR LIBERDADE

Guerras Indigenas
A Primeira Missa foi pintada, mostra o índio recebendo.
A boa recepção ta provada, eles não estavam merecendo.
Vieram aqui pra escravizar, para impor férrea dominação.
Os Índios fizeram foi lutar, contra a Infame Usurpação.

Não teve como a paz manter, vieram mal intencionados.
Foi fácil lhes perceber, como mercenários depravados.
Quem veio para apunhalar, logo revelou não ser irmão.
Os Índios fizeram foi lutar, contra a Infame Usurpação.

Confederação dos Tamoios: 1555-1567
São Paulo e Rio de Janeiro, enfrentando o ludibriar.
Contra o índio Brasileiro, fizeram todo o mal que há.
Infames amaldiçoados, trouxeram guerra e exploração.
Os Tamoios Confederados, foram contra a Escravidão.

São os expropriadores, com toda falsidade e covardia
Os miseráveis exploradores, com toda infâmia e vilania.
São do Sudeste Revoltados, contra mentira e usurpação
Os Tamoios Confederados, foram contra a Escravidão.

Guerra dos Aimorés: 1555-1673
Tapuias representantes, tinham sua terra para cuidar.
Rechaçados pelos dominantes, que vieram escravizar.
Lutador o tempo inteiro, e até ameaçado de extinção
Fugindo do Cativeiro, Aimorés é contra essa sujeição.

José de Anchieta ajudava, para a guerra justa conseguir.
Nesta forma se escravizava, para toda riqueza produzir.
Mesmo que fosse guerreiro, não podia contra o canhão
Fugindo do Cativeiro, Aimorés era contra essa sujeição.

Guerra dos Potiguares: 1586-1599
Lutaram como jaguares, e como a feroz onça pintada
Todo tempo em todos lugares, na forma mais arrojada.
Não foi passivamente, que eles aceitaram essa sujeição.
Potiguar lutou intensamente, pra impedir a escravidão.

Para impedir o Cativeiro, os índios faziam enfrentar.
Era contra esse povo inteiro, que estavam a exterminar
Venceram monstruosamente a, uma Guerra de extinção.
Potiguar lutou intensamente, para impedir a escravidão.

Levante dos Tupinambás: 1617-1621
Muitas tribos comunidades. Que receberam o navegador.
Era pra ser formada irmandade, sem o espírito explorador.
Pataxó, Pankararu, Tumbalalá, Xucuru e Cariri tudo irmão.
Tupinambá no seu lutar, como Mártires contra a escravidão.

Não lhe tiveram humanidade, nem honra nem sentimento.
Viajantes da indignidade, vieram trazer todo sofrimento.
Hospitaleiros no recepcionar, com respeito e consideração.
Tupinambá no seu lutar, como Mártires contra a escravidão.

Confederação dos Cariris: 1686-1692
Reflexivos e determinados. Tinham muita disposição.
Guerra dos bárbaros chamados, contra toda escravidão.
Só lhes restou insurgir, e lutar contra a desumanidade
A Confederação dos Cariris, uma luta pela Liberdade.

Índios de muita resistência, e jamais se subordinaram.
De mais persistência, que os portugueses enfrentaram.
Sempre fizeram insurgir, conta a escravidão de verdade.
A Confederação dos Cariris, foi de luta pela Liberdade.

Revolta de Mandu Ladino : 1712-1719
Maus tratos todo tempo, Fazendeiros só queriam lucrar.
Torturava sem ter sentimento, revoltados o fizeram matar.
Era sem fim a Desumanidade, era um suplício a sujeição.
Mandu Ladino pela Liberdade, sempre é vil a Escravidão.

Por sete anos que vão lutar, e por nada no mundo desistir.
Vão tanto lutar e impressionar, de todo jeito vão persistir.
Vão atingir a imortalidade, ficou a História não foi em vão
Mandu Ladino pela Liberdade, sempre é vil a Escravidão.

Guerra dos Manaus: 1723-1728Índio não fazia escravidão, não tinha cultura de acumular.
Sistema de partilha e comunhão, e todos faziam participar
Houve o desentendimento, e Chefe Huiuebene não aceitou.
Guerra dos Manaus é sentimento, o Dominador não honrou.

O dominador traiçoeiro, faz ao Chefe Huiuebene assassinar.
O Filho Ajuricaba Guerreiro, vem pra ao chefe e pai vingar.
É Sabedoria e desprendimento, Chefe Irmão que se acalentou.
Guerra dos Manaus é sentimento, o Dominador não honrou.

Resistência Guaicuru: 1725-1744
Canoeiros de muita habilidade. que vão cavalos conseguir.
Vão transcender a mobilidade, até a Cordilheira vão atingir.
Dos dominadores conheceram, aprenderam toda equitação.
Guaicuru Admiráveis Cavaleiros, resistiram a Escravidão.

Com o animal em disparada, e porrete da palmeira gerivá
Desferia uma violenta pancada, capaz das pernas quebrar
Índios Lutadores derradeiros, fugindo de toda subjugação.
Guaicuru Admiráveis Cavaleiros, resistiram a Escravidão.

Guerrilha dos Muras: todo o século XVIII
O Jesuíta não conseguiu aldear, sempre tropas a perseguir.
A tudo ruim lhe fizeram tentar, para dominar e ou extinguir.
Subjugar era tudo que se queria, e tropas faziam destruição.
A Nação Mura sempre resistia, ao extermínio e escravização.

Os dominadores insistiram, pra moral da Amazônia quebrar.
Todo o tempo resistiram, sabiam a técnica de guerrilha usar.
Tinham a sua Sabedoria, que usavam pra própria preservação.
A Nação Mura sempre resistia, ao extermínio e escravização.

Guerra Guaranítica: 1753-1756
As Potências exploradoras, fizeram acordo sobre terra.
Para eles trocas lucradoras, pros povos miséria e guerra.
È a Dominaçao e sua política, que não faz de se importar.
A Guerra Guaranítica, é o Povo não se deixando roubar.

Sepe Tiaraju esta presente, dá sua vida em santificação.
Eternamente com a gente, imortalizado com a sua ação.
São sepe em Lenda mítica, cavalga no Céu a nos Cuidar.
A Guerra Guaranítica, é o Povo não se deixando roubar.

Azuir Filho e, Turmas: do Social da Unicamp e de Amigos
De: Rocha Miranda, Rio, RJ e de Mosqueiro, Belém, PA.

Poesia de Homenagem aos Indios Brasileiros. É uma Historia muito Grande de uma Luta de dominação sem fim, que começou com escravidão, maus tratos e quase extinguiram todos os ìndios. Foi de um grande sacrifício e heroísmo, foi uma Luta sem Igual . De Muitas vítimas e de muito sofrimento, muita falsidade e traição. Falta de palavra e de Honra. Religiosos falando em Jesus e ajudando a exterminar os Indios.
No Quadro da Primeira Missa no Brasil aparecem os Índios em Paz recebendos os humanos para uma relação fraterna em comunhão. A História vai ser Terrível de Exploração e Escravidão. O Humano “Civilizado”, tem esse Espírito de Lucrar nas costas do seu Irmão, explorando-o em tudo que puder até o mais extremo,
Logo Cunhambebe vai estar enfrentando essa Turma Traiçoeira, Aimbere será sacrificado na Confederação dos Tamoios, Sepe Tiaraju, Indio Brasileiro que será morto pelos povos de todo o Sul, O Indio Esta Vivo na Gente. Ajuricaba dará a vida pela Amazônia. O Sacrifício de Galdino foi com todo o Povo Brasileiro e com todo Humano que se prese. A luta do Índio continua, é pela redenção de todos Humanos.

DIREITOS RECONHECIDOS E AGRADECIDOS
F1 http://www.moderna.com.br/moderna/didaticos/ei/aventuradeaprender/
http://www.moderna.com.br/moderna/didaticos/ei/aventuradeaprender/datas/images/indio1.jpg
F2 http://video.globo.com/GMC/foto/0,,10152337,00.jpg
F3 http://www.terrabrasileira.net/folclore/regioes/3contos/sepe01.jpg
F4 http://upload.wikimedia.org/wikipedia/en/a/aa/Cunhambebe.jpg
F5 http://www.vermelho.org.br/hoje/0120g.jpg
F6 http://www.povosdamazonia.am.gov.br/sergiofigueiredo/images/img/images/194.jpg

Sobre a obra

Obra para Louvar aos Índios Brasileiros que Resistiram Bravamente a Invasão e a Escravidão que se seguiu. Sofreram um processo de Escravidão e eliminação brutal a qualquer forma de resistência, onde viver livre era uma afronta a subjugação. Muito Índios foram caçados para limpeza etnica dos territórios. Usaram muito o Processo de roupas contaminbadas abandonadas que lhes causava muitas baixas, por não terem anti-corpos de tantas doenças dos civilizados como sarampo, variola e cachumba. Os Índios viveram uma situação desigual nas condições de tantos enfrentamentos para ocupação das melhores terras e águas onde o objetivo dos Dominantes era Lucrar fazendo Escravizar ou extinguir. Os Indios lutaram o tempo todo por Justiça e Liberdade.
A Dominação como sempre foi vil ao extremo e os Indios deram lições de Humanidades. Achamos que os Antropofagos eram os ditos civilizados com suas Armas de fogo.

compartilhe



informações

Autoria
Azuir Filho e, Turmas: do Social da Unicamp e de Amigos
De: Rocha Miranda, Rio, RJ e de Mosqueiro, Belém, PA.
azuirfilho@superig.com.br
azuirferreiratavares@gmail.com
Ficha técnica
Louvor aos Indios Brasileiros, Heróicos como: São Sepe Tiaraju no RS, Ajuricaba na Amazônia, Cunhambebe e Aimbere no Sudeste e tantos outros que heróicamnte deram lição de de nobreza pela sua gente e por esta terra Brasil. Estão crescendo em sua representação, além de estarem vivos na gente
Downloads
5923 downloads

comentários feed

+ comentar
graça grauna
 

ah, meu amigo, meu amigo Azuir. "Fosse uma manhã de sol / o índio tinha despido o portugues" (O. Andrade). Parabens por essa louvação. Que Ñanderu nos acolha e nos dê força pra sobreviver a tanta Usurpação. Paz e bem, Grauninha

graça grauna · Recife, PE 4/5/2009 18:03
sua opinião: subir
nina poeta
 

Azuir, lembrar de tanta aflição, de tantas perdas e coragem,em especial para o meu sangue gaucho-nordestino, eu cito o heroismo de Sepé tiaraju, minha mãe que é quase de lá, São Sepé,cidade que leva este nome em sua homenagem,sempre fala dele,este grande líder das milícias indígenas,contra as tropas européias interessadas na nossa terra. Quanta dizimação,e ao mesmo tempo quanta bravura e resistência, eles sempre terão! Maravilhosa pesquisa esta sua!!! Bjs.

nina poeta · Rio de Janeiro, RJ 4/5/2009 20:18
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
graça grauna
 

Com licemça, meu querido Azuir. Ocorre que não resisti e vim aqui pra trocar algumas idéias. parabens a você pelo grande texto. Parabens a Nina pela interlocução.
Pois é, Nina, querida irmã das letras. Acho uma beleza essas reflexões. Daqui a pouco teremos uma verdadeira coletânra de reflexões acerca da riueza cultural desses nosso torrão chamado Brasil, Brasilis, Brazis...ese lugar de mistura ao mesmo tempo bela e triste.
mas apesar das usurpações estamos aqui e vamos continuar vivendo porque prcisamos mostrar a nossa resistência porque somos legítimos herdeiros de Sepé Tiaraju. Grande Nina, grande Azuir. É uma maravilha compartilhar dessas questões todas com vocês aqui. Paz em Ñanderu, Grauninha

graça grauna · Recife, PE 4/5/2009 22:07
sua opinião: subir
Gustavo Adonias
 

Azuir,

Beleza de postado. Nos mostra como foi e ainda é a incansável luta dos povos indígenas, verdadeiros donos do Brasil, donos sem posse, mas de alma. O homem branco, louco por tesouros, fez de tudo para usurpar e dominar, escravizando homens, mulheres e crianças, em nome do maior lucro obter. Mas os indígenas, ao contrário do que muita gente pensa, não se fizeram passivos, trataram de defender a sua terra, mas infelizmente, foram dizimados pela força da pólvora e da aculturação a que foram submetidos. A igreja católica, em nome da sua fé (e do ouro), preparou o terreno para a dominação, escravizando a mente dos índios, que deixavam os seus costumes, considerados pagãos, e tornavam-se novos cristãos. Não só no Brasil, mas em toda a América pré-colombiana, o massacre se deu, seja no México ou nos Andes, muito índio morreu. Mas lutaram com toda a coragem que podiam, em nome de retomar a sua liberdade que havia sido tomada à força. Ainda hoje, os índios remanescentes lutam, por uma chance de viver dignamente...

Parabéns, amigo !

Grande abraço

Gustavo Adonias · Salvador, BA 5/5/2009 15:50
sua opinião: subir
Doroni Hilgenberg
 

Azuir,
e a guerra continua até os dias atuais...
maravilhoso e didático texto
bjs

Doroni Hilgenberg · Manaus, AM 5/5/2009 16:17
sua opinião: subir
joe_brazuca
 

pois é...agora me diz aí :

quem fim levou os assassinos de paletó e gravata, que incendiaram o Indígena em Brasília ???...vc sabe ?...vc viu ?

à continuar essas mazelas do "povo branco" contra "o resto" ( acho que é assim que chamam, não ?...) , será sempre 10 X 0 pra'quelezinho tal de Adolph "H"...sacou ?

tema explosivo esse seu, amigo...!
muito bom !

joe_brazuca · São Paulo, SP 5/5/2009 18:10
sua opinião: subir
Zeca Avelar
 

UAU! - Que emocionante resgate histórico menino Azuir Filho de Azuir!

"Sou filho da Terra
na selva nasci
Sou fruto, sou fogo
sou Tupi - Guarany"

"Sou Paz, sou Amor
o que foi e o que é
sou a Natureza
sou um Aymoré!"

"Sou onça pintada
sou a comida e a fome
sou a propria floresta
Sou Yanomani!"
...
abraSSão
ZecaFeliz - gaDs!

Zeca Avelar · Florianópolis, SC 5/5/2009 18:24
sua opinião: subir
Aldy Carvalho
 

votadaço


Abs

Aldy Carvalho · São Paulo, SP 5/5/2009 18:51
sua opinião: subir
Vasqs
 

Chuf, quanto sangue! Mas eu sou como o Callado, que bem antes de morrer já se dizia desanimado (pra rimar). Os textos são emocionantes.Abraço.

Vasqs · São Paulo, SP 5/5/2009 19:12
sua opinião: subir
W@nder
 

Beleza o seu trabalho, caro Azuir.
Esse povo indígena, massacrado e privado de seus costumes e do principal, de sua própria terra.
Abraços e parabéns.

W@nder · Rio de Janeiro, RJ 5/5/2009 19:15
sua opinião: subir
patriciaborato
 

Este tema é fascinante para mim, eu fiquei muito mais atenta para acompanhar e conhecer este nosso povo indígena, lá em Minas eles são reduzidos também, tem os puris,pataxós,kamakãs, sempre resistentes bravos! Parabéns Azuir pelo tema maravilhoso!Bjs.

patriciaborato · Rio de Janeiro, RJ 5/5/2009 19:31
sua opinião: subir
assis pio
 

votado amigo

assis pio · Aurora, CE 5/5/2009 19:43
sua opinião: subir
menina_flor
 

Amigo Azuir,
Parabéns por mais uma bela e justa homenagem. E essa 'luta' continua. Muito bem lembrado o caso do Indio Galdino massacrado e assassinado cruelmente pelos 'filhinhos de papai' que saem por ai aterrozando as noites.
Um belissimo trabalho!

Com carinho,
Patty

menina_flor · Rio de Janeiro, RJ 5/5/2009 19:47
sua opinião: subir
O NOVO POETA.(W.Marques).
 

mais um belo trabalho.votado.

O NOVO POETA.(W.Marques). · Franca, SP 5/5/2009 19:57
sua opinião: subir
alcanu
 

Emocionante texto, como fomos enganados na escola com aqueles termos selvagens, como se os índios fossem idiotas... e sempre visualizando os portugueses como colonizadores e nada mais...
ah, se fossemos crianças agora... provavelmente nada aconteceria, pois as crianças de hoje se pudessem, nada fariam...
é a mídia, mentirosa e enganadora, a falta de textos como esse pra mostrar toda essa farsa que não só nos incomoda mas nos atinge, conforme corrobaria o chefe sioux Touro Sentado:
-"Tudo o que se fizer à Terra, se fará ao filho da Terra !", santa sabedoria, a Terra está aos póucos se extinguindo...
precisa dizer mais ?
Um beijo, Azuir !

alcanu · São Paulo, SP 5/5/2009 19:59
sua opinião: subir
victorvapf
 

Belo texto historico que mostra a bravura do indio...O que sobrava ontem, falta hoje!

abraços

victorvapf · Belo Horizonte, MG 5/5/2009 20:09
sua opinião: subir
Andre Pessego
 

Uma bela colocação; uma bonita reflexão; creio que resenhas assim criarão asas, para ir revelando a história negligenciada que é passada ao povo e notadamente ao estudante
abraço
andre

Andre Pessego · São Paulo, SP 5/5/2009 20:17
sua opinião: subir
meus traços e linhas
 

Azuir,
Você como sempre Louvando ensinando e memorizandocom suas admiráveis pesquizas.
votado!

Um breve comentário sobre os Índios na Paraíba, aqui na Baia da Traição ainda existe os Tupi-Guaranís, vivem numa miséria que dá dó, 30% são idosos, entre eles deficientes, os jovens analfabetos, ao todo no estado, em torno de 1.700 índios, morrendo à mingua e ninguém faz nada!

Muito obrigda por compartilhar seu belo trabalho!

Meu abç!

meus traços e linhas · Cabedelo, PB 5/5/2009 20:19
sua opinião: subir
Marcos Paulo Carlito
 

Azuir, realmente vc é um pesquizador de grandeza, empreendendo tempo e dedicação ao resgate e valorização da cultura brasileira.
Sabes que sou fã da causa indígena!
Te parabenizo e te saúdo com um forte abraço Guaicuru!!!

Marcos Paulo Carlito · , MS 5/5/2009 20:51
sua opinião: subir
Mirtes Carvalho
 

Amigo querido e Professor Azuir, Homenagem/Louvação inigualável. O conteúdo maravilhoso, a ordem cronológica super didática, a enfase do escritor, pesquisador e poeta dando cores fortes e brilhantes a cada povo foi muito emocionante. Abençoado você e todo grupo de pesquisas. Que Jesus os abençoe! Já ia falar quando vi que o Joe Brazuca lembrou. Hoje não escravizam mas MATAM queimados na fogueira da iNQUISIÇÂO dos mandantes de Brasilia. Queriam saber notícias dos assassinos? Hoje são FUNCIONÁRIOS PÚBLICOS CONCURSADOS (quem fez a seleção foi o pai ou a mando)
Portanto hoje apesar de termos olhos menos manipulados, vemos estas coisas acontecerem. Que a Justiça de Deus chegue até eles.
Parabens Professor Azuir! Obrigada pelo grito de guerra!
Bjs, Mirtes Carvalho

Mirtes Carvalho · Rio de Janeiro, RJ 5/5/2009 21:06
sua opinião: subir
Carlos Venttura
 

Como sempre!

Você arraza!


Parabéns!

Carlos Venttura · Suíça , WW 5/5/2009 21:06
sua opinião: subir
Ivette G.M.
 

Amigo Azuir, este foi um trabalho de fôlego. Beleza de postado sobre as guerras indígenas.
Ivette G M

Ivette G.M. · Cotia, SP 5/5/2009 21:09
sua opinião: subir
Cintia Thome
 

Louvemos os indios brasileiros sempre. É a história e a realidade em descuido.
Parabens

Cintia Thome · São Paulo, SP 5/5/2009 21:25
sua opinião: subir
Claudia Almeida
 

Concordo com o primeiro comentário de Grauninha, invasão européia, flexa e cruz e hoje são invadidos e invadem por conta dos políticos será...bjs.

Claudia Almeida · Niterói, RJ 5/5/2009 21:53
sua opinião: subir
Agenor
 

Em todas elas(Confederações) a luta do índio pela liberdade. Bravo não se deixou escravizar...
Muito bem lembrado, amigo Zuir e parabéns pelo relato histórico dos fatos.
Prazerosamente votado,
Abraços

Agenor · Aquidauana, MS 5/5/2009 23:01
sua opinião: subir
Ivan Cezar
 

Azuir
Excelente trabalho
Um tema muito atual
E minha cidade rende homenagem
ao valente índio Sepé
Sua amada, a índia Pulquéria, dá nome a uma gruta
Dizem que lá eles se amavam
Parabéns amigo !

Ivan Cezar · São Sepé, RS 5/5/2009 23:19
sua opinião: subir
Almir Capthor
 

Sempre um prazer te ler amigo
Almir Capthor

Almir Capthor · Rio de Janeiro, RJ 5/5/2009 23:35
sua opinião: subir
Denis Sen@
 

Muito bom abordar sobre os índios.

Arte tem o seu papel de expressar sentimentos,despertar provocações e denúncias.O grande lance é fazer com que o pensamento da humanidade avance.
Acorda Brasil!

Parabéns poeta!

Denis Sen@ · Salvador, BA 6/5/2009 00:46
sua opinião: subir
ayruman
 

Num lampejo apreciando e votando. Saúde. jbconrado

ayruman · Cuiabá, MT 6/5/2009 01:06
sua opinião: subir
graça grauna
 

a luta continua.

graça grauna · Recife, PE 6/5/2009 09:23
sua opinião: subir
llamar al pan
 

...quando a história se transforma em poesia...

llamar al pan · Belo Horizonte, MG 6/5/2009 10:03
sua opinião: subir
RUI LÔBO
 

Azuir: Mestre, belíssimo passeio ( e resgate) pela nossa verdadeira história, aquela ainda desconhecida da maioria dos brasileiros, seja por ignorância, seja por interesses políticos dos mandatários da época. Como eu gostaria de ter vivido estas épocas, tão cheias de bravura, heroismo, sentimento e magia. Parabéns ! Axé!

RUI LÔBO · Brumado, BA 6/5/2009 10:52
sua opinião: subir
Brida
 

Mais uma bela e justa homenagem. Parabéns, querido amigo.

Brida · Salvador, BA 6/5/2009 12:37
sua opinião: subir
José Geraldo
 

Sou mesmo um apaixonado por tudo que escreve, meu caro amigo.Sem sombra de dúvida, um belíssimo trabalho.
Bjos na alma, grande poeta.

José Geraldo · Garanhuns, PE 6/5/2009 12:41
sua opinião: subir
wancisco franco
 

Seus versos mantêm vivo o que a História Oficial
teima em negar à História dos Vencidos.
Parabéns, poeta!

wancisco franco · São Paulo, SP 6/5/2009 13:37
sua opinião: subir
camuccelli
 

É mais uma daquelas gostosos aulas de história.

camuccelli · Rio de Janeiro, RJ 6/5/2009 14:41
sua opinião: subir
Jubs Corrêa
 

Azuir querido,
Adoro quando você mescla história e estória!
òtimo texto! Votado! Beijos!

Jubs Corrêa · Brasília, DF 6/5/2009 16:09
sua opinião: subir
Nels Belo
 

Belo trabalho, Brasil formado de povos guerreiros.

Nels Belo · Feira de Santana, BA 6/5/2009 16:37
sua opinião: subir
Jéfte Sinistro
 

Nem é preciso dizer o quanto é justa esta homenagem aos homens e mulheres dum Brasil brasileiro - e não dum Brasil europeizado com ideais impostos à força por invasores... Grandes nomes indígenas marcaram a nossa história, outros tantos anônimos acompanharam atos de heroísmo e tiveram seus nomes jogados - como seus corpos... É uma infeliz realidade... mas a luta continua e se cada 'porantinar' o tanto que lhe é devido, a realidade será invertida. Parabéns por mais uma belíssima homenagem, Azuir! Um abraço.

Jéfte Sinistro · Cabo de Santo Agostinho, PE 6/5/2009 21:49
sua opinião: subir
nairalacy
 

Oie..Azuir você arrasa nas homenagens!
Merecida e justa homenagem ao povo indigena!
Parabéns
Votado.

Kisses,
Naith

nairalacy · Osasco, SP 6/5/2009 21:51
sua opinião: subir
nina poeta
 

Voltando feliz! Bjs.

nina poeta · Rio de Janeiro, RJ 6/5/2009 22:14
sua opinião: subir
zilka jacques
 

Querido Azuir,
extraordinária pesquisa e louvor por lembrar o povo indígena, os legítimos donos desta terra Brasil!
Parabéns!
Votando.
Grande abraço,
Zilka

zilka jacques · Porto Alegre, RS 7/5/2009 01:54
sua opinião: subir
Marcelo ShytaraLira
 

Azuir...
Como sempre excelente...
abs

Marcelo ShytaraLira · São Paulo, SP 7/5/2009 12:38
sua opinião: subir
Aube
 

Azuir, meu querido
Lindo o texto, uma aula de história cheia de sentimentos.
Uma grande revolta que guardo até hoje, foi ter estudado (ainda na infância) coisas como a relação cordial entre portugueses e índios e, fugindo da linha, a bondade da princesa que assinou a Lei Áurea.
Espero que já tenham mudado os livros que dão a nossas crianças e adolescentes. Vamos rumo a uma nova página da nossa história...
Paz a nossos irmãos! Igualdade, igualdade, igualdade... (um mantra de luta).
Adorei!
Mil beijos,
Aube.

Aube · Salvador, BA 7/5/2009 16:52
sua opinião: subir
Lili_Beth*
 

Parabéns Azuir!
Tu és tu ...
Do amigo ao mestre
Do mestre ao escritor
Do escritor ao poeta
Do poeta ao louvor
...
Maravilha de trabalho!
Beijos_Meus*
*

Lili_Beth* · Rio de Janeiro, RJ 8/5/2009 00:56
sua opinião: subir
Rosa Campello
 

aplaudido e votado

Rosa Campello · Recife, PE 8/5/2009 13:56
sua opinião: subir
Aepan
 

Uma verdadeira aula de história...
Airton
Estrela-RS

Aepan · Estrela, RS 8/5/2009 16:56
sua opinião: subir
gamito
 

Azuir...

Simplesmente - Você é o Cara !!!

abração
GaMitto

gamito · Brasília, DF 8/5/2009 18:36
sua opinião: subir
ajursp
 

AMIGO VOTADO SEMPRE COM PRAZER CONTINUE SEMPRE SUCESSO

ajursp · São Paulo, SP 8/5/2009 20:01
sua opinião: subir
arnaldo cavalle
 

um crito de querra haaaaaaaaaaaa!

arnaldo cavalle · Jaboatão dos Guararapes, PE 8/5/2009 20:13
sua opinião: subir
sheila duarte
 

Azuir belo trabalho e reconstituição. Ao mostrar este grande painel pudemos ver pelas datas os períodos das lutas. Lutas e guerras que duravam décadas provando a determinação, o espírito e o anseio de liberdade. Lutas que não conseguiram impedir o motor da história de dominação essa avalanche civilizatória, a força bruta da aculturação que ainda vigora pelo mundo globalizado. Super Bjs. Votadíssimo!

sheila duarte · São Paulo, SP 10/5/2009 20:16
sua opinião: subir
Vinícius Motta
 

Bom demais ler sobre a força desta parte do nosso povo tão posta à parte.
Que seja feita justiça ao que os índios fizeram na formação do Brasil.
parabéns

Vinícius Motta · Rio de Janeiro, RJ 12/5/2009 14:41
sua opinião: subir
caipiraroll
 

Grandioso.
Totalmente caipiraroll, o sotaque que usado nas canções tem como principal caracteristica o 'r' retroflexo falado pelos indios brasileiros.

caipiraroll · Piracicaba, SP 16/5/2009 12:24
sua opinião: subir
Orisvaldo Tanniy
 

Azuir,

Lindo postado sobre a guerra indígena.Votado.

Orisvaldo Tanniy · Teresina, PI 27/5/2009 12:09
sua opinião: subir
ana wagner
 

Overponto! Parbéns! bjs

ana wagner · Porto Alegre, RS 27/6/2009 17:07
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

imagens clique para ampliar

Indios recebendo com Amor na Primeira Missa no Brasil zoom
Indios recebendo com Amor na Primeira Missa no Brasil
Indio Galdino Inesquecícel um Lider, Mártir e Herói. zoom
Indio Galdino Inesquecícel um Lider, Mártir e Herói.
São Sepê Tiaraju, Índio que Virou Santo pelo sacrifício sem limites. zoom
São Sepê Tiaraju, Índio que Virou Santo pelo sacrifício sem limites.
Cunhambebe Tão Heróico. Morreu consequente de Contaminação Covarde. zoom
Cunhambebe Tão Heróico. Morreu consequente de Contaminação Covarde.
Confgederação dos Tamoios. Aimbere e José de Anchieta. zoom
Confgederação dos Tamoios. Aimbere e José de Anchieta.
ANTROPÓFAGOS zoom
ANTROPÓFAGOS
baixar
pdf, 10 Kb

veja também

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados