Identidade

1
Cristiano Melo · Brasília, DF
9/11/2008 · 153 · 26
 

Identifico-me no reflexo do espelho
Do outro, vice-versa,
Ruminantes encalacrados do íntimo velho,
Imagens produzidas pela conversa.

O movimento inicial, a comunicação,
Interação de um com o outro,
Com o resto, com o mundo, especulação!
Sem paradas, ou interfaces, encontro.

O tempo limitante torna-se irreal,
Sentidos aguçados na atenção,
Percebimento salutar do processo real.

Consuma-se o ciclo de identificação,
No entanto sem a lógica temporal
Ambos não existem, sem a imagem da mão.



Cristiano Melo, 06 de Novembro de 2008.

compartilhe



informações

Autoria
Cristiano Oliveira de Melo
Downloads
283 downloads

comentários feed

+ comentar
Samuel Luciano Assunção
 

ei cristiano...um belo soneto...
a identificação...as digitais...que marcam e fazem ser...
muito bom.

abraços.

Samuel Luciano Assunção · Angra dos Reis, RJ 6/11/2008 19:29
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
celina vasques
 

Sonetaço querido poeta!
Marcas para sempre...as digitais!!!
Parabéns por mais um fantástico trabalho!
beijo no coração!

celina vasques · Manaus, AM 6/11/2008 20:45
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Doroni Hilgenberg
 

Cristiano

Questionador seu Soneto
' Consuma-se o ciclo da identificação"
Dá a impressão que o tempo passa e a gente se pergunta:
Quem sou eu mesmo?
bjs

Doroni Hilgenberg · Manaus, AM 6/11/2008 21:50
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Thiers
 

Cris,

Consuma-se o ciclo de identificação,
No entanto sem a lógica temporal
Ambos não existem, sem a imagem da mão.



teu poema vem embrulhado no emaranhado... com luzes apagadas.
É preciso penetrar nesta interface, ter os sentidos aguçados, rasgar uma dobra, colocar o facho de luz e enfim poder vi su alisar.
E o ciclo se completa -> No entanto sem a lógica temporal
Ambos não existem, sem a imagem da mão.


Um poema concha; belo e dolorido

Thiers · Rio de Janeiro, RJ 6/11/2008 22:09
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
JACINTA MORAIS
 

CRISTIANO,
IDENTIFICO-ME
NO REFLEXO DO ESPELHO...
A voz silenciosa ,do outro lado nos fala,
Acaricia nosso rosto,
em desalhinhos nossos cabelos,
Olha o corpo despido,
e testemunha nossa timidez...
À vzs ensaiamos uns passos,
flertamos alguns beijos,
É o momento mais real,
Nós com nós mesmos...
Sem máscaras,apenas alguns
cremes...
ESPELHO,ESPELHO MEU!!!
BJS amigo qrdo.

JACINTA MORAIS · Cascavel, PR 7/11/2008 04:49
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Carlos Mota
 

achei que não precisava voltar ao poema, relí e era outra imagem...
lerei novamente pra ver se me enxergo novo.
abraço,

Carlos Mota · Goiânia, GO 7/11/2008 16:41
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Sérgio Franck
 

Cristiano, se lesse o seu poema por sete vezes, encontraria uma interpretação pra cada uma delas.

Fortíssimo!

Sérgio Franck · Belo Horizonte, MG 7/11/2008 21:21
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Sônia Brandão
 

Assim como existem no espelho múltiplas faces, há várias leituras para o seu poema.
bjs

Sônia Brandão · Bauru, SP 7/11/2008 22:45
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
samuca santos
 

espelhos, espelhos.
alice de carroll bem o sabia:
são múltiplos, misteriosos, infinitos.
porra, cris, não gosto muito de sonetos
mas arrebentou.
relerei e volto pra votar.

samuca santos · Olinda, PE 8/11/2008 13:09
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
EdimoGinot
 

Cristiano
Além do estilo (um soneto)
percebo imagens refletidas
cujo reconhecimento incita dúvidas.
Ficou bom no soneto
Um abraço

EdimoGinot · Curitiba, PR 8/11/2008 18:34
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Angélica T. Almstadter
 

O questionamento nos faz afiados por isso seu soneto ficou nos cascos! Beijo

Angélica T. Almstadter · Campinas, SP 8/11/2008 18:38
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
celina vasques
 

Meu carinho meu garoto poeta!
beijo no coração!

celina vasques · Manaus, AM 8/11/2008 18:52
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Doroni Hilgenberg
 

Doroni Hilgenberg · Manaus, AM 8/11/2008 21:16
sua opinião: subir
Claudia Almeida
 

Claudia Almeida · Niterói, RJ 9/11/2008 10:19
sua opinião: subir
O NOVO POETA.(W.Marques).
 

interessante amigo poeta, gostei muito de ler seu poema.votado.

O NOVO POETA.(W.Marques). · Franca, SP 9/11/2008 10:43
sua opinião: subir
Hideraldo Montenegro
 

Belo soneto e que nos envolve numa reflexão (refletir) curiosa: o reflexo no espelho. Aquele que contempla, que é refletido. Um movimento de vai-e-vem.

Ambos não existem, sem a imagem da mão.

Hideraldo Montenegro · Recife, PE 9/11/2008 10:59
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Cintia Thome
 

Cristiano,
Nada significa sem o gesto, está muito bem...
Poema de reflexos/reflexão.ab

Cintia Thome · São Paulo, SP 9/11/2008 11:54
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Juscelino Mendes
 

A imagem! Um pergunta ao outro: será que existo? Quem garante que estou aqui a olhar? :) Blz, Cristiano.

Juscelino Mendes · Campinas, SP 9/11/2008 15:37
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Gabriel Desaix
 

Salve Cristiano!

Belo trabalho. Instigante jogo de idéias, onde vemos a palavra refletida nos espelhos do tempo.

abraço.

Gabriel Desaix · São Paulo, SP 9/11/2008 19:06
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Carlos Mota
 

Carlos Mota · Goiânia, GO 9/11/2008 20:17
sua opinião: subir
Iva Tai
 

Olha que delícia...eu amo espelhos...e adoro me ver pelo avesso...Este teu poema me fez lembrar...que uma vez meu espelho caiu, quebrou, e vi que Narciso habitava mil faces...Bjos

Iva Tai · Manaus, AM 9/11/2008 22:54
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Thiers
 

vot

Thiers · Rio de Janeiro, RJ 10/11/2008 19:11
sua opinião: subir
Ailuj
 

Tem dias que tenho medo de me olhar no espelho e ,em outros adoro
Acho que todo mundo é assim,né?
Desculpe a demora,estive meio ausente esse fim de semana
Um xero!

Ailuj · Niterói, RJ 10/11/2008 22:53
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Max Reinert
 

Identifico-me no outro... completo-me no outro... desejo a completude, no outro! Coisa boa demais... difícil demais!

Abraços!

Max Reinert · Florianópolis, SC 12/11/2008 10:20
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
EdimoGinot
 

EdimoGinot · Curitiba, PR 12/11/2008 17:51
sua opinião: subir
Raiblue
 

Poema multifacetadooo...muito bom Cris!!

Olho pro outro e me pergunto será que existo? O outro me olha e se pergunta a mesma coisa...o que enxergamos então?o outro? mas o outro não será parte de mim refletida?rsrs...ahhhh...perguntas e mais perguntas...mistério...

Gostei Cris!Mais um soneto enigmático...heee
beijinhos azuis-zen_blues
Bleu

Raiblue · Salvador, BA 13/11/2008 17:54
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

baixar
pdf, 2 Kb

veja também

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados