Lanugem de pêssego

2
Átila Raphael · Serra, ES
1/9/2014 · 2 · 4
 

Sob a dourada maciez
Suculenta, molhada
Do rubor a madurês
Exala o doce odor

A ingênua beleza
Que no broto resguardas
Revela-se em vigor
Após sua delicada flor

Ternas carícias do sol
Eriçam a lanugem felpuda
Perpassando sinuosamente a epiderme
Aquecendo toda a fruta madura

Quanto mais vermelho
Mais doce fica o fruto
Mordiscadas arrepiam, saciam o desejo
Mas não o coração
Aguardando o ensejo...

01/09/2014

compartilhe



informações

Autoria
Átila Raphael
Downloads
148 downloads

comentários feed

+ comentar
touché
 

Gosto dessa frase de Baudelaire : " O poeta é como o príncipe das nuvens. As suas asas de gigante não o deixam caminhar." Acho que definem bem a arte de poetizar. Parabéns pelo seu poema.

touché · Guarulhos, SP 11/9/2014 00:09
sua opinião: subir
Átila Raphael
 

Muitíssimo obrigado pelo comentário Touché! Gosto de Baudelaire também.

Átila Raphael · Serra, ES 12/9/2014 19:28
sua opinião: subir
A Marques
 

Bom trabalho! Boa noite!

A Marques · Caieiras, SP 30/1/2015 23:13
sua opinião: subir
Átila Raphael
 

Muito obrigado pelo elogio e por ter lido A Marques! Boa noite!

Átila Raphael · Serra, ES 2/2/2015 16:22
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

baixar
pdf, 2 Kb

veja também

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados