Machadiando: O POETA E O POEMA

1
soninha porto · Porto Alegre, RS
3/11/2008 · 138 · 32
 

O POETA E O POEMA

O poema nasce do confinamento do poeta em si mesmo. Pois é, lendo Vinícius de Moraes e a sua prosa "Transfiguração pela poesia", esta frase brotou do fundo de mim, veio do nada, maravilhosa essa força das palavras! A frase ficou me provocando e começou a fazer seus efeitos. A poesia só existe quando toca o outro, pensei... E pensando nisso, Vinícius renasceu ali, no exato momento em que me prendeu a seu pensamento. Logo me arremeteu ao concurso de Machado de Assis, fiquei até em dúvida, de como o tema poderia se encaixar nas idéias Machadianas, ele que penetrou como ninguém nos meandros da alma humana.
Tentei me ocupar com outras coisas, fui até a cozinha, tomei um café, fumei um cigarro, mas em vão, conclui que o pensamento tinha me aprisionado, por mais que eu tentasse escapar, nada mais teria sentido, até que eu, confinada em mim, escrevesse sobre o poeta e o poema em sua nascente, sobre as idéias e imagens que chegavam pulverizadas...
Tentei me enxergar ao escrever e percebi a essência do pensamento do poeta, o que ele quis dizer, e é engraçado me observar, me entrego a um completo delírio, que me invade sem descanso, até que o ponto final chegue.
O meu lado poeta fala alto, as imagens de martírio ou de ternura de que me apercebo ao escrever, escorrem dos vãos da minha alma. E tenho a impressão de que vultos se aproximam, sem nexos a procura da forma, e pouco a pouco vou construindo ou desconstruindo. Creio que Vinícius me fez descontruir, a partir de seu pensamento busco o que me inspirou e tento desfazer o quebra-cabeças. E na tela vão aparecendo pinceladas de arco-íris e as sombras da realidade dura e fria. O poema parece planar e eu também, derramo sentimentos que vêm das profundezas e que pulsam, vivos de amor, dor, paixão, alegria e tristeza.
Percebo que meu tédio tem cor, o afeto tem calor e transformo as manhãs e as noites enluaradas, iluminando-as por versos.
É uma sensação poderosa, que a minha mente insana provoca, ao fazer culto ao amor, ao corpo e a alma, a sentir saudades, que só eu sei, das tantas e tantas tristezas nas sinistras noites de solidão. E de tanto pensar e criar, a impressão que fica é que o poeta se embebeda de poema pra fugir da indiferença que o cerca, ou para reter a beleza do que sente, ele junta tudo e joga nos versos o manto das desventuras, ou os recobre de encantos oriundos de seus sonhos. É uma viagem ao fundo, é a transcendência do ser, e há um prazer infinito e o poeta chega quase a lamber os versos e cospe a poesia, querendo atingir tiranos e indiferentes, ou em chamas, os cheios de esperança e confiança pela liberdade no vai-e-vém de que seu transe proclama, ainda que viva em si um vazio que se impõe a sua vaga existência. Que significados terão estes pensamentos pra alguém? Este confinamento vai ajudar a renascer quem chora e sofre? Vai dizer algo a quem ama e canta?
Com essas idéias todas bailando em mim, olho pra noite, o céu tá escuro, lá fora está frio, tento me aquecer e enrolada numa manta, ainda me faço perguntas e depois de cansar de tanto olhar o lado de fora, volto-me pra dentro de novo, as palavras me chegam meio sem sentidos, fogem, relutam, até que num repente de inspiração o poema se entrega, pronto, inteiro, sem contestação. Satisfeita com o resultado, sei que irá viajar pelo mundo à procura do outro, aquele que em sintonia com minhas idéias, retenha-as em um novo confinamento. Pode ser que não provoque nada em alguns, mas esta liberdade é a que quero, a beleza do vôo livre do poema, em rumo incerto, e ao chegar, como chegou a prosa do genial Vinícius, completa-se o ciclo vital do poeta, do contrário a poesia nasceu morta.

Soninha Porto

Crônica pensando em Machado de Assis e sua densidade de sentimentos.

Sobre a obra

Em homenagem ao grande Machado de Assis, realizamos na Poemas à Flor da Pele um concurso de poesias e crônicas. Usei o pseudônimo Belinha para participar e fui indicada para o 2º lugar, é uma alegria!

compartilhe



informações

Autoria
Soninha Porto
Downloads
308 downloads

comentários feed

+ comentar
alcanu
 

Soninha, saudades de você, processo criativo é assim mesmo, não tem uma receita, cada um saca do seu jeito,quase como o amor !
Não escolhe a vítima, seu grau de desnudamento também varia da intensidade e da intimidade que você nutre para o amante / autor !
Um belo retorno, sem dúvida !
Um beijo !

alcanu · São Paulo, SP 1/11/2008 20:29
sua opinião: subir
victorvapf
 

Beleza de retorno, sem duvida, deveria merecer o primeiro lugar, beijos e parabens!

victorvapf · Belo Horizonte, MG 1/11/2008 23:27
sua opinião: subir
Andre Pessego
 

Como ainda está em edição vou voltar. Achei interessante e instigante. Acima de tudo achei muito levado a sério. Parabéns.
E realmente demorou. Mas.....
beijos pelo retorno
andre.

Andre Pessego · São Paulo, SP 2/11/2008 00:29
sua opinião: subir
azuirfilho
 

soninha porto · Porto Alegre (RS)
Machadiando: O POETA E O POEMA
Uma linguagem gostosa, atraente e professoral. Na leitura do seu texto a gente já sente uma paz de espírito como já nos preparando para partirmos para a criacáo.
Seu texto esta muito bom em tranquilidade e em contribuic\ao para liberar as alma dos poetas.
Parabéns ao Grande Machado de Assis e valeu demais a divulgacáo.
Parabéns, pelo seu Segundo Lugar em Poesia.
Muito honroso para nós que amamos a poesia.
Seja Bemvinda Poeta Amiga.
Abracáo Amigo

azuirfilho · Campinas, SP 2/11/2008 01:04
sua opinião: subir
clara arruda
 

parabéns Soninha.
Machado de assis sabia como ninguém inspirar e vc o fez em grande momento.
merecidamente.
Um beijo em seu coração.

clara arruda · Rio de Janeiro, RJ 2/11/2008 08:53
sua opinião: subir
soninha porto
 

Alcanu querido, quem gosta de textos grandes assim é vc. E discorre como um mestre, sempre gostei de escrever páginas e páginas, mas acabei por me focar na poesia, que é mais enxuta, no entanto, escrever e escrever sobre este tema me deu enorme prazer. Adoro estar aqui e vou tentar vir mais vezes, beijus.

soninha porto · Porto Alegre, RS 2/11/2008 08:57
sua opinião: subir
soninha porto
 

Victor não importa o lugar, importa isso sim é se poder falar, e falar. Obrigada pelo carinho. Beijus.

soninha porto · Porto Alegre, RS 2/11/2008 08:59
sua opinião: subir
soninha porto
 

Oi André volte sim, te espero.

soninha porto · Porto Alegre, RS 2/11/2008 08:59
sua opinião: subir
soninha porto
 

Obrigada amigo Azuir, vc que é um talento na arte de escrever, me deixa feliz com comentários assim, beijus.

soninha porto · Porto Alegre, RS 2/11/2008 09:00
sua opinião: subir
soninha porto
 

Clarinha saudades de tu amiga. Beijus e obrigada.

soninha porto · Porto Alegre, RS 2/11/2008 09:01
sua opinião: subir
Erode Lino Leite
 

Poetas, escritores, somos condenados a pensar. Ainda bem. Abraços

Erode Lino Leite · Campo Grande, MS 2/11/2008 11:36
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Andre Pessego
 

Soninha, como que por forças fora do nosso controle, o seu trabalho inicia o mês de novembro, o mes da celebração de Palmares. E Machado além de tudo que foi e que fez, era metição, de negro e branco.
Valeu

E um aviso - se puder fica em Porto Alegre dia 20/11 para
a II Marcha Zumbi dos Palmares,
abraço
andre

Andre Pessego · São Paulo, SP 2/11/2008 15:28
sua opinião: subir
soninha porto
 

Obrigada Erode pela presença.

soninha porto · Porto Alegre, RS 2/11/2008 16:08
sua opinião: subir
soninha porto
 

Obrigada pela lembrança amigoAndre. Mande todos os dados do evento para que eu possa publicar no jornal ok?
Meu e-mail é heisoninha@gmail.com

soninha porto · Porto Alegre, RS 2/11/2008 16:08
sua opinião: subir
celina vasques
 

Lindo! Lindo! Lindo!
Meus votos e todo o meu carinho pra ti minha linda poeta!
beijo na alma!

celina vasques · Manaus, AM 2/11/2008 16:53
sua opinião: subir
soninha porto
 

Cadê vc querida amiga? Saudades mesmo viu?
Obrigada pelo carinho.

soninha porto · Porto Alegre, RS 2/11/2008 17:08
sua opinião: subir
samuca santos
 

valeu, soninha:
"a poesia só existe quando toca o outro".

samuca santos · Olinda, PE 2/11/2008 17:08
sua opinião: subir
soninha porto
 

Oi Samuca, mas num é?

soninha porto · Porto Alegre, RS 2/11/2008 17:33
sua opinião: subir
Claudia Almeida
 

Querida passando e lendo com carinho!
beijinhos

Claudia Almeida · Niterói, RJ 3/11/2008 03:14
sua opinião: subir
Falcão S.R
 

Sôninha,

Parabéns pela honrosa e merecida colocação no concurso, é realmente um belo trabalho.

Bjs

Falcão S.R · Rio de Janeiro, RJ 3/11/2008 03:43
sua opinião: subir
Higor Assis
 

Machado e Nabuco. Uma só indentidade! Um pela poesia de sua luta, outro pela luta pela poesia.

Higor Assis · São Paulo, SP 3/11/2008 08:50
sua opinião: subir
soninha porto
 

Claudinha obrigada amiga! Poebeijos

soninha porto · Porto Alegre, RS 3/11/2008 09:09
sua opinião: subir
soninha porto
 

Oi Falcão, poeta do amor, que bom ver vc aqui amigo!Poebeijos.

soninha porto · Porto Alegre, RS 3/11/2008 09:09
sua opinião: subir
soninha porto
 

Higor que belas figuras não? Um abraço e obrigada.

soninha porto · Porto Alegre, RS 3/11/2008 09:10
sua opinião: subir
Ailuj
 

Maravilha de retorno
Desculpe a demora,não entrei no Overmundo esse fim de semana
Beijos e parabéns

Ailuj · Niterói, RJ 3/11/2008 17:35
sua opinião: subir
meus traços e linhas
 

"Vinícius, completa-se o ciclo vital do poeta, do contrário a poesia nasceu morta."
Lindo texto, que belas criaturas!
Eu que conheci o vinicius ao vivo, fui enfermeirad ele nos últimos momentos de sua existência, concordo com vc sobre a frase acima...ele era só grandea mesmo, e vc mergulhou por inteira no âmago desses poetas!
obrigada por comentar o meu texto!

bjssssssss
Diná


meus traços e linhas · Cabedelo, PB 4/11/2008 01:03
sua opinião: subir
raphaelreys
 

Soninha! Vinicius e Machado eram anjos enviados a esse mundo doido em missão! Poetas são almas em renúncia! Belo postado!

raphaelreys · Montes Claros, MG 4/11/2008 08:17
sua opinião: subir
soninha porto
 

Ailuj, obrigada menina por vir, poebeijos.

soninha porto · Porto Alegre, RS 4/11/2008 09:08
sua opinião: subir
soninha porto
 

Diná, acompanhaste o poeta até o seu final, que privilégio menina!
Ele consegue me inspirar, faz minhaalma transbordar de indagações, e o que é a vida senão uma eterna dúvida? Obrigada, por teu belo toque.Poebeijos.

soninha porto · Porto Alegre, RS 4/11/2008 09:12
sua opinião: subir
soninha porto
 

Que belas palavras Raphaelreys! Almas em renúncia. Sim eu renuncio a dor, ao desamor, indiferenças e diferenças, tudo que transforma o ser humano em nada. E eu canto as essências que me tragam.

soninha porto · Porto Alegre, RS 4/11/2008 09:16
sua opinião: subir
tarokid
 

Quem é mais importante: o poeta escravo de suas musas, ou o poema que se deixa carregar-se com as inspirações? Pelo jeito nunca conseguiremos encontrar uma resposta. O que sabemos é que um não existe sem o outro. Não importa se o autor, poeta ou escritor seja clássico ou modernista.

Um abraço

tarokid · Machado, MG 7/11/2008 17:53
sua opinião: subir
Angela Lara
 

Soninha menina, que bom encontrá-la aqui. Parabéns pela bela crônica. Lido e votado!

Angela Lara · Porto Alegre, RS 13/1/2009 11:41
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

baixar
pdf, 4 Kb

veja também

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados