Mãe Natureza

1
SABINO MARQUES · Itaituba, PA
12/9/2019 · 0 · 0
 

Amostra do texto

Pode se ouvir o grito de lamento da mata caindo. Sobre o nosso chão.
O crepitar do fogo a consumindo e o vento soprando a poluição
Secas em muitos cantos desta terra, noutros só se fala em inundação.
Ao invés de procurar outro planeta, preservar o nosso ainda é a salvação.

Chora, chora, ela é a mãe que geme em silencio
Chorando por dentro e o filho não ver
Chora, chora, mãe natureza está morrendo aos poucos
Pedindo implorando pra sobreviver

Cada vez mais os lagos estão secando, rios assoreando
E a ganancia do homem não lhe deixa ver.
Berços de vidas desertificando levando as espécies a certa extinção.
Só quando faltar agua pra beber, o pão pra se comer,
Ar pra respiração; que vamos ver o custo dessa ação,
Em ter causado tamanha destruição.

Chora, chora, como a mãe que gemeu em silencio
Chorando por dentro o filho não quis ver
Chora, chora, como a mãe que gemeu em silencio,
Pedindo, implorando não deixa eu morrer

compartilhe



informações

Autoria
Sabino Marques

comentários feed

+ comentar

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

baixar
pdf, 8 Kb

veja também

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados