MÃOS UNIDAS PELO PLANETA

1
CCF · Praia Grande, SP
19/1/2010 · 1 · 1
 

MÃOS UNIDAS PELO PLANETA
Por: Celso Corrêa de Freitas


NOTA 1: Minha esposa pediu-me que fizesse um texto no qual as pessoas moradoras do prédio onde ela trabalha, fossem chamadas a esquecer rusgas antigas e comportamentos estranhos a convivência social, para que o prédio em razão da mudança de cada um mudasse também, tornando-se um lugar aprazível.
O texto ficou assim...

Somos tão frágeis quando confrontados com as reações da natureza desse Planeta que habitamos e mesmo assim, insistimos no nosso dia a dia em nos alimentarmos de atitudes que não nos dignificam como seres humanos.
E o que é ainda pior! Nos distanciam dos nossos próximos.
Amanhã, numa tragédia como essa que hoje assola o Haiti e que nos assusta, a mão estendida a tirar você do perigo poderá ser a de um desconhecido, mas poderá ser também a mão daquela pessoa que hoje na sua rotina diária, você quando não ignora, trata com desdém.
Talvez seja essa a grande mensagem, oculta nesses atuais acontecimentos catastróficos. Através de imagens tão fortes, temos a oportunidade de vermos que o que de fato precisamos para enfrentar adversidades é ser, um só SER.
E um só SER representa a salvação da humanidade. Isso por que um SER só sequer conseguirá salvar a si próprio.
Portanto o caminho é fazer das suas ações a mão que salva e não a mão que se omite ou que agride.
Devemos enfrentar irmanados, os infortúnios, pois aqui nascemos para viver e sermos felizes.
O que existe de melhor nesse Planeta será sempre... Eu, Você e os outros!
E a vida nele só depende de nós.
FIM
Nota 2 - Conforme vocês podem ver, estendi o texto para a vida no nosso Planeta. Se a versão do prédio conseguir resultados e contaminar o resto do Planeta...de qualquer forma, tudo depende muito das nossas mudanças interiores, onde quer que queiramos chegar.

Sobre a obra

Minha esposa pediu-me que fizesse um texto no qual as pessoas moradoras do prédio onde ela trabalha, fossem chamadas a esquecer rusgas antigas e comportamentos estranhos a convivência social, para que o prédio em razão da mudança de cada um mudasse também, tornando-se um lugar aprazível.

compartilhe



informações

Autoria
Celso Corrêa de Freitas
CCF
Ficha técnica
Escrita dia 16/01/2010
Downloads
227 downloads

comentários feed

+ comentar
Doroni Hilgenberg
 

CCF.
Bom texto e digno de nota.
só quem mora em predio é que compreende o pedido de sua esposa. Que bom se as pessoas fossem mais tolerante e compreendessem que a solidariedade é que traz uma convivencia pacifica e feliz.
bjs

Doroni Hilgenberg · Manaus, AM 17/1/2010 17:49
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

baixar
pdf, 3 Kb

veja também

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados