Marcolino do Arroz

1
nina araújo · Rio de Janeiro, RJ
6/8/2008 · 169 · 33
 

Desde pequenos, eu e meu mano Beto(que lá do céu deve lembrar)nos acostumamos a ouvir papai contando aqueles causos coloridos de seu sertão paraibano,havia um que me divertia em especial.Era assim...
Por aquelas bandas, era preciso se precaver contra as aves grandes que prejudicavam a plantação dos roçados,pois então,seu Mané Pequeno fez o espantalho mais bonito que podia,caprichou no traje,o tronco era de madeira boa e os detalhes ficaram tão bons que ele lhe dera o nome de Marcolino,só faltava falar o boneco vestido de gente...
Assim foi por muito tempo,até que Deus mandou toda a chuva que os homens pediram aos santos e, a água lambeu tudo e varou a cerca levando o Marcolino do Arroz pelo rio afora, até fazer curva e parar na fazenda de seu Tico Lunda,na região de baixo, onde o pobre ficou grudado em pé num pau forte de cerca.
Certa noite,passado alguns dias quando tudo já havia secado e a vida normalizava,apareceu por lá nas terras do fazendeiro Tico,um caçador afoito atrás de uma onça braba.Cartucheira em punho,o homem pulou a cerca, quando ouviu a voz:
-Larga essa vida,Bastião!Senão tu vai é morrer!
O homem deu um pinote e caiu de cócoras rente a imagem impassível em pé na cerca,o olhar parecia um tição.
-Nhô sim,vixê,o sinhô é um santo,é?
Ele jura que o santo repetiu a frase mais duas vezes com voz de trovão,foi então que abaixou o olhar,tirou o chapéu contrito e ficou num colóquio de duas horas com o divino.No fim,fez o juramento de deixar aquela vida aventureira quem sabe até virasse um beato...O que se sabe é que ele contou o ocorrido para a cidade todinha e estava feliz com a conversão.
Já de manhã muitos iam e vinham como em romaria para ficar íntimo do santinho que sem parcimônia espalhava suas graças.Seu Tico não teve outro jeito senão construir o lugar dos romeiros deixarem seus agradecimentos,era perna de cera,cabeça,até bicicleta...A cidade acolhia bem aquele que passou a ser o "santo do rio".
A mulher de seu Mané Pequeno combinara com as comadres de ir até a tal fazenda conseguir seu milagre,já que o santinho dava plantão,acompanhou-a seu filho mais novo,rapaz esperto como o quê...Lá chegando,as mulheres ajoelhadas permaneciam por muito tempo,rezando e chorando,chorando e rezando...até que algo chamou a atenção do rapazote,ele se aproximou do santo,tocou sua mão de madeira e deu o grito:
-Vixê,este aqui é Marcolino,ele tá sem o dedo!É Marcolino!É Marcolino!
A mãe ainda chorosa correu até o filho que lhe relatou a descoberta mas antes que terminasse recebeu um croque tão forte que saiu fogo do olho.
Nem é preciso dizer do burburinho que aquilo causou,mandaram chamar seu Mané que apeou já com o cinto nas mãos para dar uma pisa no rapazinho que implorava ao pai:
-Meu pai,este danado é Marcolino do Arroz,veja o dedo dele que o sinhô cortou,veja...
O velho foi conferir e era mesmo um milagre grande,achara o Marcolino,tanto tempo perdido! Depois de recolher o santinho do pau talhado,retornaram todos para seus afazeres,felizes e atônitos.E a multidão se dispersou satisfeita e cantante.
E quanto aos milagres?
Bem,eles sempre existiram no sertão e nos corações dos simples,não é não?


Nina Araújo



Sobre a obra

É Marcolino,pai...é Marcolino...veja o sinhô mesmo!!!

compartilhe



informações

Autoria
Nina Araújo
Ficha técnica
Coisas que o nordeste conta,causos que embalaram a infância de meu pai sertanejo e a minha e de mano Beto!
Downloads
249 downloads

comentários feed

+ comentar
Falcão S.R
 

Nina,

Sinto tanta saudade dessas histórias, que ouvia no silêncio das noites sem TV, sob a luz do luar, bons tempos!

Beijos

Falcão S.R · Rio de Janeiro, RJ 4/8/2008 00:19
sua opinião: subir
Poeta Devany
 

Querida Nina, sem maiores comentários. Excelente.

Poeta Devany · São Paulo, SP 4/8/2008 08:34
sua opinião: subir
nina araújo
 

É verdade Falcão,esses momentos são cruciais para a memória de qualquer pessoa que goste de "escrevinhar"!Outros beijos!Nina.

nina araújo · Rio de Janeiro, RJ 4/8/2008 09:40
sua opinião: subir
nina araújo
 

Obrigada poeta Devany!Fico contente mesmo que voce tenha gostado,pôxa!!Abraços.Nina.

nina araújo · Rio de Janeiro, RJ 4/8/2008 09:41
sua opinião: subir
Compulsão Diária
 

Nina, ter sua narrativa aqui é crucial para a memória do Brasil. além de ser deliciosa de ler. Não pára, Nina, traz cada vez mais o sertão pra perto, ou leva-me pra ele no seu texto.

Compulsão Diária · São Paulo, SP 4/8/2008 16:13
sua opinião: subir
Doroni Hilgenberg
 

Nina,
Que história alegre e bacana. Retrata a vida de pessoas simples que acreditam que a vida é feita de milagres. E não é?
bjssssss

Doroni Hilgenberg · Manaus, AM 4/8/2008 16:51
sua opinião: subir
nina araújo
 

Sim,querida CD,vamos nos aquecer deste sertão brasileiro!!Não vou parar não,até porque ele é tão simples quanto eu quero ser, com sua gente humilde,valorosa,que curte sua música e suas coisas sem impingir nada à ninguém,visse?Beijos,linda poeta!!

nina araújo · Rio de Janeiro, RJ 4/8/2008 17:01
sua opinião: subir
nina araújo
 

É feita de milagres sim Doroni,começando pelo milagre de amanhecer mais um dia,né?bjsssssssssssssssss.Nina.

nina araújo · Rio de Janeiro, RJ 4/8/2008 17:03
sua opinião: subir
graça grauna
 

Parabens, Nina: é gostoso ler o Brasil nos seus versos e narrativas. Bom demais te ver. Bjos.

graça grauna · Recife, PE 5/8/2008 08:08
sua opinião: subir
nina araújo
 

É bom demais te ver também,oxê!!!Um xêro desses que num acaba mais é nunca... e obrigada!!!Nina.

nina araújo · Rio de Janeiro, RJ 5/8/2008 11:27
sua opinião: subir
Gustavo Adonias
 

Olá, Nina

Belíssimo 'causo'. O sertanejo traz em tudo na sua vida simples o divino, sempre esperando um milagre, a bonança vinda dos céus, entre cânticos e romarias, rezas e orações. Tem fé numa santa solução, para a aridez da terra, que se reflete no seu coração sofrido, diante de tamanhas dificuldades. Marcolino torna-se um anjo do divino, trazendo um pouco de luz e paz para as almas sofridas...

Os milagres existem sim, no coração dos que acreditam... Como diria Gil: "Mistério sempre há de pintar por aí..."

Parabéns ! Vo(l)tarei.

Bjs poéticos

Gustavo Adonias · Salvador, BA 5/8/2008 14:18
sua opinião: subir
nina araújo
 

Pôxa,que bom vc dizer estas palavras de forma tão cabal,eu admiro e me alegro pelo fato de receber este comentário aí do nordeste,Gustavo.Às vezes, me emociono muito só de lembrar de curtas que vi do sertão baiano,me lembro de imagens áridas,da necessidade do mais básico possível,mas isto tbm se traduzia em esperança, em vigor de um povo crente e cantante e forte que só....Ah,nem quero pensar...Obrigada e beijos poéticos!Nina.

nina araújo · Rio de Janeiro, RJ 5/8/2008 15:20
sua opinião: subir
Ailuj
 

Deixando meu carinho aqui
Beijos

Ailuj · Niterói, RJ 5/8/2008 20:30
sua opinião: subir
Ecila Yleus
 

A qaue maravilha gente. Tem coisa mais gostosa do que coisa da terra.Poesia pura.

Ecila Yleus · Recife, PE 5/8/2008 20:31
sua opinião: subir
Juscelino Mendes
 

Havia um camarada em Conquista com esse jeitão. Chamavam-no "Zé dos óculos", porque só andava com lentes escuras, contando suas histórias....rs.
Abraços, Nina.

Juscelino Mendes · Campinas, SP 5/8/2008 20:51
sua opinião: subir
Gustavo Adonias
 

Olá, Nina

Cá estou novamente, deixando o meu carinho e o voto mais que merecido. Parabéns !!!!

Bjs poéticos

Gustavo Adonias · Salvador, BA 5/8/2008 20:56
sua opinião: subir
nina araújo
 

Ailuj,Ecila,Juscelino e Gustavo,queridos,meu coração salta de felicidade com a presença poeta de voces!!Ebaaaaaaaaaa!!Beijos poéticos!Nina.

nina araújo · Rio de Janeiro, RJ 5/8/2008 21:18
sua opinião: subir
O NOVO POETA.(W.Marques).
 

que texto hem,bem feito.votado com prazer.

O NOVO POETA.(W.Marques). · Franca, SP 5/8/2008 21:22
sua opinião: subir
Doroni Hilgenberg
 

Nina, voltando

bjssss

Doroni Hilgenberg · Manaus, AM 6/8/2008 00:21
sua opinião: subir
Doroni Hilgenberg
 

Nina, querida
É com prazer que levo teu Marolino para o Banco de Cultura
bjsssss

Doroni Hilgenberg · Manaus, AM 6/8/2008 00:22
sua opinião: subir
Falcão S.R
 

Nina,

Retornando para votar.

Beijos

Falcão S.R · Rio de Janeiro, RJ 6/8/2008 05:07
sua opinião: subir
nina araújo
 

Ô Doroni e querido Falcão,agradeço muitoooooooooooo!!Beijos.Nina.

nina araújo · Rio de Janeiro, RJ 6/8/2008 07:56
sua opinião: subir
clara arruda
 

Sou lenta para textos nina,quase sempre acabo dizendo aquilo que não quero.rsrs
Mas me apaixonei por seu texto pq sempre existirão milagres minha querida.
Nos corações dos simples.
Uma maravilha seu texto.

clara arruda · Rio de Janeiro, RJ 6/8/2008 08:13
sua opinião: subir
victorvapf
 

Nina, isto e um conto muito bem contado. A gente le do comeco ao fim, prendendo atencao, bem redigido, parabens pelo belo causo, bjs

victorvapf · Belo Horizonte, MG 6/8/2008 11:22
sua opinião: subir
nina araújo
 

Sim Clara, os milagres existem e os simples vêem tão bem,né não? Obrigada mesmo!Beijos,Nina.

nina araújo · Rio de Janeiro, RJ 6/8/2008 14:55
sua opinião: subir
nina araújo
 

Ô Victor que beleza conhecer voce,adorei lá os versos para" a calça com vinco".Sorte a minha, ter conseguido sua atenção.Beijos poéticos.Nina.

nina araújo · Rio de Janeiro, RJ 6/8/2008 14:57
sua opinião: subir
Dete Reis
 

Demorei, mas vim, querida Nina.
Amo as suas histórias, meu pai, também, nordestino, contava muitos "causos", pra gente, antes de dormir. Como era gostoso.
depois, quando meus filhos nasceram, ele repetia para eles, com alegria e paciência. Saudade! Tempos bons aquele!!
Seu texto me fez voltar ao passado. Vc retrata, nitidamente, as coisas que viveu, seu talento de escritora vem da alma. Parabéns amiga querida. Beijão!!

Dete Reis · São João de Meriti, RJ 7/8/2008 11:25
sua opinião: subir
Hideraldo Montenegro
 

Tão bom ouvir estas coisas! Nos situa no tempo e no espaço (revemos nossa identidade, que está ali em nossa infância). Viver ardentemente. Esta força no nordestino é fantástica e mágica.
Conseguiu nos coloca neste universo maravilhoso que somos todos nós

Hideraldo Montenegro · Recife, PE 7/8/2008 12:53
sua opinião: subir
carlos magno
 

Eu achei este teu conto muito interessante minha querida amiga Nina. Bacana foi o garoto reconhecer se empolgar gritando: Esse é o Marcolino! Meus sinceros aplausos e beijos.
Carlos Magno.

carlos magno · Rio de Janeiro, RJ 11/8/2008 19:18
sua opinião: subir
Sigrid Spolzino
 

Em Brasília, faltam as cadeiras na calçada, com os adultos contando histórias e as crianças em volta...
VOTADO!
Baci

Sigrid Spolzino · Brasília, DF 15/8/2008 12:33
sua opinião: subir
Carlos Mota
 

oi Nina,
nós andamos meio sumidos hem!
belo causo! e bonita homenagem
aos seus
beijo,

Carlos Mota · Goiânia, GO 17/8/2008 13:03
sua opinião: subir
nina araújo
 

Agradeço imensamente o carinho de todos que acompanham comigo a história dos Marcolinos!!Beijos poéticos,Nina.

nina araújo · Rio de Janeiro, RJ 22/8/2008 16:16
sua opinião: subir
azuirfilho
 

nina araújo · Rio de Janeiro (RJ) ·
Marcolino do Arroz

Com todo Carinho somando consideracáo e merecimento neste seu Trabalho cheio de Graciosidade e Talento.
Parabéns Amiga Poeta e Guerreira.
Abracáo Fraterno

azuirfilho · Campinas, SP 17/12/2008 08:36
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

baixar
pdf, 3 Kb

veja também

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados