Melancolia

1
Janethe Fontes · São Paulo, SP
20/12/2006 · 109 · 2
 

Na Antiguidade, a Teoria Humoral, teoria médica vigente na época, que teve seus princípios herdados dos pitagóricos por Hipócrates, o comportamento e funcionamento do corpo humano era explicado pela existência de quatro humores, o sangue, o fleuma, a bile amarela e a bile negra. Cada um destes humores, no sentido do significado primitivo da palavra, como líquido, e não como disposição de espírito, como a usamos atualmente, correspondia a uma estação do ano, a uma etapa da vida humana, a uma natureza da matéria, a saber, terra, água, fogo e éter ou ar, e assim por diante. O equilíbrio destes quatro configurava a boa saúde, tanto física quanto mental, e suas perturbações eram sentidas pelo seu portador. Regulava-se a saúde pela aplicação do contrário àquilo que estava em demasia, ou seja, combate-se o frio pelo calor e a sequidão pela umidade. Aristóteles, bem como seus contemporâneos e a quase totalidade dos cientistas e estudiosos de medicina até quase a modernidade, acreditava que um dos humores preponderava no temperamento das pessoas, e as influenciava determinantemente. Os melancólicos eram dominados pela bile negra, donde vem o nome desta afecção, melas, negro, e chole, bile. Este humor tem, em sua natureza volátil, a propriedade de causar em seus portadores um comportamento semelhante ao vento de que é composta, ou seja, uma constante inconstância, que não seria desígnio de doença, como naqueles que ela apenas ataca esporadicamente, os deprimidos, e sim por natureza. Esta volubilidade é o que desencadeia a alternância entre os estados passivos e ativos dos melancólicos, entre a inatividade desinteressada, o isolamento dos obscuros, a tristeza sem razão e a aparência sombria e a atividade convulsa, o envolver-se impetuosamente nas mais difíceis e gloriosas empreitadas, o furor criativo e a dedicação compulsiva a algum afazer que os caracteriza como pessoas de exceção, gênios de excelência naquilo a que se dedicam...Leia mais fazendo o download.



[Créditos: Dialética Brasil, Wikipédia e pequenos trechos das poesias Hora Vazia e Trovas das Minhas Mágoas, de Neuza Rodrigues Leonel - Livro “Vozes do Coração”]

compartilhe



informações

Autoria
Janethe Fontes
Downloads
707 downloads

comentários feed

+ comentar
Adriana Silva
 

Gostei bastante, Janethe. Parabéns!

Adriana Silva · Barueri, SP 19/12/2006 20:30
sua opinião: subir
Marcos André Carvalho Lins
 

janethe, excelente trabalho, quase uma tese!!
abs

Marcos André Carvalho Lins · Recife, PE 19/12/2006 22:34
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

baixar
doc, 36 Kb

veja também

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados