Meu mundo sou eu

Foto: Formando palavras - extraído de digestivocultural.com
1
W@nder · Rio de Janeiro, RJ
8/5/2008 · 259 · 83
 

Passou dos limites! Não consigo mais conviver com pessoas que me ignoram. Não agüento mais!
Será que eles estão certos o tempo todo e eu errado? Penso nisso várias vezes e sempre chego a conclusão que... não sei!
O que sei é que os dois me excluem de tudo. E como se não bastasse o Pedro tá dando em cima da Aninha... Tanta garota na rua... Logo a Aninha!?! E o Tiago, é claro, dá o maior apoio! Hummm... dupla de descarados!

Bem... deixa eu me apresentar. Sou Bruno, tenho 12 anos e estou vivendo em crise com essa família que o meu pai me deu de presente.
Sei que você pode pensar que é coisa de criança, que sou temperamental, que estou com ciúmes da minha namoradinha, ou "onde estão os pais dessa criança que não lhe dão um castigo?"

Vou falar dos meus pais. Meu pai é um sério empresário do ramo de bebidas, quase não o vejo. Acho até que ele não faz muita questão disso... Minha mãe de verdade morreu. A minha madrasta é médica legista. Não sei exatamente o que ela faz só sei que trabalha à noite e dorme durante quase todo o dia. O Pedro e o Tiago são filhos dela. Um tem 14 e o outro 16 anos de idade.

O que não me sai da cabeça é que tudo poderia ser diferente se minha mãe de verdade estivesse comigo. Quem sabe eu teria um irmão de verdade que pensasse igual a mim... Será que se eu tivesse um irmão de verdade ele pensaria igual a mim? Será que ele ia gostar de ler "O pequeno príncipe" da mesma forma que eu gosto?

Eu sei que sou diferente. Não gosto de video-game nem de desenho japonês. O que eu gosto mesmo é de ler, escrever... escrever muito. Acho que isso incomoda tanto as pessoas que vivem querendo me internar. Uma vez ouvi a Yara — a empregada — falar: "esse menino tá doente! Ficou a manhã inteira dentro de casa, escrevendo!" Se eu não fosse um garoto educado poderia perguntar: "por que você se preocupa tanto comigo? Me deixa em paz e vai cuidar da tua vida! Mas, eu tive que engolir mais essa.

Sigo pelas ruas, pensando... acho que meu mundo sou eu...
O pior que começou a chover... cada pingão! Vai cair um temporal e tanto. Hora de voltar para casa.
Entro pelo portão e encontro a casa silenciosa... acho que ninguém notou a minha ausência.

Chego na sala e... "Parabéns pra você, nesta data querida, muitas felicidades..."
Hoje... meu aniversário??? e eu pensando... achando que... deixa pra lá...

A sala toda colorida com bolas e figuras sorridentes. Um bolo em formato de livro aberto enfeita a mesa que tem também refrigerante, pipoca e docinhos em forma de lápis, borracha...
Meu pai bate palmas... sorrindo! E, olha, a doutora Cláudia acordada! Meus primos e tios, os colegas de rua, acho que a rua toda está na minha casa. E, mais importante de tudo: a Aninha com umas borboletinhas enfeitando os cabelos e um vestidinho azul, lindo, lindo! Momento marcante: o beijo que recebi da Aninha... Fiquei vermelho de vergonha... Muito legal... até arrisquei uns passinhos de dança com ela... o Pedro ficou bem olhando!

Assim foi o dia do meu 13º aniversário. Estou acabando de escrever agora, antes de deitar. Amanhã eu sei exatamente como vai ser...

Hummm... que sono!!! O dia foi cheio!
Uma noite sonhei que era um escritor de sucesso. Eu estava numa mesa distribuindo autógrafos ao lado de uma enorme pilha de livros que ia diminuindo, diminuindo... diminuindo...
Acho que é isso que quero ser...
Por hoje chega, vou dormir.

Boa noite!

Sobre a obra

Bruno, 13 anos, é um menino muito inteligente que desde bem pequeno já gostava de escrever sobre o seu dia-a-dia. Órfão de mãe e com o pai ausente por dedicação ao trabalho, Bruno vive amargurado por provocações causadas pelos filhos de sua madrasta, seus irmãos “emprestados”.

compartilhe



informações

Autoria
Wander Motta
Ficha técnica
Esse conto é fragmento de “A história de Bruno” onde narro a trajetória de um menino incompreendido em sua infância e que se torna um escritor de sucesso.
Downloads
414 downloads

comentários feed

+ comentar
Alice Poltronieri
 

Ai... Wander !
Tão emocionante. Quantos detalhes e esse elemento surpresa da festa de aniverssário personalizada então...
Simplesmente belo. Próximo ao dia das mães então...!
Beijos
Volto

Alice Poltronieri · Porto Velho, RO 6/5/2008 21:19
sua opinião: subir
Saramar
 

W@nder, o que será que existe de emocionar que você não sabe?

beijos

Saramar · Goiânia, GO 6/5/2008 21:50
sua opinião: subir
Patipetista
 

Tô arrepiada !
Com certezas muitos Brunos vivem semelhanças, infelizmente suas neuroses talvez não os façam escritores famosos,talvez os façam desajustados comuns...
Pena...

Patipetista · Taboão da Serra, SP 7/5/2008 00:20
sua opinião: subir
analuizadapenha
 

Oi... a fala do menino Bruno através dos olhos de um adulto, é forte e bonito desfazendo alguns nós a medida que se vai lendo, desliza-se com dor e carência. Mais é o sonho que salva ... legal este fecho. Abraços.

analuizadapenha · Natal, RN 7/5/2008 05:56
sua opinião: subir
ana wagner
 

Muito bacana mesmo!
Emociona com certeza!
Um beijo,

ana wagner · Porto Alegre, RS 7/5/2008 10:10
sua opinião: subir
Maniefurt
 

Oi, Wander!

Adorei o Bruno..talvez porque tenha me visto ainda adolescente na fala dele..quantas vezes a minha mania de me isolar para ler e escrever não foi vista com desconfiança por quem não entendia? Mas tá aí, Bruno se redimiu...acho que estou conseguindo também. Afinal, hoje em dia o ditado mudou. Não é mais : "Salve-se quem puder!"..é Salve-se quem souber! Adorei!!!

Beijos e vo(l)to

Maniefurt · Salvador, BA 7/5/2008 10:10
sua opinião: subir
victorvapf
 

Wander, beleza de conto, muito bem redigido, prende atençao do começao ao fim, o que interessa. fazendo com que queiramos mais, a continuaçao talvez, abraços

victorvapf · Belo Horizonte, MG 7/5/2008 12:39
sua opinião: subir
azuirfilho
 

W@nder · Rio de Janeiro (RJ)
Meu mundo sou eu

Que texto lindo Que coisa bacana.
Nem muito ao mar nem muito a terra mas,
O bruno ficar o dia todo em casa escrevendo é mil vezes melho que na rua jogado em todas aquelas coisas ruins que tamto fazem mal aos jovens do mundo.
Tem um cara muito bacana, cheio de amor e que ficou famoso por pedir ao pai dele, o mais poderoso do Universo, para perdoar todo mundo porque náo sabem o que fazem.
A vida é uma passagem rápido, temos de fazer boas coisas em pensamentos , palavras e obras.
Este é o segredo da finalidade da vida.
Sabendo isso a gente também vai perdosr todo mundo, principalmente os que estáo em nossa casa que quando a gente fica doente ou faz aniversário sáo os que váo estar conosco..
A gente náo esta preparado mas, a gente SABE das coisas e entáo aa gente ajeita pra tudo dar certo.
Com isso a gente fica forte pra suportar porque compreende que eles náo sabem e a gente, já que sabe pode ate dar um jeito e ir melhorando tudo.
Há sempre chances de o pessoal melhorar como no aniversário entáo vale a pena batalhar o entendimento, a amizade e a Irmandade.
Aquele homem poderoso é o Pai do Céu de todo mundo.
Entáo todo mundo é irmáo e, dependendo da gente vai ser fácil de estar com eles em muitos parabéns, nossos e deles.
Eu gostei muito de saber desta perspectiva do Possivel.
Desejo muito sucesso na relecáo de irmáo.
Voce vai poder escrever muitas coisas bacanas e,
a vida vai ser um passeio no bosque.
Poesia pura.
Utopia construida.
Abracáo Amigo

azuirfilho · Campinas, SP 7/5/2008 12:52
sua opinião: subir
Yasmin Backer
 

Wander
Wander,
Apesar da complicada relação familiar,
Bruno se superou e realizou seu sonho de ser escritor...
Emocionante e muito lindo teu conto!
Beijos...

Yasmin Backer · Rio de Janeiro, RJ 7/5/2008 13:12
sua opinião: subir
Nydia Bonetti
 

Somos todos um pouco "Brunos", não somos? O que carregamos da infância e adolescência, bons e maus momentos, fez de nós o que somos...
Lindo, W@ander.
bjo!

Nydia Bonetti · Piracaia, SP 7/5/2008 13:15
sua opinião: subir
Lili_Beth*
 

Querido Wander:

O bruno ainda não sabe que sabe, mas sabe ... Como sabe!
Vai poder usar tudo que aprendeu_apreendeu nesse episódio detestável da condição humana (com perdas e danos), o quanto vai poder transmitir no presente ... Rumo ao futuro ... Pra tantos outros Brunos e Brunas ...
Pois é ... Ele nem queria admitir que queria ser escritor...
Amei esse fragmento, sensível e inteligente, desse episódio, de muitos outros que estarei aguardando.
Esse é você, meu querido! Sensível e de olhos bem abertos para esse mundão de Meu Deus.
PARABÉNS!

Beijos_Meus*
*

Lili_Beth* · Rio de Janeiro, RJ 7/5/2008 13:16
sua opinião: subir
Lena Girard
 

E é só um pedacinho do livro!!! Imagina o resto, como não deve ser, hein? Danado de bom, menino!!! Vo(l)to, claro, né?

Beijonhos.

Lena Girard · Belém, PA 7/5/2008 14:09
sua opinião: subir
marilia carboni
 

Ótimo...adorei!!! Volto p votar !!!Beijos...

marilia carboni · Londrina, PR 7/5/2008 20:51
sua opinião: subir
Falcão S.R
 

Um belo conto sobre um sonho de um talentoso menino. Parabéns! Abraços

Falcão S.R · Rio de Janeiro, RJ 7/5/2008 21:00
sua opinião: subir
carlos magno
 

Rapaz este teu texto tá sensacional, parece até uma estória de verdade mas eu creio que seja uma ficção. Meus sinceros aplausos e abraços meu amigo W@ander por este escrito tão bacana.
Carlos Magno.

carlos magno · Rio de Janeiro, RJ 7/5/2008 21:02
sua opinião: subir
Lena Girard
 

Essa foto está maravilhosa, baby!!! Beijos

Lena Girard · Belém, PA 7/5/2008 21:43
sua opinião: subir
Raiblue
 

Hummm...desconfio que todo 'escritor ' foi um pouco Bruno um dia....eu fui muito ele...rsrs...me vi em muitas situações....eu costumo dizer que qnq era adolescente meu mundo era o meu quarto e os meus livros ...cadernos ...discos... e poucos penetravam nesse meu mundo....só os 'loucos' como eu....heheh...tbém tinha uma enorme carência afetiva...principalmente do amor maternal....aliás acho que isto foi o motivo mor qu me levou a escrever..como uma forma de desabafo...depois foi virando paixão...necessidade....

Maravilhoso seu conto,meu lindo...delicado , poético e profundo...
Foi um prazer conhecer o Bruno.....tenho certeza que seu sonhos se transformarão em realidade !!

Amei a imagem..perfeita!!.A cara do Bruninho...rsrs
Aguardo os próximos capítulos...(...escreve logo Bruno...))rs...

Besitos azulzinhos da cor do mar....
Blue

Raiblue · Salvador, BA 7/5/2008 22:29
sua opinião: subir
Cintia Thome
 

Existem Brunos e Brunos interiores, tantos, tantos...
O florecer existe...Parabens Wander.
Um beijo .

Cintia Thome · São Paulo, SP 8/5/2008 00:05
sua opinião: subir
raphaelreys
 

Exelente conto meu caro Wander! O universo interior, quando se manifesta cedo na idade, trás um sofrimento do emocional e do simples da vida. A vida é feita de pequenos nada. Beleza!

raphaelreys · Montes Claros, MG 8/5/2008 06:56
sua opinião: subir
Branca Pires
 

Pois é, Wander, quantos brunos existem por ai assim incompreendidos...
Mas este, ao menos terá um final feliz. Será um escritor de sucesso.
Abração

Branca Pires · Aracaju, SE 8/5/2008 08:47
sua opinião: subir
Tita Coelho
 

Uau!!! Adorei o Bruno! Cheio de questionamentos, retratando o que muitos vivem! Virou escritor... Gostei demais!
beijos

Tita Coelho · Porto Alegre, RS 8/5/2008 09:08
sua opinião: subir
W@nder
 

Oi meu querido,

amei o seu texto, prende a atenção do início ao fim,
parabéns, parece que o menino cresceu...rsrsrs
boa sorte
Renata Rimet · Salvador (BA) · 7/5/2008 22:17

W@nder · Rio de Janeiro, RJ 8/5/2008 12:45
sua opinião: subir
Lili_Beth*
 

Olá Wander!

Dá até vontade de conversar com o Bruno ... Esse personagem é encantador ele aprendeu o amor, muitas vezes pela dor. Hummmmmmmmmmm Ele já tem um charme enigmático e já é tão adulto. Mas não faz mal ... Ele ainda não sabe que sabe que vai ser menino quando crescer ... Ele ficou contente com as surpresas que a vida reservou, desde pequeno. Vou sugerir um livro pro Bruno: “Um Menino de Olho no Mundo” - Talvez ele perceba que as tragédias, podem também ser metáforas da vida.
Bruno, não demore muito, porque eu já começo a sentir saudades. Avise antes de chegar pra que eu já possa começar a ser feliz ...
Talvez ele tenha lido “Cartas do Pequeno Príncipe” Ele escreve pra mãe... Tinha uma mãe pra escrever cartas ... Que ia, mas voltava ...
“’O que é atrair?’, pergunta o Pequeno Príncipe. E a raposa responde: ‘É criar relações.’”
Resolvendo isso da melhor forma pra ele ... Como um escritor bem sucedido.

Parabéns, Meu_Querido!

Beijos_Meus*
*


Opssssssssssssssssssssssss
Ficou ótimo o seu (Seu) conto: Meu(Seu)Mundo sou Eu(Você)

ABRINDO AS VOTAÇÕES!!!

Lili_Beth* · Rio de Janeiro, RJ 8/5/2008 13:31
sua opinião: subir
Berioliveira
 

Texto maravilhoso um desabafo preciso e forte reflexão ao leitor! Gostei, votado abcs

Berioliveira · Vitória da Conquista, BA 8/5/2008 14:00
sua opinião: subir
Alice Poltronieri
 

votandooooooo...

beijos.

Alice Poltronieri · Porto Velho, RO 8/5/2008 14:05
sua opinião: subir
anamineira
 

W@ander,
Parabéns pelo texto.
Votado.
Abraços,

anamineira · Alvinópolis, MG 8/5/2008 14:11
sua opinião: subir
Yasmin Backer
 

Li,reli e votei...
e mais encantada c/ o Bruno...fiquei!
+bj,

Yasmin Backer · Rio de Janeiro, RJ 8/5/2008 14:22
sua opinião: subir
Regina Lyra
 

Wander,
Conto de uma clareza e tema super interessante diante das novas relações. Sobretudo porque nos dias atuais é mais do que comum, pessoas tão diferentes, sem algum vínculo de sangue conviverem como 'irmãos'. Novas famílias, novos estímulos.
Bruno saiu-se bem!
E você melhor ainda com a criação deste personagem tão singelo e carente de amor. Mas com uma força interior que o fará atingir seus objetivos de vida.
Parabens!
Beijos e votos,
Regina

Regina Lyra · João Pessoa, PB 8/5/2008 14:25
sua opinião: subir
Falcão S.R
 

Retornado para deixar meu voto. Abraços

Falcão S.R · Rio de Janeiro, RJ 8/5/2008 15:50
sua opinião: subir
Marco Bastos
 

Você escreve muito bem, W@nder, seu conto está excelente. Com prazer fechei os 70 pontos.
abraço.

Marco Bastos · Salvador, BA 8/5/2008 16:53
sua opinião: subir
Branca Pires
 

Wander, super votado!
beijos

Branca Pires · Aracaju, SE 8/5/2008 16:58
sua opinião: subir
azuirfilho
 

W@nder · Rio de Janeiro (RJ)
Meu mundo sou eu
Votando Com Carinho .
Salve o Amigo W@nder Poeta e o Guerreirinho Bruno.
Maravilhoso Bruno Amigo.
Abração a todos pelo Trabalho táo bacana.

azuirfilho · Campinas, SP 8/5/2008 17:20
sua opinião: subir
victorvapf
 

Vo l tado!

victorvapf · Belo Horizonte, MG 8/5/2008 17:26
sua opinião: subir
carlos magno
 

Olha o voto aí amigo.
Abraços.
Carlos Magno.

carlos magno · Rio de Janeiro, RJ 8/5/2008 18:01
sua opinião: subir
Raiblue
 

W@ander...meu lindo...
Voto e beijinhos...azuis...

Rai...Blue

Raiblue · Salvador, BA 8/5/2008 18:18
sua opinião: subir
Raiblue
 

W@nder...meu lindo...
Voto e beijinhos...azuis...

Rai...Blue

Raiblue · Salvador, BA 8/5/2008 18:18
sua opinião: subir
clara arruda
 

dorei meu querido.
meu mundo sou eu.Lindo conto.
Votado

clara arruda · Rio de Janeiro, RJ 8/5/2008 19:16
sua opinião: subir
Lena Girard
 

Óia eu aqui pra votá, meninim!! Beijim

Lena Girard · Belém, PA 8/5/2008 19:16
sua opinião: subir
Vanessa Souza
 

Menino bacana esse tal de Pedro, e com questionamentos próprios da idade mesmo. Parabéns e votinho procês!

Vanessa Souza · Rio de Janeiro, RJ 8/5/2008 19:36
sua opinião: subir
Zezito de Oliveira
 

Maravilha!!! Wander,

Legal apreciar o seu talento através de outro formato que não a poesia e se emocionar com um tema tão forte. Deixo a pergunta que não quer calar. Há algo de auto-biográfico? ou o personagem vive perto de ti?
A resposta sendo sim ou não ou as duas coisas coisas, não fará diferença na opinião que externei, é mera curiosidade
Abraço

Zezito de Oliveira · Aracaju, SE 8/5/2008 19:55
sua opinião: subir
brigitte
 

W@nder, fantástico conto!
Retrata bem a crise da adolescencia, com tantas indagações e carências, as incompreensões dos irmãos "emprestados".
Parabéns!

brigitte · Goiânia, GO 8/5/2008 20:59
sua opinião: subir
Walesson Gomes
 

Parabéns, Wander adorei o texto... maravilhoso e emocionante.

Walesson Gomes · Belo Horizonte, MG 8/5/2008 21:59
sua opinião: subir
Patipetista
 

Parabéns, parabéns...

Patipetista · Taboão da Serra, SP 9/5/2008 00:02
sua opinião: subir
ana wagner
 

Votadíssimo!
Beijo.

ana wagner · Porto Alegre, RS 9/5/2008 06:24
sua opinião: subir
Andre Pessego
 

Vou repetir:
Nesta passagem de DIA DAS MÃES esperava mesmo ler textos assim,
bem feitos:
uns sutis, cabaleantes pela estrada da vida, nos encontrando a todos nas nossas particularidades, uns quase nos invadindo; outros passando de mãos dadas com alguém de nosso conhecimento e até convívio.
- Outros, incisivos de uma ou de outra forma, mas incisivos;
- alguns extramamente pessoais. E como mãe não é individual - abrangentes.
Este do Wander, acho o resumo dos tres,.
um abraço
andre.

Andre Pessego · São Paulo, SP 9/5/2008 07:34
sua opinião: subir
Náthima Danel
 

W@nder, que graça, que linda estória!
Adorei a leitura, logo cedo, aprovada, e o final também me deixou feliz.
Que o menino se torne escritor, assim como você, encantando a gente.

Náthima Danel · Boa Vista, RR 9/5/2008 09:25
sua opinião: subir
Ailuj
 

Já tinha lido e votado,mas estava sem tempo pra comentar
Adorei o sonho dele,muitas pessoas oprimidas se realizam e sobrevivem através deles
Um beijo grande

Ailuj · Niterói, RJ 9/5/2008 10:19
sua opinião: subir
W@nder
 

Alice,
pois é, o Bruno nem lembrava que era o seu aniversário. A surpresa lhe chegou em boa hora.
Obrigado,
bjs.

W@nder · Rio de Janeiro, RJ 9/5/2008 15:27
sua opinião: subir
W@nder
 

Querida Saramar,
obrigado pelas palavras que emocionam.
beijos.

W@nder · Rio de Janeiro, RJ 9/5/2008 15:28
sua opinião: subir
W@nder
 

Pati,
tantos brunos incompreendidos quando querem apenas alguém que responda as suas perguntas de menino.
bjs.

W@nder · Rio de Janeiro, RJ 9/5/2008 15:28
sua opinião: subir
W@nder
 

Ana Luiza,
o sonho do menino o ajuda a continuar procurando as respostas para a suas perguntas. Talvez ele desfaça os nós à medida que vai vivendo e se tornando menino adulto.
Obrigado,
Abraços.

W@nder · Rio de Janeiro, RJ 9/5/2008 15:29
sua opinião: subir
W@nder
 

Ana Wagner,
que bom que tenha gostado e se emocionado.
Obrigado,
beijo.

W@nder · Rio de Janeiro, RJ 9/5/2008 15:29
sua opinião: subir
W@nder
 

Mani,
o Bruno é um pouquinho de mim também. Questionador mas não de ficar fazendo perguntas e sim procurando as respostas.
Obrigado,
beijos.

W@nder · Rio de Janeiro, RJ 9/5/2008 15:30
sua opinião: subir
W@nder
 

Victor,
essa é parte de uma história que pretendo contar por aqui. Haverá continuação, com certeza.
Obrigado,
Grande abraço.

W@nder · Rio de Janeiro, RJ 9/5/2008 15:30
sua opinião: subir
W@nder
 

Azuir,
Sem margens de dúvidas o menino Bruno pediu muito a Papai do Céu para ajudá-lo nas suas dúvidas perante a arrogância e o desprezo a que vem sendo relegado. Parece que o aniversário, a festinha, serviu para ele ver como as pessoas são quando estão alegres e festivas... Mas o dia seguinte, ele já sabe como vai ser.
Obrigado pelo comentário,
Grande abraço.

W@nder · Rio de Janeiro, RJ 9/5/2008 15:31
sua opinião: subir
W@nder
 

Yasmin,
o que seria das pessoas se não fossem os seus sonhos, não é mesmo?
O Bruno, não tendo a quem fazer as perguntas, cria ele mesmo as respostas. Faz acontecer. Assim vai...
Obrigado,
beijos.

W@nder · Rio de Janeiro, RJ 9/5/2008 15:31
sua opinião: subir
W@nder
 

Nydia,
É verdade, o Bruno não vai esquecer da alegria da festa de seu aniversário... nem do desprezo que o cerca em seu dia-a-dia. Terá que aprender com isso tudo e se tornar uma pessoa de bem.
Obrigado,
bjo!

W@nder · Rio de Janeiro, RJ 9/5/2008 15:32
sua opinião: subir
W@nder
 

Querida Lili,
Acho que o Bruno nem sabia, acho que nem imaginava o que era ser escritor até sonhar com isso. No seu sonho os livros era nuvens fofinhas que ele as trazia para perto de si com a força de sua imaginação e isso fez ele querer sonhar mais e mais...
Um dia, ele sonhou com pipas e rabiolas, com bolas de sabão... e também com sua mãe que vinha sorridente em uma linda estrada de luzes...
Sou eu, sim, mas pode ser você também.
Beijos, querida.

W@nder · Rio de Janeiro, RJ 9/5/2008 15:33
sua opinião: subir
W@nder
 

Lena,
esse Bruno é um menino danadinho mesmo. Conquistou o coração das menininhas desse pedaço.
Beijos.

W@nder · Rio de Janeiro, RJ 9/5/2008 15:34
sua opinião: subir
W@nder
 

Marília,
Obrigado, querida, pela presença e votos.
Beijos.

W@nder · Rio de Janeiro, RJ 9/5/2008 15:34
sua opinião: subir
W@nder
 

Falcão,
é isso amigo.
Os sonhos introduzem as realizações.
Obrigado,
grande abraço.

W@nder · Rio de Janeiro, RJ 9/5/2008 15:35
sua opinião: subir
W@nder
 

Carlos Magno,
É a realidade vista pelos olhos de um pequeno homem.
obrigado, amigão.

W@nder · Rio de Janeiro, RJ 9/5/2008 15:52
sua opinião: subir
W@nder
 

Lena,
a foto, pois é... é o Bruno escolhendo as letras de seus escritos...
bjs.

W@nder · Rio de Janeiro, RJ 9/5/2008 15:53
sua opinião: subir
W@nder
 

Rai... Blue...
esse menininho teve que aprender com a vida como se tornar um homem de bem... Não tinha ninguém para dizer o que era certo ou errado. Seus sonhos o salvaram e dormir e sonhar passou a ser sua grande inspiração. Um mundinho só dele que aos pouquinhos vai se expandindo, mas sem intromissões...
Assim é o Bruno e acho que essa menina aí também.
Beijos, querida.

W@nder · Rio de Janeiro, RJ 9/5/2008 15:53
sua opinião: subir
W@nder
 

Cíntia,
existe, com certeza... Florescerá.
Obrigado.
um beijo.

W@nder · Rio de Janeiro, RJ 9/5/2008 15:54
sua opinião: subir
W@nder
 

Raphael,
esse menino nasceu convivendo com perdas e sofrimentos. Aprenderá e crescerá com eles, sem dúvidas.
Obrigado.
Abraços.

W@nder · Rio de Janeiro, RJ 9/5/2008 15:54
sua opinião: subir
W@nder
 

Branca,
tantos brunos e tanta incompreensão... Tudo podia ser tão mais simples...
Obrigado,
Abração.

W@nder · Rio de Janeiro, RJ 9/5/2008 15:54
sua opinião: subir
W@nder
 

Tita,
esse Bruno parece que realizará o sonho de infância de ser escritor... A jornada é grande e complicada, mas ele chegará lá.
beijos.

W@nder · Rio de Janeiro, RJ 9/5/2008 15:55
sua opinião: subir
W@nder
 

Renata,
meninos crescem e se tornam meninos grandes. O importante é nunca deixar de sonhar.
Obrigado,
beijos.

W@nder · Rio de Janeiro, RJ 9/5/2008 15:55
sua opinião: subir
W@nder
 

O Bruno leu essa passagem em "As cartas do Pequeno Príncipe", que lhe marcou para sempre...

Eu dizia então comigo mesmo: "O essencial é que fique em alguma parte aquilo que vivemos. E os costumes. E a festa da família. E a casa de lembranças. O essencial é viver para a volta..." E eu me sentia ameaçado em minha própria substância pela fragilidade dos pólos distantes de que dependia. Estava ameaçado de conhecer um verdadeiro deserto, e começava a compreender um mistério que durante muito tempo me tinha intrigado.
...
Eu sonhei, depois de tantos outros, com a sua magia.

(Cartas do Pequeno Príncipe: Cartas a um refém)

Obrigado querida.
Beijos.

W@nder · Rio de Janeiro, RJ 9/5/2008 16:03
sua opinião: subir
W@nder
 

/\
||
||
para Lili

W@nder · Rio de Janeiro, RJ 9/5/2008 16:04
sua opinião: subir
W@nder
 

Beri, Alice, Anamineira, Yasmin.
Obrigado por voltarem.
Beijos.

W@nder · Rio de Janeiro, RJ 9/5/2008 16:06
sua opinião: subir
W@nder
 

Regina,
desde pequeno o Bruno já lia muita coisa boa que fez dele um menino preparado para a vida.
Com certeza seus objetivos serão alcançado.
Obrigado,
bjs.

W@nder · Rio de Janeiro, RJ 9/5/2008 16:21
sua opinião: subir
W@nder
 

Falcão,
obrigado por retornar, amigão.
Grande abraço.

Marco,
sempre chegando em boa hora.
Obrigado pela publicação.
Grande abraço.

Branca,
obrigado por voltar.

Azuir,
obrigado pelo voto.
Abraços.

Victor,
obrigado por vo l tar.
Abração.

Carlos Magno,
é com prazer que recebo o seu voto.
Grande abraço.

Rai...Blue,
obrigado pelo voto e pelos beijinhos... azuis.
Beijo.

Clara,
fico contente que tenha gostado.
Obrigado.

Oi menina Lena.
Obrigadim.
beijim.

W@nder · Rio de Janeiro, RJ 9/5/2008 16:27
sua opinião: subir
W@nder
 

Vanessa,
que bom que gostou.
obrigado.

W@nder · Rio de Janeiro, RJ 9/5/2008 16:43
sua opinião: subir
W@nder
 

Zezito,
diria que seja um texto auto-biográfico de uma pessoa que vive perto de mim... rsrs
Eu vou publicar outros textos desse menino.
Obrigado,
Abraços.

Brigitte,
tantas perguntas na infância que, quando não respondidas, vão se tornando dúvidas cruéis, não é mesmo...
Obrigado.
Abraços.

Walesson,
obrigado pela presença e comentários.
Grande abraço.

Pati, Ana Wagner
obrigado por voltarem.
Bjs.

W@nder · Rio de Janeiro, RJ 9/5/2008 17:50
sua opinião: subir
W@nder
 

André,
estou tendo a oportunidade de fazer uma mescla de homenagem ao dia das mães com um manifesto pelas crianças incompreendidas e a cronologia sobre a formação de um escritor. O bom de escrever é isso. Uma pequena idéia acaba transcendendo e abrangendo um universo muito maior.
Obrigado pelos comentários.
Grande abraço.

Náthima,
o menino ainda sonha... e escreve o que faz, mas não sabe se é um sonho ou verdade. Talvez se torne um grande escritor... e encante o seus leitores com a sua escrita.
Obrigado,
bjs.

Ailuj,
o que seria de nós se não fossem os sonhos, não é? Assim é o Bruno, e os brunos e brunas da vida.
Obrigado.
Beijo grande.

W@nder · Rio de Janeiro, RJ 9/5/2008 17:51
sua opinião: subir
marilia carboni
 

Deixando meu voto juntamente c um beijo !!!

marilia carboni · Londrina, PR 9/5/2008 20:08
sua opinião: subir
Ilia Noronha
 

Atrasada mas comparecendo. Como não podia comparecer.
Alem de linda historia uma vida contada com mt detalhes. Gostei sim.
Beijos poeticos
E parabéns

Ilia Noronha · Manaus, AM 9/5/2008 22:09
sua opinião: subir
BETHA
 

Azuir,
adorei o texto, passear por minha adolescência em páginas de diário, incompreendida também como esse garoto inteligente.
Lindo! Emocionante!
abçs de betha.

BETHA · Carnaíba, PE 10/5/2008 07:52
sua opinião: subir
W@nder
 

Marília, Ilia, Betha obrigado pelos comentários e votos.

Betha, não sou o Azuir mas, de minha parte, fico honrado em ter o nome trocado com o dele.

Beijos.

W@nder · Rio de Janeiro, RJ 12/5/2008 14:09
sua opinião: subir
Adroaldo Bauer
 

Bruno é um grande personagem. O teu escrito não perde de vista que vai se transformar em homem, e vá carregando nos vãos da memória essas lembranças fortes da infância... e o beijo da Aninha, por suposto.

Eu gostei muito W@nder.

Adroaldo Bauer · Porto Alegre, RS 15/5/2008 11:36
sua opinião: subir
W@nder
 

Obrigado pela leitura, Adroaldo.
Fico contente que tenha apreciado.
Abraços.

W@nder · Rio de Janeiro, RJ 20/5/2008 16:31
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

baixar
pdf, 4 Kb

veja também

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados