Minha Rua, meu presépio!

1
Fátima Venutti · Blumenau, SC
10/11/2008 · 161 · 18
 

Minha rua, meu presépio!

Fátima Venutti


Ao abrir a cortina para um novo dia, principia a sinfonia da vida, no agitado e concorrido passear dos carros. Vidas, rotas e rotinas se alternam no levantar das portas do comércio. Minha rua, inda que curta, guarda durante o dia vidas, sonhos, amizade, pressa e ambição. À noite, solidão.

Pela janela, roubo o prazer de um rápido café, esticado na calçada, em bancos nostálgicos, conversas confessadas, segredos profissionais, fofocas alteradas - o velho “dedo de prosa”... Ali, bem na esquina, o colunista do jornal troca informações para a próxima lauda. Ai... Saudades de minha infância, em outra rua... outra cidade, outro estado, outros tempos... de ingenuidade.

Minha rua tem uma choupana de sonhos, desejos íntimos coligados nas vitrines sem pudor, promessas de eterno prazer. Ah, que saudade das noites natalinas em que transformaram a copa das árvores em sonhos de criança: luzes, luzes, luzes. Vasta magia. Visão que transformou seus moradores em puro orgulho. À espreita, a mostra privilegiada da “minha janela”. Minha rua é minha árvore de Natal, um desejado Tannenbaum.

Durante o dia, a vida exala odores gastronômicos, instiga o paladar, revolve as metáforas de suas cozinhas. Final de tarde, vão se retirando de cena todos os atores principais e coadjuvantes. Este palco silencia em profunda e necessária solidão. É nesta vida que comungo meus sonhos, que roubo, das vidas que a passos largos dançam a valsa da correria, a inspiração para pintar a minha própria sina, numa tela com cheiro de jasmim.
Esta, a minha rua, tem em cada esquina uma peça do presépio que montamos fora de época, mas que desperta certamente a cada dia: a nossa própria vida. No fechar das cortinas, encontro as luzes do último natal, esquecidas na copa da velha oliveira.


Sobre a obra

Texto composto da época em que morava na Curt Hering, rua central de Blumenau. A propósito, a rua mais linda na época do Natal. Os comerciantes se nunem e iluminam as árvores e as fachadas das lojas. À noite, pura magia.
Ai que saudades...

compartilhe



informações

Downloads
408 downloads

comentários feed

+ comentar
alcanu
 

Todo mundo se lembra do verbo ( comprar ) mas se esquece do substantivo ( Jesus ! )
Um beijo !

alcanu · São Paulo, SP 7/11/2008 20:37
sua opinião: subir
Thiers
 

Sua tela de jsmim é deliciosa e sua rua en cantadora... q sorte... Aqui só tem fumaça de carro, estamos literal/ intoxicados de monóxido..argt coff coff..

Minha rua é minha árvore de Natal, um desejado Tannenbaum.
......................
Durante o dia, a vida exala odores gastronômicos, instiga o paladar, revolve as metáforas de suas cozinhas. Final de tarde, vão se retirando de cena todos os atores principais e coadjuvantes. Este palco silencia em profunda e necessária solidão............

Thiers · Rio de Janeiro, RJ 7/11/2008 20:46
sua opinião: subir
Ivan Cezar
 

Salve "Linda e Bela" Santa Catarina !!
Não tem quem não registre um pedaço de vida feliz no gigante presépio das ruas !
Muito legal

Ivan Cezar · São Sepé, RS 8/11/2008 00:04
sua opinião: subir
Falcão S.R
 

Fátima,

Embora conheça Blumenau apenas de passagem, tenho referências de amigos que lá residiram, dizendo-me que no Natal, as casas ficavam abertas para que qualquer um pudesse participar da ceia, se verdadeiro, acredito que dado a violência urbana essa pratica deve ter sido abolida, o que será um grande perda.

Beijos

Falcão S.R · Rio de Janeiro, RJ 8/11/2008 02:41
sua opinião: subir
Carlos Mota
 

muito bom seu texto, amiga Fátima
prazerosa leitura!
beijo,

Carlos Mota · Goiânia, GO 9/11/2008 15:17
sua opinião: subir
Falcão S.R
 

Beijos

Falcão S.R · Rio de Janeiro, RJ 9/11/2008 16:03
sua opinião: subir
Samuel Luciano Assunção
 

ei fátima...que bela descrição de sua rua...fez-me imediatamente lembrar de uma das primeiras poesias que me marcou muito na minha fase colegial...é (a rua da rimas) de guilherme de Almeida...que deixo para você.



"A rua que eu imagino, desde menino, para o meu destino pequenino
é uma rua de poeta, reta, quieta, discreta,
direita, estreita, bem feita, perfeita,
com pregões matinais de jornais, aventais nos portais, animais e varais nos quintais;
e acácias paralelas, todas elas belas, singelas, amarelas,
douradas, descabeladas, debruçadas como namoradas para as calçadas;
e um passo, de espaço a espaço, no mormaço de aço laço e basso;
e algum piano provinciano, quotidiano, desumano,
mas brando e brando, soltando, de vez em quando,
na luz rara de opala de uma sala uma escala clara que embala;
e, no ar de uma tarde que arde, o alarde das crianças do arrabalde;
e de noite, no ócio capadócio,
junto aos lampiões espiões, os bordões dos violões;
e a serenata ao luar de prata (Mulata ingrata que me mata...);
e depois o silêncio, o denso, o intenso, o imenso silêncio...
A rua que eu imagino, desde menino, para o meu destino pequenino
é uma rua qualquer onde desfolha um malmequer uma mulher que bem me quer
é uma rua, como todas as ruas, com suas duas calçadas nuas,
correndo paralelamente, como a sorte indiferente de toda gente, para a frente,
para o infinito; mas uma rua que tem escrito um nome bonito, bendito, que sempre repito
e que rima com mocidade, liberdade, tranqüilidade: RUA DA FELICIDADE..."

beijos


Samuel Luciano Assunção · Angra dos Reis, RJ 9/11/2008 16:49
sua opinião: subir
Doroni Hilgenberg
 

Fatima.
legal seu texto

Blumenau já é linda, tão florida...
mas no Natal se torna inesquecível.
bjs

Doroni Hilgenberg · Manaus, AM 9/11/2008 18:46
sua opinião: subir
Carlos Mota
 

Carlos Mota · Goiânia, GO 9/11/2008 20:18
sua opinião: subir
Noelio Mello
 

Belo texto, Fátima, trazendo recordações felizes e qause antecipando o Natal que já abre as suas janelas para a entrada da fé e dos sonhos.
beijos
Noélio

Noelio Mello · Belém, PA 9/11/2008 21:29
sua opinião: subir
delen
 

O natal está chegando , mas não devemos esquecer que nossos corações tbm tem que se enfeitar com esse espirito de amor e paz que chega . Bjs...

delen · Cotia, SP 10/11/2008 00:26
sua opinião: subir
Doroni Hilgenberg
 

voltando
bjs

Doroni Hilgenberg · Manaus, AM 10/11/2008 00:58
sua opinião: subir
Edson Alves
 

Mais um lindo texto ,fiquei encantado com a magia de sua rua ,todos nós temos lembranças boas de nossa infância e essa de sua rua está de parabéns ,muito lindo texto nota 10,beijos e muito obrigado .

Edson Alves · Rio de Janeiro, RJ 10/11/2008 09:10
sua opinião: subir
joe_brazuca
 

Senti o gosto do passado de minha ruas-presépios tb.
Ainda mais aproximando-se o Natal, daí o "bicho pega"...rsrs
Lágrimas é pouco...
Efetivamente muito bom, cara poetisa !
beijo e votado

joe_brazuca · São Paulo, SP 10/11/2008 15:53
sua opinião: subir
EdimoGinot
 

No fechar das cortinas, encontro as luzes do último natal, esquecidas na copa da velha oliveira.
Ultimamente acho que o natal termina antes de começar.
Este é o sentido atual.
Bela cronica.
um abraço

EdimoGinot · Curitiba, PR 10/11/2008 16:10
sua opinião: subir
Adroaldo Bauer
 

Se há o presépio, há o menino que a menina viu em luzes e não mais esqueceu, e dele nos lembra, agora, todo dia.

Adroaldo Bauer · Porto Alegre, RS 11/11/2008 09:54
sua opinião: subir
Cassiane Schmidt
 

Linda crônica Fátima, como é bom viajar pelas ruas inquietas da nossa infância, ah, como é bom!

parabéns querida!!!

Cassiane Schmidt · Gaspar, SC 11/11/2008 12:57
sua opinião: subir
ARLETE TRENTINI DOS SANTOS
 

Parabéns por esta maravilha.Já estou sentindo o cheiro de Natal no ar.
Esta cronica veio bem a tempo,já que estamos vivendo este clima natalino.
Uma das grandes alegrias é saber que sempre teremos Natais e presépios.Mas não é repetição é vida em ação.
Que Deus a abeçoe e inspire sempre.
Um abração Arlete

ARLETE TRENTINI DOS SANTOS · Gaspar, SC 12/11/2008 00:10
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

baixar
pdf, 3 Kb

veja também

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados