Nós

1
Fábio Fernandes · São Paulo, SP
3/10/2006 · 124 · 28
 


Lemingues cegos
Beirando abismos
Paralisados
Imóveis:
move-não-move,
morre-não-morre,
chove-não-molha.
Chão há:
cadê o não?

compartilhe



informações

Autoria
Fábio Fernandes
Ficha técnica
poema inconseqüente
Downloads
332 downloads

comentários feed

+ comentar
Bia Marques
 

o não anda perdido no meio de tanto se e talvez ou quem sabe....

Bia Marques · Campo Grande, MS 2/10/2006 17:05
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Luciana Hernandes
 

fábio, me perdoe a ignorância...o que são lemingues???? seriam aves noturnas que, cegas, acocoradas nos fios de luz, piam hai-kais do leminsk até o sol chegar e elas ficarem japonesas? seriam dedos mindinhos franceses "le minguês" que morrem de inveja do indicador dedo-duro e fura-bolo?

Luciana Hernandes · Cuiabá, MT 2/10/2006 17:44
2 pessoas acharam útil · sua opinião: subir
Bia Marques
 

Adorei as definições!

Bia Marques · Campo Grande, MS 2/10/2006 17:56
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Thiago Perpétuo
 

a intervenção na arte a torna plural... grande Fábio, grande Luciana!!!

Thiago Perpétuo · Brasília, DF 2/10/2006 19:34
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Fábio Fernandes
 

Bia, o não nunca está onde procuramos. No momento em que o achamos, já foi.

Fábio Fernandes · São Paulo, SP 3/10/2006 09:09
sua opinião: subir
Fábio Fernandes
 

Luciana, querida, não é nada disso mas é tudo isso: sua definição foi a melhor que já vi até hoje. Digna de um dicionário! :-)

Fábio Fernandes · São Paulo, SP 3/10/2006 09:09
sua opinião: subir
Fábio Fernandes
 

É isso aí, Thiago. Arte sem intervenção não é arte - ou não.
;-)

Fábio Fernandes · São Paulo, SP 3/10/2006 09:10
sua opinião: subir
Diego Calazans
 

você tirou os lemingues da história do Barks, não?
aqueles roedores noruegueses que, uma vez por ano, reunem-se aos milhares para se atirarem de fiordes. suicidam-se sem motivo aparente.
nesse sentido, você diz que não vemos que estamos à beira da inevitável (sempre iminente) morte. o chão é a vida conhecida. o "não" é o além, o salto para o nada, a morte e o que nos espera após.
correto?

Diego Calazans · Aracaju, SE 3/10/2006 13:39
sua opinião: subir
Luciana Hernandes
 

diego, diego...os seus lemingues são mais charmosos que os meus! muito mais pelo contexto, porque roedores não tem a beleza dos pássaros leminskeanos...rsrsrsrsrsr
seres subtraídos da visão interior, nós (?) nos comportamos como os tais lemingues, inseguros, fracos, incapazes e que saltam pro óbvio - a morte - o chão- a decadência...pela incapacidade do não.

Luciana Hernandes · Cuiabá, MT 3/10/2006 15:26
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Fábio Fernandes
 

Não, Diego, tirei os lemingues (cuja definição sua está, até odne consigo me lembrar, correta) de um conto do Robert Silverberg. Mas não sei o que eu disse neste poema não. Explicar poesia é meio chato. Escrevi o que estava sentindo num dia frio e cinzento destes (e continuo sentindo, aliás).

Fábio Fernandes · São Paulo, SP 3/10/2006 17:28
sua opinião: subir
Fábio Fernandes
 

Luciana, sem desfazer do Diego, os seus lemingues são melhores até que os meus.

Fábio Fernandes · São Paulo, SP 3/10/2006 17:28
sua opinião: subir
Daniel Duende
 

Coisa muito boa, companheiro.
Gostei do som... do ritmo... da honestidade.

Abraços do Verde.

Daniel Duende · Brasília, DF 4/10/2006 15:01
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Fábio Fernandes
 

Valeu, Verde! A gente fazemos o que podemos.

Fábio Fernandes · São Paulo, SP 4/10/2006 15:37
sua opinião: subir
Daniel Duende
 

poisé... e é fazendo o que nóis vai podendo é que nóis vai se divertendo.... :D

Daniel Duende · Brasília, DF 4/10/2006 15:39
sua opinião: subir
JuNiN
 

gente pelo amor de deus oque é LEMINGUES alguém explica aeeeww pra mim ... por favor ...


abraços a todos


muito legal sua poesia.. profunda ;)

JuNiN · Ribeirão Preto, SP 7/10/2006 17:00
sua opinião: subir
Bia Marques
 

tem até o nome científico, espia http://www.saudeanimal.com.br/lemingue.htm

Bia Marques · Campo Grande, MS 7/10/2006 20:27
sua opinião: subir
JuNiN
 

ah me fala ai ... eu queria saber oque significa

JuNiN · Ribeirão Preto, SP 7/10/2006 20:29
sua opinião: subir
Daniel Duende
 

resumindo? é um bicho fofinho que vai andando, andando, andando (geralmente em grandes grupos) e por vezes se joga de penhascos (junto com todo o resto do grupo).

existia (e ainda existe) até um joguinho de computador em homenagem a eles, onde vc tinha que levar os "lemmings" de um lado a outro da tela e impedir que eles caíssem ou morressem...
quem lembra deste jogo? :D


Abraços do Verde.

Daniel Duende · Brasília, DF 9/10/2006 17:21
sua opinião: subir
Marília Beatriz
 

O que importa saber dos lemingues,
O que importa saber de saber
Vale o que está inscrito no escrito.

Marília Beatriz

Marília Beatriz · Cuiabá, MT 22/10/2006 21:28
sua opinião: subir
Fábio Fernandes
 

É isso aí, Marília. Como no jogo do bicho (e o lemingue é um bicho): vale o que está escrito.

Fábio Fernandes · São Paulo, SP 25/10/2006 18:22
sua opinião: subir
JuNiN
 

ah mais temos que saber o significado das palavras para saber o sentido certo ? ... e tbm por curiosidade hehe ....

abraços a todos

JuNiN · Ribeirão Preto, SP 25/10/2006 20:47
sua opinião: subir
Balbino
 

Lemingues são Lêmures (se é que isso diz alguma coisa).

Balbino · Cuiabá, MT 26/10/2006 17:20
sua opinião: subir
Balbino
 

a poesia fluiu demais sô.....

Balbino · Cuiabá, MT 26/10/2006 17:21
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Farion
 

adorei a definição de onde está o "nunca", Fábio.

Farion · Curitiba, PR 28/10/2006 21:19
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Fábio Fernandes
 

pois é, Farion. O Nada, o Nunca e o Não são mais importantes que saber o que é um lemingue (pelo menos na minha humilde opinião).

Fábio Fernandes · São Paulo, SP 29/10/2006 12:35
sua opinião: subir
cris gonzalez
 

Acho que eu sou um lemingue...na coisa de atirar-me dos penhascos junto com meu bando! Oh, descobertas!

cris gonzalez · Rio de Janeiro, RJ 20/12/2006 16:10
sua opinião: subir
linney
 

Poesia é tudo de bom!

linney · Canoas, RS 17/6/2007 00:09
sua opinião: subir
maria luiza
 

Bacana,bacana seu poema.
Abraços
Malu

maria luiza · Brasília, DF 21/12/2007 19:02
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

baixar
txt, 0 bytes

veja também

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados