Numismata

Divulgação
Instale o Flash Player para ver o player.
1
Pamela Leme · São Paulo, SP
20/3/2007 · 95 · 2
 


Muita gente ainda procura a classificação ideal para o som do Numismata, banda de São Paulo que mistura influências do samba da velha-guarda com guitarras lo-fi, retoques eletrônicos e efeitos psicodélicos. Quando chegou às lojas em 2003, o álbum "Brazilians on the Moon" (Outros Discos) era capaz de dividir uma mesma prateleira tanto com CDs do Cartola quanto do The Flaming Lips. Mas o quinteto formado por Piero Damiani (vocal), Adalberto Rabelo Filho (guitarra), Carlos H. (baixo), Felipe Veiga (bateria) e André Vilela (guitarra) nunca preocupou-se com rótulos. Basta imaginá-los cinco astronautas musicais dispostos à explorar diferentes universos sonoros.

O conceito do Numismata é resultado das experiências anteriores de Adalberto em duas bandas das quais participava, uma de indie-rock e outra de MPB. A fim de unir suas preferências musicais, ele produziu em 2001 o primeiro trabalho do grupo, a demo "Módulo Experimental Zero", em que já estabelecia as bases fundamentais do que viria a ser o Numismata – lá o ouvinte encontra samba misturado com guitarras e batidas eletrônicas, cítaras e scratches, samples e teclados.

As participações especiais em "Brazilians on the Moon" também denotam a diversidade do grupo. Jards Macalé, Skowa e Vanessa Krongold (Ludov) emprestam suas vozes em algumas das canções nada herméticas do álbum. Com um indie-samba psicodélico, ao mesmo tempo vanguardista e nostálgico, o Numismata ora parece saído de carnavais sessentistas, ora soa como uma banda de garagem tocando foxtrot. Tamanho ecletismo cativou a crítica especializada, que apontou o disco debute como um dos mais interessantes daquele ano.

Para endossar a singularidade, os membros do Numismata vêm de formações bem distintas. O primeiro baterista, Rodrigo Falcão, tocou no Maybees, banda queridinha do circuito alternativo. André já assumiu a guitarra na experimental Mother Superior. Carlos foi baixista da banda punk Cauliflower e atualmente toca no Pornodogs, grupo de apoio do cantor Supla. Piero é músico regente de corais e percussionista erudito. O atual baterista, Felipe, consegue ser, ao mesmo tempo, fã de The Chemical Brothers, Hermeto Paschoal e Portishead, assim como Adalberto, principal compositor do projeto e dono de uma imensa coleção de discos que inclui desde vinis raros de Monsueto até o último CD do The Shins.

No momento, o quinteto finaliza as gravações do aguardado segundo álbum, com previsão de lançamento para junho de 2007. Batizado "Chorume", o novo trabalho é resultado de uma viagem ainda mais distante e ousada pelo universo sonoro da banda - a paleta musical agora vem carregada de krautrock, disco e até mambo.

Acesse:
www.myspace.com/numismata
www.tramavirtual.com.br/numismata

compartilhe



Embutir



informações

Ficha técnica
Piero Damiani - Piano/Voz/Percussão/Teclado
Adalberto Rabelo Filho - Guitarra/Voz
André Vilela - Guitarra/Voz/Violão
Carlos H. - Baixo/Voz
Felipe Veiga - Bateria/Percussão/Vibrafone
Downloads
367 downloads

comentários feed

+ comentar
Kika Serra
 

Nós do programa Caipirinha Appreciation Society (www.cas.podomatic.com) somos fãs de carteirinha do Nomismata e aguardamos ANSIOSAMENTE por Chorume!!

Kika Serra · Rio de Janeiro, RJ 3/6/2007 17:11
sua opinião: subir
Kika Serra
 

NUmismata! Sorry.

Kika Serra · Rio de Janeiro, RJ 3/6/2007 17:12
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados