o amor segundo a vida

Foto: Tuca Vieira
1
Wagner Miranda · Jandira, SP
14/3/2009 · 74 · 6
 

o amor segundo a vida

não, não vou lhe contar sobre sonhos
não quero ter pressa nem palavras
pois bem sabe, são bens de poetas
e de títulos não quero nada

e belas, estrelas para sempre perecem
sonhos nem sempre são irmãos
palavras nas estradas que desaparecem
viram presente para a solidão

a ti abro meu coração, vasto universo
vivi e senti o doce aroma do vinho a tingir
a primavera mais bela do que ela, solidão

a tremeluzir, a aterrisar
no azul imenso
de uma tarde qualquer

esperança, desabrocha sem demora
tardia estação que ainda mora
inocente e inerte no espelho cristalino de teus olhos
abrigo de tua,de todas, de minha alma

e mais tarde, quando tudo deu sinal de acabar
senti querer nunca existir, deixar de respirar
hospedei aperto no peito, desconcerto
amanheci para chorar

me vi ante a imponente face do destino
que em desatino enrubesceu
talvez nunca tivesse visto
algo tão imenso em tão pequeno recipiente
pequeno ser de carne e ossos, porém transcendente

disse a ele, em tom sereno
- tua presença não me acanha,
pois seguirei meu caminho

saiba que bem longe ela me espera
e sob o sol se banha, sob ondas descansa
a mais bela força da natureza, amor meu

e o que deuses não fazem
diante de tamanho milagre:
o amor segundo a vida
suave e transparente,
como a brisa do ocidente

pediu apenas
que ali deixasse minhas malas
pois era longa, ah como era longa
aquela estrada

parti.



Wagner Miranda

compartilhe



informações

Autoria
Wagner Miranda
Ficha técnica
www.adeusdoporto.blogspot.com
Downloads
300 downloads

comentários feed

+ comentar
Cláudia Campello
 

Nossa !

"a ti abro meu coração, vasto universo
vivi e senti o doce aroma do vinho a tingir
a primavera mais bela do que ela, solidão"

é, a solidao tem seus encantos sim, e como, foi com ela que escrevi minhas melhores cronicas........rs

parabens

bjsssssss;)

Cláudia Campello · Várzea Grande, MT 11/3/2009 03:46
sua opinião: subir
Cau Santana
 

"a ti abro meu coração, vasto universo
vivi e senti o doce aroma do vinho a tingir
a primavera mais bela do que ela, solidão"
Às vezes a solidão é a mais bela de todas as inspirações.
Lindo poema.
Abraços e votado

Cau Santana · Barreiras, BA 13/3/2009 16:57
sua opinião: subir
O NOVO POETA.(W.Marques).
 

um texto muito lindo.votado.

O NOVO POETA.(W.Marques). · Franca, SP 14/3/2009 08:25
sua opinião: subir
Doroni Hilgenberg
 

Wagner,
magnifico poema
O amor, sonho e esperança. são os alicerces da vida.
bjs

Doroni Hilgenberg · Manaus, AM 14/3/2009 16:34
sua opinião: subir
jovel
 

votado

jovel · Três Passos, RS 14/3/2009 17:05
sua opinião: subir
Cláudia Campello
 

diexo-te um carinho, votos e

bjss;)

Cláudia Campello · Várzea Grande, MT 15/3/2009 00:18
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

baixar
pdf, 3 Kb

veja também

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados