O CAMINHO DE VOLTA

1
Thiago Toscani · Florianópolis, SC
2/8/2008 · 112 · 7
 

Ali, no escuro, eu não sabia.
Fechados, meus olhos viam possibilidades que, mesmo distantes, faziam sentido para mim. Aí, tua mão tocou na minha. No meio da noite. E, como se já fosse costumeiro, eu a segurei. Com toda a minha força. Trouxe-a para junto de mim. Embora não precisasse: ela já estava. Eu a sentia assim.
Desse jeito. Como eu imaginei um dia.

Ali, no escuro, eu sonhava.
E a estrada se desenhava longa. Cansativa. Exaustão pura. Meus pés há muito estavam fincados num único lugar. A ausência de movimentos estranhamente me empurrava para frente, mas a verdade, sempre foi, é que eu queria voltar. Romper. Respirar. E, embora eu caminhasse, não sabia aonde chegar. Mas aí, tua mão tocou na minha. E eu a segurei. E entendi que meus motivos não anulariam, nunca, os seus. Descobri que distantes já estavam os abismos. Que os tropeços são inerentes e até naturais. Ali, no escuro, eu vi o sol, insistente, surgindo no fim de tudo. Iluminando os meus apagados sentimentos. Um sonho. Realidade. Seria o espaço entre o “querer” e o "permitir"? Firme, continuei a segurar tua mão. E, aos poucos, deixei minhas dúvidas escorrerem por entre as pedras daquela estrada.
Desse jeito. Como eu imaginei um dia.

Ali, no escuro, eu queria.
Valeria a pena, sim. E, com os olhos fechados, decidi. Me despedi das dores todas. Da insistente vontade de maltratar o mundo. Me despedi do que assombrava os meus dias. Abandonei, em algum ponto dentro da minha existência. E voltei. Porque continuar naquela estrada, com os pés fincados, não fazia mais sentido. Cruzei o caminho de volta. Rompi. Respirei. E voltei a amar.
Desse jeito. Como eu imaginei um dia.

Sobre a obra

Aos que me lêem, eis uma confissão: essas linhas são muito diferentes de um certo texto, também de minha autoria, chamado CONCLUSÕES DA IDADE. É amigos...o tempo passa....leva muita coisa embora...e traz muitas surpresas!

compartilhe



informações

Downloads
263 downloads

comentários feed

+ comentar
O NOVO POETA.(W.Marques).
 

bonito seu trabalho, bem construído.votei.

O NOVO POETA.(W.Marques). · Franca, SP 2/8/2008 13:09
sua opinião: subir
Beto Mathos
 

Belo texto...Voto!

Beto Mathos · Vitória, ES 2/8/2008 19:30
sua opinião: subir
Sônia Brandão
 

Belo texto, bela decisão.
Um abraço.

Sônia Brandão · Bauru, SP 2/8/2008 23:57
sua opinião: subir
Nic NIlson
 

Opa, saudade amigo, sumido assim.... e volta com um belo texto. Aplausos!

Nic NIlson · Campinas, SP 2/8/2008 23:57
sua opinião: subir
Doroni Hilgenberg
 

Thiago,
É bom quando no meio do caminho a vida nos apresenta essas agradáveis surpressa, inclusive o amor.
bjsss

Doroni Hilgenberg · Manaus, AM 16/8/2008 16:57
sua opinião: subir
Anderson Frasão
 

Tiago,

que prosa poética arretada. Oia, tô aqui todo arrepiado. Muito intensa a vida de sua obra cara. Serio mesmo, muito, muito lindo! Parabens, votadissimo!!!

Anderson Frasão · Canhotinho, PE 22/8/2008 17:05
sua opinião: subir
alineeletrica
 

Lindo texto ...
Que bom que escolheu esse caminho.
=D

alineeletrica · Florianópolis, SC 14/1/2009 14:14
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

baixar
pdf, 2 Kb

veja também

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados