O OUTRO

GOOGLE
1
raphaelreys · Montes Claros, MG
6/6/2008 · 162 · 62
 

Amostra do texto



No conto O Outro, extraído do Livro de Areia, o autor Jeorge Luiz Borges nos relata um fato extraordinário ocorrido com ele em 1969, em Boston. Sentado em frente ao rio Charles, inicia um diálogo com um homem que não existia, aparentando sessenta anos, mas que era seu sósia, guardada a diferença de idade.
Um Borges atual e outro Borges do futuro em andamento. Afinal, isso são acontecimentos, no dizer do próprio escritor: os fatos são meros pontos de partida para a invenção e o raciocínio. O homem tenta viver sob a perspectiva da eternidade.
Fim de 1981, em Teresina, capital do Piauí, lá estava eu como vendedor viajante e conheci, em frente ao Rio Parnaíba, Evilásio Tito, atacadista de cereais, que antes de falecer em 1990 e sabedor do meu interesse por esoterismo e doutrinas iniciáticas, confidenciou-me o fato a seguir.
Em 1948, era pequeno comerciante em um empório no Mercado do Mafuá, naquela capital. Eram 13: horas estava sozinho no balcão, na hora da sesta, e uma caminhonete Nissan Verde-musgo, que na época não existia, estacionou, bem a sua vista e à sua porta.
Estupefato, viu descer um homem que não existia que em seguida entrou no seu estabelecimento e, com ele, estabeleceu um longo e assustador diálogo.
O estranho personagem, sob um calor de 40 graus, vestia terno branco, usava chapéu panamá e, para falar, um microfone conectado a um aparelho preso à cintura em razão de uma lesão nas cordas vocais. Mostrou-lhe um telefone celular, que não existia ainda e no qual ele fez uma ligação para um atacadista local, comprovando sua funcionalidade.
Mostrou-lhe uma incisão cirúrgica a altura do ombro direito e descreveu a operosidade de um aparelho marca passo implantado, que também não existia! Passado, presente e futuro estavam transcorrendo em um só instante, na consciência do Todo.
Aquele homem do futuro parecia-se com ele. O mesmo biótipo, a mesma altura, o mesmo tom e timbre de voz, os mesmos trejeitos. Rezou para que entrasse alguém, que pudesse servir como testemunha das evidências, o que não veio a acontecer. Ele estava incurso no relógio do tempo.
Na sua crônica, Borges relata que não há cronologia e nem história e que as precisões são inúteis.
O personagem, antes de se despedir de Evilásio após o longo diálogo, pediu-lhe que olhasse no espelho, posto no balcão de vendas e comprovasse que ambos era o mesmo homem! Com a evidente diferença de quase meio século! Finalizou, dizendo: você será assim como eu, quando morrer aos sessenta e cinco anos.
Pouco antes de falecer em 1990, após completar os seus sessenta e cinco anos de idade, Evilásio telefonou-me chamando-me urgente à sua empresa. À porta do armazém atacadista, mostrou-me uma caminhonete Nissan verde-musgo, que acabara de adquirir, resultado de um acerto de contas com um cliente.
Em silencio, mostrou-me o telefone celular que usava na ocasião, exibiu a incisão do marca passo no tórax e apontou para o aparelho amplificador que, na ocasião usava para falar. Trajava terno de linho branco e chapéu Panamá.
Ficamos em silêncio, observando o nada, impotentes, ante os indícios evidenciados, ouvindo o barulho das águas do rio Parnaíba bem próximos, o rumor dos veículos que passavam na Avenida Maranhão, apatetados ante a métrica do relógio kármico! Fatos que até então haviam sido relatados como extra-sensoriais, aconteciam ao vivo e em cores no nosso cotidiano!
Foi à última vez que o vi com vida; logo partiu para os mundos súperos, num encontro com o outro Evilásio!

Sobre a obra

Passado, presente e futuro estão contidos no eterno momento da consciência do Todo/Criador. O Espírito, essa centelha divina emanada do Nicho de Nodin lançada no tempo e no espaço em missão de construir a sua individualidade vestindo múltiplas roupagens de personalidades-alma habitando múltiplos planos evolutivos ou missionários em uma Sansara que dura 430.000.000.000 bilhões de anos terrestres.
Às vezes se encontra com uma projeção de si mesmo.
Aí conversa com O OUTRO!

compartilhe



informações

Autoria
raphaelreys
Downloads
356 downloads

comentários feed

+ comentar
raphaelreys
 

Esse texto é pura metafísica caros overmanos e overminas! O homem é um ser múltiplo!

raphaelreys · Montes Claros, MG 4/6/2008 06:38
sua opinião: subir
Lena Girard
 

Tua narração é maravilhosa! Faz-no detentos do início ao fim. História de arrepiar! Beijos, meu lindo!

Lena Girard · Belém, PA 4/6/2008 06:59
sua opinião: subir
raphaelreys
 

Cara Lena Girard! Bem cedo nos dando a sua atenção. Beijos infindáveis e abraços curraleiros e apertados pra vc.!

raphaelreys · Montes Claros, MG 4/6/2008 07:16
sua opinião: subir
clara arruda
 

Na minha despedida desse overmundo,tenho o prazer de deixar aqui meu humilde comentário.
Li como faço sempre,com muita atenção sua narrativa.Que como vc mesmo postou não- ficção.A essência das coisas.
Eu.na minha total ingnorãncia,já tive o privilégio de deparar comigo mesma,em momentos que hoje estou vivendo.Mas,sei que muitos preferem rotular de alucinações.Acredito que todo o ser é múltiplo.Seu texto impecável,não só na escrita como tb nos deixa algo de reflexão.
se não nos vermos tão cedo por essas bandas over,saiba...Moras em meu coração.Ainda voltarei para votar em seu trabalho.

clara arruda · Rio de Janeiro, RJ 4/6/2008 07:38
sua opinião: subir
raphaelreys
 

Cara Clara! Não magoe o meu coração com a sua saida! Vc. estará sempre no meu coração. Seja o que aconteceu, não considerere e perdoe. Fique conosco. Se sair deixará um enorme vazio!

raphaelreys · Montes Claros, MG 4/6/2008 07:46
sua opinião: subir
Andre Pessego
 

Fantástico. E é bom que se reviva ests coisas. Elas, a crença nelas e ou a consciência de que elas são verdades. Verdades para os que nelas acreditam os que as vêm possíveis. São elas e ou delas que tornarão o mundo melhor. É preciso crer-se,
abraço
andre.

Andre Pessego · São Paulo, SP 4/6/2008 07:50
sua opinião: subir
raphaelreys
 

Nobre André! Bem que gostas do tema. Devemos dar a nossa parte para a compreenção que nos levará a um mundo necessariamente melhor! Beleza o seu comentário!

raphaelreys · Montes Claros, MG 4/6/2008 08:28
sua opinião: subir
Saramar
 

Extraordinário!
Confesso que me senti como se em uma daquelas salas de espelho, onde nos enxergamos por todos os lados, em construção e desconstrução, apesar do texto tratar de tempo e não do espaço.
Sei porém que estas dimensões são, na realidade, unas e nós, pobres ignorantes, dividimo-las para que possamos tentar compreender o infinito.
Obrigada por transmitir tais realidades em termos à altura do meu parco entendimento.

beijos

Saramar · Goiânia, GO 4/6/2008 08:31
sua opinião: subir
raphaelreys
 

Cara Saramar! Sua presença e o seu comentário é prima para a compreenção do texto. As religiões nos caparam e nos privaram dasd grandes e simples verdades da criação e do Criador! Somos uno com o Pai! Somos centelhas divinas vestindo almas em corpos físicos e em missão de renúncia, entretanto, tomamos as águas do Átropos antes de encarnar, daí o esquecimento!

raphaelreys · Montes Claros, MG 4/6/2008 08:42
sua opinião: subir
ana wagner
 

Amei o texto! Em primeiro lugar porque amo Jorge LuIz Borges e vc, Raphael, me deixou arrepiada e extasiada com sua narrativa.
Parabéns amigo! Voltarei.

ana wagner · Porto Alegre, RS 4/6/2008 09:41
sua opinião: subir
ayruman
 

Nobre Raphael. Li seu fascinante depoimento. Estas coisas estão aí desde que o Mundo existe, mas são bem poucos os que realmente tem sensibilidade apurada para percebê-las.
O tempo e o espaço como a maioria de nós pobres mortais conhecemos, existe apenas para orientar e facilitar a escalada evolutiva do Espírito encarnado.
Além de nossa ainda pequena compreensão, está a Infinitude cósmica onde o “Tempo” é o Senhor absoluto de todas as coisas.

Grato pelo seu voto de confiança... Abraço fraterno... jbconrado

ayruman · Cuiabá, MT 4/6/2008 09:44
sua opinião: subir
raphaelreys
 

Cara Ana Wagner! Bom ter acertado a sua veia literária! Borges é simplismente fantástico! OPbrigado pelo comentário e pelos arrepios borgianos! Ayruman! O tempo realmente assusta. A ação só é atualizada com a interpretação de uma consciência ercarnada se não é apenas realidade manifesta. Somos centelhas divinas dotadas de almas plásticas em missão no tempo e no espaço! Beleza a sua participação. Abraços fraternos.

raphaelreys · Montes Claros, MG 4/6/2008 10:17
sua opinião: subir
Samuel Luciano Assunção
 

meu caro rapha...arrepiante e instigante essa história...
quantas vezes escutamos vozes ou vimos espéctros de nós mesmos...do decorrer da vida...nos mostrando o que vem por aí....
pura metafísica...como voc~e mesmo disse...

um abraço meu caro overmano...

samuel.

Samuel Luciano Assunção · Angra dos Reis, RJ 4/6/2008 10:37
sua opinião: subir
raphaelreys
 

Belza Samuel Luciano! Prima o seu comentário e a sua passagem na minha metafísica! Aabraços overmanos!

raphaelreys · Montes Claros, MG 4/6/2008 10:48
sua opinião: subir
marilia carboni
 

Fantástico...extraordinário...
Volto!!!!

marilia carboni · Londrina, PR 4/6/2008 11:07
sua opinião: subir
Rodrigo S.Levino
 

Muito bom !!

Rodrigo S.Levino · Rio de Janeiro, RJ 4/6/2008 11:36
sua opinião: subir
clara arruda
 

"Aos 6 dias do mes de junho do ano de 2008" 11.41 h

"Declaração"
Quando meu voto for compurado,talvez não deixe um comentário.
Então deixo agora uma declaração de amor ao meu cronista Raphael.
Eu nada valho diante de estrelas que enchem o infinito todo de clarão,porém naõ sendo eu fulgurante e bela,a minha glória não é sem razão.
Vivo na terra,habito com a pobreza e nada sei das estrelas a formosura.Sou palha seca,seca e sem beleza e só o pobre rebanho me procuram.
Os bois que mugem ao cair do dia,buscam-me sempre com satisfação,porque o meu femo a fome que os crucia,vai-lhes servir de abençoado pão(Esse trecho tirado da minha mémória de infãncia acho de é de Mario Barreto França.)
Bem meu querido tive o privilégio de aprender muito aqui no over.Você e outros grandes amigos que por estas bandas espero ter conquistado têm meu e-mail.E terei grande prazer e amor em vir ver seus trabalhos.
Meu mundo é pequeno meu amor mineiro,eu preciso de muito pouco para ser feliz.
Prefiro matar a fome do que iluminar o céu(esse já tem seu prórpio brilho).
Posso dizer que te amo?
Um amor que foi gerado na minha alma e no meu coração.
beijos dessa libriana que o tem em grande estima e consideração.

clara arruda · Rio de Janeiro, RJ 4/6/2008 11:42
sua opinião: subir
Yasmin Backer
 

Oi, Rapha
Gosto muito desse tipo de leitura e tua narração foi primorosa...
...somos centelhas divinas vestindo almas em corpos físicos e em missão de renúncia, entretanto, tomamos as águas do Átropos antes de encarnar, daí o esquecimento!
Perfeito,concordo plenamente!
Beijos...

Yasmin Backer · Rio de Janeiro, RJ 4/6/2008 12:49
sua opinião: subir
Cintia Thome
 

Verdade ou não...já tive/tenho alguns previlégios...super texto Raphael.
Ficarei calada, pois assim é melhor, pois a outra Cíntia queria falar,...Não é brincadeira...bju

Cintia Thome · São Paulo, SP 4/6/2008 12:54
sua opinião: subir
raphaelreys
 

Marilia Carboni! Vc. é um encanto! Rodrigo Levindo! Beleza que passas por aqui! Minha flor libriana, Clara Arruda! Tenho o seu e-mail e manterei contato, também posso dizer que te amo no coração. A galera de overmundo sentirá a sua ausência! Um longo e tenebroso beijo overmano para vc! Yasmim Backer! Sois uma centelha loura a encantar a cidade maravilhosa! Cintia Thome! Deixe falar a outra Cintia! A minha caixa de recados esta aberta para receber a sua narrativa: A Outra Cintia Thome! Beleza nobres overmanos e minas! Grande energia tupiniquim! Abraços curraleiros aos machos e beijos tenebrosos nas meninas!

raphaelreys · Montes Claros, MG 4/6/2008 13:36
sua opinião: subir
celina vasques
 

Magnifico!!!!!!!!!!!!!! Primoroso!!!! Parabens!!!

celina vasques · Manaus, AM 4/6/2008 13:39
sua opinião: subir
celina vasques
 

Magnifico!!!!!!!!!!!!!! Primoroso!!!! Parabens!!!


beijos

celina vasques · Manaus, AM 4/6/2008 13:39
sua opinião: subir
alcanu
 

Não sei se já te disseram, em algum lugar do mundo há alguém com as mesmas características físicas suas ...
Fantástico o teu texto, não acredito em coincidências, nesse caso são muitas evidências, gostei , um monte de coisas que não existiam na época, atestam a total veracidade do caso !
Vai pro Mural !
Um abraço !

alcanu · São Paulo, SP 4/6/2008 13:57
sua opinião: subir
victorvapf
 

Concordo que o tempo nao existe, o portal existe, poucos usam ou ja usaram. Belissimo texto, muito bem elaborado, nunca e demais afirmar isto num comentario! Abracos

victorvapf · Belo Horizonte, MG 4/6/2008 15:14
sua opinião: subir
Cristiano Melo
 

Caro overmano, estou muito contente com seu escrito. Por várias vezes refletimos em grupo, numa roda de discussão que temos aqui em Brasília, sobre o tema tempo, não entrarei em outros detalhes...risos, mas se eliminarmos o fator tempo, o que resta? Se a "alma/espírito/estado búdico/persona interior/" evouli com zilhões de kalpas de tempo, então já somos evoluídos... Sua prosa nos traz reflexão á luz da razão da época do autor citado, pois na década de 60, a tendência era a da superação da razão por reflexões...o que acho que ainda hoje acontece...sei lá. Mas, autores como Huxley, Krishnamurti e outros falam sobre o mesmo tema de formas distintas, mas com o mesmo significado. Muito rica sua experiência e fico alegre em conhecer mais uma de suas facetas. Parabéns meu caro. Forte abraço.

Cristiano Melo · Brasília, DF 4/6/2008 17:04
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
raphaelreys
 

Cara Celina Vasques! Obrigado pela energia! Nobre Alcanu! Mestre da verve! Ainda bem tenho o seu apoio! Abraços. Victorvapt! Meu conterrâneo curraleiro e mineiro. Beleza a sua participação! Nobre Cristiano Melo, o Homem do Carro de Bois! Tive a honra de ser iniciadona Fraternidade Branca aos nove anos de idade. Tudo feito para uma missão! Agradeço aos mentores pela oportunidade emm conhecer os "Mistérios" o que me ajudou enormente na vida e na missão! Abraços curraleiros nos homens e beijos tenebrosos nas mulheres!

raphaelreys · Montes Claros, MG 4/6/2008 18:56
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
MaluFreitas
 

Maravilhoso, estupendo texto! Estou lembrando de um filme que assisti que tinha o mesmo roteiro. Nossa sendo que o seu está muito mais elaborado. Rapha essa seria uma trama muito boa para encenar. Bjos Malu Freitas

MaluFreitas · Salvador, BA 4/6/2008 19:25
sua opinião: subir
Ilia Noronha
 

Hum.... Magnifico...
Adorei.
Beijos poeticos.

Ilia Noronha · Manaus, AM 4/6/2008 19:28
sua opinião: subir
Gustavo Adonias
 

Olá, Raphael

Seu texto é fantástico, nos faz pensar sobre a questão da temporalidade, sobre a quebra do tempo linear que pensamos absoluto, para outra forma de vivência além do meramente físico, algo metafísico, onde o agora e o futuro se fundem em um momento atemporal. O encontro do 'eu' com seu igual, que ainda nem existe, impressiona, ainda mais no fim do texto, com a confirmação que o Evilázio tornou-se igual ao ' outro ele', até com as mesmas características físicas e as mesmas 'tecnologias' (o carro, o celular, o marca passo, que na época do encontro atemporal com seu 'eu futuro' nem existiam). Algo antes vislumbrado apenas nos domínios da ficção científica se materializa em realidade no seu texto.

Parabéns pela temática e qualidade narrativa do texto !!!

Vo(l)tarei.

Abraços poéticos

Gustavo Adonias · Salvador, BA 4/6/2008 20:40
sua opinião: subir
Fátima Ricci
 

Bom, se considerarmos que o Evilásio não te enganou sobre o encontro no passado, não leu "O outro", não fez por onde adquirir a Nissan verde, o marca-passos e o amplificador, já que terno branco, chapéu e celular nada têm de excepcional, então, meu caro, é de arrepiar... até porque, pra contar história como vc, vou te contar: fora de série!
Bjocas! ;-)

Fátima Ricci · Poços de Caldas, MG 4/6/2008 20:41
sua opinião: subir
brigitte
 

Raphael, já pensou em se tornar um contador de história, ou causos, como dizem por aqui, você faria sucesso e com certeza já terias uma fã, eu!
Sensacional se texto e acredito que pessoas sensitivas existem, e só não compreendemos as mensagens que recebemos por estarmos desconectados do "outro mundo" com as preocupações e as correrias diárias.
Abração!

brigitte · Goiânia, GO 4/6/2008 21:45
sua opinião: subir
Doroni Hilgenberg
 

Raphael, obrigada pelo voto.
Gostei de seu texto, bem escrito e fantastico. Muito embora seja dificil de se entender esta passagem entre os dois, tem-se uma idéia de premonição ou algo parecido. Voltarei para votar Bjssss

Doroni Hilgenberg · Manaus, AM 4/6/2008 22:45
sua opinião: subir
Zingara RJ
 

ooi Raphael, que texto! nossa! prende e confesso arrepiou... adorei e voltarei pra votar nesse texto que é pura magia, passado, presente e futuro tudo junto... muito bom, me lembrei de uns tantos "causos"

beijos no coração...

Zingara RJ · Rio de Janeiro, RJ 4/6/2008 22:51
sua opinião: subir
Cherry Blossom
 

Nossa Raphael! hoje você me presenteou com duas surpresas. Primeiramente revelando essa vertente do seu "ser" e depois com esse impressionante relato. Digo-te "creio". Já tive experiências e já comprovei! Mas como a Cintia prefiro não comentar.Mas saiba que compartilhamos dessa fé.
Beijos iluminados meu querido!

Cherry Blossom · Dracena, SP 5/6/2008 01:06
sua opinião: subir
Falcão S.R
 

Raphael, na minha peregrinação em busca de conhecimentos, o lado espiritual sempre falou mais forte, independente de doutrinas, seitas ou religiões, todas merecedoras de respeito, desde que voltadas para o bem comum.

Os mistérios da criação divina, só mesmo quem nos enviou pode explicar, tudo é possível !... Abraços

Falcão S.R · Rio de Janeiro, RJ 5/6/2008 05:06
sua opinião: subir
raphaelreys
 

Cara Malufreitas! O texto é sem dúvida uma boa trama para ser encenada. Obrigado pela passagem na metafísica do outro. Ilia Noronha! Obrigado pelos seus beijos minha morena tropicana, cor do pecado! Nobre Gustavo Adonias! Bem gostaria que a cena com o Evilásio fosse ficção! Tive o arrepio de lá estar dentro das confirmações ao vivo e em cores. Beleza prima o seu comentário que enriquece o texto. Cara Fátima Ricci! Tive conhecimento do relato em 1981 na época ainda não havia sido fabricada a Nissan verde-musgo. A esposa de Evilásio me confirmou os fatos. Até então( 1981) eu passava a ser a terceira pessoa a ter conhecimento do relato. Cara Brigitte! Seria um contador de causos apenas para te-la como minha ouvinte e usufruir da sua beleza! Cara Doroni Hilgenberg! Realmente difícil entender no racional a história do outro. Obrigado pela sua passagem! Minha Cigana Zingara! Abra a sua caixa de ferramentras e nos relate as suas projeções sem medo! Se vc. contar uma, prometo contar outra! Um beijo passional! Cherry Blossom! Assim como Cintia Thome e Zingara( da qual já conheço relatos em particular) vc. deve abrir o arquivo. Estamos em uma nova era o debate ao tema será salutar e esclarecedor. Tenho um monte delas que ainda não estão escritas. Algumas mesmo, difíceis de serem relatadas! Caro Falcão S.R.! Jovem buscador de mistérios e verdades simples. Oberigado pelo comentário sempre esclarecedor! Um abraço curraleiro aos menonos e um beijo passional para as nenimas de overmundo!

raphaelreys · Montes Claros, MG 5/6/2008 06:34
sua opinião: subir
Raiblue
 

Rapha,meu querido,me atrasei,mas cheguei!

Excelente texto,querido!Sou apaixonada por Borges!
Essas coisas acontecem mesmo,e ainda há quem não acredite...Quantas vezes nos desdobramos,podendo ir ao futuro, passado ou presente,à lugares distantes...Eu mesma já estive por diversas vezes em épocas anteriores...sempre me vejo em conventos...grandes mosteiros...é curioso isso...Mas nunca consegui me projetar no futuro....por isso sempre achei que viveria pouco e ainda acho...tenho essa estranha sensação.... Mistérios da metafísica....Portas da percepção,diria Houxley...estado búdicoo..iluminação...sei lá...Somos realmente múltiplos,mas nem sempre estamos preparados p conhecer nossas vÁrias facetas...
Acredito no tempo contínuo....onde a alma é única e transita por diversos períodos mudando só de casca...almas afins sempre se reconhecem...


Super parabéns,querido pela fantástica reflexão...
beijinhos bluelunáticos...
Raiblue

Raiblue · Salvador, BA 5/6/2008 21:41
sua opinião: subir
raphaelreys
 

Raiblue! Obrigado pelos beijos logo pela manhã! A minha intuição mostrou-me uma freira medieval quando lhe conheci pelo overmundo. Por ter contido as suas emoções em outras vidas viestes a esta cheia de emoções para dar! Sois um poço de amor e sutilidades. Quisera ser seu escravo ou escravo de suas paixões! Beleza a sua participação minha baiana azul e feiticeira! Um beijo overmano!

raphaelreys · Montes Claros, MG 6/6/2008 06:37
sua opinião: subir
clara arruda
 

Tenho a honra e alegria em voltar para abrir sua votação.Um beijo carinhoso com sabor de sexta feira.

clara arruda · Rio de Janeiro, RJ 6/6/2008 07:05
sua opinião: subir
raphaelreys
 

Beijo partindo de uma das mais belas mulheres que ví na vida me colocam nos céus de Alá! Um abraço minha doce libriana!

raphaelreys · Montes Claros, MG 6/6/2008 08:57
sua opinião: subir
Patipetista
 

Passando correndo, mas já li, re-li ontem, adorei !
Beijos Rapha, rsss adoro as provocações do Alcanu para contigo também,.r ssss

Patipetista · Taboão da Serra, SP 6/6/2008 09:43
sua opinião: subir
Samuel Luciano Assunção
 

oi rapha...voltando e votando meu amigo...
um abraço.

samuel

Samuel Luciano Assunção · Angra dos Reis, RJ 6/6/2008 10:00
sua opinião: subir
Gustavo Adonias
 

Olá, Raphael

Cá estou novamente, pelas veredas metafísicas do seu texto, deixando o meu voto e parabenizando-o pela qualidade da obra !

Abraços poéticos overmano

Gustavo Adonias · Salvador, BA 6/6/2008 10:16
sua opinião: subir
Gustavo Adonias
 

Olá, Raphael

Cá estou novamente, pelas veredas metafísicas do seu texto, deixando o meu voto e parabenizando-o pela qualidade da obra !

Abraços poéticos, overmano

Gustavo Adonias · Salvador, BA 6/6/2008 10:16
sua opinião: subir
Gustavo Adonias
 

Desculpe-me, o comentário foi duas vezes,rs....

Gustavo Adonias · Salvador, BA 6/6/2008 10:17
sua opinião: subir
Doroni Hilgenberg
 

Oi Raphael, voltei para votar em seu magnifico mini conto que nos atrai e nos faz pensar e duvidar ao mesmo tempo.

Doroni Hilgenberg · Manaus, AM 6/6/2008 11:22
sua opinião: subir
Cherry Blossom
 

voto e beijos meu querido!

Cherry Blossom · Dracena, SP 6/6/2008 11:37
sua opinião: subir
Raiblue
 

Beijinhos Raphinha...e votos...hehe

bjks azuis....lindo dia....bela sexta!
Raiblue

Raiblue · Salvador, BA 6/6/2008 12:10
sua opinião: subir
raphaelreys
 

Cara Patipetista! Alcanú é o anjo erótico de overmundo. Quero ver quando ele falar consigo mesmo qual seria o diálogo! Caro Samuel Luciano! Beleza que me sufrags! Nobre Adonias! Que andas pelas trilhas da metafísica do meu texto. Obrigado pela passagem! Doroni do nosso Manaus! Bom que colocas sob a ótica da observação racional. Seguro morreu de velho! Obrigado pela energia! Cherry Blossom! Bem que recebo os seus beijos draceneanos! Obrigado! Raiblue! Peço aos céus se algum dia tiver que morrer, que seja nos teus braços azuis e sob o calor dos teus beijos! Te adoro! Aabraços aos overmanos e beijos arretados nas overminas!

raphaelreys · Montes Claros, MG 6/6/2008 13:11
sua opinião: subir
Falcão S.R
 

Raphael nosso sempre admirável amigo e professor, deixo aqui meu voto e abraço.

Falcão S.R · Rio de Janeiro, RJ 6/6/2008 13:47
sua opinião: subir
Andre Pessego
 

Crença e canja de galinha não fazem mal a ninguém, muito pelo contrário.
voltei para quebrar o lacre do secreto, e me ver nesse caso
andre.

Andre Pessego · São Paulo, SP 6/6/2008 13:51
sua opinião: subir
marilia carboni
 

Voltei p votar e te deixar um beijo !!!!

marilia carboni · Londrina, PR 6/6/2008 14:07
sua opinião: subir
victorvapf
 

victorvapf · Belo Horizonte, MG 6/6/2008 17:25
sua opinião: subir
Saavedra Valentim
 

Caro amigo Raphael,
Eu sempre acreditei existir diversas dimensões paralelas, onde estão o nosso passado e nosso futuro. À medida em que vamos envelhecendo vamos ocupando outras dimensões onde iniciamos nova vida. Somos múltiplos. Também continuamos vivendo em nosso passado, criando, assim, um círculo vicioso, que não termina nunca. Sei lá parece coisa de louco, mas acredito nisso.
Muito bom o seu texto, como tantos outros que têm nos brindado.
Abraços

Saavedra Valentim · Vitória, ES 6/6/2008 17:32
sua opinião: subir
raphaelreys
 

Caro Falcão S.R.! Que beleza a sua presença e sufrágio meu poeta metafísico! Obrigado. Beleza que quebras o lacre do segredo meu caro Aandré Pessego! Linda Marília Carboni! Não avalias o efeito dos seus beijos de estrela em minha alma plástica e emocional! Obrigado pela passagem! Caro Victorvapt! Ilustre conterrâneo que já comeu carne de sol dois pelos de Mirabela e bebeu cachaça Viriatinha comendo arroz com pequí nos Montes Claros. Obrigado pela presença! Nobre Saavedra Valentim! É uma eterna Sansara a ida e vinda das almas em missão de aprendizado em mundos de provas e manifestações da Vontade Divina! Somos instrumentos deesa Santa Vontade Criadora! Abraços curraleiros aos overmanos e beijos passionais e trágicos nas overminas!

raphaelreys · Montes Claros, MG 6/6/2008 17:53
sua opinião: subir
Ilia Noronha
 

Oie!!! Cheguei atrsada, mas cheguei votando.
Beijossssssssss.

ps: Obrigada pelo morena tropicana rsrsr....

Ilia Noronha · Manaus, AM 6/6/2008 18:51
sua opinião: subir
raphaelreys
 

Tropicana sabor de pecado! Obrigado pela presença e por sua beleza!

raphaelreys · Montes Claros, MG 7/6/2008 06:47
sua opinião: subir
azuirfilho
 

raphaelreys · Montes Claros (MG)
O OUTRO

Impressionante.
Existem muitas coisas entre o céu e a terra.
Nossa vá Filosofia nem chega perto.
Valeu a imensidáo.

Abração Amigo.
Gostei muito.
Mais do que nunca tenho de lhe votar por merecimento.

azuirfilho · Campinas, SP 7/6/2008 18:55
sua opinião: subir
Adroaldo Bauer
 

Arreliado que ando, ainda leio de vez em quando.
E mesmo que pouco podendo, também sempre emociono mais que devia com o que dizes, por romântico, esse outro que ainda insiste em me habitar feito (e pensando ser) uma criança, um juvenil transeunte.
Boa abordagem.
Também se aproxima das que os adultos já encanecidos e agastados visitam-se quando crianças.
É bom que se encontrem, é muito bom que tenham o que dizer de proveito um ao outro, mais do que lhes digam os espelhos ou as amizades sinceras.
Abraço terno, Raphael

Adroaldo Bauer · Porto Alegre, RS 8/6/2008 21:32
sua opinião: subir
raphaelreys
 

Caro Azuir! Beleza a sua presença e a sua energia! Obrigado. Meu nobre Adroaldo! As vezes se emcontram, como num pensamento mágico!É realmente uma boa abordagem! Beleza a sua presença e recuperando. Vou colocar o seu nome na minha corrente de preces que fazemos por aqui! São energias altamente positivas!

raphaelreys · Montes Claros, MG 9/6/2008 06:35
sua opinião: subir
llamar al pan
 

É o terceiro texto seu que leio. Estou gostando de sua expressividade... Obrigada pela visita e comentário no mistério do solar. Grande abraço...

llamar al pan · Belo Horizonte, MG 16/6/2008 23:48
sua opinião: subir
raphaelreys
 

Minha Cara Ilamar! Agradeço pela sua sintonia. Um grande abraço e um beijo de carinho!

raphaelreys · Montes Claros, MG 17/6/2008 06:28
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

baixar
doc, 24 Kb

veja também

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados