O outro lado da lua

1
Marcos França · João Pessoa, PB
26/5/2008 · 140 · 17
 

Cap. 1 - O encontro

Ela aproximou-se dele, pôs as mãos em seu rosto e disse:

- Nosso tempo acabou, foi bom te rever, mas agora precisamos ir.

Será que o tempo acabou mesmo, pensou consigo. Acho que sim. Ele agradeceu por tudo, deu umas batidas na sola do sapato pra cair o excesso de areia e foi embora. Ainda pensou em ficar e dizer alguma coisa que a fizesse mudar de idéia, mas desistiu e foi. Nem olhou pra traz. Afinal de contas, já não tinha nada mesmo para fazer ali, apenas confortava-o aquele lugar. Sabia que nunca mais iria voltar ali, não daquele jeito.

No caminho de volta viu que a lua estava olhando-o, não parava de lhe observar. Quando ele a olhava, logo disfarçava. Acho que ela não queria que ele percebesse. Ela parecia que estava dentro d água, como se tivesse boiando num rio transparente. Tentou enganá-la e dar um flagra, de nada adiantava, estava mesmo disposta a persegui-lo naquela noite, só espiando-o. Ninguém consegue enganar a lua, por mais que tente.

Não sabia o que era pior: ir embora sabendo que o tempo já tinha acabado ou pelo simples fato de achar isso. E ainda tinha a lua que não tirava os olhos dele. Foi quando resolveu parar. Tava frio, mas parou e olhou pra ela. Imediatamente ela parou também. Para sua grande surpresa, não disfarçou mais seu olhar, encarou-o e até sorriu. Acho que também precisava de alguém para conversar.

- Porque você está me olhando e me seguindo desde que sai de lá em dona lua? Eu fiz algo de errado?

Ela apenas brilhou em minha direção.

- Isso é um sim ou um não?

Outro brilho ainda mais forte.

- Dona lua, se esse brilho for um sim, então me mostre o que seria um não.

Daí ela apagou. Tudo ficou escuro. Só as estrelas agora lhe serviam de guia. Pelo menos já sabia o que era um sim e um não.

- Lua, prefiro você dizendo sim. Apareça!

Nada. Só a escuridão.

- Aparece, por favor, não quero ficar aqui sozinho!
- Eu deveria ter saído mesmo quando ela disse que o tempo acabou?

Perguntei já sem esperança nenhuma de alguma resposta. Imediatamente a lua apareceu. Ainda mais bela. Que alívio, não agüentava mais ficar ali naquela escuridão. Por outro lado, surpreso com sua afirmação. A lua nunca erra mesmo, muito sábia. Conformei-me.

- Porque você só mostra um lado? Gostaria de saber como seria seu outro lado. É tão belo quando esse?

Nada aconteceu, nem brilhou, nem apagou. Imaginou que ela própria não soubesse. Percebeu até que o brilho ofuscou. Será que ela não gostou da pergunta? Estaria a lua triste por não ter uma resposta ou será que se irritou com a indiscrição de uma pergunta tão íntima?

Eram agora dois seres ali sem luz, seu olhar continuava sem brilho, a lua não brilhava mais. Ela talvez por não conhecer seu outro lado, ele certamente por conhecer o seu demais. Nada perguntou. Preferiu ficar na dúvida se ela não soubesse, não gostasse ou se preferisse não falar de sua outra face. Aquela que ninguém nunca tinha visto, aquela que ninguém conhecia.

Continua...
Cap.2 - O perfume da noite
Cap.3 - O passado se fez presente
Cap.4 - Nosso tempo acabou

Sobre a obra

O conto da lua surgiu do nada, bem despretensiosamente fui escrevendo e aquilo foi pegando um ar de nostalgia e deu nisso ai.

compartilhe



informações

Autoria
Marcos França
Downloads
433 downloads

comentários feed

+ comentar
Cristiano Melo
 

Eita que a Lua está mesmo no coletivo poético aqui na semana... Parabéns e aguardemos a votação sem necessidade de brilhar ou não da lua, pois votarei sim...risos e abraços.

Cristiano Melo · Brasília, DF 23/5/2008 15:30
sua opinião: subir
EdimoGinot
 

Marcos
Somente aguardando a votação
para este seu belo escrito.
Um abraço
EG

EdimoGinot · Curitiba, PR 23/5/2008 19:46
sua opinião: subir
Cristiano Melo
 

vo(l)tado. boa sorte e um abração.

Cristiano Melo · Brasília, DF 25/5/2008 15:51
sua opinião: subir
Cherry Blossom
 

Que coisa hein Marcos! Eu vivo conversando com a lua, se ela resolve me responder dessa maneira o mundo ta perdido! Com o tanto de dúvidas que tenho......
Delícia de conto.
Voto e beijos pra você!

Cherry Blossom · Dracena, SP 25/5/2008 17:47
sua opinião: subir
EdimoGinot
 

Dito e feito.
voltei e votei.
Um abraço Marcos
EG

EdimoGinot · Curitiba, PR 25/5/2008 21:40
sua opinião: subir
marilia carboni
 

Vim...ja li tudo...ja votei...
Deixo-te um beijo!!
Ah...gostei demais !!!!!

marilia carboni · Londrina, PR 25/5/2008 22:42
sua opinião: subir
Saavedra Valentim
 

Oi Marcos,
Muito bem estruturado o seu texto. Gostei do tema e do seu desenvolvimento. A lua nos fascina a todos.
Estou votando com muito prazer, meu amigo.
Abraços

Saavedra Valentim · Vitória, ES 26/5/2008 01:07
sua opinião: subir
Falcão S.R
 

Deu num conto muito lindo. Obrigado lua!

Voto e abraço.

Falcão S.R · Rio de Janeiro, RJ 26/5/2008 04:40
sua opinião: subir
Marcos França
 

Obrigado gente! Grande abraço.

Marcos França · João Pessoa, PB 26/5/2008 08:54
sua opinião: subir
ayruman
 

A Lua lá no Céu... Na Terra o homem sedento de Amor!
Sucesso hermano...jbconrado

ayruman · Cuiabá, MT 26/5/2008 08:56
sua opinião: subir
Sandra Fonseca
 

Amo essa lua! Votado!
Beijo

Sandra Fonseca · Belo Horizonte, MG 26/5/2008 17:50
sua opinião: subir
Raiblue
 

Beleza de conto Marcos...a lua é sempre a musa do poeta...rsrs...e é assim mesmo...escrevemos sem nem saber onde vai dar....sem destino..e quando a lua aparece....é tão mágico...., quando some, fica essa escuridão no olhar...mas aí as estrelas tomam o lugar e fazem a festa...

Adorei ,parabéns querido!!!
bjks azuis infinitas...
Rai...blue

Raiblue · Salvador, BA 27/5/2008 11:37
sua opinião: subir
Ailuj
 

lindo conto
só votando agora mas viq ue nao fiz falta,graças a Deus
Um beijo

Ailuj · Niterói, RJ 27/5/2008 16:08
sua opinião: subir
carlos magno
 

Ah, meu amigo Marcos, gostei demais deste teu diálogo com a musa dos poetas. Meus sinceros aplausos e abraços.
Carlos Magno.

carlos magno · Rio de Janeiro, RJ 27/5/2008 19:12
sua opinião: subir
Coluna do Domingos
 

Votado

Coluna do Domingos · Aurora, CE 10/10/2008 13:49
sua opinião: subir
Cláudia Campello
 

quem procura acha. Seu texto brilhou em mim, niu ?!

... e nada como um dia apos o outro e uma luda no meio, né ?

bjsssssss ;)

Cláudia Campello · Várzea Grande, MT 3/2/2009 14:45
sua opinião: subir
Viviane Motta
 

Mto bom o conto... Tá vontade de ler mais e mais...
Beijo!

Viviane Motta · Belo Horizonte, MG 1/7/2010 18:29
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

baixar
pdf, 4 Kb

veja também

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados