O Segredo

1
Agassi · Caraguatatuba, SP
3/11/2008 · 130 · 12
 

I.
Saíra desconcertado daquela reunião fastidiosa. Afinal para que tanta pressão se o mundo vai acabar mesmo um dia. Mas nunca ouvira falar naquele segredo de Fátima, o qual lera minutos antes no seu e-mail antes de ir para a decisiva reunião. Foi acertado que Felício ficaria responsável por receber todas as contas e reportar tudo quanto for centavo que pelas suas mãos escorrer.

II.
Chegou tranqüilo em casa, porém. Sentou-se no macio e profundo sofá à beira da lareira e refletiu seu corriqueiro dia. Já estava acostumado a isso, afinal, por conta de seu tedioso emprego ostentava uma pequena fortuna, da qual se privilegiava de bons carros, uma bela casa e muita solidão. Deitou-se um pouco e dormiu; — ‘entre pelos fundos, vamos! Por aqui não dá, esta porta está fechada. Vamos, porque a demora? Tem alguém lá dentro? Você conhece as regras, se as portas e as janelas estão fechadas e há velas acesas vamos embora! Inútil, imprestável, que porra de demônio você é! O todo poderoso nos vê e nos punirá com apenas um sopro, regras são regras’. — ‘ai, minha mãe, eu já falei que eu não vou à igreja! É toda vez a mesma coisa, o padre que pede, pede e pede cada vez mais dinheiro. Se não é o pátio da igreja que precisa de reforma, é o sino que já não badala direito. Não vou, não vou e pronto! Moleque desgraçado, volta aqui! Aonde você pensa que vai? Não mãe, não! Eu não quero! Venha aqui que vou lhe dar uma surra, pois é isso que você merece por não rezar! Não mãe; não mãe’ Não mãe! Nããããããããããoooooooooo... Ai... que pesadelo. Eu amo você mamãe, onde quer que esteja, mas eu não entendo porque você não me amava... Porque estou falando bobagens? Preciso de um banho.

III.
“Quando chegar este dia, que não está longe, esteja prevenido. Por setenta e duas horas a Terra irá estremecer, o sol se esconderá debaixo do manto sagrado de Deus, o mar estará a lavar o rosto d’Ele e o tremor da Terra massageará o ego de quem a fez sofrer, porém será uma massagem dolorosa e carnívora. Não saia de casa. Não abra a porta para ninguém. Tranque as janelas. Tenha um altar preparado para nosso senhor Jesus Cristo. Acenda velas brancas e bentas e ore com uma intensidade profunda e conseguirás alento nos braços de Deus.” — O que significa tudo isso? É muito pra mim, saber que um dia a Terra vai estremecer isto não pode ser verdade. Nosso país está sobre uma única placa tectônica. — Homem de pouca fé, mísero humano... — Não é nada disso Hermínia. Como acreditar em tudo isso? — Leia você mesmo na bíblia. — Nem tenho uma... — Vou mandar-lhe uma de presente e as passagens bíblicas que retratam este texto. Iii olha o gerente aí. — O relatório, Hermínia. O relatório!!! — Estava com Felício. — Você não me deu Felício! — Felício, onde está o relatório desta semana. Já devia estar em minha mesa, não? — Sim senhor Flávio, já está quase pronto. Ainda antes do almoço lhe entregarei. — Sem demora meu caro, pois tem uma pancada de gente por aí que trabalharia pela metade do preço que você nos custa. — Sim senhor, já já estará lá. — Felício. Felício. — Dois vai um e quatro mais setenta menos vinte e três por cento vezes a somatória geral... — Felício. Felício. Felício. — A razão seria na proporção menor menos o número de peças vendidas pelas produzidas... — Felício. — O que é caramba! — O relatório seu xarope! — Desculpa, estou muito mal hoje.

Sobre a obra

E um dia chega...

compartilhe



informações

Autoria
Agassi
Downloads
278 downloads

comentários feed

+ comentar
Robert Portoquá
 

Sonhos, realidades, segredos, vaidades, dogmas, usurpação, submissão... Um caleidoscópio de sentimentos e medos e frustãções e esperança, ufa! Uma leitura a ser digerida.
Um denso e bom texto.
Abraços.

Robert Portoquá · Adamantina, SP 31/10/2008 12:04
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Compulsão Diária
 

A placa tectônica sob nossos pés até quando?
Texto denso e intrincado. Para reler. Fina ironia, como é de seu estilo. Gosto

Compulsão Diária · São Paulo, SP 31/10/2008 12:55
sua opinião: subir
Ivan Cezar
 

Muito atual, se bem que a literatura nos mostra que esse "perfil" sempre existiu ,ou seja , a conjugação de elementos como trabalho, ganância,ambição, divisão do tempo, equilíbrio interno, etc, etc
Tudo muito erudito em seu texto ...
Votado

Ivan Cezar · São Sepé, RS 2/11/2008 09:11
sua opinião: subir
joe_brazuca
 

...é o Apocalipse nosso de cada dia !
Bom !!!
votado
abraço !

joe_brazuca · São Paulo, SP 2/11/2008 13:11
sua opinião: subir
Coluna do Domingos
 

Votei

Coluna do Domingos · Aurora, CE 2/11/2008 18:33
sua opinião: subir
Claudia Almeida
 

Agassi,
Muito bom seu texto, vou ler mais beijos!

Claudia Almeida · Niterói, RJ 3/11/2008 03:21
sua opinião: subir
camuccelli
 

Nada a declarar!

camuccelli · Rio de Janeiro, RJ 3/11/2008 10:06
sua opinião: subir
Compulsão Diária
 

Compulsão Diária · São Paulo, SP 4/11/2008 01:07
sua opinião: subir
Noelio Mello
 

Agassi
todos os sentimentos do homem reunidos num belíssimo texto
Abraços
Noélio

Noelio Mello · Belém, PA 4/11/2008 01:41
sua opinião: subir
touché
 

vejo como um fragmento da vida, um momento...ou melhor, vários momentos e sentimentos que se interpenetram..um texto a ser relido ...

touché · Guarulhos, SP 7/11/2008 22:05
sua opinião: subir
Juscelino Mendes
 

Revisitando....

Juscelino Mendes · Campinas, SP 22/11/2008 18:25
sua opinião: subir
meus traços e linhas
 

Texto de conteúdo consistente, tema da atualidade... volto para reler!
Muito bom!
Votado!

bjsssssss

meus traços e linhas · Cabedelo, PB 27/12/2008 17:53
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

baixar
pdf, 4 Kb

veja também

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados