Olhai para terra

1
Wellitania Oliveira · Gurupi, TO
13/3/2012 · 1 · 4
 

Olhai para terra, comtempla teus semelhantes
Vê quão sedenta andam as almas
quão desnudos os campos
O homem tomba no solo de suas criações.

Do tamanho do sol são as quimeras
dos corações doentes de serem deuses
crescente fúria sobre as flores delicadas
a covardia disfarçada de coragem.

Vê silenciosos passos a vagar
na escuridão do manto solitários
as tenebrosas imagens lhes atormentam
não há paz no jazigo onde adormecem.

Ignotos seres de ilusões terrestres!
......................................

Escrever é conspirar com os pensamentos
para dilacerar a angústia e expurgar os temores.
É oportunizar a alma fatigada
um suspiro leve de esperança.

É expor em metáforas de contemplação
a indignação pelas mazelas sociais.
É anistiar as almas humana do medo
com audácia, piedade e fantasia.
É amar a palavra e libertá-la do cárcere
com as cores que (re)nascem as borboletas
com a alegria com que elas se libertam.
Mas que sejam ávidas e inquietas criaturas
como pontas de espinhos protegendo a flor
e não descansem tal qual lesma em seu caracol.

Escrever é um ato de coragem
É o despertar de coisas adormecidas
Num momento de criação silenciosa.
Sobretudo, escrever é corrigir a vida.

Sobre a obra

Wellitania Oliveira - Reside há 15 anos em Tocantins. É professora universitária, crítica literária, ensaísta, ativista cultural e, nas horas vagas, poeta. Tem publicações em livros e revistas de literatura.

compartilhe



informações

Autoria
Wellitania Oliveira
Ficha técnica
Poema
Downloads
237 downloads

comentários feed

+ comentar
alcanu
 

Concordo com suas idéias e ideais !
Escrever é mais do que uma catarse, um desabafo, um desafogo !
É a nossa expressão libertária se manifestando diante de tanta 'ignorância cultural' perante a mídia televisiva, por exemplo !
Muito bom o seu texto, viu?
Um beijo !

alcanu · São Paulo, SP 15/3/2012 10:01
sua opinião: subir
Wellitania Oliveira
 

Obrigada,
Seu comentário só me motiva a continuar colaborando.

Bejinho

Wellitania Oliveira · Gurupi, TO 15/3/2012 10:14
sua opinião: subir
A Marques
 

Lindo trabalho!!! Curti bastante!!!

A Marques · Caieiras, SP 5/6/2012 06:16
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Wellitania Oliveira
 

Que bom, Marques!
"O poema pertence a quem dele precisa"

Um abraço poético

Wellitania Oliveira · Gurupi, TO 5/6/2012 07:45
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

baixar
pdf, 2 Kb

veja também

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados